Cadastre seu Email

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013


22/2/2013 às 21h27

População faz segurança

Consciência social: comerciantes custeiam base comunitária e junto a populares, promovem segurança pública que necessitam

DIÁRIO DA MANHÃ
Construída com apoio da comunidade local e dos comerciantes, a extensão da Base Comunitária da 1ª Regional na Vila Brasília, cuja sede fica no Setor Estrela do Sul, foi entregue ontem à população pelo prefeito de Aparecida de Goiânia, Maguito Vilela (PMDB), e o secretário de Defesa Social e Guarda Municipal, Sargento Cachoeira. Na sequência, foi inaugurada também a Base Comunitária da 3ª Regional, no Setor Expansul.
“Esses novos pontos de apoio são necessários, pois antes havia só o quartel da Guarda Municipal no Garavelo, o que dificultava o deslocamento das equipes. Com as bases, o cidadão poderá solicitar a qualquer momento o efetivo para atender ocorrências e sem demora”, salientou Maguito, que parabenizou os moradores pela iniciativa. “Pela lei, segurança é papel do Estado, mas é direito do cidadão. Unindo forças a sociedade só tem a ganhar. Parabenizo os moradores e comerciantes da Vila Brasília que se esforçaram para que esse projeto se concretizasse.”
Outra base comunitária será inaugurada no próximo dia 27, quarta-feira, no Setor Alto Paraíso. Com essas inaugurações o município passará a contar com quatro Bases Comunitárias e uma extensão: a 1ª Regional, no Setor Estrela do Sul, com extensão na Vila Brasília; a 2ª Regional, na Vila Brasília, próximo ao terminal de ônibus; a 3ª Regional, instalada no Expansul; e a 4ª Regional, que fica no Setor Alto Paraíso.
“Teremos quatro bases comunitárias nas principais regiões do município, que reforçarão a segurança da cidade, inclusive, oferecendo suporte às ações das polícias Civil e Militar”, informou o secretário, Sargento Cachoeira. Segundo ele, a extensão da 1ª Regional foi necessária em consequência da grande demanda da região. “Houve um grande número de ocorrências na 1ª Regional e sentimos necessidade de ampliar o atendimento na região, que reúne uma grande quantidade de residências, escolas e comércio bastante intenso”, explicou o secretário.
Representante da região, Francisco Pereira da Silva falou com orgulho da nova instalação. “Corremos atrás de patrocínio com comerciantes e até mesmo moradores para a construção desse ponto de apoio. Sabemos que nosso prefeito procura de todas as formas aumentar a segurança de nossa cidade, mas com o auxílio da população acredito que todos só têm a ganhar”, frisou.
Como nas duas outras bases já em funcionamento, nos bairros Estrela do Sul e Vila Brasília, as novas bases têm em suas instalações alojamento, recepção, sala de reuniões, cozinha e estacionamento. O contingente da extensão da Vila Brasília contará com 12 guardas municipais, além de policiais militares e civis que farão rondas 24h por dia em cerca de 16 prédios públicos, atendendo a 16 setores, sob a coordenação do guarda municipal Santana.
Já a base da 3ª Regional, no Setor Expansul, contará com 96 guardas municipais e policiamento suficiente para atender 77 bairros, além dos dois polos industriais, do Dimag, Daiag e Parque Industrial de Aparecida. O trabalho será comandado pelo guarda municipal Du’ Santos. A 3ª Regional também abrangerá o entorno do Complexo Prisional e a maior parte do perímetro urbano da BR-153, auxiliando o trabalho da Polícia Rodoviária Federal (PRF).
O objetivo segundo a Guarda Municipal, é manter uma relação estreita com os diretores das escolas, os funcionários das UBS’s, com a comunidade local e demais corporações encarregadas da segurança pública. “A partir dessa comunicação constante, teremos uma rede eficiente de prevenção e combate à criminalidade no município, e de proteção ao nosso patrimônio público”, avaliou o secretário de Defesa Social e Guarda Municipal. Futuramente, as bases também receberão o sistema de videomonitoramento, que deve reforçar ainda mais a segurança pública.
 PRESENÇAS
Participaram da solenidade o comandante do 2° CRPM, coronel Silvio Benedito; o vice-prefeito de Aparecida de Goiânia, Ozair José (PT); secretários municipais; vereadores; comerciantes locais e moradores.
A presença de crianças também marcou as inaugurações. No Expansul, o aluno da rede municipal Pedro, que acompanhou a mãe e a avó ao evento ainda de uniforme, roubou a cena ao cantar entusiasmadamente os hinos Nacional e de Aparecida e foi convidado a participar do encerramento da placa do novo prédio público. Já na extensão da 1ª Regional, na Vila Brasília, crianças do Peti, que também participam da Guarda Mirim, participaram da formação da Guarda Civil Municipal com desenvoltura e disciplina.

