Cadastre seu Email

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Assaltantes atiram contra guardas após 

Assalto aconteceu na manhã deste sábado (15), em Jucutuquara.
Guardas municipais trocaram tiros com um dos suspeitos, segundo vítima.

Glacieri CarrarettoDe A Gazeta
Clientes de Lotérica em Jucutuquara, em Vitória, foram alvos de assalto  (Foto: Guilherme Ferrari/A Gazeta)Clientes de Lotérica em Jucutuquara, em Vitória, foram
alvos de assalto (Foto: Guilherme Ferrari/A Gazeta)
Dois suspeitos fizeram um arrastão em uma casa lotérica na manhã deste sábado (15), no bairro Jucutuquara, em Vitória. Um cliente escapou de tiros após lutar com um dos assaltantes. Guardas municipais intervieram e trocaram tiros com um dos suspeitos, que conseguiu escapar.
Segundo a vítima, um autônomo de 20 anos, ele e outros clientes aguardavam atendimento na fila da lotérica, na Avenida Paulino Muller.
“Eu fui o último a ser abordado, estava no caixa pagando contas quando ele tomou meu celular. Eu tomei de volta e ele mandou o comparsa atirar contra mim”, contou.
Nem assim o cliente desistiu de retomar o celular e deu um golpe "mata-leão" no suspeito armado. Um dos assaltantes fugiu correndo com o celular, enquanto o comparsa e o cliente lutavam no chão.

Os dois entraram correndo na rua Waldemiro da Silveira, quando novamente o cliente se aproximou do suspeito e o agarrou pela camisa. “Ele virou e atirou de novo, foi quando desviei e fui pra trás de um carro”, detalhou.
O comparsa atirou no chão para tentar se livrar do cliente. Ele correu e foi perseguido pela vítima. Durante o percurso, o criminoso atirou novamente e o jovem se esquivou.
Logo, guardas municipais que faziam patrulhamento na região chegaram ao local e viram o suspeito correndo com a arma nas mãos. Os guardas deram voz de prisão para o bandido, que não parou.
Ele continuou correndo e passou a atirar contra os agentes. Os guardas revidaram os disparos.
“Eu atirei de dentro da viatura enquanto o colega conseguiu sair e também disparar. As poucas características que temos do suspeito é de era moreno e vestia camisa preta”, detalhou o guarda municipal Herdy, que participou da ação na tentativa de deter um dos envolvidos no crime.
O suspeito conseguiu escapar correndo pela escadaria que dá acesso ao bairro Cruzamento. Três disparos atingiram a viatura da Guarda Municipal. O celular da vítima também não foi recuperado.
O caso foi registrado na Delegacia Regional de Vitória e será encaminhado para a delegacia do bairro para ser apurado.
Viatura da Guarda foi atingida pelos disparos (Foto: Guilherme Ferrari / A Gazeta)Viatura da Guarda foi atingida pelos disparos (Foto: Guilherme Ferrari / A Gazeta)

Geral

Guardas municipais iniciam treinamento para porte de arma

Por: Jhoseff Bulhões, com assessoria18/10/2016 às 11:00
ComentarCompartilhar
Foto: Divulgação/Assessoria
 
A Secretaria Municipal de Segurança Pública iniciou nesta segunda-feira (17) o 1º Curso de Patrulheiros Preventivos da Guarda Civil Municipal de Campo Grande, que tem por objetivo formar os primeiros profissionais aptos a portar arma de fogo em atividade operacional.
Após terem passado por rigoroso processo seletivo de testes psicotécnicos, físicos e de investigação social, os 103 candidatos iniciaram um curso de 600 h/a (horas aula) teóricas sobre conduta e preparo para porte de arma.
“Neste primeiro passo os candidatos aprendem a parte teórica da evolução das armas de fogo, como usar e não somente atirar, quais os resultados que podem surgir com o uso da arma e o principal que é saber em que momento utilizar esse armamento e quais procedimentos a serem submetidos dentro dos limites legais. Essa formação é extremamente importante para a segurança tanto do Guarda Municipal quanto da própria população”, disse o delegado aposentado da Polícia Federal Jonas Cleber Rossatti, ministrante do curso de formação do curso de Patrulheiros da Guarda Municipal.
Preparo para utilização de arma de fogo
De acordo com o subcomandante da Guarda Civil Municipal, Darci Tomaz de Araújo, a expectativa é grande para a conclusão do curso de formação e uso efetivo de arma de fogo no patrulhamento ostensivo da Guarda. “É uma expectativa muito grande para a realização deste curso, todos estão preparados para receberem todas as informações necessárias para utilização de arma de fogo. Esse é o primeiro curso de formação da Guarda Civil Municipal, mas já existe uma programação para formar mais profissionais o quanto antes, pois esse preparo dará mais segurança ao nosso trabalho e à sociedade, atendendo melhor as demandas relacionadas à segurança pública”, destacou Tomaz.
Campo Grande mais segura
A Guarda Civil Municipal Michelle Carpezani Rondon de Melo pontuou que o uso de armamento terá uma eficácia maior em relação ao enfrentamento da criminalidade na Capital. “Este curso de formação para uso do armamento veio para prevenir, nos proteger e também auxiliar no enfrentamento em relação à segurança na Capital. O uso de arma de fogo é necessário para somar com outras forças de segurança, pois sabemos que a criminalidade está crescendo cada vez mais e para proteção de todos é necessário que a Guarda esteja armada. Estamos preparados para este curso e em breve estaremos atuando com mais segurança em nosso trabalho”, destacou Michele.
O curso tem previsão para encerramento na primeira quinzena de novembro e abrangerá conhecimentos práticos e teóricos acerca do Tema Patrulhamento Preventivo Armado, com base na Lei 13022/14 (Estatuto Geral das Guardas Civis no Brasil) e ênfase na Proteção aos Direitos Humanos.
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!