Cadastre seu Email

quinta-feira, 28 de julho de 2011

GUARDA MUNICIPAL PARTICIPA DAS COMEMORAÇÕES DOS 153 ANOS DA PM

Durante o desfile, os guardas utilizarão as armas não letais, Taser e os espargedores de pimenta Um pelotão formado por 40 Guardas Municipais participarão hoje (28), às 19h, no pátio da Academia da Polícia Militar (APM), da comemoração aos 153 anos da PM. O convite partiu da coordenadora de Polícia Comunitária, da Secretaria de Segurança Pública e Justiça do Estado de Goiás (SSPJ/GO), Waldirene Gualberto, que ressaltou o compromisso e parceria da GM em ações do órgão. Os guardas que participarão do desfile são Promotores e Multiplicadores de Polícia Comunitária, formados pela APM, e já exercem em seus postos de serviços esse tipo de policiamento. Segundo o comandante no desfile da GM, João Gomes, a integração feita entre GM e Polícia Militar fortalece ainda mais segurança da população, que tem a oportunidade de experimentar uma nova forma de pensar e agir, que é a ação policial no policiamento comunitário. Durante o desfile, os guardas utilizarão as armas não letais, Taser e os espargedores de pimenta. Todos eles passaram recentemente pelo curso de Abordagem e Imobilizações Táticas e Operador de Pistola de Condutividade Elétrica, pelo centro de formação da GM. Goiânia + Segura Um exemplo de polícia comunitária é o Programa “Goiânia + Segura: todos contra a violência e as droga, em favor da vida”, desenvolvido pela Prefeitura de Goiânia, por meio das Secretarias Municipais de Defesa Social (Semdef), de Educação (SME) e Guarda Municipal (AGMGO). O objetivo da iniciativa é conscientizar crianças, adolescentes e jovens estudantes quanto aos malefícios que o uso de violência e drogas causam à sociedade, bem como propor ações que os orientem em relação à sua prevenção. Serviço Assunto: GM participa das comemorações dos 153 anos da PM Data: 28/07/11 (hoje). Horário: 19h Local: Academia da Polícia Militar – setor Universitário Autor: Luiz Galvão

desvio de função

Os 25 agentes de segurança contratados em 2010, por intermédio de concurso público, estão exercendo as mesmas atividades que os demais servidores da Guarda Municipal, mas recebem apenas metade do valor estipulado em edital. Credito: Christopher Eudes O presidente da Guarda Municipal, Edimir de Paula, afirma que o curso de formação depende do governo estadual Abuso de poder, humilhação, desvio de função, salário abaixo do que determina a lei e profissionais sem curso de formação. Essa é a realidade da Guarda Municipal de Ponta Grossa. Os 25 agentes de segurança contratados em 2010, por intermédio de concurso público, estão exercendo as mesmas atividades que os demais servidores da Guarda Municipal, mas recebem apenas metade do valor estipulado em edital. O salário pago aos novos contratados é de R$ 545, mas deveria ser acrescido da Função Gratificada (FG) de R$ 581,41. A justificativa da Guarda Municipal é de que a FG só será paga após a realização do curso de formação, de 650 horas. O que ainda não aconteceu e não há nem previsão de quando será marcado. Além disso, os novos profissionais são obrigados a limpar banheiro, lavar viaturas, juntar xepa de cigarro do pátio e lavar panelas. Três novos contratados já pediram demissão. Leia a matéria completa na edição impressa do Jornal da Manhã
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!