Cadastre seu Email

sábado, 2 de novembro de 2013

Suspeita de bomba impede trânsito em rua da região central de Campinas


Segundo a assessoria da Guarda, Gate foi chamado para remover objeto.
Emdec orienta motoristas nas proximidades da Rua Hércules Florence.

Do G1 Campinas e Região

Suspeita de bomba na região central

Uma suspeita de bomba na Rua Hércules Florence, entre a Saldanha Marinho e a 11 de Agosto, na região central de Campinas (SP), impede o trânsito no local na tarde deste sábado (2), segundo a assessoria da Guarda Municipal. A informação é que o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), de São Paulo, foi chamado para remover o objeto.
De acordo com a assessoria da Prefeitura, a sacola com um relógio foi encontrada na altura do número 913. A Polícia Militar também foi acionada. Agentes da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) orientam o trânsito
.

Guarda Municipal prende assaltantes no bairro do Portão

Por: Assessoria de Imprensa Prefeitura de Atibaia
A Guarda Municipal de Atibaia, em duas ocorrências de roubo, conseguiu localizar e prender os autores do crime. As ações aconteceram na região do Portão e do Jardim Kanimar.
Na noite de 25 de outubro, sexta-feira, os guardas municipais Cláudio e Lourenço, que trabalham na Base de Segurança do bairro do Portão, receberam uma denúncia anônima informando que dois indivíduos, que praticavam roubos pelos bairros do Portão, Rio Acima e outros lugares, poderiam ser encontrados na Estrada Municipal José Cintra.
De posse dos dados, a guarnição se deslocou para o local indicado, onde recebeu o apoio dos GMs Roberdson, Hadime e Erik. Eles então avistaram dois homens com as mesmas características descritas pelo denunciante e procederam à abordagem. Foi encontrada uma bolsa de pano contendo presilhas plásticas (enforca gato), três telefones celulares, camiseta preta e duas toucas ninjas. Além disso, cada um dos indivíduos portava um simulacro de arma de fogo. Questionados, Everson do Prado Galvão e Ronen Clei Oliveira Reis confessaram a prática de roubo em um mercado localizado no bairro Rio Acima. As vítimas reconheceram os dois como sendo os autores do crime, identificando inclusive o simulacro de arma de fogo utilizado para ameaçá-las.
Diante dos fatos, os dois indivíduos foram conduzidos ao Plantão Policial, onde a autoridade presente ratificou a voz de prisão pela prática do crime de roubo, e eles foram recolhidos à Cadeia Pública de Piracaia.
“O sucesso desta ocorrência foi muito importante, uma vez que os dois presos são suspeitos de praticar pelo menos outros oito roubos nos bairros do Portão, Rio Acima e até mesmo na cidade de Jarinu”, ressaltou Anderson Trofino, gerente da Guarda Municipal. “A população dessas localidades estava muito apreensiva com esses crimes e, felizmente, a Guarda Municipal de Atibaia pôde contribuir com a segurança pública da nossa cidade”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Claudinei Cunha.
A GM também obteve êxito em outra ocorrência nesta quarta-feira, dia 30. Durante um patrulhamento preventivo, os guardas Camacho e Antunes ouviram pelo rádio que um indivíduo  havia caído com uma motocicleta, abandonando-a no local, e seguido na garupa de uma outra moto de cor preta, fato que levantou suspeitas.
Logo em seguida, os GMs constataram que a motocicleta abandonada era produto de roubo na cidade de Bom Jesus dos Perdões e que os indivíduos haviam seguido sentido Atibaia. Diante disso, eles se posicionaram na Estrada do Guaxinduva, nas proximidades do Jardim Kanimar, momento em que saíram novamente em patrulhamento e se depararam com dois indivíduos em uma motocicleta preta. Após a ordem de parada, o condutor prontamente atendeu, sendo que o garupa Ricardo Toledo Santos, de 38 anos, empreendeu fuga, sendo perseguido pelo GM Camacho que conseguiu detê-lo. No momento da fuga, Ricardo jogou no chão uma arma de fogo, com numeração suprimida.
Os dois homens receberam voz de prisão e foram conduzidos ao Plantão Policial, onde a vítima do roubo da motocicleta reconheceu Ricardo como sendo o autor do crime. Já o condutor da moto, após prestar declaração, foi liberado após os guardas confirmarem que ele estava a serviço como mototaxista e havia sido solicitado para atender uma corrida. Ricardo, que possui diversas passagens, inclusive por homicídio, foi encaminhado para a Cadeia Pública de Piracaia.