Léo Moraes apresenta anteprojeto que cria a Guarda Municipal de Porto Velho

A matéria será encaminhada ao prefeito Mauro Nazif (PSB), tendo em vista que apenas o Poder Executivo

O vereador Léo Moraes (PTB) apresentou anteprojeto que cria a Guarda Municipal de Porto Velho. A matéria será encaminhada ao prefeito Mauro Nazif (PSB), tendo em vista que apenas o Poder Executivo pode instituir a corporação que tem entre os seus objetivos a garantia da segurança do patrimônio público e da comunidade.  
Lutar pela criação da Guarda Municipal foi uma das bandeiras de campanha do então candidato nas eleições de 2012 Léo Moraes, que ao justificar o seu pleito apresenta o aumento desordenado da capital rondoniense devido às obras das hidrelétricas de Santo Antônio e Jiral, ambas no Rio Madeira. 
“Sabemos que o crescimento vertiginoso da população em qualquer localidade, tende a aumentar o número de moradores  em áreas afastadas das regiões centralizadas, e com isso significativa parcela dos migrantes ocupa bairros com pouca o quase nenhuma infraestrutura”, saliento o petebista. 
Ele citou dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que em 2010 já apontavam uma estatística de 428.527 habitantes em Porto Velho. “Com os grandes empreendimentos em nosso município com certeza houve uma considerável  migração”, frisou o parlamentar para quem a Guarda Municipal se constituiu numa importante estratégia para a melhoria da qualidade de vida da coletividade. 
De acordo com a lei que cria a Guarda Municipal, a mesma é subordinada ao Gabinete do Prefeito. O Poder Executivo fica autorizado a celebrar convênios como o governo estadual e federal. Entre as suas áreas de atuação, destacam – se: segurança em logradouros públicos inclusive escolas e eventos; ações de combate a violência e  campanhas de trânsito.

João Albuquerque 

Guardas municipais encerram paralisação em Belo Horizonte

Pauta de reivindicações foi recebida pelo comando da corporação
Do R7 MG | 22/02/2013 às 17h10
Divulgação / PBH
guarda
Guardas querem reajuste de 28% sobre o salário base
Publicidade
Terminou, na tarde desta sexta-feira (22) a paralisação feita por parte dos agentes da Guarda Municipal de Belo Horizonte, na frente da sede do órgão, na região central da capital mineira.
Segundo o presidente do sindicato da corporação, Pedro Bueno da Silva, o movimento foi encerrado após o comandante da guarda concordar em receber uma pauta com as reivindicações dos manifestantes. No documento estão pontuadas questões como o reajuste de 28% sobre o salário base dos trabalhadores e o aumento do ticket-refeição de R$ 1,50 para R$ 6.
Conforme Silva, outra questão apresentada é a do porte de armas de fogo por parte dos guardas. Segundo ele, das capitais brasileiras, apenas a Guarda Municipal de Belo Horizonte não autoriza o uso deste tipo de armamento. Outro pedido foi para que os trabalhadores que participaram do protesto não sofressem nenhuma sanção disciplinar por causa do movimento.
A assessoria de imprensa da corporação confirmou o recebimento da pauta de exigências dos manifestantes, mas afirmou que não há previsão para que o comando analise os pedidos.
Os dois lados divergem com relação aos números de profissionais paralisados. Enquanto o sindicato afirma que foram 600 profissionais, a assessoria diz que a paralisação foi feita por apenas 50 guardas, e o trabalho da corporação do dia não foi afetado.



