Cadastre seu Email

segunda-feira, 30 de julho de 2012

ELEIÇÕES EM FORTALEZA 25/07/2012 - 13h42 Delegado Protógenes Queiroz diz que vai ajudar Inácio a criar Unidades Pacificadoras em FortalezaProposta inclui a ocupação de comunidades violentas pela PM, Exército e Guarda Municipal. Além disso, prefeitura investiria em projetos de combate ao crack nas comunidades pacificadas


notícia 13 comentários Enviar por e-mail

Imprimir Aumentar texto

Diminuir texto

Corrigir DIVULGAÇÃO

Inácio Arruda (d) e Protógenes Queiroz (e) anunciaram proposta de segurança do PCdoB para a prefitura de FortalezaDECISÃO JUDICIAL PRÓ-ELMANO

"Eu não preciso da imagem de Lula colada comigo", afirma candidato Inácio Arruda

(0) INVESTIGAÇÃO

CPMI retomará trabalho com depoimento de noiva de Cachoeira

(0) GOVERNO FEDERAL

PAC 2 investe R$ 55 bilhões em energia

(0)

O delegado da Polícia Federal e deputado federal por São Paulo, Protógenes Queiroz (PCdoB), disse que vai participar do projeto de segurança para Fortaleza do candidato a prefeito Inácio Arruda (PCdoB). Um dos pontos desse projeto, explicou Protógenes em entrevista coletiva nesta quarta, 25, é a criação de Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) nas comunidades com maior índice de violência na capital cearense.



Inácio, também presente na coletiva, defendeu a presença da prefeitura atuando na área social nos pontos mais críticos da cidade. "Segurança Pública não passa só por polícia, é também levar serviços, educação", afirmou o candidato.



O projeto de criação das UPPs inclui o desenvolvimento de atividades de educação, cultura e lazer e a ocupação das comunidades-alvo pela Polícia Militar e pelo Exército, além de contingentes da Guarda Municipal. Outro ponto da proposta de segurança do PCdoB para Fortaleza seria o desenvolvimento, nas comunidades pacificadas, de projetos de combate ao consumo do crack.




Notícias


Risco de assaltos aumenta na Lapa após saída da Guarda Municipal

Até mesmo policiais militares que atuam na estação admitem que os usuários correm risco na Lapa

25.07.2012
Atualizado em 25.07.2012 - 09:11



Visualizações: 7941





Tamanho da letra: -A
+A



Submetendo seu voto... Avaliação: 5.0 of 5. 1 voto(s).

Clique na barra de avaliação para avaliar este item.







Leo Barsan

leo.barsan@redebahia.com.br



Uma estação, dois medos. Quem passa pelo Terminal de Transbordo Clériston Andrade, mais conhecido como Estação da Lapa, tem sempre a companhia da sensação de insegurança e dos problemas de infraestrutura do local.

Diariamente, as mais de 400 mil pessoas que passam pela estação vivem desviando das goteiras e temendo os roubos, principalmente nos últimos quatro meses, depois que os guardas municipais deixaram de manter base dentro do terminal.



A professora Gleides Antunes, 49 anos, passa pelo terminal todos os dias. Com medo. “Nunca aconteceu nada comigo, mas não venho à noite porque morro de medo. Conheço várias pessoas que já foram assaltadas. Sem contar que, no subsolo, parece que é bicho que pega transporte. Tudo imundo”, queixa-se ela, perto da escadaria de acesso à Avenida Joana Angélica.



Naquele trecho, em pouco tempo se ouvem muitos relatos de roubos. Dono de passos lentos, o aposentado Juraci Moreira, 65, conta que já foi assaltado duas vezes.



“Aqui é segurança zero. Uma vez, subia essa escada e no último degrau encostaram a faca em mim e levaram meu relógio. Em outra ocasião, voltava de uma festa com minha companheira, às 5h30, quando três caras cercaram a gente no subsolo”, lembra Juraci.



Este ano, a estudante Adriany Xavier, 15, aprendeu uma lição no primeiro dia de aula, mas não foi na sala, e sim na escadaria do terminal. “Tenho que ficar mais atenta. Descia sozinha quando o bandido suspendeu a camisa dizendo que estava armado e me mandou passar o celular. Foi horrível”, relata.



A colega dela, Ana Carolina Pereira, 15, teve um pouco mais de sorte, mas também já foi roubada. “Um cara estava atrás de mim e percebi que ele tentava abrir a minha mochila. Ele só conseguiu tirar uma caixa de misse (grampo de cabelo)”, comentou.



ABC












Cresce o efetivo da Guarda Municipal em São Bernardo

25 de Julho de 2012



Em três anos, a Prefeitura de São Bernardo aumentou em 86% o número de guardas municipais na cidade. No início de 2009, a GCM contava com 536 homens e mulheres. Em 2012, o efetivo chegou a 1.000 profissionais, que fazem rondas pelo município.



Através do Programa de Segurança Escolar, os guardas estão presentes na entrada e saída de alunos das escolas municipais.



A quantidade de viaturas também cresceu. Em 2008 eram 83 e subiram para 185, já que em 2009 foram adquiridos 96 veículos, entre eles, duas motos aquáticas, duas embarcações e 30 bicicletas.



Além disso, foram instaladas três inspetorias, inclusive ambiental, e a implementação de videomonitoramento.



Terça, 24/07/2012 - 17h21 - Atualizado Terça, 24/07/2012 - 17h21 Ministro da Justiça inaugura Central de Videomonitoramento no sábado (28) Ao todo, 124 câmeras deverão operar no monitoramento e auxílio da segurança na cidade


Noticias de Foz do Iguaçu: Foz do Iguaçu, PR





O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, estará em Foz do Iguaçu, no próximo sábado (28), para tratar sobre o planejamento integrado de Segurança Pública de toda a Região. Durante a visita, o ministro irá inaugurar a Central de Videomonitoramento e o Gabinete de Gestão Integrada da Fronteira (GGI-Fron), instalados na sede da Guarda Municipal.







A inauguração está prevista para acontecer ao meio-dia (12h), na Secretaria Municipal para Assuntos de Segurança Pública - sede da GM - antes, às 10 horas, o ministro tem uma reunião marcada no Parque Tecnológico de Itaipu (PTI), para discutir o Projeto Beira-Foz.



A Central de Videomonitoramento, prevista para operar com 124 câmeras, está em funcionamento (em alguns pontos da cidade) desde o mês de junho. Junto da Central funcionará o Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M), com o trabalho unificado entre a Polícia Militar e Guarda Municipal, além das outras forças de segurança.

Segurança


terça
24/07/2012 10:45:00 Textos: Redação Fotos: Lucas Jorge

.Guarda Municipal sem viaturas nesta terça

Ampliar Imagem A Guarda Municipal de Criciúma está sem viaturas nesta terça-feira. Nesta segunda-feira já estava apenas um carro na rua, porém nesta manhã os guardas não encontraram nenhum carro para fazer as rondas. Segundo os próprios guardas, que não quiseram se identificar, o ato seria uma represália, porém eles não informaram o motivo de tal represália.



