Cadastre seu Email

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Novas viaturas oferecem mais segurança

Novas viaturas oferecem mais segurança
Frota se moderniza com novas viaturas: duas caminhonetes Renault Duster


A Guarda Municipal Armada, através da Secretaria de Gestão em Segurança e Incolumidade Pública, está se modernizando com duas novas viaturas, para oferecer mais segurança à população de Balneário Camboriú.
As caminhonetes da marca Renault, modelo Duster, além de oferecerem mais conforto para os Guardas Municipais que estão zelando pela nossa comunidade, possuem acessórios de última geração, alta tecnologia e boa qualidade, facilitando o serviço da GM.
Segundo o secretário de Segurança, João Olindino Dão Koeddermann, “é o início da renovação da frota da Guarda Municipal com esses dois veículos. Ano que vem, no começo do ano, iremos adquirir mais quatro viaturas e seis motos”, ressaltou.
Os veículos foram padronizados na cor azul em toda a lateral, similar ao uniforme da corporação. A traseira e dianteira ficaram brancas, para melhor visualização da logo da GM. As viaturas receberam plotagens com o nome Guarda Municipal Armada e o número de atendimento à emergências, 153. Os emblemas da Secretaria de Segurança e da Prefeitura Municipal de Balneário Camboriú, também foram adesivados.


Uso de cerol em linha de pipa dá multa 

Fiscalização será feita pela Guarda Municipal.
Quando um menor for flagrado a pena será aplicada aos seus responsáveis.

Do G1 Bauru e Marília
Comente agora
A prefeitura de Botucatu (SP) vai multar quem for flagrado utilizando o cerol (linha cortante) nas linhas de pipa.
A tradicional brincadeira de criança tornou-se, nos últimos tempos, uma atividade perigosa, principalmente para ciclistas e motociclistas, que podem se ferir com gravidade quando atingidos pelas linhas preparadas com o material cortante (geralmente, uma mistura de cola com vidro moído).
A multa para quem for flagrado utilizando este material cortante será de R$ 1 mil. Segundo o inspetor Emanuel Barcaça, da Guarda Municipal de Botucatu, quando o menor for flagrado utilizando o cerol, o responsável será chamado para receber a multa.
Emanuel Barcaça, guarda municipal de Botucatu, com cerol (Foto: Reprodução/TV Tem)Inspetor Emanuel Barcaça, da guarda municipal, mostra perigos do cerol (Foto: Reprodução/TV Tem)
“A Guarda Municipal agirá mediante denúncia, enviando uma viatura ao local para averiguar e eventualmente autuar o infrator”, explica o agente. As denúncias sobre utilização de pipas com cerol devem ser feitas pelo telefone 199.

O cerol representa um grande risco, principalmente aos motociclistas. Barcaça ressalta que o perigo é maior em vias rápidas ou estradas na região urbana, locais onde a velocidade das motos é maior, o que eleva o risco em caso de contato com a linha. “Nestes casos, o infrantor poderá ser indiciado por crimes como lesão corporal ou até mesmo homicídio”, diz o agente.
Ainda segundo o inspetor, apenas neste ano a cidade já registrou mais de cem reclamações relativas ao uso do cerol em pipas. “E agora, neste período de férias escolares, as reclamações aumentam bastante”, diz o agente da Guarda Municipal.

Guarda Municipal abrirá 500 vagas



Um novo concurso para o cargo de Guarda Municipal de Curitiba deverá acontecer ainda em 2013. A informação é do diretor da Guarda Municipal, Claudio Frederico de Carvalho. “A partir de agosto iremos iniciar os preparativos para realização do concurso, um processo que levará de seis a nove meses, desde a abertura da seleção até o ingresso na carreira”, diz Carvalho.
Segundo o diretor, a projeção inicial é de uma contratação emergencial de 500 novos agentes e num segundo concurso abrir mais mil vagas para a mesma função. Embora o edital já esteja sendo elaborado,a organizadora da seleção ainda não foi definida.

