Cadastre seu Email

sábado, 4 de fevereiro de 2012

RESULTADO PSICOTECNICO GLECIO

MPT recomenda que a Guarda Municipal de Ilhéus não paralise atividades

Da Redação Um comunicado do Ministério Público do Trabalho (MPT) foi enviado nesta sexta-feira (3) aos sindicatos representativos dos trabalhadores da Guarda Municipal de Ilhéus recomendando que as atividades da instituição não sejam suspensas. Segundo o órgão, as duas entidades haviam comunicado ao MPT, por ofício, que iriam paralisar o trabalho alegando falta de segurança para os guardas em função da greve parcial de policiais militares. A procuradora do trabalho Cláudia Soares, da unidade do MPT de Itabuna, chegou a convocar, por telefone, uma audiência com o Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais de Ilhéus (Sinsepi) e com o Sindiguardas Bahia, que assinaram o ofício conjuntamente, para as 14h desta sexta-feira (3), mas nenhum representante das entidades compareceu.

Guarda é braço direito da polícia estadual e amiga da populaçãO

Umuarama – As principais atribuições são cuidar do patrimônio público e auxiliar na segurança da comunidade. E essas tarefas estão sendo desempenhadas muito bem. A força policial local de Umuarama é conhecida como GM (Guarda Municipal). Hoje ela faz aniversário. Completa duas décadas. Uma rica história marcada por muito trabalho e, é claro, de altos e baixos, mas que hoje colhe bons frutos, porque contribui significativamente com a segurança da população. O trabalho integrado com as polícias militar e civil resultam na diminuição dos índices de criminalidade. Hoje, Umuarama, mesmo tendo mais de 100 mil habitantes (considerado um dos grandes municípios do Paraná) é conhecida como uma cidade tranquila e boa de viver. A GM é coordenada pela secretaria de Defesa Social. O responsável é Hemerson Yokota, que no aniversário da guarda, faz questão de mencionar, de forma especial, o precioso trabalho dos homens que atuam 24 horas por dia na cidade e interior. São os guardas municipais de 1ª e 2ª classes e os inspetores. “É momento de parabenizar a ação do nosso efetivo, formado atualmente por 48 bravos soldados, que não medem esforços para garantir a segurança da população”, registra. Hemerson conta que, com o passar do tempo, a guarda foi se estruturando cada vez mais. Hoje é uma força que tem o respaldo e a confiança dos moradores. “É gratificante para nós saber que a população já entende e, inclusive, colabora muito com o trabalho da nossa guarda, ajudando na fiscalização e nas ações contra os atos de vandalismo”, acrescenta. Para manter alto padrão de trabalho e eficiência do efetivo, o secretário enfatiza que são realizados com frequência treinamentos e especializações. Todos os guardas têm condições e passam por reciclagens, além de acompanhamentos psicológicos e médicos, que garantem a pujança do grupo. Cursos de defesa pessoal e manuseio de armas de fogo, por exemplo, não são deixados de lado por quem administra a GM. Umuarama é exemplo Conforme relata Hemerson, a guarda de Umuarama é pioneira no Estado: a segunda a ser implantada no Paraná – a primeira foi na capital Curitiba. “Umuarama está entre as cidades exemplos como Curitiba, Foz do Iguaçu, Londrina, Maringá, Ponta Grossa e a recém criada força policial de Arapongas. São 23 as cidades paranaenses que possuem essa guarda”, expõe. Acrescenta que Umuarama segue um regimento interno que cobra total disciplina dos policiais. A lei permite que municípios com mais de 50 mil habitantes tenha sua guarda municipal. A guarda armada A GM de Umuarama começou a usar armas de fogo há 6 anos. E isso é considerado um grande salto rumo a um trabalho mais enérgico, tendo condições plenas de ajudar a PM e a Civil. Sobre essa implantação, Hemerson diz que todo o procedimento foi acompanhado, e é até hoje, pelos órgãos de segurança nacional, como a Polícia Federal, ocorrendo dentro do que manda a lei. “Hoje nós temos a Romu, que é a Ronda Ostensiva Municipal e a Patrulha Escolar. Essas forças são destaque não só patrulhando a cidade, mas também cuidando do interior, como os distritos de Lovat, Santa Elisa e Serra dos Dourados, bem como a comunidade de Vila União. Isso ajuda, e muito, na diminuição dos assaltos e outros delitos”, descreve o secretário. Orçamento Para bancar a guarda, Hemerson revela que todos os recursos são próprios, sendo orientação do prefeito Moacir Silva não medir esforços, nem limitar grana para investir na segurança pública. O orçamento previsto para este ano é de R$ 2,8 milhões. “Rodamos diuturnamente com cinco viaturas na sede e no interior. Quarenta e oito homens trabalham com escalas de serviço, ficando equipes de plantão 24 horas por dia.” Mais investimentos O secretário revela também que 2012 será um ano de grandes investimentos à GM, a iniciar pela implantação do sistema de vídeomonitoramento. Uma inovação “braço forte” das polícias. Outro ato previsto é o aumento do efetivo. Hemerson registra que é ideia do prefeito Moacir fazer concurso para contratar mais 30 homens, um reforço no grupo em 60%. “Temos a intenção de abrir concurso para 30 novas vagas e aumentar significativamente nossa equipe de guardas municipais”, conclui. A central de atendimento da GM pode ser discada via 199. Nesse número a população tem condições de fazer denúncias. É um canal a mais entre a comunidade e a polícia. (Anderson Spagnollo)

