Cadastre seu Email

domingo, 29 de março de 2009

Guarda Municipal usará revólveres e poderá multar no trânsito

Grupo especial da corporação criada pela Prefeiturade BH só depende de detalhes burocráticos para sair às ruas armado e com poder para multar motorista infrator . A partir do segundo semestre, os 300 revólveres e as 50 pistolas automáticas da Guarda Municipal de Belo Horizonte, que estão engavetados na sede da corporação vão para os coldres dos agentes. A informação é do prefeito Márcio Lacerda (PSB) e do secretário municipal de Segurança Urbana e Patrimonial, Genedempsey Bicalho. Os 1.954 guardas já foram treinados para usar as armas e só esperam a nova identidade funcional, que vai incluir a portabilidade, para atuar no patrulhamento armado. Além disso, eles vão se submeter a exames psicológicos e o comando da corporação analisará o comportamento de cada um. E, para o motorista que abusa da direção, Bicalho informa que pelo menos 150 guardas vão aplicar multas de trânsito junto com a BHTrans e Companhia de Trânsito da Polícia Militar.

Suspeito de matar guarda municipal é flagrado com drogas

Procurado pela polícia após ser apontado por testemunhas como autor de um assassinato cometido no último dia 20, Genilson Santos Anjos, 18 anos recém-completados (quatro dias antes do crime), acabou preso nesta sexta-feira, 27, por volta das 16h40, em flagrante por tráfico de drogas, no município de Simões Filho (Grande Salvador). De acordo com o delegado Deraldo Damasceno, titular da 5ª CP (Delegacia de Periperi), os investigadores da unidade encontraram oito dolões (pequenos pacotes) de maconha e onze pedras de crack. Damasceno ainda confirmou que Genilson, conhecido como Maluquinho, figura como suspeito de participação no assassinato do guarda municipal Edcarlos dos Santos, cometido em 30 de outubro de 2008, em Vista Alegre, subúrbio ferroviário de Salvador. “Ele é uma pessoa fria, calculista, um homicida desde que ainda era menor de idade”, assinalou o delegado. O mais recente homicídio atribuído a Genilson foi o que teve como vítima Joedson Dias Rodrigues, 17, conhecido como Bocão, no último dia 20, na Rua João Paulo II, também em Vista Alegre. Joedson foi morto a facadas e pedradas. Vítor Veríssimo Santos Paim, 18, que o acompanhava, foi golpeado da mesma maneira, mas teria se fingido de morto e encontra-se internado até hoje no Hospital Geral do Estado, conforme o delegado Damasceno. Denunciados por testemunhas como envolvidos no delito, dois adolescentes, de 14 e 17 anos, foram apreendidos meia hora antes da prisão de Genilson. “Encontramos os adolescentes primeiro, em Vista Alegre. Eles não só assumiram o crime, como também nos indicaram onde achar Maluquinho”, relatou Damasceno. Diante da equipe de reportagem, Genilson não quis falar sobre o homicídio. Porém, o adolescente mais velho admitiu envolvimento. “Maluquinho chamou nós dois para dar uns paus nos caras, não disse que era para matar. Chegamos lá e demos pedradas neles”, recordou. As vítimas foram deixadas em uma casa abandonada.
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!