Outras ocorrências

Na sexta-feira (25), os GMs Trindade e Victor foram acionados pela Central Integrada de Monitoramento de Atibaia (CEIMA) e informados de que havia três adolescentes em atitude suspeita na região central da cidade, próxima à área comercial. Após a abordagem dos adolescentes na Praça Aprígio de Toledo, os guardas localizaram com um dos menores um cigarro de maconha no bolso da bermuda. Os adolescentes foram conduzidos ao Plantão Policial para as deliberações da autoridade presente.

No mesmo dia, durante um patrulhamento preventivo no bairro da Usina, os GMs Rodrigues, Ribeiro e Adilson avistaram um indivíduo realizando acrobacias com a motocicleta. Os guardas então procederam à abordagem e constataram que o condutor era um menor de 16 anos. Diante dos fatos, os GMs apresentaram o adolescente e o veículo no Plantão Policial para as deliberações da autoridade presente.
BHTrans interdita ruas e avenidas neste Dia de FinadosBHTrans interdita ruas e, com o Batalhão de Trânsito e a Guarda Municipal, monitora e fiscaliza o movimento de carros neste feriado

Publicação: 02/11/2013 09:11 Atualização: 02/11/2013 09:20

O Batalhão de Trânsito da Polícia Militar monitora na manhã deste sábado o movimento nas principias avenidas e ruas que dão acesso aos cemitérios da capital. Não há nenhuma ocorrência de destaque. BHTRans interdita ruas e avenidas neste sábado e domingo. 

Também a Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da BHTrans, realiza operação especial de trânsito e transportes para o Dia de Finados. A BHTrans realiza intervenções no entorno dos cemitérios da cidade, além de reforçar o quadro de horários de algumas linhas, com Informações sobre as alterações de itinerários e dos pontos de embarque e desembarque serão afixadas no interior dos ônibus e nos pontos desativados.


Faixas de tecido foram afixadas no entorno de todos os cemitérios para orientação dos motoristas. Agentes da Unidade Integrada de Trânsito, BHTRANS e PMMG, e Guarda Municipal estão monitorando e fiscalizando o trânsito nos locais.

A BHTRANS orienta os motoristas a redobrar a atenção e respeitar a sinalização implantada durante as operações.

Hipercentro

A BHTRANS informa que, dando continuidade das obras do BRT no Hipercentro, serão executadas pela Sudecap, das 14h deste sábado até as 18h deste domingo, o fechamento total da Avenida Paraná. Com a alteração o tráfego de ônibus na Avenida Paraná será desviado.

Os locais estão sinalizados com faixas de tecido para orientação aos condutores. Agentes da Unidade Integrada de Trânsito, BHTRANS e PMMG, e Guarda Municipal irão operar o tráfego na região. Para a segurança de todos, a BHTRANS orienta os motoristas a redobrar a atenção e respeitar a sinalização implantada e as orientações dos agentes de trânsito durante a operação.

Obras e sistema  BRT

Nessa etapa serão realizadas obras na Avenida Paraná. Com as intervenções, parte da cidade sentirá os efeitos das mudanças, mas num futuro bem próximo toda a população irá desfrutar das melhorias que o BRT trará. De início, serão 700 mil pessoas beneficiadas diariamente pelo sistema. O objetivo é que, optando pelo BRT, o usuário diminua em até 50% o tempo de viagem realizado atualmente.

Transporte coletivo


Em função da interdição as linhas que trafegam na Avenida Paraná terão o itinerário desviado. Veja abaixo a localização dos pontos dos desvios.

SC02A – Rua Santa Catarina entre Av. Amazonas e Rua dos Tupis

SC04B – Av. Amazonas entre Tupis e São Paulo e Av. Afonso Pena entre Rua São Paulo e Caetés

5503AB – 5507 – 5517 
– 62 Noturno – Av. Amazonas entre Rua dos Tamoios e Av. Afonso Pena e Rua Espírito Santo entre Av. Amazonas e Caetés

1207AB – 2210C – 2212AB – 2213 – 2216 
– Av. Amazonas entre Rua dos Tupis e Rua São Paulo e Av. Afonso Pena entre Rua São Paulo e Rua dos Caetés

Linhas do DER 
– Rua Santa Catarina entre Av. Amazonas e Rua dos Tupis

Mais interdições

Também está sendo realizada interdição na Rua Goiás, entre rua dos Guajajaras e avenida Álvares Cabral, e estreitamento de uma faixa na rua dos Guajajaras, neste sábado e domingo, das 8h às 18h.

