Cadastre seu Email

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Segunda Feira Desarmado, Terça Feira Armado...


MILICIANO MUNICIPAL


  CARLOS ALBERTO DA SILVA é GUARDA MUNICIPAL da cidade de Brites no Estado de SW, cidade com população situada na faixa de 23.575 habitantes conforme pesquisa de 2011 da FBPA (Fundação Britiana de Pesquisas Aplicadas), ele vive uma situação bastante atípica por conta das leis aprovadas no Brasil, ele é um AGENTE PÚBLICO, sujeito inclusive as penas por “Abuso de Autoridade”, trabalha para a ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA MUNICIPAL DE BRITES, fez concurso de provas e títulos, passou por exames clínicos, exames físicos e inclusive de estabilidade psicológica e frequentou o curso de 540 conforme a Matriz Curricular da SENASP para poder trabalhar como Guarda Municipal, está perfeitamente inserido e encaixado dentro de tudo que é descrito no Código Brasileiro de Ocupações o CBO, cuja classificação 5172 descreveu em linhas gerais o que é e o que faz o PROFISSIONAL DE GUARDA MUNICIPAL, somente isso lhe bastaria para ter o necessário respeito e a devida consideração das “Autoridades”, (Aquelas que o empregaram, aquelas que fazem as Leis Jurídicas e aquelas que fiscalizam e velam pelo cumprimento destas Leis Jurídicas, a saber: Prefeitos (as), Deputados (as), Vereadores (as) e Promotores (as) de Justiça, eu disse anterior “bastaria”, mas isso não ocorre com frequência, o caso aqui tratado é único na República Brasileira, estado ele em serviço na defesa das coisas públicas o PREFEITO (A) e os VEREADORES (AS) entendem que ele NÃO PRECISA ESTAR ARMADO, mesmo a cidade apresentando números críticos com relação aos crimes de homicídio e uso de entorpecentes, roubos e furtos, a conversa mole deles para se safar é a seguinte: -AQUI É TÃO CALMO, BOBAGEM ESSE NEGÓCIO DE ARMA, É PERIGOSO, EU NÃO VOU “ENTRAR” NA JUSTIÇA PARA ARMAR VOCÊS, TEM QUE SE DEFENDER COM O QUE TEM,  DR. FULANO DE TAL DISSE QUE É INCONSTITUCIONAL, O DR. FULANO DE TAL DISSE QUE NÃO PODE SER ARMADA...
 
Quando está de serviço na GUARDA MUNICIPAL ele NÃO pode portar arma de fogo, tendo em vista a limitação sofrida pela Lei 10.826 de 2003, que diz textualmente e sem qualquer nexo de inteligência que GUARDAS MUNICIPAIS que tabalham em cidades com menos de 50.000 habitantes NÃO PODEM PORTAR ARMA DE FOGO, pois nessas cidades NÃO OCORREM CRIMES e portanto esses profissionais NÃO CORREM RISCOS, se portarem arma de fogo colocam a ordeira sociedade desses locais em risco, no entendimento dos legisladores e algumas autoridades de plantão por quatro curtos anos, os profissionais de GUARDA MUNICIPALdessas cidades tem uma alteração estrutural no DNA que lhes impede aprender técnicas de tiro, que lhes impede a estabilidade psicológica para porte de arma, e há ainda a questão da “Guarda Pretoriana”.
Uma Guarda Municipal imaginária existente na cabeça de imbecis que serve aos Prefeitos (as) dessas cidades, ao mesmo tempo que ferra a vida dos GUARDAS MUNICIPAIS no sentido de se protegerem de forma mais efetiva, diminui a importância dos Prefeitos (as) pois os colocam na condição de “Coronéis da Republica Velha”, (Burros Ricos Donos de Terras, que resolviam as questões na bala e na tocaia), é como se o Ministério Público não existisse, não existisse imprensa, não existisse internet nas cidades com menos de 50.000 habitantes e o cometimento de crimes e abusos não pudesse chegar ao conhecimento da sociedade, Mas o nosso amigo Carlos Alberto da Silva é BRASILERO É NÃO DESISTE NUNCA!!!
 