Preso chefe da Guarda Municipal
Por: RIVADÁVIA DIAS * - ESTAGIÁRIA
José Ivanes Bezerra da Silva, mais conhecido como “Ivonei”, chefe da Guarda Municipal de Viçosa, foi preso em flagrante, por porte de armas, na última quarta-feira (20), em Viçosa.

A prisão ocorreu após diversas denúncias anônimas de que Ivonei transitava armado e aterrorizava moradores da cidade.

Segundo o delegado Belmiro Cavalcante, que até quarta-feira era o responsável pela 9ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Viçosa, investigações começaram a ser realizadas e, por volta das 11h30, equipes de policiais civis da Diretoria de Polícia Judiciária da Área 3 (DPJA-3) prenderam Ivonei, na Praça Apolinário Rebelo, a principal do município.

O delegado Belmiro Cavalcante disse que José Ivanes foi flagrado com uma pistola 380 e 14 munições, enquanto transitava normalmente.

* Sob supervisão da editoria de Cidades.

O chefe da guarda municipal de Viçosa foi encaminhado para a 9ª DRP, onde ainda está recolhido.

Ontem, o delegado Antônio Nunes assumiu a delegacia de Viçosa. Ele informou que foi lavrado o auto de prisão em flagrante e que já foram feitos os devidos encaminhamentos para a Justiça.

“A conclusão do inquérito está sendo feita, temos o prazo de 10 dias para encaminhar o relatório final. A Justiça é quem vai decidir sobre a permanência ou não do chefe da guarda municipal na prisão”, disse o delegado Antônio Nunes.

HISTÓRICO

José Ivanes Bezerra da Silva tem antecedentes criminais. Segundo informações do delegado, enquanto Ivonei trabalhava como agente penitenciário, em Maceió, ele cometeu um homicídio, no ano de 2008, no Bairro do Benedito Bentes, na capital. Ainda de acordo com o delegado, o acusado foi condenado pelo crime de homicídio, passou um tempo preso, mas estava respondendo ao processo em liberdade. ‡

Guarda Municipal de Proteção Animal

Categorias: Animais
Tamanho do texto:  
No sábado, o prefeito Gustavo Fruet (PDT) lançou, no Passeio Público de Curitiba, a Guarda Municipal de Proteção Animal, estrutura que vai atuar na proteção de animais e no combate aos maus tratos. São agentes da Guarda Municipal treinados, e que vão trabalhar sempre que houver denúncias de agressão ou descaso com animais domésticos.
“Maltratar animais é crime e tem que ser denunciado. É necessário estimular a adoção de animais abandonados e a posse responsável aqui em Curitiba”, disse Fruet.
*Fruet está com tudo e não tá prosa junto aos defensores dos animais.
*Aqui em Maringá, se o Pupin lançar uma GM só para animais, uns e outros vão dizer que ele tá acertado com os cachorros e gatos da cidade. Aqui não é fácil, não.


24 de Fevereiro de 2013

Guarda é morto e ex-vereador é suspeito

Guarda é morto e ex-vereador é suspeito
 O ex-vereador José Correia de Araújo (Zé Correia), do município de Igaracy no Sertão da Paraíba, está sendo apontado como principal suspeito pelo assassinato do guarda municipal Francieldo Militão da Silva, 29 anos, morto a tiros na noite desta sexta-feira (22).

De acordo com testemunhas, a vítima estava com um amigo em um bar, localizado na Rua Padre Manoel Otaviano, quando foi surpreendida pelos disparos de arma de fogo. Os populares informaram ainda, que viram quando o suspeito - ‘Zé Correia’ - chegou nas proximidades do estabelecimento em uma motocicleta e atirou contra o guarda, fugindo em seguida.

Policiais militares estão em diligências em busca do suspeito. A motocicleta, provavelmente usada pelo ex-vereador para fugir do local do crime, foi encontrada em frente a sua residência.

O guarda municipal Francieldo Militão era casado e pai de dois filhos. Ainda não há informações sobre o que teria motivado o crime.

Correio
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!