Os locais estão sinalizados e Agentes da Unidade Integrada de Trânsito, BHTRANS e PMMG, e Guarda Municipal irão operar o tráfego na região.

As linhas de ônibus irão utilizar o mesmo desvio e os pontos da Rua Goiás serão redirecionados para a rua dos Guajajaras, entre rua Goiás e avenida Álvares Cabral. ( com informações da BHTrans)

23/10/2013 22:03

Defensor quer mudança nas atribuições da polícia e do Ministério Público

O defensor público-geral federal Haman Moraes e Córdova defendeu nesta quarta-feira (23), em audiência pública na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, modificações nas propostas que definem as atribuições da polícia e do Ministério Público (MP) nas investigações criminais.
O projeto principal, da deputada Marina Santanna (PT-GO), é um dos apresentados como alternativa à Proposta de Emenda à Constituição (PEC 37/11) que atribuía exclusivamente às polícias federal e civil a competência para a investigação criminal. A PEC foi rejeitada pela Câmara em 25 de junho, depois de ser alvo das manifestações populares.
Uma das sugestões do defensor é inserir no texto a necessidade de prévia autorização judicial para determinados tipos de investigações, como, por exemplo, as que envolvem dados telefônicos, dos serviços de proteção ao crédito. Para o defensor, as diligências são invasivas e requerem controle.
"Está-se dando um poder de investigação que passa ao largo do Poder Judiciário e isso é muito perigo, por mais responsável que sejam as autoridades. É necessário que haja um controle desse tipo de diligência. Então nossa proposta é incluir a expressão ‘desde que com expressa autorização judicial’ e aí repete todo o texto."
O diretor jurídico da Federação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, Bruno Rezende, sugeriu modificar as propostas para que o membro do MP que realiza a investigação fique impedido de apresentar a denúncia, que ficaria a cargo de outro promotor de Justiça.
Já o deputado Bernardo Santana de Vasconcellos, do PR de Minas Gerais, que é advogado, sustentou que o texto final não deve trazer qualquer tipo de subordinação entre a polícia e o MP e precisa definir os casos em que a investigação do Ministério Público será direta ou cooperativa. Vasconcellos também questionou o papel do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) como único órgão responsável por fazer o controle das atividades do órgão.
"Penso que o Conselho Nacional do Ministério Público não basta para o controle do órgão. Não há jeito e isso é humano de você ter uma composição maioria dos pares e esse controle ser [eficiente] quando você tem a maioria interna."
Relator da proposta, o deputado Otavio Leite, do PSDB do Rio de Janeiro, destacou que o norte de seu parecer será assegurar a eficácia do processo investigativo. O deputado disse ainda que pretende realizar outras audiências antes de apresentar o parecer e adiantou que a construção de um consenso implica de ganhos e perdas de ambas as partes.
Da Rádio Câmara, de Brasília, Murilo Souza.

23/10/2013 22:03

Defensor quer mudança nas atribuições da polícia e do Ministério Público

O defensor público-geral federal Haman Moraes e Córdova defendeu nesta quarta-feira (23), em audiência pública na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, modificações nas propostas que definem as atribuições da polícia e do Ministério Público (MP) nas investigações criminais.
O projeto principal, da deputada Marina Santanna (PT-GO), é um dos apresentados como alternativa à Proposta de Emenda à Constituição (PEC 37/11) que atribuía exclusivamente às polícias federal e civil a competência para a investigação criminal. A PEC foi rejeitada pela Câmara em 25 de junho, depois de ser alvo das manifestações populares.
Uma das sugestões do defensor é inserir no texto a necessidade de prévia autorização judicial para determinados tipos de investigações, como, por exemplo, as que envolvem dados telefônicos, dos serviços de proteção ao crédito. Para o defensor, as diligências são invasivas e requerem controle.
"Está-se dando um poder de investigação que passa ao largo do Poder Judiciário e isso é muito perigo, por mais responsável que sejam as autoridades. É necessário que haja um controle desse tipo de diligência. Então nossa proposta é incluir a expressão ‘desde que com expressa autorização judicial’ e aí repete todo o texto."
O diretor jurídico da Federação Nacional dos Delegados de Polícia Federal, Bruno Rezende, sugeriu modificar as propostas para que o membro do MP que realiza a investigação fique impedido de apresentar a denúncia, que ficaria a cargo de outro promotor de Justiça.
Já o deputado Bernardo Santana de Vasconcellos, do PR de Minas Gerais, que é advogado, sustentou que o texto final não deve trazer qualquer tipo de subordinação entre a polícia e o MP e precisa definir os casos em que a investigação do Ministério Público será direta ou cooperativa. Vasconcellos também questionou o papel do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) como único órgão responsável por fazer o controle das atividades do órgão.
"Penso que o Conselho Nacional do Ministério Público não basta para o controle do órgão. Não há jeito e isso é humano de você ter uma composição maioria dos pares e esse controle ser [eficiente] quando você tem a maioria interna."
Relator da proposta, o deputado Otavio Leite, do PSDB do Rio de Janeiro, destacou que o norte de seu parecer será assegurar a eficácia do processo investigativo. O deputado disse ainda que pretende realizar outras audiências antes de apresentar o parecer e adiantou que a construção de um consenso implica de ganhos e perdas de ambas as partes.
Da Rádio Câmara, de Brasília, Murilo Souza.

01/11/2013 17h39 - Atualizado em 01/11/2013 17h39

Piloto diz que denunciou problemas dia 

Denúncia foi feita ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo. 
Piloto revela que não teve posicionamento desde a denúncia.

Júnior CostaDo G1 Região dos Lagos
2 comentários
Denúncia aeroporto Maricá (Foto: Eduardo Bousada/VC no G1)Denúncia foi protocolada no dia 17 de setembro (Foto: Eduardo Bousada/Arquivo Pessoal)
O fechamento da pista do aeroporto de Maricá, interior do estado do Rio, para pousos e decolagens continua gerando polêmicas. Nesta sexta-feira (1º), o piloto Eduardo Bousada Pereira, depois deassitir à matéria do Bom Dia Brasil,  encaminhou ao G1 cópia de uma denúncia protocolada no site do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) no último dia 17 de setembro, onde afirmava que viaturas da Guarda Municipal estavam sendo usadas para impedir manobras das aeronaves ao taxiar, decolar ou pousar.
A denúncia foi protocolada 34 dias antes do acidente que vitimou instrutor e aluno, quando a aeronave em que os dois estavam caiu em uma lagoa da cidade, no último dia 21. Na ocasião, surgiu a hipótese de uma viatura ter impedido o pouso do avião monomotor que teve que arremeter, cancelando o pouso na pista do aeroporto.
No texto da denúncia, o piloto Eduardo Pereira disse que a prefeitura estava "contrariando a autoridade aeronáutica e a ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil), decretando o fechamento e proibição de pousos e decolagens, mesmo não constando em NOTAM".
O NOTAM é um documento que tem por finalidade divulgar, antecipadamente, toda informação aeronáutica que seja de interesse direto e imediato à segurança, regularidade e eficiência da navegação aérea.
"Mais uma prova de que não foi fatalidade. A tragédia já estava anunciada e as autoridades aeronáuticas tinham conhecimento disso. Mesmo que o aeroporto seja reaberto, que o prefeito e demais responsáveis sejam condenados, eu, que sou piloto, e os demais colegas que voam ali já fomos derrotados. Vidas já foram perdidas banalmente. O aeroporto foi fechado, agora virou garagem de ônibus e os hangares estão sendo pintados de vermelho para virarem estacionamento", descreveu Eduardo.
Por conta desse imbróglio, o Ministério Público Estadual abriu investigação sobre denúncia de que pilotos estariam sendo proibidos e ameaçados de pousar no aeroporto de Maricá.
A Prefeitura de Maricá disse que detém o controle legal das instalações do aeroporto - e que a pista vem sendo mantida aberta para pouso. A Prefeitura afirmou ainda que a Guarda Municipal recebeu orientação de não entrar na pista, mas que vai manter a van bloqueando a pista para o tráfego de aeronaves porque o acesso daquela parte do complexo é proibido.
A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) informou que abriu processo para apurar as denúncias. Caso identifique condutas que possam causar riscos às operações aéreas, pode acionar o Ministério Público e a Polícia Federal.
O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) foi procurado pela reportagem para comentar sobre a denúncia feita pelo piloto 34 dias antes do acidente que vitimou instrutor e piloto no último dia 21 de outubro, mas até a publicação desta reportagem não respondeu aos questionamentos.