Para se candidatar ao cargo de guarda municipal de Curitiba é necessário ter o nível médio completo, idade superior a 18 anos, estar quites com a obrigação militar e carteira de habilitação. O concurso terá cinco etapas: prova objetiva, prova física, 1º teste psicológico para ser contratado e 2º teste psicológico para ter direito ao porte de arma e finalmente o curso de formação. Todas as etapas serão eliminatórias.
O concurso será para ambos os sexos. “Temos uma deficiência grande de servidores do sexo feminino, com apenas 10% do efetivo, por isto, queremos equilibrar este número no próximo concurso”, explica Carvalho.
Atualmente a remuneração inicial oferecida para o cargo de guarda é um valor bruto de R$ 2.250,00, R$ 1.500,00 o salário básico, mais 50% de risco de vida para uma carga horária de trabalho de 40 horas semanais, mais o regime de escala (um diferencial pago através de horas extras).

Policial civil e guarda são baleados em troca de tiros
Mariana Franco Ramos - Redação Bonde





 

Uma intensa troca de tiros deixou pelo menos três pessoas feridas na noite desta segunda-feira (8) após uma tentativa de assalto no bairro Batel, em Curitiba. Segundo a Polícia Militar (PM), o caso aconteceu por volta de 19h45, na Rua Jerônimo Durski, quase esquina com a Avenida Vicente Machado.

Ainda de acordo com a PM, três suspeitos tentaram roubar o veículo Mercedes de uma mulher e foram abordados por uma equipe da Guarda Municipal e por um policial civil aposentado, que passava pelo local. Houve confronto e ambos acabaram baleados, respectivamente, na perna e na cabeça. A dona do carro também teria sido atingida no ombro.

Informações apuradas pela Rádio Banda B, mas não confirmadas pela PM, dão conta que, antes do roubo ao veículo, o trio teria assaltado uma distribuidora de bebidas da região.

As vítimas foram socorridas e encaminhadas pelo Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) ao Hospital Evangélico. Ainda não há informações sobre o estado de saúde delas. Os suspeitos fugiram e, até o início da manhã de hoje, seguiam foragidos. A Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) investiga o caso.

Esquadrão Antibombas é acionado por suspeita de bomba em Curitiba


Esquadrão Antibombas é acionado por suspeita de bomba em Curitiba


Situação aconteceu na manhã desta segunda (8), perto de estação-tubo.
Mochila estava entre dois carros estacionados na rua, no Mossunguê.

Do G1 PR
Comente agora
O Esquadrão Antibombas da Polícia Militar foi acionado na manhã desta segunda-feira (8) após a Guarda Municipal encontrar uma suspeita de bomba próxima à estação-tubo São Grato, no bairro Mossunguê, em Curitiba. De acordo com a guarda, por medida de segurança, o local foi isolado até a detonação do objeto suspeito.
Segundo a guarda, tratava-se de uma mochila entreaberta com um saco plástico preto. Ela estava entre dois carros estacionados na Rua Deputado Heitor Alencar Furtado, quase esquina com a Rua Paulo Gorski. 
A Guarda Municipal não soube informar qual era o conteúdo da mochila, mas que, se houvesse explosivo, teria sido detonado junto.

Guardas municipais de Macapá cobram pagamentos de promoções


Guardas municipais de Macapá cobram pagamentos de promoções

Prefeitura vai reavaliar promoções de guardas.
Quase 500 servidores foram promovidos em outubro de 2012.

Abinoan SantiagoDo G1 AP

Guardas municipais cobram o pagamento das promoções pela prefeitura (Foto: Abinoan Santiago/G1)Guardas municipais cobram o pagamento das
promoções pela prefeitura (Foto: Abinoan
Santiago/G1)
Guardas Civis Municipais de Macapáreivindicam, sob ameaça de paralisação, o pagamento da incorporação salarial das promoções dos servidores da categoria, realizadas pela prefeitura, em outubro de 2012. Segundo o  Sindicato dos Guardas e Inspetores Municipais de Macapá (Sigimma), desde a promoção, os vencimentos não foram atualizados.
"Com a incorporação, o nosso salário aumentaria em torno de 10% a 20%, em outubro. Mas fomos promovidos apenas no papel e não no salário", contou o presidente do Sigimma, João Avelar.
Caso não haja acordo entre a categoria e a Prefeitura de Macapá até 24 de julho, dia limite estabelecido pela classe, os guardas municipais vão paralisar por 24 horas, no mesmo dia.
"Esperamos nos reunir somente com o prefeito. Enquanto isso, vamos continuar nos mobilizando para paralisar no dia 24 de julho, se não houver acordo", garantiu João Avelar.