Os carros da Guarda Municipal estão no pátio da locadora dos veículos. Segundo funcionários do local os veículos estão passando por uma revisão e também foi pedido para que as películas fossem retiradas de todos os veículos.



A reportagem do Clicatribuna tentou saber dos responsáveis da ASTC como ficarão os serviços da guarda nesta terça-feira, porém os celulares estavam desligados. Ainda segundo os funcionários da empresa onde estão os carros, até o fim do dia eles estarão prontos.



Ação de Guarda Municipal contra skatista levanta polêmica


Ter, 24 de Julho de 2012 11:14 .Redes sociais debatem a violência da abordagem no Parque Bacacheri





--------------------------------------------------------------------------------



A prisão de um skatista no Parque Bacacheri, no último sábado (21) no último sábado levantou um debate nas redes sociais contra a violência da Guarda Municipal de Curitiba. O incidente ocorreu com o operador de logística Rugieri Mateus, de 36 anos. A acusação era de que ele estaria andando de skate em área não permitida para a prática.



As fotos de sua prisão e das agressões praticadas pelos guardas municipais foram postadas no Facebook e gerou uma grande mobilização. Já do lado de fora do parque, Rugieri teria sido abordada pelos guardas. “O guarda gritou comigo e com sua pistola na mão e gritou vagabundo. Quando vi que era um guarda despreparado e achei que sua arma podia disparar, parei e perguntei o que esta acontecendo. Ele gritou de novo e falou deita no chão vagabundo. Falei que não ia deitar, o guarda se aproximou com a pistola na minha cara e falou deita... e me chutou e deu um rodão. Nada contente pisou no meu pescoço e chamou reforço, veio um companheiro dele que aproximou e pisou no meu pescoço também. Muitos filmaram, os guardas não gostaram da atitude do pessoal e falou no meu ouvido que ia me f..., me levantou com uns tapas e falou vamos lá pra salinha, que era dentro do parque, dizendo que ia me arrebentar”, diz Rugieri em sua página no Facebook.



Na salinha teria sofrido novas agressões. “Eles foram me sufocando com o braço, me deixando sem ar e quase desmaiei. Os populares do parque gritaram falando que ele ia me mata e falaram pra ele parar, nesse momento muitos xingavam esses dois guardas e eu quase sem força pra andar e sem ar nos pulmões. Eles fecharam a porta da salinha e chegaram mais uns cinco guardas, todos gritaram comigo, nem um momento deixaram eu falar, me deram cotoveladas na barriga e começaram fazer um BO dizendo que eu tinha desacatado esse guarda”, relata Rugieri.



A Guarda Municipal divulgou nota. "A Secretaria Municipal de Defesa Social informa que as imagens serão avaliadas e que um procedimento interno já foi aberto para apurar se houve excesso na abordagem ou se os meios utilizados para conter o skatista foram adequados. Segundo relatos, o skatista utilizava a pista compartilhada do Parque Bacacheri em alta velocidade, as pessoas que faziam caminhada solicitaram a intervenção da Guarda Municipal. Abordado, o skatista se recusou a utilizar a pista de forma moderada, desafiando os guardas. Ele foi encaminhado e apresentado à autoridade policial, no CIAC Sul (Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão), no bairro Portão, onde foi autuado em flagrante por desacato", diz a nota.





Guardas Municipais insatisfeitos com a ASTC


Ampliar Imagem Após a reportagem postada pelo Clicatribuna na manhã desta terça-feira um guarda municipal, que preferiu não se identificar fez contato com a reportagem para esclarecer algumas questões que ficaram no ar. Na reportagem, foi relatado que a guarda estaria sem viaturas nesta terça-feira, porém a situação ruim já vem de algumas semanas.



“Nós estamos apenas com três viaturas na rua. Uma fica no Parque das Nações, outra na Rodoviária e outra no Terminal do Pinheirinho. As duas motos estão estragadas. Muita gente liga para pedir auxilio, ou fazer denúncias e a gente não pode verificar porque não tem como chegar até o local”, afirma o guarda.



Ainda segundo ele, a empresa está alegando corte de custos. “Eles tem um contrato por um determinado tempo com a locadora que vocês tiraram fotos, onde se encontram os carros. O contrato é por tempo determinado, então se não acabou o contrato não existe isso de corte de custo. O que está acontecendo é uma represália porque os guardas estão exigindo os direitos”, conta.



O guarda conta que algumas coisas acertadas no acordo coletivo não estão sendo cumpridas. “Por exemplo, no acordo foi acertado que a guarda teria colete balístico, porém ainda não deram nada. A gente precisa, ficamos nas ruas, somos ameaçados, tem um monte de boletim de ocorrência para comprovar. Se você vê um guarda com colete ou até com um coturno pode ter certeza que foi o próprio guarda que comprou, porque a empresa não fornece”, explica.



Vários processos administrativos foram abertos contra guardas municipais, e segundo o denunciante o abuso por parte da ASTC será denunciado ao Ministério Público. A reportagem já tentou entrar em contato com a ASTC, mas não houve retorno dos responsáveis.





segunda-feira, 23 de julho de 2012

Agência da Guarda Municipal de Goiânia: GM NA TV RECORD - 21.07.12

Agência da Guarda Municipal de Goiânia: GM NA TV RECORD - 21.07.12
g.municipal1


está parada sem uso

Há exatamente cinco dias, as duas viaturas da Guarda Municipal estão estacionada na frente da sede da corporação sem condições de serem utilizadas por falta de combustível. Além da falta de combustível, um dos veículos, modelo corsa está parado há vários dias também com problemas  mecânicos, comprometendo diretamente o trabalho de proteção ao patrimônio público.
 A reportagem do Portal Em Dia entrou em contato com o comandante do órgão, GM Cunha, que informou que o caso já foi comunicado ao chefe do poder executivo para resolver o problema. Cunha relatou também que o objetivo da corporação é fazer um trabalho de qualidade e com imparcialidade para a população, defender e proteger o patrimônio público de vândalos, para isso acontecer, é necessário que a prefeitura der condições de trabalho para o órgão, fato que não estar sendo feito.
 Outro problema detectado é falta de fardamento para os Guardas exercerem a profissão, para comprovar tal fato, um guarda foi flagrado trabalhando com o fardamento incompleto. A guarda Municipal de José de Freitas, uma das mais atuantes do Estado do Piauí recebe diversos chamados de ocorrência por dias, com a falta de estrutura, a população e o patrimônio público do município ficam sem os serviços da corporação.
 Cunha disse também que a falta de combustível foi causada devido a um problema em um posto que abastece a frota de carros da prefeitura, afirmando ainda que a prefeitura prometeu solucionar o caso o mais rápido possível.
g.municipal4

18/07/2012 -- 14h46
Justiça libera porte de arma fora do serviço a guardas
Redação Bonde
O juiz federal da 2ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Foz do Iguaçu, Rony Ferreira, indeferiu pedido do Ministério Público Federal (MPF) para suspensão do porte de arma funcional, fora do horário de serviço, aos guardas municipais da cidade. 

