Cadastre seu Email

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Guardas municipais de Macapá cobram pagamentos de promoções


Guardas municipais de Macapá cobram pagamentos de promoções

Prefeitura vai reavaliar promoções de guardas.
Quase 500 servidores foram promovidos em outubro de 2012.

Abinoan SantiagoDo G1 AP

Guardas municipais cobram o pagamento das promoções pela prefeitura (Foto: Abinoan Santiago/G1)Guardas municipais cobram o pagamento das
promoções pela prefeitura (Foto: Abinoan
Santiago/G1)
Guardas Civis Municipais de Macapáreivindicam, sob ameaça de paralisação, o pagamento da incorporação salarial das promoções dos servidores da categoria, realizadas pela prefeitura, em outubro de 2012. Segundo o  Sindicato dos Guardas e Inspetores Municipais de Macapá (Sigimma), desde a promoção, os vencimentos não foram atualizados.
"Com a incorporação, o nosso salário aumentaria em torno de 10% a 20%, em outubro. Mas fomos promovidos apenas no papel e não no salário", contou o presidente do Sigimma, João Avelar.
Caso não haja acordo entre a categoria e a Prefeitura de Macapá até 24 de julho, dia limite estabelecido pela classe, os guardas municipais vão paralisar por 24 horas, no mesmo dia.
"Esperamos nos reunir somente com o prefeito. Enquanto isso, vamos continuar nos mobilizando para paralisar no dia 24 de julho, se não houver acordo", garantiu João Avelar.

A Prefeitura de Macapá adiantou que as promoções serão reavaliadas. "Vamos fazer uma inspeção para verificar a legalidade de cada promoção porque tem vários critérios para um servidor subir de posto. Alguns que foram promovidos verificamos que vão até descer de patente. Em um mês, o estudo estará concluído pela mesa de negociação", disse Maykon Magalhães.
De acordo com o coordenador da mesa de negociação com servidores, Maykon Magalhães, a promoção realizada pela Prefeitura de Macapá, em 2012, foi irregular. "A gestão passada não usou critérios para promover os guardas municipais. A realização de cursos de capacitação, por exemplo, deixou de ser feita pela prefeitura", alegou.
Segundo Magalhães, do efetivo de 562 guardas municipais, quase 500 foram promovidos. "Tem mais comandante do que comandado", comentou.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!