Cadastre seu Email

sexta-feira, 27 de janeiro de 2012

Guarda Municipal vai usar cães no patrulhamento

O esquema de segurança do carnaval de Corumbá terá um componente novo este ano. A Guarda Municipal vai empregar três cães adestrados no patrulhamento ao longo da avenida General Rondon durante todo o período da Folia. "Vai ser o primeiro carnaval com atuação dos cães. Nosso foco de patrulhamento será a Avenida e a praça Generoso Ponce, durante todo o evento. Nos intervalos dos desfiles também iremos circular pelo perímetro do Carnaval", explicou o guarda municipal Alessandro Alencar, responsável pelo Canil mantido pela corporação e ao qual pertencem os dois cães da raça rottweiler e o pastor alemão.

Os animais já são utilizados no trabalho cotidiano da Guarda. "Usamos os cães no patrulhamento diário, com as equipes nas ruas fiscalizando praças; cemitérios; postos de saúde", esclareceu o responsável pelo canil.

Corumbá é a primeira cidade de Mato Grosso do Sul a implantar e utilizar efetivamente cães na proteção de locais e prédios públicos do município. Os três animais mantidos pela Guarda Municipal são o pastor alemão Lion, de 9 meses; a fêmea rottweiler Fiona, de 1 ano e 6 meses, e o rottweiler macho Kadu, de 2 anos de idade.

Polícia revela que não houve troca de tiros entre jovem e Guarda e fará reconstituição Cuiabá / Várzea Grande, 26/01/2012 - 11:59.

Designado para investigar a morte do auxiliar da construção civil, Jeferson Augusto da Silva, 19 anos, ocorrida na madrugada desta quarta-feira, em Várzea Grande, o delegado da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), João Alencar, anunciou que irá fazer a reconstituição do crime. A medida tomada é para tentar esclarecer o que se passou entre a vítima e os quatro guardas municipais na cena do crime. “A reconstituição será decisiva e importante para esclarecer os fatos”, disse o delegado.

Com um dia de investigação, o delegado negou a versão dos guardas de que houve troca de tiros entre os agentes e o Jeferson. Segundo ele, a arma encontrada no carro do jovem, um revólver 32, não teve nenhuma bala deflagrada. “Todas as circunstâncias do fato estão sendo apuradas e de antemão já posso admitir que teremos surpresas”, destacou.

No carro que Jeferson dirigia, foram encontradas duas perfurações de tiros. A polícia encomendou exames balísticos para verificar se os tiros foram dados por guardas municipais.

PM fora

O delegado praticamente isentou a participação de policiais militares na operação que culminou com a morte de Jeferson. Para confirmar isso, ele solicitou junto ao Ciosp (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública) as gravações dos rádios da Polícia Militar na noite do crime.

Jeferson foi morto com um disparo de arma de fogo praticado por um agente. Segundo informações, Jeferson estava com alguns amigos no bar Anauê, na avenida Miguel Sutil, onde saiu já de madrugada em direção a Cidade Industrial num veículo Uno de cor prata.

Na avenida da Feb, o jovem, que não possui carteira de habilitação, tentou fugir de uma blitz da guarda, que iniciou uma perseguição. No bairro Jardim Glória, o jovem acabou sendo alvejado por um disparo de um guarda. Ele foi levado ao pronto-socorro, mas não resistiu aos ferimentos.

Nota

Após ampla divulgação do fato, a Guarda Municipal decidiu abrir sindicância para apurar um suposto excesso dos agentes que participaram da ação. Em nota, a Guarda trata Jeferson como sendo um “acusado”. Além disso, informa que houve troca de tiros entre os agentes e Jefersom. Confira a íntegra da nota: O comandante Louriney dos Santos Silva, informa que será aberto uma sindicância administrativa para investigar o que de fato aconteceu nesta madrugada que acarretou na morte de Jeferson Augusto da Silva, no bairro Jardim Gloria I em Várzea Grande.

Segundo informações do boletim de ocorrência a guarnição em atendimento informado pelo CIOSP (via rádio), os agentes formaram próxima a Avenida da FEB e outra no Bairro Jardim Potiguar na qual em poucos minutos após o informe do CIOSP, o acusado Jeferson seguiu em direção do bloqueio e repentinamente mudou a direção tentando desviar, já apontando a arma para a guarnição e continuou em fuga.

Em seguida os guardas junto com a viatura da policia militar acompanharam o suspeito que furou o bloqueio da Polícia Militar, e seguiu em direção ao Jardim Glória. Houveram alguns disparos de arma de ambas as partes. Chegando ao bairro Jardim Glória o veiculo uno parou e os policias da Guarda Municipal e da PM perceberam que o condutor estava baleado, e de pronto acionaram o SAMU, que o encaminhou, ao Pronto Socorro de Cuiabá na qual posteriormente veio a óbito. Dentro do veículo foi encontrado um revólver calibre 32 com cinco munições. A ocorrência está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O delegado João Eduardo Alencar disse que irá ouvir os depoimentos de testemunhas e familiares da vítima, dos guardas municipais, policiais militares envolvidos na ocorrência para esclarecer os fatos.

TV Prefeitura: Reportagem Serviços da G.M. de São José dos Pinhais

Blairo Maggi propõe regulamentação das guardas municipais

PROJETOS
26/01/2012 - 17h35
Blairo Maggi propõe regulamentação das guardas municipais

As guardas municipais poderão ser regulamentadas por lei federal. É o que propõe o senador Blairo Maggi (PR-MT) no Projeto de Lei do Senado (PLS) 751/2011. A matéria está em análise na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), onde tramita emcaráter terminativo.

O projeto regulamenta as funções, atribuições e normas de organização básica das guardas municipais. De acordo com o texto, as guardas terão ações prioritariamente preventivas. Entre as competências previstas, estão ações como vigiar e zelar pelo patrimônio municipal e educar e organizar a fluidez do trânsito. Também estão previstas ações de colaboração com a defesa civil e com a política militar do estado, inclusive em caso de policiamento ostensivo.

Na justificativa do projeto, Blairo Maggi diz "que, nos últimos anos, a criação de guardas municipais tem sido uma política de muitos governos, porém sem uma padronização e controle, uma vez que não existe uma lei federal regulando este importante órgão de apoio a segurança pública". O senador lembra que mais de 700 municípios brasileiros já possuem guardas municipais.

Para Blairo, é preciso regular a organização das guardas municipais em todo o país. "Bem estruturadas, as guardas municipais poderão prestar um atendimento de qualidade que, com certeza, refletirá no sentimento de segurança da sociedade", argumenta.

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!