O MPF questiona decisão da Superintendência da Polícia Federal no Paraná que autorizou a manutenção do porte de arma de fogo funcional, fora do horário de expediente, aos guardas municipais de Foz do Iguaçu, bem como àqueles que prestam serviços na Ilha do Bananal e, por fim, àqueles que residem em Santa Terezinha de Itaipu e São Miguel do Iguaçu, restrito, neste último caso, ao deslocamento da residência até o trabalho e vice-versa. 

A decisão, sujeita a recurso, mantém em vigor o ato da Superintendência da Polícia Federal no Paraná, defendendo a legalidade do artigo 34, § 4º, do Decreto 5123/2004 (incluído pelo Decreto nº 6.715, de 2008), que possibilita a extensão do porte de arma de fogo, fora do horário de serviço, aos guardas municipais, quando comprovado risco à integridade física dos mesmos, risco este que se encontra demonstrado pela ampla atuação da entidade, ao lado das forças policiais, no combate da criminalidade em Foz do Iguaçu.

Guarda Municipal de Londrina deve comprar 24 armas de eletrochoque

A Guarda Municipal (GM) de Londrina pode ganhar armas de eletrochoque. Os objetos seriam utilizados em locais de maior aglomeração e serão comprados através do Consórcio Intermunicipal de Segurança Pública e Cidadania (Cismel).
O diretor da GM, Rafael Sampaio, explicou que o Cismel havia recebido verbas do governo federal e parte do dinheiro havia sobrado. Foi feita uma reformulação do plano de trabalho e foi requisitado ao Ministério da Justiça que autorizasse a compra das armas de eletrochoque.
A princípio seriam adquiridos 24 equipamentos através de uma licitação que será comandada pelo Cismel. Segundo o diretor da Guarda, a empresa vencedora, além de fornecer os objetos, também seria responsável pelo treinamento.
Fala Santos
Guarda Municipal deve comprar 24 armas de eletrochoque - Fala Santos
Equipamentos serão usados no patrulhamento de estádios e do
Calçadão
"A empresa quando ela fornece o objeto já está incluso o treinamento. A questão de quem vai utilizar, nós vamos usar em pontos onde existe maior aglomeração. A arma de fogo não é recomendável que seja empregada em determinadas situações, por exemplo em estádios de futebol, o próprio Calçadão, em locais onde você precisa imobilizar sem causar danos colaterais em outras pessoas que estejam circulando", explicou.
Sampaio acredita que cada arma custe em média R$ 2 mil, mas disse que as cotações serão realizadas pelo Consórcio Intermunicipal de Segurança Pública e Cidadania.
Armas de fogo
A Prefeitura Municipal de Londrina já adquiriu pistolas e revólveres para uso da Guarda Municipal, mas os equipamentos e as munições estão guardados na base do Exército em Apucarana, pois os profissionais ainda precisam passar por aulas de tiro e porte.
O diretor da GM disse que não há uma data agendada para o início das aulas. "Nós estamos aguardando a definição da Secretaria de Estado da Segurança Pública com relação ao nosso convênio. Nós até fizemos um plano de trabalho, caso todo o processo termine de tramitar até setembro. Inclusive os instrutores só estão disponíveis para iniciar em setembro, antes disso eles estão dando aulas para outras turmas", colocou.
O curso seria ministrado pela Polícia Civil do Paraná.

Publicidade

Justiça mantém porte de arma para Guardas Municipais

principal
O juiz federal da 2ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Foz do Iguaçu, Rony Ferreira, indeferiu nesta terça-feira, 17 de julho, pedido do Ministério Público Federal (MPF) para suspensão do porte de arma funcional, fora do horário de serviço, aos guardas municipais da Cidade.
O MPF questiona decisão da Superintendência da Polícia Federal no Paraná que autorizou a manutenção do porte de arma de fogo funcional, fora do horário de expediente, aos guardas municipais de Foz do Iguaçu, bem como àqueles que prestam serviços na Ilha do Bananal e, por fim, àqueles que residem em Santa Terezinha de Itaipu e São Miguel do Iguaçu, restrito, neste último caso, ao deslocamento da residência até o trabalho e vice-versa.
A decisão, sujeita a recurso, mantém em vigor o ato da Superintendência da Polícia Federal no Paraná, defendendo a legalidade do artigo 34, § 4º, do Decreto 5123/2004 (incluído pelo Decreto nº 6.715, de 2008), que possibilita a extensão do porte de arma de fogo, fora do horário de serviço, aos guardas municipais, quando comprovado risco à integridade física dos mesmos, risco este que se encontra demonstrado pela ampla atuação da entidade, ao lado das forças policiais, no combate da criminalidade em Foz do Iguaçu. (Processo: 5006308-41.2012.404.7002).

Juizado encerrou operação na madrugada de hoje

rês pessoas foram detidas por desacato e uma outra por desobediência

DOURADOS NEWS 22/07/2012 10h39
 
foto
Foto: Dourados Agora
Policiais fizeram vistoria na área central e nos bairros
Operação "Tolerância Zero" voltou a ser realizada neste final de semana em Dourados. Ação ostensiva de fiscais do Juizado da Infância e Juventude, com o apoio das policias Militar e Civil, além da Guarda Municipal, percorreu boates da área central e bares em diferentes bairros da cidade.
Iniciada na noite de sexta-feira, a operação encerrou na madrugada deste domingo. Três pessoas foram detidas por desacato e uma outra por desobediência. Várias motos e carros foram apreendidos e encaminhados ao pátio do Detran. Todos eles estavam com documentação irregular.
A operação é comandada pelo juiz da Infância e Juventude, Zaloar Murat Martins, sendo coordenada neste final de semana pela fiscal Nélida Garcia Melo Soares.


terça-feira, 17 de julho de 2012

ELEIÇÃO EM FORTALEZA

Candidatos do PT e do PSB têm as mesmas prioridades


Elmano de Freitas e Roberto Cláudio dizem que, se eleitos, vão priorizar educação, saúde e mobilidade
Ao apontarem o que vão priorizar na administração municipal caso sejam eleitos, os candidatos a prefeito de Fortaleza apoiados pelo governador Cid Gomes, Roberto Cláudio (PSB), e pela prefeita Luizianne Lins, Elmano de Freitas (PT), elencam as mesmas áreas: educação, saúde e mobilidade urbana. Enquanto Roberto Cláudio volta seu discurso para o apoio de Cid, prometendo implementar ideias do Governo do Estado no Município, Elmano de Freitas destaca obras e recursos captados pela atual gestão municipal.