Guarda Municipal comemora 23º aniversário e promoção de agentes

Comandante Jances destaca que governo Rechuan está comprometido com a valorização do funcionalismo público RESENDE A Guarda Municipal de Resende comemora hoje, seu 23º aniversário com a promoção de 35 agentes. Após 14 anos sem promoção na corporação, parte do efetivo de 143 guardas assumiu novo cargo. A entrega das divisas aos promovidos será realizada durante a cerimônia, que contará com a presença do prefeito José Rechuan Júnior (PP) e do comandante da Guarda, Francisco Jances de Alcântara, entre outras autoridades e convidados. A formatura geral está prevista para começar às 11 horas, na sede da instituição, situada no bairro Liberdade. A solenidade será um marco com a valorização dos agentes através da promoção prevista no Regimento Interno da instituição. De acordo com o comandante Jances, a nomeação dos agentes em novas funções demonstra novamente o comprometimento da atual administração com a valorização do funcionalismo público do Município. A promoção dos agentes foi publicada no dia 23 de dezembro do ano passado, no Boletim Oficial da Prefeitura. Depois, as portarias oficializaram a mudança com as nomeações dos cargos. Foram promovidos 17 agentes a guardas monitores, que estão se adaptando a nova função. Outros 14 passaram a exercer o cargo de guarda líder. E, agora, quatro agentes atuam como guarda inspetor. Entre os critérios exigidos para a promoção está o tempo de serviços prestados à corporação, que são os seguintes: guarda municipal e guarda monitor (7 a 11 anos de serviço), guarda líder (11 a 15 anos de serviço) e guarda inspetor (15 a18 anos). Para serem promovidos, os agentes passaram por uma avaliação interna que analisou também outros requisitos, tais como: idade, assiduidade, boa apresentação individual, conhecimento do trabalho, relacionamento e participação em cursos de capacitação. A relação dos guardas promovidos foi definida pela Comissão de Avaliação de Promoção. Os membros da comissão foram escolhidos por representantes da corporação e, posteriormente, nomeados a partir de decreto assinado pelo prefeito. Postado em 03/02/2012 00:15:35

Guarda Municipal vai usar armas de fogo Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR 02/02/2012 | 17h25 | Cabo

Guarda Municipal vai usar armas de fogo Redação do DIARIODEPERNAMBUCO.COM.BR 02/02/2012 | 17h25 | Cabo Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Enviar por e-mail Imprimir A Guarda Municipal do Cabo de Santo Agostinho passará a usar armas de fogo, algo que ainda é inédito entre esses órgãos na Regiao Metropolitana do Recife. A prefeitura do Cabo assinou nesta quinta-feira um convênio com a Polícia Federal, que viabiliza a concessão de porte de armas como pistolas semiautomáticas e revólveres de calibre 38. “Infelizmente muitos dos infratores não respeitam as leis porque não veem os guardas armados, mas nós esperamos que a novidade vá repercutir bem na sociedade, traga mais respeito para eles e mais segurança para a população”, ressaltou o prefeito Lula Cabral. O convênio será publicado no Diário Oficial da União. “Já começamos a realizar os testes psicotécnicos de agentes e em breve realizaremos o treinamento, de acordo com a grade curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), para capacitá-los. Também já criamos a Ouvidoria e a Corregedoria, ou seja, a população poderá denunciar qualquer irregularidade”, explicou o secretário de Defesa Social do município, Luís Lima.

Notíciasrss feed Comerciantes de Feira de Santana fecham as portas com medo de assaltos

Da Redação Atualizada às 21h Os comerciantes fecharam as portas mais cedo nesta quinta-feira (02) em Feira de Santana, a 107 quilômetros de Salvador. Segundo informações da Guarda Municipal, o medo tomou conta dos comerciantes após supostos assaltos pela cidade. Os assaltos também teriam aconteceram em três grandes lojas que ficam no centro da cidade, mas de acordo com a assessoria das Lojas Americanas, o estabelecimento não chegou a ser invadido e, por precaução, foi fechado. Na noite desta quinta-feira (2), a Le Biscuit informou, em nota, que a unidade de Feira de Santana não chegou a ser assaltada. "Por precaução e para garantir a segurança de funcionários e clientes, a loja foi fechada, devido aos arrastões que estão ocorrendo no centro da cidade", diz nota. A empresa confirmou funcionará normalmente nesta sexta-feira (3). Segundo testemunhas, os bandidos trocaram tiros com a polícia na avenida Getúlio Vargas e na avenida Sampaio, onde um dos assaltantes foi baleado. Ainda segundo informações da Guarda Municipal, houve arrastões na Feiraguai, no Centro de Abastecimento e na Estação de Transbordo próximo à avenida Getúlio Vargas. Com a greve parcial da Polícia Militar em Feira, que está atuando na segurança da cidade é a Guarda Municipal e a Polícia Civil. Através do Facebook, o prefeito da cidade Tarcízio Pimenta informou à população que pediu apoio do Exército e reforço para a Guarda Municipal, em decorrência dos arrastões. "Há alguns minutos solicitei ao General Gonçalves Dias a presença do Exército nas ruas de Feira de Santana para garantir a segurança da população. Também solicitei ao Coronel Santos, comandante do 35 BI. Aguardo o retorno", escreveu Pimenta.
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!