 
 Ele trabalha na escala de 12x36 horas, ou seja: dia sim e dia não está naGUARDA MUNICIPAL DE BRITES, (DESARMADO, POIS ARMADO É UM PERIGO REAL PARA A SOCIEDADE BRITIANA), mas nas suas folgas ele é VIGILANTE BANCÁRIO do Banco de Brites, quando está em serviço na Agência Bancária, ELE ESTÁ ARMADO, pois está abrigado pela tutela da Lei 7.102 de 1.983, que rege a Segurança Privada e então coloca a arma na cintura e nada nem ninguém pode prendê-lo, molesta-lo, intimida-lo, nada nem ninguém eu disse, ele tem direito inclusive a “PRISÃO ESPECIAL” caso seja necessário sentar o aço em alguém em virtude de sua função na guarda do patrimônio daquele banco, ele tem direito a PRISÃO ESPECIAL inclusive se sentar o dedo em alguém que lhe tire do sério por causa da porta rotatória, É LEI e PRONTO!!! E no Brasil as Leis que protegem a iniciativa privada são cumpridas com RIGOR!!!, já as que deveriam proteger o interesse público e os Agentes Públicos, NEM SÃO CUMPRIDAS!!! OU SÃO MAL FEITAS DE FORMA INTENCIONAL E NINGUEM FALA NADA!!!
Técnica e eticamente falando nenhum interesse de natureza privada pode (Ou deveria) suplantar aquilo que é de interesse público, segunda feira o GM Carlos Alberto da Silva está desarmado, pois é GUARDA MUNICIPAL e na terça feira ele está armado pois é VIGILANTE BANCÁRIO, quarta feiraDESARMADO, quinta feira ARMADO, uma verdadeira monstruosidade jurídica, elaborada por mentes pequenas, conservadoras, presas ao século XVI, essa legislação veio em boa hora, tem bons Artigos, colocou um ponto final na questão da suspensão de autorização e registro de armas de fogo para as Guardas Municipais, mas tem ranços que precisam ser resolvidos de forma urgente, somos mais de 100.000 profissionais de Guarda Municipal em todo o Brasil, mas ainda somos elefantes acorrentados sem saber exatamente a força que temos, precisamos mudar o curso da história, precisamos mudar o cenário, esse é o momento.
Autoridades “Prefeitos e Prefeitas” tem descumprido a Lei 10.826 de 2003 e negligenciado de forma criminosa o direito objetivo conquistado ao regular porte de arma de fogo nas cidades com mais de 50.000 habitantes, outros tem demonstrado sensibilidade à questão e conquistado na esfera judicial o direito de armar os Guardas Municipais de suas cidades, pois quando falta o bom senso aos legisladores o caminho são as trincheiras da Justiça Pública e não há como negar o direito quando ele é cercado pelo bom senso, somente no Estado de São Paulo são mais de 29 confirmações prolatadas em acórdãos do Tribunal de Justiça do Estado pelos Eg. Desembargadores que reforçam judicialmente a tese que quantitativo de população não serve de parâmetro para autorização ao regular porte de arma ou não.
Esse é de Piracicaba...
Olhem esse, é de Cordeirópolis SP, confesso....fiquei emocionado, leiam na íntegra...
Gostaria que algum Deputado Federal se manifestasse no sentido de explicar essa falácia jurídica de limitar o direito ao agente público ao porte de arma e liberar geral para o agente privado, mas sem nos enrolar com papo para pegar meu voto, pois explicação técnica não há de ter, ou será que o Carlos Alberto da Silva é uma pessoa quando é Guarda Municipal e é outra quando é Vigilante Bancário???....Será???
 
Como diria a minha tia a Dona Dorotéia de Ilhéus, “Jesus, Maria, José” que país é esse, mais parece o Bataclan...
Forte abraço a todos e todas !!!
 
Elvis de Jesus
Inspetor Regional de GCM
SJCampos SP
Q.Q novidade estamos em: gcmelvis@hotmail.com

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

INFORME DO PRESIDENTE DO CONSELHO NACIONAL DAS GUARDAS MUNICIPAIS


Srs.,
            Solicito a gentileza de preencherem o Questionário em anexo.
           
            São informações simples, porém valiosas para tratarmos em Brasília de alguns assuntos pendentes.
            Estamos no aguardo da Pesquisa elaborada pela SENASP, até lá precisamos saber com exatidão quantas Guardas Municipais existem no Brasil.
            Peço a ajuda de todos no sentido de  repassar este Questionário a todas as Guardas Municipais do Brasil.
            Solicito a gentileza de encaminharem resposta no meu email, o mais breve possível, com cópia nos emails:  

jmsa@prefeitura.sp.gov.br   ( Inspetor Malta )
             silviacmoreira@prefeitura.sp.gov.br
Muito Obrigado a todos.
JOEL MALTA DE SÁ
R.F. 575.158.6.01
Comandante Geral da Guarda Civil Metropolitana
Presidente do Conselho Nacional das Guardas Municipais
Conselheiro do Conselho Nacional de Segurança
Pública do Ministério da Justiça


Questionário Guardas.xlsQuestionário Guardas.xls
53K   Visualizar   Abrir como planilha do Google   Baixar  

30/09/2012 09:01

Audi�ncia p�blica discute papel da Guarda Municipal

Aumentar texto Diminuir texto
Assessoria/TF
O presidente da Comiss�o Permanente de Seguran�a P�blica, vereador Alex do PT, solicitou a realiza��o de uma audi�ncia p�blica na C�mara Municipal para debater a incorpora��o da Guarda Municipal nas a��es de apoio �s for�as de seguran�a p�blica. A audi�ncia acontecer� na quarta-feira (3), a partir das 9 horas, no Plen�rio Edroim Reverdito.
O presidente da Casa de Leis, vereador Paulo Siufi (PMDB), j� havia manifestado a favor dessa provid�ncia, tamb�m defendida por outros colegas e por amplos setores da sociedade.
O requerente entende ser necess�rio que a Guarda Municipal receba mais investimentos e medidas de valoriza��o para cumprir papel efetivo e preponderante na seguran�a das pessoas.
�A Guarda � uma for�a n�o-armada, hoje treinada para proteger o patrim�nio p�blico e auxiliar nas a��es rotineiras. Por�m, � preciso potencializar essa responsabilidade devido �s demandas da Capital, que registra �ndices alarmantes de viol�ncia e criminalidade�, justificou.
O vereador considera fundamental a audi�ncia p�blica para, principalmente, oferecer subs�dios para a redefini��o do papel da Guarda Municipal, inclusive com os ajustes que se fizerem necess�rios nos dispositivos legais.
Outra discuss�o importante, segundo Alex, � sobre o uso de armas de fogo ou armamento n�o-letal pela Guarda. �Creio que com a participa��o e a presen�a de todas as autoridades envolvidas na quest�o, dos representantes da sociedade organizada e dos agentes p�blicos, poderemos criar uma nova e eficiente alternativa de apoio ao sistema de seguran�a dos moradores da cidade�, enfatiza.
Publicado em 01 de Outubro de 2012, ás 06h44min

Ladrões furtam 3 veículos; PM e GM detêm 4 suspeitos e recuperam 2 carros

Fiats recuperados foram devolvidos aos proprietários e um dos detido autuado em flagrante

TNOnline Luiz Demétrio
Mais três veículos foram furtados em Apucarana em curto espaço de tempo, entre o final da noite de sábado (29) e início da madrugada deste domingo (30).Quatro rapazes suspeitos de envolvimento nos furtos foram detidos pela Polícia Militar (PM) e Guarda Municipal (GM), mas apenas um ficou preso.

Às 23h50, o proprietário da motocicleta Honda/NX150 Bros preta, ano 2006, placa AOH-3640 (Apucarana), chassi 9C2KDO3207R006740, comunicou à polícia que o veículo foi furtado quando estava estacionado à Rua Marcílio Dias,na Vila Nova (zona sul da cidade).

Às 23h55, a PM recebeu a informação de que o Fiat/Uno vermelho, ano 1994, placas AFO-1141 (Apucarana) havia sido levado por ladrão quando estava estacionado na Rua Guarapuava, no centro de Apucarana Após alerta de furto repassado pela polícia, uma equipe da Guarda Municipal (GM) conseguiu interceptar o veículo nas proximidades da Rodoviária de Apucarana. De acordo com a GM, o carro era conduzido por um adolescente. O menor foi apreendido e encaminhado à 17ª Subdivisão Policial (SDP) para as providências legais. Por ser menor, ele foi ouvido e liberado na sequência, sob acompanhamento do Conselho Tutetar dos Direitos da Criança e do Adolescente. O Fiat Uno foi devolvido ao proprietário.

Aos 20 minutos da madrugada de domingo, o dono do Fiat/Uno bege, ano 1990, placas ADH-5199 (Apucarana) relatou à PM que o carro fora furtado quando estava estacionado na Rua Miguel Simeão, no centro da cidade. Após receber a informação da vítima, o Centro de Operações Policiai Militares (Copom) repassou alerta a todas as viaturas operacionais e uma equipe da corporação conseguiu interceptar o automóvel na Rua Caetano Lopes Pineda, no Jardim Apucarana. No interior do Fiat furtado estavam Diego Lima Pereira, 26 anos, Paulo Ricardo Bezerra, 24, e Breno Henrique Brandino, 18. Eles foram levados à 17ª SDP. O veículo também foi encaminhado a DP para posterior devolução ao proprietário.

Segundo a Polícia Civil, Paulo assumiu a autoria do crime e foi autuado em flagrante. Já Diego e Breno prestaram depoimento e em seguida foram liberados.
  • Mesmo sem permissão, guarda municipal de Londrina usa arma em ocorrência de roubo


Um guarda municipal foi flagrado neste domingo (30) com uma arma de eletrochoque no atendimento de um roubo a uma creche na Rua São Salvador, na região central de Londrina. Apesar de não ser uma arma letal, o equipamento é proibido e só pode ser utilizado após a realização de um curso.
A reportagem de odiario.com presenciou o grupo de quatro guardas na ocorrência. Um deles estava com um objeto que aparentava ser uma pistola preta e o guardava no coldre. Enquanto três profissionais aguardavam na via, um deles pulou o muro para averiguar o roubo.
O diretor da Guarda Municipal (GM), Deividy André Vieira Leal, negou que o agente estava com uma arma de fogo e disse que o equipamento seria uma arma de eletrochoque, com aparência similar a uma pistola. Ele declarou que o objeto era do guarda municipal que o levou para o trabalho, com o intuito de ganhar mais segurança no exercício da função.
Divulgação / PML
Mesmo sem permissão, guarda municipal usa arma em ocorrência - PMl
Armas de fogo já foram compradas, mas não podem ser
usadas porque corporação não passou por curso
Desde o ano passado, a Guarda Municipal de Londrina tenta um convênio com a Secretaria de Estado da Segurança Pública para a realização de um curso para que a corporação possa portar armas. Em setembro, em três ocasiões, as equipes foram alvos de tiros enquanto realizavam abordagem ligadas ao tráfico de drogas.
A GM comprou 20 armas de eletrochoque, mas ainda aguarda a chegada do carregamento e terá que fornecer um curso para os profissionais. "É necessário um curso realmente, que a Guarda ainda não fez. Como a Guarda anda desarmada e às vezes passa por situações de risco, eles tentam se proteger da forma que podem e se utilizam do cacetete e, no caso desse guarda, ele comprou essa arma", declarou.
Apesar de entender que os guardas se sintam inseguros, Leal afirmou que o profissional será punido. "A orientação dada é para não se utilizar a arma de choque, inclusive vou conversar com esse guarda. Nós vamos tomar as devidas providências", prometeu.
No ano passado, foram registrados quatro casos de guardas municipais com armas de fogo. No primeiro deles, um profissional atirou contra a própria perna dentro do Pronto Atendimento Municipal (PAM).
30/09/2012 21h25 - Atualizado em 01/10/2012 08h03

Homem é detido com cinco armas utilizadas para caça em Piracicaba

Vizinhos acionaram GM dizendo que tiro quase acertou uma pessoa.
Guardas encontraram ainda munição e armadilha para caçar animais.