As promessas feitas pelos candidatos durante o período eleitoral são muitas, e o orçamento de Fortaleza pode ser insuficiente para realizar todas as ações propostas e prometidas pelos candidatos na campanha. Diante disso, Roberto Cláudio argumenta que, com planejamento, é possível administrar bem a cidade. Já Elmano de Freitas reconhece que o orçamento municipal não comporta todas as ações que Fortaleza precisa, alertando que é preciso priorizar os problemas mais urgentes da cidade.

Elmano de Freitas, apoiado por Luizianne, e Roberto Cláudio, defendido pelo governador Cid, cumprimentam-se ante do debate da TV DN FOTO: ALEX COSTA

O candidato à Prefeitura de Fortaleza pelo PSB, Roberto Cláudio, faz questão de destacar que sua gestão, caso seja eleito, contará com o apoio do governador Cid Gomes, o que, segundo ele, deverá facilitar o andamento dos projetos e iniciativas que terão a parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado.

Roberto Cláudio promete administrar bem o orçamento da Capital, que é restrito e depende de transferências como o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), por exemplo. Mas para a administrar bem os recursos do tesouro municipal é necessário planejamento, destaca o candidato, algo que, segundo ele, Fortaleza nunca teve.

Mudança
Roberto Cláudio informa que pretende priorizar três setores da administração municipal: saúde, educação e trânsito. Com as propostas que pensou para essas três áreas, entende, já é o suficiente para dar um choque na administração de Fortaleza, de modo que a população sinta a mudança de governo.

Para a saúde, Roberto Cláudio pretende levar para o campo municipal ideias implantadas no governo de Cid. É o caso das policlínicas. O candidato compromete-se em colocar para funcionar uma policlínica em cada Regional da cidade. Outro exemplo são as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) 24 horas. Segundo Roberto Cláudio, a meta da sua gestão é garantir 19 UPAs, além de 118 postos de saúde, um em cada bairro.

Durante o debate, o parlamentar reclamou da falta de postos de saúde, de médicos e de medicamentos. De acordo com ele, nenhum leito foi aberto nos hospitais municipais e não há uma política de internamento para os dependentes químicos. "O mais urgente é colocar para funcionar o que não está funcionando como os Gonzaguinhas, Frotinhas e postos de saúde", avaliou.

Educação
No campo da educação, o socialista pretende aumentar o número de crianças nas creches e garantir alfabetização "adequada", já que Fortaleza possui, hoje, a segunda pior nota na avaliação do nível de alfabetização no Estado, conforme dados do Sistema Permanente de Avaliação Básica (Spaece). Ele também pretende apostar nas escolas em tempo integral.

No que pese ao setor da mobilidade urbana, Roberto Cláudio prometeu, em um ano, tapar todos os buracos da cidade. O candidato almeja ainda expandir, requalificar e integrar os terminais de ônibus.

O candidato destacou também ações para a Guarda Municipal. Na avaliação do socialista, é preciso qualificar e aumentar o efetivo de guardas municipais que, segundo, é formado por cerca de 1400 guardas. "Não se vê uma viatura da Guarda Municipal", observou, argumentando que o guarda municipal deve ser um agente da cidadania e da prevenção da violência.

Roberto Cláudio disse que pretende, se eleito, fazer um governo "humano e participativo". A ideia é criar um tipo de "observatório" ligado ao gabinete do prefeito, onde caberá às principais entidades representativas sugerir ideias e apontar falhas.

Questionado sobre seus doadores de campanha, Roberto Cláudio afirmou não ter problema em divulgar aqueles que irão contribuir para a sua candidatura e deixou claro não ter assumido nenhum compromisso com qualquer doador sobre futuras benesses. Em relação a aliança com 12 partidos em torno da sua candidatura, ele argumentou que não se faz um Governo só.

A educação pública está na pauta de prioridades selecionadas pelo candidato do PT, Elmano de Freitas, caso ele venha ser eleito o próximo prefeito de Fortaleza. O petista, que foi secretário de Educação de Fortaleza, informou pretender integrar educação com cultura e esporte.

A ideia de Elmano é promover convênios entre a Prefeitura e entidades de cultura e esporte, proporcionando essas atividades aos estudantes nos seus próprios bairros. Ou seja, em um turno a criança estaria na sala de aula e, quando a aula acabasse, teria direito ao reforço escolar e a praticar algum esporte ou atividade cultural no seu bairro.

Para isso, Elmano pretende fazer um mapeamento das atividades esportivas e culturais que já acontecem na cidade. "Se a criança tem perto de si uma escolinha de caratê ou de judô, fará essa atividade no bairro dela. Um turno na escola e no outro a criança terá reforço escolar e atividades culturais e esportivas perto de suas casas", pontuou.

Elmano fez promessas não apenas para os alunos, mas também aos professores. Garantiu que, se for eleito, vai proporcionar maior tempo para que o professor se dedique ao planejamento de suas aulas, como também na sua formação, alegando já ter havido um avanço no Plano de Cargos e Carreiras da categoria, principalmente no que pese ao valor da remuneração.

Desafio
Elmano também quer focar na saúde e na mobilidade urbana. Segundo ele, a saúde pública é, hoje, o grande desafio em todo o País, e o maior problema desse setor, considera, é o financiamento público, ponto que, no seu entendimento, deve ser discutido. O candidato disse que pretende dar atenção ao Hospital da Mulher e acabar com a fila de seis mil mulheres que aguardam por atendimento médico. Ele também promete contratar mais profissionais da saúde, como médicos e enfermeiros.

Quanto a mobilidade urbana, Elmano propõe um trânsito com mais fluidez e transportes públicos mais rápidos, fazendo com que o trabalhador perca menos tempo no trajeto de casa para o trabalho e vice-versa. Para isso, o candidato aposta em corredores exclusivos para ônibus e obras para desafogarem o trânsito, intervenções essas, garante, com recursos assegurados.

Tratam-se das obras de mobilidade para a Copa do Mundo de 2014, como os quatro túneis previstos para os cruzamentos com as avenidas Santos Dumont, Padre Antônio Tomás e Alberto Sá, além das melhorias previstas para Alberto Craveiro e Paulino Rocha. "Tivemos nos últimos anos as passagens de transporte mais baratas. Vou avançar, enfrentando as filas nos terminais e os ônibus lotado", pontuou.

Mas para implantar tudo que pretende é preciso ter sensibilidade, segundo avalia. Isso porque Fortaleza conta com um orçamento limitado e ainda depende de repasses tanto do Governo do Estado quanto da União. "O orçamento de Fortaleza não dá conta de todas as demandas legítimas de educação, saúde, habitação popular, temos que fazer escolhas", alertou Elmano.

Na análise do candidato, o governante tem que pontuar suas prioridades e, no seu governo, garante, a prioridade será "cuidar das pessoas", mesmo discurso adotado pela atual prefeita da cidade, Luizianne Lins (PT). "Entre, às vezes, uma grande obra faraônica e ampliar e construir creches, temos que optar pela creche, porque isso significa, concretamente, que você prioriza as pessoas que mais precisam", argumentou.

Elmano de Freitas deixou claro ser o candidato do PT de Lula, da presidente Dilma e da prefeita Luizianne. Ele não deixou de citar ações da gestão atual, como o baixo preço da passagem de ônibus, o Hospital da Mulher e o Plano de Cargos e Carreira do magistério. Elmano tocou ainda na questão da acessibilidade. Esclareceu que, atualmente, pessoas com necessidades especiais têm direto à livre passagem nos ônibus. A sua meta, seria então, adaptar toda a frota de ônibus para as pessoas com deficiência.
15/07/2012 às 13:38h

Guarda Municipal de Timon pode entrar em greve nesta segunda-feira


O Sindicato dos Agentes da Guarda Municipal de Timon podem cruzar os braços nesta segunda-feira, 16. A categoria vai realizar um ato público em protesto ao atraso no salário que já dura mais de um mês. Em assembleia geral os agentes podem deliberar pela greve-geral.
A Prefeitura de Timon já acumula três meses de atraso no salário dos servidores. Apenas os professores efetivos encontram-se com os salários em dia.
A expectativa entre os guardas municipais é da paralisação até que seja regularizado o pagamento.



  Ações da CSN
R$ 10,80 | +1,31%
18:10h | 13.7.2012
Terça-feira, 17 de julho de 2012
Boa noite, 18h7min

 


Policial Militar é preso com arma no Jardim Amália



Publicado em 15/7/2012, às 17h29
 



Última atualização em 15/7/2012, às 17h29
Volta Redonda
Um soldado da Polícia Militar, de 25 anos, lotado no 28º Batalhão Polícia Militar, foi preso em flagrante suspeito de porte ilegal de arma na madrugada de hoje (15), na Rua Senador Pinheiro Machado, no bairro Jardim Amália, em Volta Redonda. Ele teria ainda apontado a arma para uma agente da Guarda Municipal. De acordo com a Polícia Civil, a arma não é registrada. Policiais militares têm o direito de portar armas, mas elas precisam estar devidamente documentadas. O nome do policial não foi divulgado.
De acordo com informações registradas na 93ª DP (Volta Redonda), a Guarda Municipal realizava uma operação na Rua Senador Pinheiro Machado com o propósito de fiscalizar o trânsito de veículos, já que a passagem de automóveis no local fica restrita a moradores, por causa do movimento das boates nos fins de semana.
Segundo relatos da agente da Guarda Municipal, o soldado estava no Ford Ka, placa LPD 4074, quando teria tentado furar o bloqueio e forçado passagem alegando morar no local. Ao ser barrado pela guarda, o policial teria sacado um revólver e apontado para a agente.
A guarda relatou ainda, ter sacado sua arma e mandado que ele descesse do carro. O policial colocou a arma na cintura e ao desembarcar do automóvel deixou o revólver cair no chão. De acordo com a agente, ele aparentava estar embriagado.
Os guardas acionaram a Polícia Militar, que foi ao local e conduziu o PM até a 93ª DP. Ele chegou a ser encaminhado ao Posto da Polícia Rodoviária Federal, mas se recusou a se submeter ao teste do bafômetro. Ele foi preso em flagrante por porte ilegal de arma.
O delegado adjunto da 90ª DP, Michel Florosck, responsável pelo plantão de área na região, determinou fiança no valor de três salários mínimos. Ele pagou a fiança e foi liberado para responder pelo crime em liberdade. A habilitação do PM foi apreendida e o carro foi recolhido ao depósito público.
 








7.07.2012 - 07:00   por Redação

Guardas Municipais precisam estar armados e aparelhados, diz secretário

 

O secretário de segurança comunitária de Maceió, José Pinto de Luna, explicou dentro da série "Os desafios do novo prefeito" que a grande contribuição de uma Prefeitura para a segurança na cidade se dá por meio da Guarda Municipal.

De acordo com Luna, que ocupou o cargo de superintendente da Polícia Federal em Alagoas, já existe um projeto para que os guardas em Maceió possam ter porte de arma de fogo.

“São necessários cursos e já estamos tentando uma nova capacitação junto ao Ministério da Justiça, o que é necessário antes da concessão do porte de arma de fogo”, explicou Luna acrescentando que além de treinamentos práticos, é feita ainda uma avaliação psicotécnica.

“A Guarda Municipal tem que ser pensada como uma força de segurança. Os guardas são agentes de segurança nas ruas, mas para que possam atuar eles precisam estar aparelhados. Nessa gestão, já começamos com essa intenção”, afirmou Luna
 

Agência da Guarda Municipal de Goiânia: GM NA TV TBC - 22.06.2012

Agência da Guarda Municipal de Goiânia: GM NA TV TBC - 22.06.2012

Agência da Guarda Municipal de Goiânia: GM NA TV CAPITAL - 16.07.2012

Agência da Guarda Municipal de Goiânia: GM NA TV CAPITAL - 16.07.2012

sábado, 14 de julho de 2012

Promotor vê abuso de guardas de São Paulo como parte de política da prefeitura

Alexandre Marcos Pereira denuncia que, preocupados em promover ‘limpeza social’ em ‘sala de visitas’ de Kassab, GCM tem meta de expulsar do centro pessoas em situação de rua 

ltima atualização às 11:40

Promotor vê abuso de guardas de São Paulo como parte de política da prefeitura
Ação pede indenização de R$ 20 milhões. Parte do dinheiro pode ser usado para ressarcir danos morais (Foto: ©Mário Ângelo/Folhapress)
São Paulo – Fato conhecido para quem circula pela cidade de São Paulo, a violência da Guarda Civil Metropolitana ficou mais evidente e foi reconhecida como habitualmente truculenta graças a ação do Ministério Público Estadual que pode, ao menos, forçar a uma reflexão sobre o papel que a força de segurança paulistana desempenha.
“Os abusos não são casuais. Na verdade, eles partem de uma política da municipalidade”, afirma Alexandre Marcos Pereira, promotor de Direitos Humanos e responsável pela ação apresentada no último dia 4. Segundo ele, um contrato de gestão foi instituído entre a Secretaria Municipal de Segurança Urbana e a GCM estipulando metas para cada unidade regional. No centro, a meta, entre outras, é a proibição de moradores de rua em pontos determinados. Pereira afirma que essa tática autoriza “emprego dos meios que forem necessários” para impedir a permanência das pessoas em situação de rua. “Existe um sistema de monitoramento por câmeras de vídeo e agentes à paisana e, se houver algum morador de rua nesses pontos, ele é punido”, acrescenta.
Segundo o texto da ação, o objetivo principal da atuação da Guarda “não é proteger as pessoas em situação de rua, mas sim removê-las das áreas de maior visibilidade da cidade, promovendo uma verdadeira ‘limpeza social’, o que já vem ocorrendo, em sentido amplo, com outros segmentos carentes da população paulistana”.
“A prefeitura trata o centro de São Paulo como uma sala de visita. E nessa lógica, tudo que não pega bem e que não é estético é retirado. A população de rua está sendo tratada como objeto”, afirma Pereira.
O argumento do Ministério Público é de que o decreto municipal datado de 2004 que permite que a guarda aborde os moradores de rua é inconstitucional. Segundo a Constituição, os municípios "poderão constituir guardas municipais destinadas à proteção de seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a lei".
A ação pede uma indenização no valor de R$ 20 milhões, sendo metade desse valor destinado a um fundo que deve reverter o dinheiro para ações de interesses sociais e o restante para  eventuais pedidos de indenização por danos morais.

Na pele

Os moradores de rua Erivando Rodrigues dos Santos, de 25 anos, e Mateus Eduardo dos Santos Moura, de 15 anos, são duas vítimas da truculência citada pelo promotor. Há duas semanas, integrantes da GCM confiscaram seus pertences e os impediram de permanecer no coreto da praça da República, no centro de São Paulo. “Tinha algumas roupas minhas, até um dinheiro”, relata Mateus. “A gente fica aqui  porque é o único lugar coberto que tem. Se a gente fica na rua pode chover e molhar as coisas”, explica.
"Tudo que não pega bem e que não é estético é retirado. A população de rua está sendo tratada como objet", afirma o promotor Alexandre Pereira (Foto:©Gerardo Lazzari)

Ambos dizem que já tiveram experiências em albergues, mas não gostaram. “A complicação é que ninguém consegue dormir lá, tem de dizer o nome do pai, da mãe, é a maior burocracia”, conta Erivando. Em função disso, Mateus, que vive desde os 8 anos na rua, teria dificuldades de ser aceito, já que não tem nenhum documento e não conhece ninguém de sua família. “Aqui é público. Mas eles dizem que pode vir um turista querer tirar fotos e a gente atrapalha”, conta.
“A CGM é pior que a PM porque com eles não têm conversa. Já chegam dando chute, levando as nossas coisas. Só não levam a gente porque não tem onde colocar”, acredita Mateus

14/07/12, 09:23

Beto Rego diz que pretende criar Guarda Municipal em Teresina

 “O teresinense vai ganhar em janeiro mais um instrumento de segurança, porque eu vou criar a Guarda Municipal”. Foi assim, categórico, que o candidato Beto Rego (PSB), da coligação Com a Força do Povo, se pronunciou em reunião na Vila Irmã Dulce. “A Guarda será um complemento às ações da Polícia Militar e da Polícia Civil, aumentando a segurança do povo”, disse.

 

Beto afirma que hoje a Prefeitura é totalmente ausente das ações de segurança. “Mesmo esta sendo uma atribuição mais do Estado que do Município, a prefeitura pode ajudar, como acontece em outros lugares”, ressalta. Conforme o apresentador, aqui em Teresina, o município tem uma contribuição negativa, solicita policiais militares para cuidar de prédios públicos. "São policiais que poderiam estar nas ruas atrás de bandido", afirma.

Com a Guarda Municipal, Teresina vai ficar mais segura. “A Guarda vai garantir a segurança dos prédios públicos do município e também levar mais vigilância para as ruas, como um complemento às polícias Civil e Militar”, explicou. "O Piauí está no bom caminho, mas pode melhorar ainda mais", diz.

A intenção é ter mais policiais nas ruas de Teresina. Beto disse que vai fazer concurso para a Guarda Municipal e promover um adequado treinamento do Corpo Policial, numa parceria com a Secretaria de Segurança do Estado.

“Eu fico é com vergonha de ver que se fala na Guarda Municipal há mais de 20 anos e nunca saiu do papel”, ressalta Beto. Ele lembra ainda que formalmente a Guarda já foi criada pela Câmara Municipal. “Mas, pelo visto, falta compromisso da prefeitura com a segurança dos teresinenses”, criticou.
13/07/2012 17:12

Proposta permite a policial acumular cargo público

Leonardo Prado
Dep. Roberto De Lucena (PV/SP)
Roberto de Lucena afirma que renda dos policiais poderia aumentar com acúmulo de cargos.
A Câmara analisa a Proposta de Emenda à Constituição 179/12, do deputado Roberto de Lucena (PV-SP), que permite a acumulação de cargo de policial federal ou estadual com a de cargo público de professor ou de cargo público privativo de profissionais de saúde. A acumulação desses cargos também será permitida aos guardas municipais, segundo o texto.
Hoje a Constituição permite apenas a acumulação de dois cargos públicos de professor; de um cargo de professor com outro técnico ou científico; ou de dois cargos ou empregos privativos de profissionais de saúde. Fora essas exceções, a acumulação remunerada de cargos públicos é proibida.
Segundo o autor, o objetivo da proposta é garantir o aumento da renda mensal dos policiais. Além disso, na visão do deputado, ao se permitir que o policial atue no magistério, também se abrirá “a oportunidade de maior integração dos alunos com a atividade de segurança” e a oportunidade de aumentar a integração do policial com a comunidade. “Essa interação seria boa para escola, muito boa para o policial e excelente para a toda a sociedade brasileira”, afirma Lucena.
Tramitação
A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania vai analisar a admissibilidade da PEC. Caso seja aprovada, a proposta será analisada por uma comissão especial e, depois, encaminhada ao Plenário para votação em dois turnos.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Lara Haje

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Atualizado em quarta-feira, 11 de julho de 2012 - 12h39

GMs terão cadeia exclusiva em Campinas

Atualmente, GMs condenados vão para presídios comuns
GMs em ação de contenção do crime em Campinas / Thomaz Marostegan / Metro Campinas GMs em ação de contenção do crime em Campinas Thomaz Marostegan / Metro Campinas
O prefeito de Campinas, Pedro Serafim (PDT), sancionou ontem lei que autoriza em Campinas a construção de uma cadeia especial para guardas municipais. O presídio exclusivo seria utilizado por todos os guardas municipais da RMC (Região Metropolitana de Campinas).

Segundo o autor do projeto de lei, o vereador Rafael Zimbaldi (PP), os guardas que são presos são encaminhados para os presídios comuns. Zimbaldi disse que três GMs estão presos em penitenciárias da RMC.

“Os policiais militares e civis têm direito a prisão em presídio especial. Quando há manifestações dentro nas cadeias, esses GMs presos são utilizados como reféns. A construção de uma cadeia especial foi pedia pela própria categoria”, explicou o vereador.

