Cadastre seu Email

quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Ouça meu grito de amor - Paula Fernandes e Eduardo Costa (Poema e Musica)


GCM de Santo André participa da Operação Força Total Integrada


Ação realizada pelo Comando de Policiamento de Área Metropolitano 6 com apoio da GCM


Santo André foi a primeira cidade escolhida do Grande ABC para participar da Operação Força Total Integrada. A ação, realizada pelo Comando de Policiamento de Área Metropolitano 6 (CPAM-6), contou com apoio da Guarda Civil Municipal, que disponibilizou 29 homens, sendo 21 em motocicletas do programa Romo (Ronda Operacional com Motocicleta) e oito em viaturas setoriais. Além disso, o Departamento de Segurança de Trânsito auxiliou no bloqueio do trânsito para a saída das viaturas. 

Prefeito Carlos Grana cumprimenta efetivo da Guarda Civil Municipal antes de iniciar Operação Força Total Integrada
Fotos: Diego Barros/PSA

O prefeito Carlos Grana foi o responsável em dar o start na operação, que saiu do Paço Municipal e percorreu toda a cidade. “Santo André precisa mostrar que os segmentos de segurança estão integrados. Esse tipo de ação é de extrema importância para a região”, disse o chefe do Executivo. 
A ação, que deverá se estender para outras cidades da região nas próximas semanas, contou com efetivo de mais de 250 homens, entre policiais militares, guardas municipais e policiais rodoviários. Foram destacados mais de 100 viaturas, entre veículos de quatro rodas e motocicletas. 
 A Operação Força Total Integrada tem como objetivo a prevenção e repressão imediata ao roubo e furto de veículos e combate ao tráfico de entorpecentes de modo a restaurar a percepção de segurança por parte dos cidadãos do Grande ABC. A ação terá apoio da Rocam (Rondas Ostensivas com Auxílio de Motocicletas), Força Tática, Policiamento Rodoviário e Rota (Rodas Ostensivas Tobias de Aguiar).
Para o comandante do CPAM-6, coronel Mauro Cezar dos Santos Ricciarelli, que assumiu o posto no início desta semana, essa será uma das estratégias utilizada para combater o crime na região. “Nossa orientação é que sejam feitas abordagens em todos os suspeitos, explicando o motivo da ação. As delegacias da cidade estão de prontidão para qualquer tipo de ocorrência”, afirmou. 
Fonte:PMSA


Dos 35 detidos, 20 eram adolescentes, segundo a Guarda Municipal.
Denúncias indicavam que jovens marcavam encontros para brigar.

rio
A Guarda Municipal deteve 35 pessoas, entre adolescentes e adultos, suspeitos de vandalismo e desordem nos terminais de integração de Manaus. Segundo o supervisor do Grupo de Operação Especial (GOE) do órgão, Valciley Moreira, denúncias feitas nos últimos dias de que grupos rivais estariam marcando brigas nestes locais.
denúncias feitas pela população junto à Guarda Municipal apontam que os detidos pulavam as cercas dos terminais de ônibus e travavam brigas a qualquer hora do dia. “Nós vamos intensificar as ações preventivas e aumentar o número de guardas para coibir essas práticas dentro dos terminais” explicou Valcicley. Todos os suspeitos foram levados para o 15º Distrito Integrado de Polícia. Dos 35 detidos, 20 eram adolescentes, os quais tiveram os pais chamados para que fosse feita a liberação.
A Guarda Municipal informou que vai intensificar a fiscalização nos terminais de ônibus, principalmente, nos sábados e domingos, pois, segundo o órgão, esses são os dias mais problemáticos. A Polícia Militar também estará presente e vai dar apoio na operação.
Durante a operação, membros da Guarda Municipal ainda flagraram motoristas de transporte particular utilizando as vias exclusivas dos terminais de ônibus. Segundo a Prefeitura de Manaus, dos dez veículos abordados, cinco estavam sem habilitação. Outros sete mototaxistas também foram parados.
Para ler mais notícias do G1 Amazonas, clique em g1.globo.com/amazonas. Siga também o G1 Amazonas no Twitter e por RSS.

Futuros guardas municipais iniciam curso de capacitação
Nova turma de agentes da Guarda Municipal de Criciúma deve estar formada até o dia 7 de maio


04 de Fevereiro de 2013 19h01
Redação Engeplus - jornalismo@engeplus.com.br

A nova turma de agentes da Guarda Municipal de Criciúma iniciou, na manhã desta segunda-feira, o período de aulas do curso de formação. Dos 50 chamados para a capacitação, 35 inscreveram-se na preparação para o trabalho nas ruas oferecido na sede do Serviço Social do Transporte/Sistema Nacional de Aprendizagem do Transporte (Sest/Senat). Os futuros guardas terão 600 horas nos bancos escolares e mais 40 horas de estágio nas ruas.

O cumprimento da carga horária será até o dia 7 de maio, em jornada dupla de aulas teóricas e práticas (das 8 horas às 12 horas e das 13 horas às 17h30min). A grade curricular prevê o ensino de instrutores do próprio Sest/Senat, da Polícia Militar e da Polícia Ambiental.

O norte seguido pelo curso, segundo a técnica de formação profissional do Sest/Senat, Sarita Bernardo Fernandes de Melo, está estabelecido pela Secretaria Nacional da Segurança Pública (Senasp). “Estas normativas unificam todos os municípios que instaurarem as guardas municipais no Brasil todo. Acrescentamos bastantes conteúdos de trânsito, que foi uma deficiência percebida na grade antiga”, conta.

A proposta pedagógica foi estabelecida em parceria entre o Sest/Senat e a Autarquia de Segurança, Trânsito e Transportes de Criciúma (ASTC). Os aprovados ao final do curso, segundo o superintendente de Operações, Trânsito e Segurança da ASTC, Faustino Biavati, serão incorporados à Guarda Municipal. “São eles os representantes do poder público nas ruas, nas praças, nos próprios públicos e instalações do município. Passa a ser o agente público que ajudará a população em uma situação difícil, a proteção e a referência de respeito e humanidade perante os cidadãos criciumenses”, enfatiza.

Os ensinamentos repassados, segundo Sarita, visam formar guardas municipais conforme as finalidades descritas na Lei Orgânica Municipal. O princípio chave de cuidar do patrimônio e das pessoas, orientar o trânsito e promover ações, como campanhas e melhorias para a sociedade.

“O período de estágio colocará os aprendizes nas ruas fazendo blitze educativa, fiscalização de trânsito, veículos de transportes escolares e motofretistas. Eles serão levados também a instituições, como as polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Casan, para terem conhecimento de quem acionar nas várias possibilidades de ocorrência durante os dias de trabalho”, explica Sarita.

Colaboração: João Pedro Alves/Decom

Polícia 14h09, 03 de Fevereiro de 2013

Quatro são presos acusados em sequestro de guarda municipal

Divulgação
Policiais militares da 5ª Companhia Independente prenderam quatro pessoas na noite de sexta-feira (1º) no centro do município de Marechal Deodoro.
Clebson da Fonseca Calazans (31), Cristiano Amaral de Andrade (35), Nivaldo Rodrigues da Silva Júnior (42) e Alextony Leite da Silva (34) são acusados de sequestro e cárcere privado de um guarda municipal de Marechal Deodoro e foram presos durante uma abordagem da PM.
No momento da abordagem, o grupo estava em um veículo Mitsubishi Pajero, de cor preta e placa MVD-0527/AL. No veículo, foram encontradas duas armas de fogo, uma pistola calibre 380, com dois carregadores e 34 munições intactas e um revólver calibre 38 com seis munições intactas.
O grupo foi encaminhado à Central de Polícia onde foi autuado pelos crimes de sequestro e cárcere privado e porte ilegal de arma de fogo.
Fonte: PM/AL

03/02/2013 22h01 - Atualizado em 03/02/2013 22h36

Base da Guarda Municipal de São José é alvo de tiros neste domingo

Crime ocorreu no bairro Areias e unidade estava vazia na hora do ataque.
Este é o 40º atentado que acontece em Santa Catarina desde quarta (30).

Do G1 SC
36 comentários
Base da PM de São José foi alvo de tiros (Foto: Fernando Diel/Divulgação)Base da PM de São José foi alvo de tiros (Foto: Fernando Diel/Divulgação)
Uma base da Guarda Municipal de São José foi alvo de tiros por volta das 21h deste domingo (3). Segundo a Polícia Militar, o crime ocorreu no bairro Areias e a unidade estava vazia no momento do ataque. Dois homens em uma moto passaram disparando contra a unidade.
De acordo com a PM, um policial revidou contra a ação dos bandidos. Um deles foi atingido e encaminhado ao Hospital Regional de São José.
Este é o 40º atentado que ocorre em Santa Catarina desde a última quarta-feira (30). Ônibus e veículos particulares foram incendiados e bases da Polícia Civil e Polícia Militar foram alvos de tiros. Um jovem de 22 anos suspeito de participação nos crimes foi morto em confrontro com policiais em Joinville, a cidade com o maior número de atentados até a noite de domingo (3).
Os ataques desta semana, que atingiram 14 cidades no estado, fazem parte da segunda onda de ações criminosas no estado nos últimos três meses. A primeira delas somou 60 atentados em sete dias.
Para ler mais notícias do G1 Santa Catarina, clique em www.g1.globo.com/sc/santa-catarina. Siga também o G1 Santa Catarina no Twitter e por RSS.

Guardas municipais sofrem atentado e batem viatura em Venda NovaHomem que estava na garupa de uma motocicleta atirou duas vezes contra a viatura na Avenida Vilarinho

Publicação: 04/02/2013 07:38 Atualização:
Dois guardas municipais que faziam um patrulhamento pela Avenida Vilarinho, Região de Venda Nova, foram vítimas de um atentado na madrugada desta segunda-feira. |

De acordo com a Polícia Militar (PM), eles passavam em uma viatura pelas proximidades do Posto Pica-Pau, no Bairro Jardim Europa, quando dois homens se aproximaram em uma motocicleta Titan de cor escura. O garupa, que usava um capacete rosa, atirou duas vezes contra o veículo. No primeiro disparo, o guarda que conduzia o carro desviou para a esquerda. No segundo tiro, ele se abaixou para evitar ser atingido e perdeu o controle da direção. 

A viatura invadiu o canteiro central e bateu em um poste. Ninguém ficou ferido. Os ocupantes da motocicleta fugiram em direção ao Bairro Letícia e até o início da manhã não haviam sido localizados. Ainda não há informações sobre a motivação do crime.

Política

Tadeu Vieira questiona situação conflitante da Guarda Municipal

Fonte: Assessoria de Imprensa em 05 de Fevereiro de 2013
Oswaldo de Arruda Filho
O vereador José Tadeu Vieira (PDT), 1º secretário da Câmara de Corumbá, solicitou a Procuradoria-Geral do Município que seja esclarecido qual a atribuição da Guarda Municipal diante de decisões judiciais que, ultimamente, vem tirando o poder da corporação, como o auxílio às policias militar e civil na prisão em flagrantes por furto ou roubo.
Vieira disse que hoje existe uma situação conflitante em relação ao trabalho da Guarda Municipal, que considera eficiente, com o Poder Judiciário processando a alguns guardas por abuso de poder na prisão em flagrante de ladrões. "Precisamos saber onde a guarda deve atuar, cujo trabalho tem sido brilhante, até para tomarmos uma posição em relação às medidas judiciais", disse o vereador.
Tadeu Vieira abordou o assunto durante a palavra livre, na sessão desta segunda-feira, afirmando que a medida judicial contraria uma realidade que hoje a cidade vive, com o aumento da criminalidade e, principalmente, de ocorrências de roubos nas feiras livres. Para o Ministério Público, a atribuição da Guarda Municipal é fiscalizar o patrimônio público.
O assunto voltará a ser debatido na Câmara Municipal.


Guarda Municipal é suspeito de violência doméstica em Aracaju

Mulher decidiu denunciar após anos de agressões e ameaças.
Filhos do casal saíram de casa por não aguentarem mais a situação.

Uma dona de casa foi agredida no meio da rua no Conjunto Castelo Branco em Aracaju, emSergipe. O crime aconteceu por volta das 21h30 de sábado (2), mas o caso só veio à tona depois que o Boletim de Ocorrência foi registrado no Departamento de Atendimento a Grupos O suspeito da agressão é o marido dela, um guarda municipal, com quem tem três filhos de 21, 18 e 17 anos. “A menina foi morar na casa do namorado junto com a sogra porque não aguentava mais a situação dentro de casa. Os dois meninos estão na casa de amigos e desde o sábado minha irmã saiu de casa. A família está apoiando a decisão de ela levar o processo adiante porque ele não pode ficar impune, mas ela tem muito medo porque vive sendo ameaçada e coagida”, afirma o irmão da vítima que preferiu não ser identificado.
O drama familiar ainda é uma triste realidade em centenas de casas. A última briga do casal aconteceu porque a mulher teria saído de casa escondida para ir encontrar a filha, pois o marido não estaria deixando elas se verem. O caso está sendo investigado pelo DAGV, departamento especial para o atendimento a mulheres, crianças e adolescentes  vítimas de violência.
Para ler mais notícias do G1 SE, clique em g1.globo.com/se/sergipe . Siga também o G1 SE no, no Twitter e por RSS.

5/2/2013 às 07h27 (Atualizado em 5/2/2013 às 09h40)

GCM é morto em tentativa de assalto em Mauá

Vítima fazia bico como segurança e reagiu quando homens o abordaram na frente de uma casa

Do R7, com Agência Record e Balanço Geral
Um GCM (Guarda Civil Municipal) foi morto durante uma tentativa de assalto, na noite desta segunda-feira (4), em Mauá, na região metropolitana de São Paulo. A vítima, de 56 anos, reagiu. Ele trabalhava como guarda municipal durante o dia e à noite fazia um "bico" como segurança para uma família de comerciantes.  
Essa noite ele estava na frente da casa da família, em Vila Vitória, Mauá, quando foi abordado por dois homens armados com uma faca. Eles enunciaram o assalto, o GCM reagiu e começou a lugar com os suspeitos.  
Durante a briga, um policial civil passou pelo local e tentou ajudar o GCM. Ele atirou contra os homens, ms os dois conseguiram fugir.  
Na luta com os suspeitos, o guarda municipal foi esfaqueado. Ele morreu no hospital. A vítima trabalhava com GCM há 17 anos.   
O GCM era casado e tinha duas filhas. Além de trabalhar como segurança e guarda municipal, quando tinha um tempo livre, ele dava palestras sobre criminalidade para crianças.   
Assista ao vídeo:


Aprovados no concurso da Guarda Municipal de Londrina são convocados para os testes físicos

O edital convocando os 600 candidatos mais bem classificados na Prova de Conhecimentos para a Guarda Municipal em Londrina estão sendo convocados, através do edital 08/2013, para a realização da segunda fase do concurso, composta do teste de aptidão física nos dias 16 e 17 de fevereiro.
A relação dos candidatos e os dias em que realização os exames foi publicada no Jornal Oficial do Município de Londrina nº 2084, desta segunda-feira (4), pela Secretaria Municipal de Defesa Social.
Os candidatos estão divididos em grupos e deverão comparecer no dia e horário disposto no anexo do edital no Centro de Educação Física e Esportes (CEFE) da Universidade Estadual de Londrina (UEL), no campus univesitário. Entre a série de exigências que fazem parte do edital 125/2012, que introduziu as regras para o concurso público, os candidatos devem estar no local do teste físic com um documento de identidade original com foto e atestado médico informando que realizou o "teste de avaliação cardiológica completa".
Os candidatos foram divididos em baterias composta de 20 pessoas e dispostas em ordem alfabética. O não comparecimento no dia e horário especificado em edital compreenderá na desclassificação automática por desistência do concurso.
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!