Cadastre seu Email

sábado, 19 de outubro de 2013

Comerciante diz que foi constrangida por guarda municipal em Piracicaba


Mulher de 33 anos procurou a Polícia Civil e registrou a ocorrência.
Agente teria ido armado acompanhar filho em rescisão de emprego.

Do G1 Piracicaba e Região

Uma comerciante de 33 anos procurou a Polícia Civil de Piracicaba (SP) para denunciar que foi constrangida nesta quinta-feira (18), dentro do estabelecimento onde trabalha, por um guarda municipal. A mulher relatou em boletim de ocorrência que o filho do guarda, de 17 anos, era funcionário do comércio e, ao ser dispensado, levou o pai fardado para acompanhá-lo no recebimento das verbas de rescisão.
A comerciante contou que o rapaz foi receber o dinheiro por volta das 15h30, mas pediu para ele voltar às 17h porque não tinha o recurso disponível naquele momento. “Depois de uns 15 minutos, o rapaz apareceu na loja acompanhado do pai, que estava com a farda da Guarda Municipal. E logo em seguida chegaram mais três guardas”, disse a mulher.

O caso foi registrado pela Polícia Civil de Piracicaba como de natureza não criminal. A reportagem do
 G1 entrou em contato com a assessoria de imprensa da Guarda Municipal em busca de um posiocionamento sobre a ocorrência, mas ainda não recebeu resposta."O tempo todo ele (o guarda pai do rapaz demitido) não tirou a mão da arma. Não houve violência, mas o GM gritou com uma cliente e mandou ela calar a boca", relatou a mulher, que disse ter ficado constrangida com a situação.
tópicos:

Em Belém, simulação de acidente chama atenção em curso prático da Guarda Municipal

Por  em 
Em Belém, simulação de acidente chama atenção em curso prático da Guarda Municipal
O último dia do Curso de Condutor de Veículo de Emergência, realizado nesta sexta-feira, 18, na Travessa Soares Carneiro, no Umarizal, em Belém, chamou a atenção da população, que acreditou estar diante de um acidente fatal. Na realidade, tratava-se de uma aula prática para agentes da Guarda Municipal de Belém (GMB), com a simulação de um acidente de trânsito com vítimas.
O curso teve a duração de cinco dias e carga horário de 50 horas, patrocinado pelo Sest/Senat e ministrado por especialistas credenciados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Jean Pierre e sargento Lima, do Corpo de Bombeiros.
De acordo com o inspetor geral da GMB, coronel Carlos Machado, esta é a primeira turma qualificada na área. “Com certeza muitas outras virão. A nossa prioridade é prestar um serviço de qualidade para população, e para que isto ocorra é necessário que os nossos guardas estejam capacitados para atender com eficiência e eficácia”, ressaltou.
Ao todo, 25 agentes estão qualificados para atuar nesta área e conduzir veículos de emergência, usando de procedimentos e técnicas adequadas. Eles também receberam aulas práticas de atendimento de primeiros socorros à vítimas de acidentes.
Para o agente Mitchel Saraiva, lotado no Grupamento de Ações Táticas (GAT), “o curso foi um aprendizado importantíssimo, principalmente pelo fato de atuarmos frequentemente com acidentes de trânsito.”
Já o guarda J. Alexandre, que faz parte da Inspetoria de Trânsito, ressalta que “a qualificação é uma das principais ferramentas para que a Guarda possa dar resposta aos anseios da população, com atenção e presteza.”
“Cheguei a pensar que era um fato real, depois fui informado que se tratava de uma aula prática e de que tudo não passava de simulação”, disse Walmir Silva, morador da área, que ficou surpreso com o aparato montado. “Achei muito bom. Que as instituições tenham esta preocupação em capacitar seus profissionais cada vez mais. O aprendizado prático faz toda a diferença.”


Leia mais: http://www.achebelem.com.br/noticia/18227-em-belem-simulacao-de-acidente-chama-atencao-em-curso-pratico-da-guarda#ixzz2iB6sB9xL
REUNIÃO

Damon começa discutir criação da Secretaria de Segurança Pública e Guarda Municipal

18/10/2013 16h44
ACOM PMI
Damon de Sena, Alfredo Ramalho, Emerson dos Santos, Luciane Santos e Daniel Lima
Nessa quinta-feira, 17 de outubro, o prefeito Damon Lázaro de Sena recebeu em seu gabinete o vice-prefeito de Ipatinga, coronel Alfredo Ramalho, e o assessor parlamentar Emerson Marinho dos Santos. Também estiveram presentes o Chefe de Gabinete Edilson de Magalhães Lopes, a secretária de Educação Luciane Maria Ribeiro da Cruz Santos e o secretário de Desenvolvimento Urbano Daniel Alves Lima. A reunião teve como objetivo principal obter informações para a criação da Guarda Municipal em Itabira.
Alfredo Ramalho foi comandante do 14º Batalhão da Polícia Militar de Ipatinga e é titular da Secretaria de Segurança e Convivência Cidadã na respectiva cidade. Ele se dispôs a dar algumas sugestões baseadas nas experiências adquiridas enquanto militar e responsável pela secretaria voltada à segurança pública.
O vice-prefeito de Ipatinga sugeriu a Damon de Sena que sejam criadas, simultaneamente, a Secretaria Municipal de Segurança Pública e a Guarda Municipal. Acrescentou que o efetivo necessário poderia ser convocado por meio de concurso público e destacou a necessidade de a Guarda Municipal estabelecer parceria com a Polícia Militar. O prefeito também obteve orientações sobre a equipe que deverá ser mobilizada para a criação da Secretaria de Segurança Pública.
Alfredo Ramalho sugeriu a instalação de vigilância eletrônica nas instituições de ensino. Disse também que é necessário executar um trabalho voltado para a cultura da paz nas escolas, chamando os envolvidos com o setor educacional para enfrentar a violência, a vulnerabilidade social e o bullying. Damon de Sena complementou: “Para mim, educação é importante para todas as outras áreas. Ela é necessária para que se valorize mais a vida”.
Foi abordado ainda sobre o trabalho integrado que deve existir entre a Transita (para verificar a circulação dos veículos na cidade) e a Polícia Militar (para verificar a documentação dos condutores).

Agentes, policiais e guardas civis municipais de Roraima fazem curso


Treinamento visa instruir como agir em casos de incidentes prisionais.
As aulas são ministradas na Academia de Policia Coronel Santiago.


Agentes carcerários, policiais militares e guardas civis participam de curso (Foto: Natacha Portal/G1 RR)
Agentes carcerários, policiais militares e guardas
civis municipais participam de curso
(Foto: Natacha Portal/G1 RR)
Os agentes penitenciários do Grupo de Intervenções Táticas (GIT) da Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc), policiais militares e guardas civis municipais recebem qualificação de doutrinas táticas relativas às atividades no sistema penitenciário. O treinamento começou hoje (16) e seguirá até sexta-feira (18).
Ministrado pelos oficiais do XXI Batalhão de Choque da Polícia Militar do Distrito Federal, o comandante Alexandre Sérgio Vicente Ferreira e o subcomandante Carlos Renato Machado Paim, o Curso de Formação de Intervenção e Tática visa capacitar os profissionais em relação a procedimentos de restabelecimento da ordem em unidades prisionais do estado.
Segundo Ferreira, o curso garante mais segurança e preservação dos direitos humanos de todos os internos, evitando excessos por parte dos agentes, policiais e guardas. "A partir de agora, eles [alunos] irão construir uma doutrina de procedimentos, vão estabelecer uma conduta dentro e fora do sistema prisional, como em escoltas e recaptura de presos", explicou.
Mais de 40 alunos participam da capacitação, entre eles seis mulheres, que irão passar por aulas práticas e teóricas. De acordo com o comandante Ferreira, haverá um espaço dentro da cadeia pública destinado ao treinamento prático, que ocorrerá no último dia de curso.
Como forma de disciplina e ordem, os alunos participantes do curso rasparam a cabeça, inclusive as mulheres. "É um procedimento da coordenação. Para atuar no ambiente prisional, eles precisam estar coesos, pensar como equipe e não como grupo. Existe diferença. Todos precisam pensar como se fossem um corpo só, uma massa em movimento. Cortar o cabelo e usar o mesmo uniforme fazem parte do processo psicológico da equipe", esclareceu.
Mulheres da segurança de Roraima também participam de treinamento (Foto: Natacha Portal/G1 RR)Mulheres da segurança de Roraima também
participam de treinamento
(Foto: Natacha Portal/G1 RR)
Mulheres na segurança
Seis mulheres participam do Curso de Formação de Intervenção e Tática. Elas passam por todo o processo teórico e prático, assim como os homens. O que mostra a força do sexo feminino na segurança em Roraima.
Entre as  participantes, está a agente carcerária identificada como aluna 35. Ela contou que o treinamento tem sido produtivo para o crescimento profissional e é muito gratificante fazer parte da equipe.
"Estamos recebendo instrutores do Distrito Federal, altamente capacitados. Estamos aqui porque escolhemos. Já tínhamos uma ideia do que estava por vir. Cortar o cabelo e 'nem nada' mais foi dificuldade", destacou, ressaltando ainda que todos os participantes são voluntários, então estando preparadados para qualquer situação.
As aulas são ministradas na Academia de Policia Coronel Santiago em turno integral (manhã e tarde). Após a conclusão do curso, os alunos serão certificados em nível de especialidade.
tópicos:

Inscrições de concurso para guarda de Fortaleza terminam nesta segunda


O concurso público que prevê a contratação de mil guardas municipais, 18 agentes de defesa civil e dez agentes de segurança institucional, em Fortaleza, fica com inscrições abertas até esta segunda-feira (14). Lançado no dia 20 de setembro, o edital do concurso foi questionado em alguns pontos e precisou ser retificado pela Prefeitura de Fortaleza.
No edital original, um dos itens previa que o candidato não poderia ter tatuagem visível ou cicatrizes que comprometessem a estética. A redação trazia que não poderia concorrer candidatos com “cicatrizes deformantes que comprometam a estética ou função; hanseníase; tatuagem definitiva desde que visível com o uso de uniforme de serviço de mangas curtas; cicatrizes inestéticas decorrentes de excisão de tatuagens e nevus vasculares”.
O ponto foi discutido por vereadores na Câmara Municipal de Fortaleza, assim como a distribuição das vagas para o cargo de guarda municipal, 800 para homens e 200 para mulheres. De acordo com a Secretaria de Segurança Cidadã, o item sobre a tatuagem e a cicatriz foi revisto, e o edital foi retificado. As exigências sobre cicatrizes que comprometam a estética e sobre tatuagens foram retiradas.
Vagas para mulheres
Sobre a distribuição de vagas para guarda municipal, a Secretaria de Segurança Cidadã afirma que foi fundamentada pelo desempenho da função. Segundo a prefeitura, o concurso é realizado para ações de policiamento ostensivo e qualquer corporação que atua na área de segurança tem esse tipo de seleção.
As remunerações para os cargos de guardas municipais, agentes de defesa civil e agentes de segurança institucional, serão, respectivamente, de R$ 1.652,62, R$ 1.923,07 e R$ 1.808,94 para jornada de trabalho de 180 horas mensais. A organizadora do concurso é a Fundação Universidade Estadual do Ceará (Funece).“Temos cerca de 400 guardas do sexo feminino e estudos apontaram a necessidade de mais 200. Com o concurso, o quadro ficará com 20% a 30% de servidoras do sexo feminino. Na área de segurança pública, foi constatado que esse é um percentual muito bom: a maioria das guardas municipais têm de 10% a 15% do efetivo de pessoas do sexo feminino”, afirma a secretaria.
A taxa de inscrição é de R$ 80 e é necessário ter o Ensino Médio como escolaridade. Desempregados, pessoas com renda de até dois salários mínimos e doadores de sangue terão isenção do pagamento.
De acordo com o edital, o concurso será realizado em três fases. Na primeira etapa, haverá duas provas, uma de conhecimentos gerais e outra de conhecimentos específicos. A segunda fase compreende o exame médico e o exame tecnológico. A terceira etapa é composta de curso de formação, avaliação psicológica e investigação social para os três cargos e avaliação de capacidade física somente para o cargo de Guarda Municipal.
Segundo a Prefeitura de Fortaleza, a primeira fase deve ser realizada no dia  24 de novembro. A previsão é que o resultado final do concurso seja anunciado até 30 de abril de 2013.  O edital está disponível no site da Universidade Federal do Ceará (Uece).

Guarda é preso após fazer manobras perigosas com carro da prefeitura


Ele estava em alta velocidade com veículo da Prefeitura de Contagem.
Segundo polícia, homem resistiu à prisão.

Do G1 MG
Um Guarda Municipal foi preso por fazer manobras perigosas com um carro da Prefeitura deContagem na noite desta sexta-feira (11). De acordo com a Polícia Militar (PM), o homem de 39 anos dirigia em alta velocidade colocando em risco a vida de pedestres e motoristas.
Ao ser abordado em uma avenida da cidade, ele teria se recusado a sair do veículo e colocar as mãos na cabeça. Ainda segundo a PM, ele resistiu à prisão e foi preciso reforço para algemá-lo.
O Guarda Municipal foi ouvido pela polícia e liberado. Ele vai responder a processo administrativo. O veículo da prefeitura que ele dirigia foi apreendido
.
11/10/2013 -- 13h58

Vereador quer criação de Fundo Municipal de Segurança


A Câmara Municipal de Curitiba analisa um projeto de Lei Complementar, de autoria do vereador Tiago Geverte (PSC), para a criação do Fundo Municipal de Segurança Urbana – FUNSEG. O objetivo do fundo é financiar ações e projetos para adequação, modernização e aquisição de equipamentos de uso permanente para órgãos municipais de segurança urbana.

O fundo deve apoiar o financiamento de políticas públicas municipais para prevenção da violência, aquisição de equipamentos para modernização tecnológica da Guarda Municipal, financiamento a pesquisas de vitimização e dinâmica criminal e treinamentos com agentes da Guarda Municipal.

Para o vereador, o Finseg seria uma via para diminuir a alta criminalidade do município, porque ajudaria na descentralização do combate à violência.

"A criação de um fundo municipal específico para a área de segurança é, sem sombra de dúvidas, a melhor forma para que o recurso vindo de diversas fontes possa ser direcionado diretamente para a segurança pública e possa, ainda, ser gerido por um colegiado que realmente entenda os problemas locais e regionais, dando mais eficácia as ações públicas nesta seara", finaliza Tiago Gevert.

O prejuízo de grandes proporções dos acidentes

Estudo inédito mapeia todas as 9.121 ocorrências registradas ao longo de 2012



Igor Müller

Canoas  - Como se não bastassem as 43 mortes e os 3 mil feridos, o trânsito da cidade deixou uma conta milionária para a sociedade. É o que revela um estudo inédito realizado pela Unidade de Estatística e Controle da Secretaria Municipal de Transportes e Mobilidade, que mapeou um por um dos 9.121 acidentes de 2012, revelando dados alarmantes.
Ao cruzar registros da própria secretaria, da Guarda Municipal, Brigada Militar, Polícia Rodoviária Federal e do Samu com uma pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), os técnicos concluíram que os acidentes custaram nada menos do que 123,1 milhões de reais no ano passado. A conta inclui desde o deslocamento de uma equipe para socorrer as vítimas até a perda de produtividade de quem se machucou e deixou de trabalhar e de quem ficou preso no congestionamento provocado pelo acidente - algo muito comum em Canoas, cidade que é um verdadeiro corredor entre metade do Estado e a capital.
Pelas contas do Ipea - e considerando números corrigidos pela inflação -, um acidente com danos materiais chega a custar direta e indiretamente 5,8 mil reais. Um acidente com lesões corporais custa 31,3 mil reais e um com morte chega a 258,6 mil reais. Parte destes valores corresponde a custos diretos da Prefeitura, como atendimento médico-hospitalar, resgate, danos ao patrimônio público e atendimentos por agentes de trânsito.
Considerando estes itens, o estudo calcula que Canoas teve um gasto direto de 19,8 milhões de reais. O valor é semelhante ao custo anual do Hospital de Pronto Socorro de Canoas, por exemplo. “Quem se envolve em um acidente sabe que custa caro, mesmo aqueles em que os prejuízos são apenas materiais. Agora montamos uma conta total da cidade para chamar a atenção a que, ao evitar acidentes, motoristas e pedestres ajudam a preservar vidas e também a economia de toda a sociedade”, diz Leandro Machado, coordenador do estudo.

Grupo RBS lança projeto T24h nas escolas: o caminho para um trânsito melhor

Iniciativa pretende levar educação no trânsito para dentro das escolas e formar geração de motoristas conscientes

Grupo RBS lança projeto T24h nas escolas: o caminho para um trânsito melhor  Agência RBS/Reprodução
Foto: Agência RBS / Reprodução
Com objetivo de levar à comunidade escolar princípios de educação no trânsito, comportamento, leis, direitos e deveres, os veículos do Grupo RBS lançam o projeto T24h nas escolas: o caminho para um trânsito melhor. As atividades contam com a participação das rádios CBN Diário e Atlântida e envolvimento editorial do Diário Catarinense e RBS TV. O projeto, que tem o apoio da Guarda Municipal de Florianópolis, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar Rodoviária (PMRv), vai passar, nesta primeira etapa, por oito escolas municipais da Capital até o mês de novembro.

As ações do projeto começam nesta sexta-feira (11), na Escola Básica João Gonçalves Pinheiro, no Rio Tavares. A CBN Diário transmite ao vivo de lá o programa Notícia na Manhã, apresentado por Felipe Reis com reportagens de Cristian Delosantos, em um estúdio montado na escola. 

Durante a manhã são realizadas atividades lúdicas, como pintura no rosto e teatro de fantoches para as crianças entre 6 e 10 anos. Os alunos têm ainda a oportunidade de gravar mensagens educativas com Kênia Casagrande, comunicadora da Atlântida, que serão transformadas em spots para serem veiculados nas rádios durante a programação, incentivando a consciência de motoristas e pedestres. Depois das atividades as crianças ganham um kit com bloco, lápis e uma carteirinha de habilitação para repassar o conhecimento aos amigos, pais e colegas. Na escola, também vai ficar na parede uma placa com a lembrança de que o T24h passou por lá.

DC publicou uma matéria de apresentação nesta sexta-feira (11) e traz a cobertura do evento no sábado (12). O quadro Trânsito 24 Horas, da RBS TV, também acompanha as edições. 

As escolas foram escolhidas a partir de levantamento que levou em conta a vulnerabilidade de cada uma em relação a acidentes de trânsito, especialmente a proximidade com rodovias movimentadas. O projeto objetiva cultivar a conscientização dos direitos e deveres entre os estudantes para que eles se tornem bons motoristas quando adultos e também atuem como fiscalizadores do cumprimento das regras de trânsito. Já estão confirmadas para receber o projeto a Escola Básica Almirante Carvalhal, em Coqueiros, no dia 18. Em 25 de outubro será a vez dos alunos da Escola Básica Adotiva Liberato Valentim, na Costeira do Pirajubaé, aprenderem novas lições sobre trânsito.
DIÁRIO CATARINENSE
    SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!