Em Campinas, foram exonerados desde a criação da Guarda Municipal quatro GMs, sendo que dois deles foram recontratados por meio de medida juciail. De acordo com a Secretaria Municipal de Segurança Pública, as demissões ocorreram por “condutas indevidas” – que podem ser avaliadas como, por exemplo, embriaguez durante o expediente.

Há várias sindicâncias, mas a secretaria não tinha um levantamento sobre o número dos processos administrativos. A construção do presídio, porém, deve ser mantida por meio de um convênio com o governo do Estado. Segundo Zimbaldi, o prédio deve ser utilizado por GMs em prisão temporária ou provisória. Neste caso, podem ser incluídos os que podem ser presos por dívida de pensão alimentícia.

O presídio terá de ter corpo administrativo, manutenção, ambulatório médico, alimentação e infraestrutura necessária para manter o local, e sua segurança será feita por GMs. 

Anúncios Google
DEBATE ELEITORAL 12/07/2012 - 11h42

Inácio Arruda defende que guardas municipais andem armados

Segundo o candidato do PCdoB à Prefeitura de Fortaleza, isso poderia acontecer em bairro com maiores índices de violência
 O candidato do PCdoB à Prefeitura de Fortaleza, Inácio Arruda, defendeu que a Guarda Municipal utilize armamentos nos bairros em que haja maiores problemas de segurança. “Em muitos municípios, a Guarda Municipal já é armada”, comparou. As declarações foram feiras durante debate na TV DN, transmitido pela internet na manhã de hoje.

Inácio disse que, se eleito, pretende criar uma unidade pacificadora, formada pela Guarda Municipal em parceria com as polícias Civil e Militar. O órgão faria a identificação dos bairros mais vulneráveis, onde haveria ações específicas de segurança. “(A Guarda Municipal) pode ser armada para poder participar, em alguns casos, nessa unidade pacificadora”, explicou.

O candidato disse ainda que é preciso ter uma Guarda Municipal “à altura da cidade que vai sediar a Copa do Mundo (de futebol, em 2014)”.
DEBATE ELEITORAL 12/07/2012 - 11h24

Roberto Cláudio promete criar um novo conceito para a Guarda Municipal

O candidato do PSB afirma que os guardas municipais serão importantes para a construção "de uma cidade mais prazerosa para se viver"

O candidato do PSB à Prefeitura de Fortaleza, Roberto Cláudio, defendeu um novo conceito para a Guarda Municipal de Fortaleza, que garanta a construção "de uma cidade mais prazerosa para se viver.

Segundo ele, uma das formas de tornar a cidade mais segura, além dos investimentos em saúde, educação e mobilidade urbana, é qualificar e aumentar a guarda municipal.

"Hoje temos pouco mais de 1,4 mil guardas na ruas. Você vê policial, viatura, mas não vê guarda municipal. Precisamos integrá-los com a Polícia Militar, para que as ações policiais sejam efetivamente estabelecidas", disse, durante debate na Internet promovido pela TV DN.

Ele garantiu que irá trasnformar os guardas em agentes de cidadania, que se integrem às comunidades dos diferentes bairros
da Redação do O POVO Online

segunda-feira, 9 de julho de 2012

Índio pataxó é enquadrado pela Guarda Civil Municipal em Campos dos Goytacazes.


Divulgação: Crédito da Foto - Phillipe Moacy - Folha da Manhã
Fique sabendo - Campos dos Goytacazes já foi terra de índio. Segundo informações do blogueiro Alexandre Bastos, na tarde desta segunda-feira (09), no Calçadão (Largo da Imprensa), um índio pataxó viveu momentos de tensão e recebeu o apoio da população. 
De acordo com o blogueiro, o índio tinha autorização para expor e comercializar produtos no local, foi enquadrado pela Guarda Municipal após solicitação do Departamento de Postura da Prefeitura.
Ele contava com autorização de Orávio de Campos, secretário de Cultura e presidente do Conselho de Preservação do Patrimônio Arquitetônico Municipal (Coppam). No entanto, os fiscais da Prefeitura alegaram que a secretaria e o Coopam não são responsáveis por emitir esse tipo de autorização.
População defende — Em defesa do índio, dezenas de populares gritavam “Êêê. Solta logo o índio, se não soltar o pau vai comer”.
Sucesso — Quem passava pelo local queria fotografar e filmar o índio. “Que legal. Eu só consigo ver esses índios nos filmes de faroeste”, disse um senhor que passava pelo local.
Por volta das 16h30 o índio foi buscar a autorização para permanecer no local e voltar normalmente amanhã (10).
Fonte: Blog do Bastos.
   

Guardas Municipais começam estágio prático do curso

FOTO: DIVULGAÇÃO
sta semana eles finalizaram a parte teórica e iniciaram o estágio prático pelas ruas do município acompanhado com inspetores da corporação

ITATIAIA
Desde fevereiro, sete Guardas Municipais (GM) da cidade estavam fazendo um curso de treinamento em Volta Redonda junto a sua GM. Esta semana eles finalizaram a parte teórica e iniciaram o estágio prático pelas ruas do município acompanhado com inspetores da corporação.
Com coletes diferenciados dos demais da GM de Volta Redonda, a guarda de Itatiaia está aprendendo nessa parte do curso, a tomar as decisões, de acordo com o Código Brasileiro de Trânsito (CTB) e também a ter vivencia de situações reais.
Não é a primeira vez que a guarda de Volta Redonda treina a GM de outras cidades, a GM -VR é considerada uma guarda escola, já tendo treinado guardas municipais de Pinheiral, , Barra do Piraí, , Valença, Porto Real, Itatiaia, Miguel Pereira e Piraí essas duas ultimas cidades foram duas vezes os treinamentos. O curso de treinamento dos guardas municipais de Itatiaia está previsto para encerrar no próximo mês, no dia 10.
Juntamente com os profissionais de Itatiaia, estão também treinando quatro GMs da cidade.

Postado em 12/07/2012 17:22:47

Câmeras vão fazer o monitoramento das praças do Centro de Fortaleza

Diário do Nordeste Online | 13h48m | 09.07.2012

Um sistema com 24 câmeras fará o monitoramento de diversos pontos do Centro de Fortaleza a partir de terça-feira (10). O objetivo é garantir a proteção dos patrimônios históricos da Capital cearense localizados naquela região, segundo o diretor-geral da Guarda Municipal, Arimá Rocha.
Rocha afirmou que o Governo do Estado também terá acesso a essas câmeras para dar segurança também ao fortalezense. "Aquelas praças do Centro são muito movimentadas e o videomonitoramento está direcionado com objetivo de garantir a segurança de quem passa por ali, além de proteger o patrimônio histórico ", explica. Patrimônio público
As câmeras estão instaladas nas praças do Ferreira, Coração de Jesus, dos Leões, José de Alencar, Lagoinha, do Carmo, Passeio Público, do Mercado Central, da Estação, do BNB, da Bandeira, Cidade da Criança, Palácio do Bispo e calçadões da Guilherme Rocha e da Liberato Barroso. Os guardas municipais que cobrem a região estarão em contato direto com os reponsáveis por fazer o videomonitoramento.
Com um investimento de R$ 800 mil, o projeto foi pensado pelo Ministério da Justiça, através do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) que é responsável por desenvolver ações que combatam a criminalidade no Brasil.


