Cadastre seu Email

sábado, 31 de dezembro de 2011

Praia: Falta PM. Não tem Guarda Municipal. O diabo está solto Publicada: 30/12/2011 00:27| Atualizada: 30/12/2011 00:19

Jolivaldo Freitas Praia: Falta PM. Não tem Guarda Municipal. O diabo está solto Publicada: 30/12/2011 00:27| Atualizada: 30/12/2011 00:19 As praias estão como o diabo gosta. Tempo quente, quase fervendo, sem brisa. Cerveja quente e pastel frio. Meninos de férias jogando areia na gente e cachorro mordendo o calção de banho. Mas eu até que gosto da muvuca. Se eu fosse mulher seria uma tremenda periguete. Também gosto de ver a galera se besuntando com óleo de origem desconhecida e se enrolando na areia. Ficando à milanesa. As praias estão cheias. Mas tem coisa que não dá para engolir e são erros e falta de ação das autoridades “competentes” e que se repetem todos os verões. Vocês verão (perdoe, não deu para não fazer o trocadilho), a seguir. No Porto da Barra, lugar para onde toda Salvador gosta de ir e os turistas ficam enlouquecidos, sítio que já foi eleito como a melhor praia urbana do mundo e a terceira melhor praia em geral, também do mundo, o Satanás está mesmo solto. A PM deixou de colocar aqueles soldados de bermuda, camiseta e Conga para andar na areia e oferecer um pouco de proteção. Os turistas vivem ameaçados. Os pivetes roubam tudo: correntes, carteiras, pulseiras, brincos e se der bobeira perdem calções e calçolas, pois o pessoal que vem de fora usa biquíni com calçolão por baixo. Como não tem PM, não tem Guarda Municipal e muito menos Rintintin ou Cavaleiros do Zodiac, a malandragem corre solta. O pior é a agressão dos jogadores de frescobol. Os caras estão cada vez mais raivosos. Batem forte na bola como se tivesse colocando os fantasmas para fora. Ano passado, neste período, lembro de uma criança argentina que levou bolada no olho, desmaiou e por milagre não perdeu a visão. Anteontem, soube que uma senhora idosa levou raquetada no seio, pois o objeto escapou das mãos de um dos jogadores e voou longe. A velha desmaiou e os caras continuaram a jogar e fazendo cara feia para quem foi reclamar. Culpa da PM? Culpa da Prefeitura ou Culpa de Tomé de Souza? Na praia de Placaford e Coqueiros todo dia tem assalto a mão armada. Quando se diz com arma, vale tudo. Os turistas, coitados, que só sabem da propaganda oficial e não leem jornal, ficam apaixonados pela paisagem. Daí chega bandido com revólver, faca, canivete, facão e soco inglês. Acredite que um casal foi roubado. Entregaram tudo sob a ameaça do marginal que portava uma arma de alta periculosidade: um coco verde. Na falta de coisa melhor, o bandido improvisou, ameaçou dar uma cocada no cocurutu, as vítimas entraram em pânico - pois como enfrentar um nativo com aquela arma em riste - e deu certo. Ficaram somente com a roupa do corpo. Nunca mais quiseram sabe de coco - nem cocada preta, puxa, branca ou cocada de goiaba - e odeiam coco natural. