Cadastre seu Email

sábado, 13 de abril de 2013


Prefeitura não atende os apelos da população e Bar do Surfista é demolido em Cabedelo

Na manhã dessa sexta-feira (12), uma equipe de funcionários da Prefeitura Municipal de Cabedelo, acompanhados pela Guarda Municipal e representantes do Ministério Público iniciaram o processo de demolição do Bar do Surfista, localizado na orla de Intermares.
Sob um Mandado de Intimação da Justiça Federal, o município concedeu a demolição do bar que funcionava a mais de 30 anos no mesmo local e promovia ações de caráter sócio-ambiental.
Apesar dos inúmeros protestos contra a demolição por parte da população, a justiça foi irredutível. O dono bar, Valdi Silva Moreira, lamentou a situação, mas acatou a ordem e retirou os objetos da estrutura. “O bar era minha fonte de renda e de mais 20 funcionários. Tinhamos projetos sociais. Demoliram sonhos”, disse. 
Foto: G1 Paraíba  

TERMINAIS DE ÔNIBUS

Projeto sobre segurança gera polêmica na CM

12.04.2013
Proposta da vereadora Tamara Holanda é ampliar o efetivo de policiais nos terminais, função que é da Guarda
Um projeto de indicação apresentado pela vereadora Tamara Holanda (PSDC), que sugere um convênio entre a Prefeitura de Fortaleza e o Governo do Estado, para que policiais militares façam a segurança em terminais de ônibus, gerou discussão, ontem, no plenário da Câmara Municipal de Fortaleza. Alguns vereadores se disseram contrários à proposta, defendendo treinamento e qualificação dos guardas municipais.

O vereador Márcio Cruz defendeu que, ao invés de se retirar mais uma função da Guarda, invista-se na qualificação dos guardas municipais FOTO: JL ROSA

Para o vereador Márcio Cruz (PR), o projeto da parlamentar é preocupante, pois, caso seja acatado pelo Executivo, a Guarda Municipal perderá uma atribuição. Conforme o republicano, cabe à Guarda a segurança dos terminais de ônibus, assim também como de outros patrimônios públicos, não concordando que policiais militares passem a ser responsáveis por tais funções.

De acordo com o vereador, na gestão passada, em 2006, foi feito concurso público para a Guarda. Segundo Márcio Cruz, isso possibilitou que a segurança nos terminais de ônibus da cidade fosse feita pelos guardas municipais, lembrando que, antes, esses locais contavam com segurança privada. "A população gostou, tanto é que, agora, em janeiro, o atual secretário de segurança cidadão tirou os guardas municipais dos terminais de ônibus e a população reclamou", frisou.

Conforme o parlamentar, o artigo 3º do projeto de indicação diz que caberá à Polícia Militar elaborar estudo logístico e operacional a fim de definir padrões técnicos específicos para garantir a segurança nos terminais, tais como: o número de PMs necessário para cada terminal e o posicionamento da viatura do Ronda do Quarteirão, priorizando a presença nos terminais. Ao invés dessa sugestão, Márcio Cruz propõem a qualificação e treinamento da Guarda para o porte de arma, bem como melhores estruturas e equipamentos para esses profissionais.

Preocupante
O vereador João Alfredo (PSOL) acredita ser preocupante requisitar policiais militares para cumprir tarefas que competem à Guarda Municipal. Ele avalia que isso poderia agravar o problema da segurança pública, pois teriam menos policiais nas ruas da cidade, além do que, atesta, seria um esvaziamento das funções da Guarda.

O vereador Capitão Wagner (PR) também não concordou com a proposta apresentada pela vereadora Tamara Holanda, pois, segundo argumentou, seria mais uma atribuição retirada da Guarda. Ele lembrou do projeto do Executivo, já aprovado na Câmara, que autorizou convênio entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Fortaleza para que a Polícia Militar faça a segurança do prefeito, vice-prefeito e demais autoridades, o que era função da Guarda Municipal.

Dessa maneira, acredita, este é um projeto extinguindo a Guarda Municipal. O vereador questionou ainda o porquê dos guardas municipais terem sido designados para fazer a segurança de desembargadores e juízes do Tribunal Regional Eleitoral. Márcio Cruz informou ao colega que há 20 anos a Guarda faz a segurança do TRE, deixando claro que a atribuição não é nova.

O vereador Marcos Aurélio (PSC) acredita que, além do porte de armas, a Guarda Municipal poderia contar com um canil, o que seria mais um suporte para o trabalho que a profissão exige. O parlamentar já apresentou projeto de indicação sobre o tema.