A Prefeitura de Macapá adiantou que as promoções serão reavaliadas. "Vamos fazer uma inspeção para verificar a legalidade de cada promoção porque tem vários critérios para um servidor subir de posto. Alguns que foram promovidos verificamos que vão até descer de patente. Em um mês, o estudo estará concluído pela mesa de negociação", disse Maykon Magalhães.
De acordo com o coordenador da mesa de negociação com servidores, Maykon Magalhães, a promoção realizada pela Prefeitura de Macapá, em 2012, foi irregular. "A gestão passada não usou critérios para promover os guardas municipais. A realização de cursos de capacitação, por exemplo, deixou de ser feita pela prefeitura", alegou.
Segundo Magalhães, do efetivo de 562 guardas municipais, quase 500 foram promovidos. "Tem mais comandante do que comandado", comentou.

 

Bike patrulha: 45 guardas fazem segurança na orla marítima


Assessoria
Bike patrulha
Bike patrulha
O Bike Patrulha, grupamento da Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Cidadania (Semsc), continua trabalhando para reforçar a segurança da região da orla de Maceió, da Pajuçara à Jatiúca, auxiliando a comunidade na prevenção de delitos.
O grupo é formado por 45 guardas municipais, que diariamente realizam patrulhas na área da orla, das 7 às 18h. Eles se dividem em trios, circulam de bicicleta, parando em pontos estratégicos, como a Feirinha da Pajuçara e o Corredor Vera Arruda. Já no período da noite e madrugada, uma equipe realiza rondas motorizadas na região.
Este mês, o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Alagoas (SHRBS) fez a doação de seis bicicletas para auxiliar o trabalho da equipe da Bike. Para o guarda Ricardo Silva, integrante do grupo, o aumento do número de bicicletas ajudará a melhorar a qualidade de serviço do Bike Patrulha.
Para a secretária adjunta da Semsc, Mônica Suruagy, as ações da Secretaria reforçam o compromisso da atual gestão com a comunidade. “A participação empresarial em conjunto com a secretaria destaca a confiança do empresariado no governo atual. Estamos trabalhando por uma guarda atuante e a aquisição de equipamentos eficazes faz parte do nosso projeto”, falou.
Fonte: Assessoria

Guardas Municipais de Cabo Frio, RJ, fizeram paralisação de três horas


Guardas Municipais de Cabo Frio, RJ, fizeram paralisação de três horas


Categoria pede melhores condições de trabalho e pagamento de benefícios.
Concentração aconteceu na porta da Secretaria de Ordem Pública.

Do G1 Região dos Lagos

Na manhã desta terça-feira (9), guardas municipais de Cabo Frio, Região dos Lagos do Rio de Janeiro, fizeram uma paralisação de três horas. A categoria pede melhores condições de trabalho e pagamento de benefícios. Os guardas se concentraram em frente a sede da Secretaria de Ordem Pública.
Representantes da categoria se reuniram com o secretário de ordem pública, Adalberto Porto. Depois do encontro com o político, a proposta do governo municipal foi apresentada para toda a categoria, que decidiu, em votação simbólica, aceitar o acordo. Embora tenham terminado a paralisação, os guardas decidiram continuar em estado de greve.
A categoria decidiu voltar ao posto de serviços e cumprir a jornada de trabalho normalmente. Porém, se em um mês algumas falhas discutidas não forem solucionadas, a categoria anunciou que pode voltar a paralisar as atividades.
Os guardas têm uma lista com dez reivindicações, entre elas o pagamento de férias e horas extras, que não estariam em dia desde o início do ano, e melhorias nas condições de trabalho. O secretário de ordem pública admitiu que houve algumas falhas e se comprometeu a fazer as correções dentro do prazo
.

câmara só votará nesta quinta projeto apresentado há uma década

Fernando Francischini (Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)
O projeto de lei que regulamenta a profissão de guarda municipal será votado nesta quinta-feira (11) pela Câmara. A proposta foi apresentada há uma década pelo deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP); e relatada favoravelmente há um ano e meio pelo deputado Fernando Francischini (PEN-PR). O projeto foi escolhido pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), por ser uma das propostas que estão sendo votadas como resposta às manifestações. Se virar lei, o projeto vai permitir que o guarda municipal use arma e tenha o mesmo papel exercido pelas polícias Civil e Militar.
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!