Cadastre seu Email

sábado, 18 de maio de 2013


Em São José dos Pinhais

Aluno de 12 anos leva arma para escola no 2o dia de aula

Garoto de 12 anos teria encontrado arma em matagal

Uma professora encontrou um revólver calibre 38 entre os materiais de um aluno de 12 anos de uma escola municipal no bairro Cachoeira, em São José dos Pinhais, região metropolitana de Curitiba. 

A Guarda Municipal foi acionada e o menino encaminhado, junto com o pai, ao Conselho Tutelar de São José dos Pinhais, que investiga o caso. Segundo o guarda municipal Márcio Pereira, o garoto havia entrado na escola há dois dias.

“Ele é um menino bem cuidado e pelo o que parece o pai, que é o responsável, não é uma pessoa com antecedentes. O menino diz que encontrou o revólver caído em um matagal e por achar diferente levou para mostrar aos amigos”, afirmou o guarda.

O guarda ainda destacou que a professora descobriu a arma após uma professora ouvir comentários do aluno e fazer uma brincadeira pedindo que alguém mostrasse algo diferente que levou à aula. “Este menino então entregou o revólver a ela”, contou Pereira à Banda B.

Executivo tenta empurrar projeto, mas é barrado

17/05/2013
Maria das Graças Salvador
Projeto de Lei incluído na pauta em regime de urgência, a pedido do prefeito, acabou não sendo votado ontem, durante a quarta Reunião Ordinária do mês de maio. A sessão de ontem era destinada a votação de requerimentos e moções. A inclusão em cima da hora não agradou a alguns vereadores, que questionaram a atitude do Executivo. A atitude tem se tornado recorrente.

O PL número 90/2013 diz respeito à Guarda Municipal e, segundo a matéria, é para que Uberaba continue fazendo parte do Banco de dados do Ministério da Justiça. O secretário de Trânsito, Emmanuel Kappel, o diretor da Garda, Erminio Jesus da Silva, e o chefe de policiamento Nelson, estiveram no Plenário, na tentativa de que o projeto fosse votado.

O líder do governo na Câmara, vereador Tony Carlos (PMDB), explicou que o Ministério não vai mais reconhecer a Guarda Municipal que não cumprir algumas exigências. O órgão dever criar uma corregedoria, para que a Secretaria tenha acesso ao banco de dados do ministério, com o objetivo de consultar dados de pessoas, placas de veículos, origens, temas relacionados com a criminalidade e trânsito, bem como investigar assuntos relacionados com aqueles abordados pelos guardas municipais.

Segundo Tony, a corregedoria precisa começar a funcionar efetivamente a partir de 1º de junho, investigando denúncias do cidadão com relação à irregularidades, comportamentos e qualquer desvio de conduta dos membros da Guarda. Lembra que a lei determina que a corregedoria seja ligada a uma ouvidoria externa, que será subordinada à Controladoria do município. Também destacou a importância do projeto, que será encaminhado para o prefeito sancionar, ser publicado e só então comunicar Brasília sobre a mudança.

Segundo Kappel, qualquer município que tente se habilitar à Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), para obter recursos, além de equipamentos não letais, viaturas, ou outros projetos, também precisa da regularização. O secretário disse, também, que somente a partir da comunicação a Secretaria estará habilitada a pleitear melhorias, caso contrário, não terão como prosseguir com vários projetos, inclusive alguns que estão em andamento, em parceria com o Ministério Público. “Nós perderíamos toda a amplitude de recursos federais”, acrescentou Kappel.
Questionamentos – Porém alguns vereadores questionaram a inclusão do PL sem o devido prazo para que o mesmo fosse analisado, como Cléber Cabeludo (PMDB) e Afrânio Cardoso de Lara Resende (PP) e Marcelo Borjão (DEM). Os vereadores têm reclamado das constantes inclusões de projetos de última hora para serem votados “a toque de caixa”.

Kappel informou que o último prazo era 17 de maio, mas, posteriormente, foi explicado que a renovação de convênios não está atrelada A criação da corregedoria e, consequentemente, A votação do Projeto. O vereador Afrânio Cardoso informou que o ofício foi encaminhado de Brasília para o prefeito em 17 de janeiro, sendo que o PL só chegou à Câmara ontem. Ele entende que isto não pode acontecer, até mesmo por respeito à Casa. Afrânio também questionou quem vai nomear o corregedor, que vai receber um salário de R$ 4 mil.

No decorrer da discussão o líder do prefeito, Tony Carlos, informou que Paulo Piau o autorizou a informar que os vereadores podiam ter um prazo para analisar o projeto, desde que ele não passe da próxima semana. Cléber Cabeludo já havia solicitado e manteve o pedido de vista, para que o PL retorne na próxima terça-feira, o que foi aprovado pelos demais vereadores. Vale lembrar que esta situação também era recorrente no governo anterior, sendo que muitas vezes o projeto chegava para ser aprovado de última hora, sob a alegação de que seria o último dia a ser votado, e depois propiciavam nova data para o vencimento de prazo. (MGS)

Homem arromba loja em Piracicaba e é flagrado por câmeras da Guarda


O crime ocorreu em uma concessionária de motos localizada no Centro.
Agentes prenderam suspeito quando ele saía pela janela; confira vídeo.