11/07/2012 -- 08h15
Homem rouba bolsa de mulher e vai preso em Londrina
 Um homem de 28 anos foi preso na noite desta terça-feira (10) por guardas municipais depois de ter roubado a bolsa de uma mulher na rua Prefeito Hugo Cabral, próximo ao Calçadão de Londrina.

O acusado estava com sua bicicleta e abordou a vítima dando-lhe voz de assalto, usando uma faca para ameaçar. A mulher entregou a bolsa e acionou uma equipe da Guarda Municipal que passava pelo local.

Com as informações repassadas pela vítima, os guardas localizaram o suspeito no no Bosque, nas proximidades da Catedral.

Ao avistar os guardas, Diones Rosa tentou empreender fuga, mas acabou preso e encaminhado para a delegacia com a bolsa, a faca e bicicleta usada no roubo.

Segundo a polícia, o acusado já possui diversas passagens pelo mesmo crime.

Segurança

Final da Copa do Brasil mobiliza 1.490 agentes de segurança - 09/07/2012 19:33

Oitocentos policiais militares (mais 200 de prontidão nos quartéis), apoiados por guardas municipais, policiais civis e seguranças particulares, trabalharão para garantir a segurança dos torcedores e a tranqüilidade em Curitiba nesta quarta-feira, quando acontece a partida final da Copa do Brasil, entre Coritiba e Palmeiras. No total, 1.490 agentes participarão do esquema de segurança, definido em reunião na tarde desta segunda-feira (9) no quartel do Comando Geral da Polícia Militar. A partida está marcada para as 21h50, no Estádio Major Antônio Couto Pereira.

“Teremos 400 policiais no estádio e mais 400 distribuídos pela cidade, em locais próximos a terminais, estações tubos e locais com aglomeração de torcedores, além de outros 200 que estarão de prontidão nos quarteis para caso haja alguma emergência”, disse o tenente-coronel João Alves da Rosa Neto, subcomandante do 1º Comando Regional da PM.

Também atuarão 30 guardas municipais, 10 policiais civis, com o apoio de uma estrutura formada por 50 conjuntos hipomóveis. Além disso, 400 seguranças particulares do clube trabalharão no dia da partida.

Participaram da reunião representantes das torcidas organizadas de ambos os clubes, do Ministério Público, da Prefeitura, da Federação Paranaense de Futebol, Guarda Municipal, Fiscalização Municipal e outros órgãos direta ou indiretamente envolvidos.

Foram discutidos aspectos como entrada e saída das torcidas, acesso dos moradores, comemorações, escolta de torcidas, uso e venda de bebidas alcóolicas e policiamento pós-jogo.

segunda-feira, 9 de julho de 2012

AÇÕES 6ª REGIONAL

ILUSTRAÇÃO

Na última semana, a equipe da 6ª Regional, composta pelos GMs Glécio (chefe), Elsondário e Gedeone, deram apoio às funcionárias do CRAS Jardim Curitiba II. Simone Franco, assistente social, e Cassiana Ribeiro, psicóloga, necessitaram do apoio na ação que resultou no retorno ao lar da senhora MariaHelena de Oliveira, 48, e de seu filho, Arnaldo Leme, 22.
Segundo informações dos GMs, Maria Helena teria saído de sua residência para conseguir um lote em uma invasão próximo ao bairro da Vitória. Após a abordagem das profissionais da SEMAS, a família resolver retornar a sua morada.

Marcio Lacerda - Guarda Municipal tem carreira valorizada

ublicado em: 07/07/2012 06:05:09
Laranjeiras: Guardas Municipais recebem credencial de identificação


Mais investimentos em segurança. A Prefeitura Municipal de Laranjeiras, através da Secretaria Municipal de Segurança e Defesa Social entregou na manhã desta sexta-feira (6), as credenciais de identificação aos guardas municipais (GM´S), que concluíram o curso de qualificação profissional, realizado pela Sociedade Semear. Nesta etapa, 90 profissionais foram beneficiados e agora, efetivamente, recebem o título de Guardas Municipais.
Os investimentos em Segurança, realizados pela Prefeitura não param por aí. Os gestores municipais firmaram uma parceria com a Secretaria de Estado da Segurança Pública e os guardas municipais serão beneficiados com outros cursos, a serem ministrados na sede da Academia de Polícia de Sergipe (Acadepol). Além disso, as atividades dos guardas municipais de Laranjeiras serão integradas com as das polícias civil e militar.
Na solenidade de entrega das credenciais, a prefeita Ione Sobral agradeceu o empenho de cada profissional e pediu mais rigor nos trabalhos desenvolvidos. A Prefeitura de Laranjeiras qualificou e valorizou o trabalho de cada guarda municipal. Agora, a responsabilidade de vocês se torna maior na proteção do patrimônio público e na segurança para a comunidade, então, é preciso ter mais rigor nas atividades, destacou a prefeita.
Ione Sobral ressaltou também a parceria entre a Prefeitura e o Governo do Estado. Através do delegado municipal, Ronaldo Marinho, firmamos uma parceria com o Governo do Estado e a Guarda municipal de Laranjeiras vai trabalhar integrada com os policiais civis e militares, para isto, será disponibilizado um espaço no Centro Integrado de Segurança Pública em Laranjeiras, frisou a gestora. 
O delegado Ronaldo Marinho reiterou as palavras da prefeita e parabenizou a gestão municipal pelos investimentos em Segurança Pública. Laranjeiras é um dos poucos municípios de Sergipe que dispõe de uma secretaria municipal de Segurança. Isto mostra o compromisso da gestão para com a comunidade. Quanto à Guarda Municipal, quero dizer que é uma honra poder trabalhar com cada um de vocês e estou à disposição a qualquer tempo para atendê-los. É preciso ressaltar que a Junção das atividades da Guarda Municipal, Polícia Civil e Polícia Militar fazem parte do Plano Nacional de Segurança Pública. Por este motivo, o trabalho de cada um é importante, afirmou Marinho.
O delegado acrescentou ainda, em seu discurso, que a qualificação profissional  é sempre importante. Caríssimos, o conhecimento na vida de um profissional deve ser perene e por este motivo é que vocês terão a oportunidade de realizar outros cursos na Academia de Polícia de Sergipe, a exemplo do curso de tiro, para que, assim, possam ter um porte de arma e, tantos outros que ministraremos em parceria, já que estamos irmanados no mesmo ideal, acrescentou o delegado.
Agencia Emapauta
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!