A vereadora Tamara Holanda não estava em plenário no momento da discussão sobre seu projeto. Na justificativa da proposta, ela explica que sua indicação visa minimizar os índices de violência dos usuários de transportes coletivos que utilizam terminais. A proposta ainda não foi votada em plenário. 

Eco Staccato propõe a criação Guarda Civil Municipal e Guarda Municipal Ambiental em Piraí
Geferson Pedro
11/4/2013 17:06:00
Vereador disse que o município precisa de profissionais para proteger o patrimônio ecológico e ambiental, além de zelar pelo trânsito
$alttext
 Piraí – O vereador Enderson da Silva, popularmente conhecido como Eco Staccato (PT do B), solicitou a Prefeitura de Piraí a possibilidade de criar a Guarda Civil Municipal e Guarda Municipal Ambiental. Eco disse que o município precisa de profissionais qualificados para proteger o patrimônio ecológico e ambiental da cidade e, a Guarda Civil Municipal, ajudaria a controlar o trânsito.


Nosso município tem tido um aumento significativo da população o queaumenta também, a sua frota de veículos. Tenho a certeza que será de grande valia à criação da Guarda Municipal auxiliando no que for necessário e atuando em conjunto com os poderes Estaduais e Federais” explicou Eco, sobre a necessidade do órgão.
Com relação a Guarda Municipal Ambiental, o parlamentar do PT do B, alegou que o principal motivo é evitar crimes ambientais.
O município de Piraí, com seu patrimônio ambiental, ou seja, ecossistemas, biomas, matas ciliares, unidades de conservação, necessita de uma defesa urgente, visando à conservação e a fiscalização
efetiva destas áreas, o que torna imprescindível a criação da Guarda  Ambiental, para termos a garantia de um desenvolvimento sustentável,  visto que, a atuação é de coibir os crimes que causam sequelas  irreversíveis à fauna” defendeu Eco. 

Guarda municipal joga bomba de gás em estudantes que faziam protesto, em Manaus

Estudantes tentaram invadir a prefeitura e foram contidos pela Guarda Mnicipal - foto: Diego Cajá
Estudantes tentaram invadir a prefeitura e foram contidos pela Guarda Mnicipal - foto: Diego Cajá
 
Um protesto de estudantes da rede pública em frente à sede da prefeitura, na Zona Oeste de Manaus, na tarde desta quinta-feira (11) terminou em confusão e com a Guarda Municipal jogando bombas e spray de gás nos alunos.

Cerca de 500 estudantes realizaram um protesto em frente à sede da prefeitura contra o aumento da tarifa de ônibus e a favor da volta do pagamento de meia-passagem em dinheiro e a volta dos 120 passes por mês para os alunos.

Os estudantes estavam protestando com carro de som e uma comissão foi formada para tentar falar com o prefeito, mas ele não recebeu os representantes. Por volta das 16h30, alguns alunos começaram a forçar a entrada na prefeitura, balançando e empurrando o portão principal do prédio.

Nesse momento, a Guarda Municipal, que até então só tentava impedir os alunos de invadirem o prédio, jogaram bombas de efeito moral e de gás nos estudantes. Houve confusão e muitas pessoas, entre elas até adolescentes de 11 e 12 anos, começaram a passar mal e cair no cão.

Muitos foram levados para hospitais próximos e há relatos de pessoas atingidas por balas de borracha supostamente atiradas pela Guarda Municipal.

Mesmo com ocorrido, o presidente da União da Juventude Socialista, uma das várias uniões estudantes que estavam organizando o protesto, Yann Evanovick, afirmou que as manifestações irão continuar.

A prefeitura informou que ainda hoje irá se pronunciar sobre o assunto e assim que o EM TEMPO receber uma resposta, irá atualizar esta matéria.
 

jovens atacam guardas municipais na zona sul de São José


11/04/2013 15h08 - Atualizado em 11/04/2013 15h08

De acordo com a comandante, dupla deu socos e pontapés em agente.

Esse é o segundo caso no Jardim Cruzeiro do Sul em menos de 20 dias.

Dois jovens atacaram na tarde desta quarta-feira (10) dois agentes da guarda municipal de São José dos Campos por volta das14h20 no Jardim Cruzeiro do Sul, na zona sul. Esse é o segundo caso de confronto entre guardas e jovens em menos de 20 dias no mesmo bairro.
De acordo com o comando da Guarda Civil Municipal, os agentes estavam em patrulhamento entre as escolas municipais Professora Therezinha do Menino Jesus Soares do Nascimento, no Dom Pedro I e Luzia Levina Aparecida Borges, no Jardim Cruzeiro do Sul, quando teriam sido abordados por dois jovens, sendo um deles menor de 18 anos.

Para controlar a situação, o guarda pediu apoio a uma viatura que fazia patrulhamento próximo do local. Assim a dupla foi contida e levada para o Distrito Policial.
Um dos jovens teria usado uma bicicleta para interceptar o veículo e consequentemente foram abordados pelos guardas. Um dos agentes começou a ser agredido a chutes e pontapés, além de serem agredidos verbalmente.
O caso foi registrado como desacato, resistência, ameaça, dano material e lesão corporal. Eles foram ouvidos e vão responder em liberdade. O motivo da agressão ainda será investigado pela Polícia Civil.
Reforço
A comandante da GCM, Maria dos Milagres, lamentou o episódio e garantiu aos pais dos alunos que a segurança nos arredores das escolas está sendo normalmente feita. "Os pais podem ficar tranquilos, a segurança dos filhos deles está garantida", disse a comandante ao G1.
O local onde foi registrado o incidente nesta quarta-feira recebeu reforço de efetivo e viaturas nesta quinta-feira (11).
Reincidência
Uma confusão entre guardas municipais e estudantes foi registrada pelo celular de um morador do bairro Cruzeiro do Sul, zona sul de São José dos Campos, no último dia 26 de março.
O caso ocorreu na Avenida Sebastião Borges Leal quando um guarda tentava apreender um adolescente que deixava a Escola Municipal Luzia Livina. Jovens que estavam próximos reagiram e enfrentaram os oficiais.
Durante a confusão, uma bicicleta foi arremessada contra um dos homens da Guarda Municipal e um jovem tentou até tirar a arma do oficial e agredi-lo, mas foi surpreendido por outro guarda.

GM detém homem com crack no Jardim Jupira em Foz do Iguaçu

No início da madrugada de quinta-feira (11), por volta da 00h10, servidores da Guarda Municipal de Foz do Iguaçu realizaram um abordagem a um veículo no Jardim Jupira.
936 11-04
Os guardas pediram o documento do motorista, de 39 anos, e os documentos do veículo.
O detido tirou do bolso dois cachimbos utilizados para o consumo de crack. Ao realizaram uma revista pessoal no condutor, uma quantia de aproximadamente 10 gramas de crack foi encontrada em seu bolso.
No interior do carro, foi localizada uma motosserra. O veículo foi encaminhado ao Pátio Municipal de Recolhimento de Veículos do Foztrans. O motorista foi levado à delegacia de Polícia Civil.

Ribeirão Preto anuncia concurso para contratar 50 guardas municipais

Salário pode chegar a R$ 2,4 mil com incorporações; vagas são para ambos os sexos e exigência é ensino médio

12/04/2013 - 17:12
Alterar o tamanho da letra A+ A A-

A Prefeitura de Ribeirão Preto abriu concurso público para contratar 50 guardas civis municipais (GCMs). O salário base é de R$1.295,37 mais incorporações, que elevam o rendimento mensal a aproximadamente R$ 2,4 mil.
As inscrições devem ser feitas de 15 de abril a 16 de maio, somente por meio da internet, no site www.cetroconcursos.org.bronde também já está disponível o edital completo.
A prova objetiva está prevista para ocorrer no dia 6 de junho. Além dessa avaliação, há teste de aptidão física, exames psicológico e médico e investigação social.
Das vagas disponíveis, 41 são para homens e nove para mulheres. Os requisitos mínimos exigidos são ensino médio completo e possuir CNH ou permissão para dirigir em qualquer categoria.
A carga horária é de 36 horas semanais. No edital consta que o servidor poderá atuar em turnos ininterruptos no período noturno, sábados, domingos e feriados, entre 15h e 23h e 23h e 07h.
Com o salário base de R$ 1,2 mil, a categoria ainda conta com gratificação por regime especial no valor de R$ 259,07, periculosidade, de R$ 388,61 e assiduidade, de R$ 38,86. O vale alimentação é de R$ 500, além do vale transporte.

11/04/2013 às 10:11

Guarda Municipal divulga ocorrências da semana

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Segurança Pública, informa as ocorrências atendidas pela Guarda Municipal de Atibaia no período de 2 a 6 de abril.

Confira as ocorrências:

Ocorrência 1

Em ronda ostensiva pela Av. Joviano Alvim, na última terça-feira (2), a equipe da Guarda Municipal deparou-se com o menor G. J. A. M., 15 anos, dispensando um objeto desconhecido pelos guardas Trindade, Ribeiro e Rodrigues em um primeiro momento. Ao pararem para verificar o objeto, os guardas municipais depararam-se com uma 'trouxinha' de maconha. O adolescente relatou que a droga era para consumo próprio. Diante dos fatos, o menor foi conduzido ao plantão policial, onde foi elaborado o boletim de ocorrências nº 2647/13 pelo ato infracional contra o artigo 28 da Lei 11.343/06, referente ao consumo pessoal de drogas.

Ocorrência 2

No dia 3, também na Avenida Joviano Alvim, a equipe da viatura 382 da Guarda Municipal deparou-se com um grupo de pessoas que, ao avistarem o veículo, saíram correndo. Ainda assim, os GMs conseguiram deter Leandro B. dos Santos, de 18 anos. Durante a revista pessoal, um papelote de maconha e três pinos de cocaína, além de R$ 33 foram encontrados com o jovem. Os guardas municipais Ribeiro, Rodrigues e Trindade conduziram o jovem e os entorpecentes apreendidos ao plantão para deliberação da autoridade policial e elaboração do boletim de ocorrências nº 2495/13.

Ocorrência 3

Em uma das solicitações feitas à Guarda Municipal no dia 3, a patrulha preventiva compareceu ao Largo do Rosário sob a denúncia de que jovens estariam pichando as paredes da Igreja do Rosário. Ao chegar no local, os GMs abordaram N. M. C., de 15 anos, que confessou ser autora da degradação. Os guardas Hadime, Roberdson e Despezzi encaminharam a jovem ao plantão policial para a elaboração do Boletim de ocorrências nº 2.690/13. O ato de pichar, grafitar ou por outro meio conspurcar edificação ou monumento urbano, caracteriza crime contra o meio ambiente, previsto na Lei 9.605/98.

Ocorrência 4

Ao receber a denúncia de que vendedores de DVDs piratas estariam comercializando o produto na região central da cidade, a equipe da GM, solicitada pela Central de Monitoramento (Ceima), passaram pela Rua Benedito de Almeida Bueno, onde Josafa S. da Conceição, de 26 anos, saiu correndo e escondeu-se dentro de uma loja. Porém, um dos GMs presenciou o momento em que o vendedor ambulante jogou a caixa com os produtos pirateados debaixo de um carro. O homem resistiu à prisão, alegando que não estaria vendendo os filmes e que não seria preso. Contido pelos guardas, o homem foi conduzido ao plantão policial, onde a autoridade policial lavrou o boletim 2801/13, constando violação de direitos autorais, resistência e desobediência. O vendedor foi posteriormente recolhido a Cadeia Pública de Piracaia.

1 DE ABRIL DE 2013 - 9H52 

Carlin Moura apresenta ações e novas diretrizes para Contagem


Redução da jornada de trabalho do quadro administrativo da educação para 30 horas; cumprimento do piso nacional para os agentes comunitários da saúde e de endemias; chamada dos 64 guardas municipais do último concurso público; início das obras do Restaurante Popular para este ano e a entrega do Kit-Escolar para os alunos dos ensinos infantil, fundamental e das creches a partir da próxima semana.


Frederico Augustus
Carlin 100 dias de governo
Carlin Moura ressaltou as principais ações já realizadas pela atual gestão
Essas foram as ações imediatas que o prefeito Carlin Moura anunciou nesta quarta-feira (10), durante reunião do Conselho Político, evento que marcou os 100 dias de governo e a apresentação das metas de governo.

Participaram da reunião, vereadores, deputados, jornalistas e lideranças comunitárias e empresariais. Ao final da reunião, o prefeito deu uma entrevista coletiva à imprensa.

Carlin Moura ressaltou as principais ações já realizadas pela atual gestão: a reabertura da Funec, principal reivindicação da população de Contagem; conquista de R$ R$ 194,4 milhões para obras do PAC 2, de mobilidade urbana, pavimentação e saneamento básico, contratação de mais médicos e profissionais da saúde, reforma e limpeza das escolas municipais; alerta máximo contra à dengue e combate a doença; mais 92 câmeras de videomonitoramento para a cidade; inauguração da primeira Casa de Passagem Feminina para abrigar adolescentes em situação de rua; elevação da receita do município em 5%; agilidade na liberação de alvarás e licenciamento prévio; eleição da Granbel, em que foi eleito vice-presidente da associação, além da adequação a Lei de Acesso à Informação, Lei 12.527/11, e implantação do Gabinete Itinerante, com visita as oito regionais da cidade para ouvir a população.

Na reunião, foram apresentadas também as metas e diretrizes do governo para os próximos anos. Uma gestão baseada no Plano Estratégico de Governança sob os eixos estruturantes do Desenvolvimento, Modernização, Participação Popular e Democracia e Transparência. 

Na oportunidade, o prefeito informou os projetos prioritários da atual administração nas diversas áreas de atuação. Em relação ao tripé desenvolvimento econômico, urbano e social, Carlin Moura ressaltou os projetos de mobilidade urbana e sua boa relação com o governo federal. "Já fomos a Brasília três vezes esse ano. Contagem está inserida no PAC 2 e foi um dos municípios mais contemplados". Além disso, trabalhará junto com as cidades da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) para a implantação do Consórcio Metropolitano de Alta e Média Complexidade da Saúde e obras de infraestrutura do Rodoanel e da BR 381. 

Entre as prioridades da atual gestão, também está a promoção do desenvolvimento da cidade, por meio do Plano de Desenvolvimento Integrado. A prefeitura implantará o Cecon, o maior complexo industrial do município, vai fortalecer as indústrias e empresas existentes, além de atrair novos empreendimentos para a cidade. "O investimento é a pedra fundamental para o desenvolvimento. Precisamos buscar novos recursos para o município e resolver o entrave da dívida pública, problema da maioria das grandes cidades do país".

No âmbito social, fará um grande programa habitacional, com o objetivo de entregar cerca de 598 casas até o final de 2014. 

Outra medida anunciada foi a retomada das obras da nova maternidade municipal com entrega prevista até o final do ano e as obras do Pronto-Socorro do JK. O prefeito reforçou a continuidade nas ações de reestruturação e ampliação das unidades escolares municipais e da Funec.

Reforma administrativa

Carlin Moura apresentou como será a reforma administrativa, a ser encaminhada ao legislativo, com o objetivo de modernizar a máquina pública, sem aumentar os gastos. Entre as medidas, a criação de duas novas secretarias municipais: a Secretaria de Comunicação e Transparência e a Secretaria da Pessoa com Deficiência, Mobilidade Reduzida e Idoso.

A reforma administrativa contemplará ainda o fortalecimento da Fundac (Fundação Municipal de Cultura) e da Fundação Parques e Áreas Verdes de Contagem (Conparq), que assume a limpeza da cidade. A atual Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (SMDU) se transformará na Secretaria Municipal de Regulação Urbana e Habitação. Será criado ainda o Instituto Municipal de Planejamento Urbano. As administrações regionais serão fortalecidas e a Secretaria Municipal de Esporte e Lazer será incorporada a pasta de juventude, se transformando na Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude. 

A contabilidade da Prefeitura de Contagem será subordinada à Secretaria Municipal da Fazenda e fiscalizada pela Controladoria Geral do Município. Também serão fortalecidas as ações de participação popular, com a continuidade do Gabinete Itinerante, a implantação do Planejamento Participativo e o fortalecimento do Orçamento Participativo. 


Fonte: Portal da Prefeitura de Contagem



ui , 11/04/2013 às 20:12 | Atualizado em: 11/04/2013 às 20:28

Servidores de Maragojipe param por tempo indeterminado

Crsitina Santos Pita l Sucursal Santo Antônio de Jesus
Os servidores públicos municiais da Prefeitura de Maragojipe (distante a 233 km de Salvador) decidiram paralisar as atividades por tempo indeterminado. Após assembleia realizada  na quarta-feira, 10, os funcionários pararam nesta quinta, 11. O Sindicato dos Funcionários da Prefeitura de Maragojipe, Associação dos Guardas Municipais e Escolares, dos Agentes Comunitários de Saúde e dos Professores Municipais, se uniram contra o município e prometem uma greve, caso não haja entendimento.
A categoria pede reajuste salarial, além de equipamentos de proteção para servidores que necessitam. A prefeitura sinalizou um aumento de 5,8%, porém, os sindicatos pedem 10%. A assessoria da prefeita Vera Lúcia (PMDB), informou que a prefeitura está analisando as reivindicações, mas que todas as concessões têm que estar dentro da legalidade, sendo esse o principal motivo do percentual de 5,8% oferecido pela gestão.
Na manhã desta quinta, 11, os grevistas foram recebidos por representantes do governo municipal durante manifestação em frente à prefeitura. Uma reunião foi marcada para a próxima segunda, 15, mas a paralisação continua. A única classe que encontra-se em atividade são os professores. Os sindicatos afirmaram que não desistem da proposta e caso não haja acordo na  próxima reunião, os servidores entrem em greve por tempo indeterminado.

POPULARES ESPANCAM LADRÃO 11-04-2013

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=Kr3ASn0GVcA#!
http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=Kr3ASn0GVcA#t=60s
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!