Do G1 Piracicaba e Região


A Guarda Municipal de Piracicaba (SP) divulgou nesta quinta-feira (16) imagens de uma tentativa de furto a uma concessionária de motos do Centro registrada na madrugada de terça-feira (14). As imagens foram captadas pela Central de Monitoramento Eletrônico (Cemel), que é gerenciada pela corporação.
O crime ocorreu por volta das 2h em um estabelecimento que fica no cruzamento das ruas Benjamin Constant e Ipiranga. O vídeo mostra que um homem usa um objeto para quebrar o vidro de uma das janelas  na parte da frente da loja.
Cinco minutos depois, quando o suspeito já estava dentro do comércio, três guardas aparecem e prendem o rapaz, que havia furtado um capacete e um monitor de computador.
Ele foi encaminhado para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Piracicaba e vai responder por tentativa de furto qualificado e arrombamento.

Homem bate em carro da Guarda de Trânsito e é preso em Vila Velha, ES


18/05/2013 09h54 - Atualizado em 18/05/2013 16h19

Homem bate em carro da Guarda de , 

Segundo agentes, vigilante estava sem CNH, tentou fugir e os desacatou.
Ele foi levado para o DPJ de Vila Velha, na noite desta sexta-feira (17).

Fábio LinharesDo G1 ES

Um vigilante de 44 anos foi preso após provocar um acidente envolvendo outros dois veículos, incluindo um carro da Guarda Municipal, e por desacatar os agentes, na noite desta sexta-feira (17), na Avenida Carlos Lindenberg, em Vila Velha, região Metropolitana do Espírito Santo. Valdo Vilaça se negou a fazer o teste do bafômetro, tentou fugir e estava sem a carteira de habilitação, segundo os agentes. Ele foi encaminhado ao Departamento de Polícia Judiciária (DPJ) do município.
Segundo os envolvidos no acidente, o carro da Guarda reduziu a velocidade quando um sinal de trânsito mudou para amarelo e o vigilante acabou batendo na traseira, pois não conseguiu parar. Ele ainda acabou colidindo com o automóvel de um serralheiro, que estava atrás.

O vigilante ainda tentou esclarecer que não teve culpa pelo acidente. “O sinal amarelou e eles pisaram no freio. Eu estava em cima dos caras, não tive como parar”, disse.
Após a batida, o vigilante tentou fugir. “Ao sairmos da viatura, fomos surpreendidos com ele tentando sair do local. Ele deu ré e acabou colidindo com outro veículo que estava atrás”, relatou o agente Moraes.
De acordo com a Guarda de Trânsito de Vila Velha, Valdo Vilaça se negou a fazer o teste do bafômetro, estava sem carteira de habilitação e já tem registros por direção perigosa. “O teste foi oferecido para ele três ou quatro vezes e ele se negou a fazer. O motorista ainda satirizou a Polícia Militar e a Guarda de Trânsito. Também conta nos nossos registros que ele ameaçou ir com o carro em cima de pedestres, isso é gravíssimo”, explicou o agente Cabral.
Vigilante atingiu a traseira de veículo da Guarda de Trânsito de Vila Velha (Foto: Reprodução/TV Gazeta)Vigilante atingiu a traseira de veículo da Guarda de Trânsito de Vila Velha (Foto: Reprodução/TV Gazeta)

 

18/05/13, 11:13

Audiência Pública: Câmara discutirá criação da Guarda Municipal

A autora da proposta é a vereadora petista Rosário Bezerra.


Na próxima quarta-feira (22), às 11 horas, a Câmara Municipal de Teresina realiza audiência pública para discutir a implementação da Guarda Municipal na capital piauiense. A autora da proposta é a vereadora Rosário Bezerra (PT).


A lei da Guarda Municipal, de autoria do ex-vereador Jacinto Teles (PT), foi aprovada em 2010 pela Casa Legislativa, porém, após três anos de existência, ainda não saiu do papel. Teresina é a única capital do Nordeste que não possui Guarda Municipal.

De acordo com a vereadora Rosário Bezerra, a criação do pelotão tornou-se ainda mais necessária, principalmente por conta de assaltos realizados a bens e instituições da capital piauiense nos últimos meses.

“Talvez o assalto ao prédio do Instituto de Previdência Municipal de Teresina (IPMT), bem como o roubo da estátua do busto do ex-presidente Getúlio Vargas, pudessem ter sido evitados com uma guarda destinada exclusivamente à proteção do patrimônio público”, declara a parlamentar petista.

Foram convidados a participar do encontro, o prefeito de Teresina, Firmino Filho; o promotor de Justiça Fernando Santos; a Comissão de Direitos Humanos da OAB-PI; os Sindicatos dos Agentes Penitenciários e Policiais Civis e o ex-prefeito da capital piauiense, Silvio Mendes.

Da Redação
redacao@cidadeverde.com
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!