Do G1 Piracicaba e Região
1 comentário
Um homem foi detido pela Guarda Municipal (GM) de Piracicaba (SP) na noite deste domingo (30) com cinco armas utilizadas para caça em um sítio no distrito de Ártemis. Segundo os guardas que atenderam à ocorrência, o suspeito atirava contra animais e teria quase acertado uma pessoa.
Quando a viatura fazia patrulhamento de rotina, moradores pararam o carro e fizeram a denúncia. Junto com as armas, a GM encontrou munição e armadilhas que supostamente seriam utilizadas para caçar animais silvestres. O homem foi encaminhado ao Plantão Policial de Piracicaba.
Guardas apreenderam armas e munição eram usadas para caça (Foto: Guarda Civil de Piracicaba)Guardas apreenderam armas e munição que eram usadas para caça (Foto: Guarda Civil de Piracicaba)
Para ler mais notícias do G1 Piracicaba, clique em g1.globo.com/piracicaba. Siga também o G1 Piracicaba no Twitter e por RSS.
Já está em operação o Sistema de Monitoramento Eletrônico em Arujá



Na quinta-feira, 27, a Prefeitura de Arujá colocou em operação o sistema de videomonitoramento de segurança, cuja central está instalada na sede da Guarda Municipal de Arujá e será operada por agentes da própria Guarda, que já estão recebendo treinamento por parte da empresa que forneceu e instalou os equipamentos. As imagens captadas pelas câmeras serão acompanhadas 24 horas por dia.
Na primeira etapa, seis câmeras, foram instaladas em pontos estratégicos da cidade. Elas estão na localizadas na rotatória da Avenida Mário Covas (em frente ao Colégio Jean Piaget); na Avenida São Lucas, no bairro Jordanópolis; e na rotatória da Praça Dalila Ferreira Barbosa. Também há equipamentos na rotatória da Praça Zé Golin (na saída para Santa Isabel); na rotatória da entrada da Rodovia Mogi-Dutra e na Avenida Antonio Afonso de Lima.
O sistema utiliza a tecnologia de transmissão de dados via rádio frequência, com três pontos de retransmissão. As câmeras são do tipo "speed dome", com rotação de 360 graus, zoom ótico de 35 vezes e zoom digital de 12 vezes, podendo "enxergar" até 1,5 quilômetros de distância. "São todas câmeras de longo alcance, com capacidade para captar imagens em alta definição, com riqueza de detalhes", explicou o secretário de Obras e Serviços, Juvenal Penteado.
Com a instalação da rede de videomonitoramento, será possível garantir o acionamento de socorro rápido em várias situações, como roubos de veículos, assaltos, saidinhas de banco, invasões em prédios públicos ou privados e até auxiliar na prestação de socorro mais rápido a vítimas de acidentes de trânsito.
Embora o sistema seja operado pela Guarda Municipal, as imagens e informações também estarão disponíveis para uso das polícias Civil, Militar e Federal, não só para prevenção, mas também para identificação de autores dos crimes registrados.
Ainda de acordo com o secretário, o projeto prevê que outros 18 pontos recebam o equipamento: "Esses locais foram previamente definidos em conjunto por representantes da Prefeitura, da Guarda Municipal e das Polícias Civil e Militar".
Estiveram presentes para conferir as câmeras em funcionamento João Romão, presidente da ACE; Sergio da Silva, presidente da AECIA; Paulo Dionísio, presidente da ACONDA; Marjory Casal de Reis, presidente do Conseg, entre outras autoridades. "Era um anseio antigo dos comerciantes e munícipes. Sem dúvida alguma, o monitoramento aumenta a sensação de segurança e servirá para possíveis esclarecimentos de crimes e delitos praticados na cidade. Muito bom", elogiou Romão.
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!