Finados: GM reforça segurança de cemitérios em Londrina

Redação Bonde
QR:



Divulgação/N.Com

Os alunos do Curso de Formação da GuardaMunicipal (GM) irão auxiliar no patrulhamento dos cemitérios municipais da cidade e dos distritos neste sábado (2) durante o feriado de Finados. A ação, que será supervisionada, faz parte das atividades de policiamento comunitário. 

O coordenador geral do curso de formação, Cleverson Gomes Casado, explicou que as atividades interativas com a comunidade compõem a formação final dos futuros guardas municipais. "Ações de policiamento comunitário, como os patrulhamentos que estamos realizando no Igapó e no Zerão, assim como a ação nos cemitérios, constituem o final da formação."

Casado destacou a importância da proximidade dos futuros guardas municipais com a comunidade. "A prestação de orientações e o trato direto com as pessoas são fundamentais no processo de formação humanística dos alunos do curso."

Composto por 526 horas-aula, o curso de formação é a sexta e última etapa do Concurso Público da GM. Segundo Casado, o encerramento está previsto para o início de dezembro. Os cerca de 190 formandos irão reforçar o atual quadro pessoal da GM.

Cidade

Guarda Municipal recebe reforço de motos e equipamentos de informática

Fonte: Assessoria de imprensa PMC em 01 de Novembro de 2013
Frota da Guarda Municipal recebeu 11 motos 250 cilindradas através de convênio entre Prefeitura Municipal e Governo Federal
Clóvis Neto
O mês de novembro começou com mais 11 motos da Guarda Municipal nas ruas da cidade. Os veículos de duas rodas foram adquiridos através de um convênio entre Prefeitura Municipal de Corumbá e o Governo Federal (Ministério da Justiça) que contemplou o município com recursos 1 milhão, 180 mil reais.
Além das motos, a Guarda Municipal recebeu ainda 11 computadores, 3 impressoras multifuncionais, 25 nobreaks, 10 caixas de som "kit professor" e até o final de novembro terá o reforço na frota com mais nove carros, incluindo uma van e duas caminhonetes.
O repasse do Governo Federal se concretizou através de um projeto elaborado por quatro guardas municipais que utilizarão o teatro de fantoches como canal de conscientização para crianças e adolescentes de escolas da cidade. Dentre os temas a serem abordados estão: bullyng, pedofilia, exploração sexual de crianças e adolescentes, uso de drogas.
A entrega dos novos equipamentos aconteceu na sede da Guarda Municipal com a presença do prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, na manhã desta 6ª feira, 1º de novembro. Ele destacou a natureza educacional do projeto que foi contemplado junto ao Ministério da Justiça.
"Assim como o Governo do Estado que tem a responsabilidade da Segurança Pública não tem como colocar um policial em cada local, a Prefeitura também não pode colocar um guarda em cada local. Por isso cada vez mais temos que insistir na conscientização da população, vamos investir ainda mais no monitoramento com câmeras", anunciou o prefeito que citou os recentes atos de vandalismo e depredações ocorridos em praças e locais públicos da cidade.
"Recentemente tivemos fatos lamentáveis provocados por uma minoria que não gosta de Corumbá, que depreda a cidade, mas estamos fazendo um trabalho muito grande de conscientização. Não são apenas motos, carros, computadores tem um trabalho muito forte de conscientização de fantoches com crianças, parceria com a Educação", lembrou.
Durante o evento de entrega das motocicletas, Paulo Duarte afirmou que até o final deste ano o efetivo da Guarda Municipal será reforçado com a convocação de aprovados no último concurso público. Atualmente, a Guarda Municipal 208 pessoas em seu efetivo.
"Vamos colocá-los em locais específicos que estão sendo recuperados, por exemplo, Porto Geral e praças. É importante que a população perceba a importância preventiva e de conscientização do guarda", disse ao lembrar a função de proteção do patrimônio público desempenhada pelos guardas municipais.
O coordenador municipal de Segurança PúblicaFernando Jorge Castro de Lucena, comentou ainda que Corumbá pode receber ainda mais investimentos do Governo Federal, uma vez que já foi enviado novo projeto ao Ministério da Justiça pleiteando equipamentos de informática e mobiliário.

Mais em Cidade

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!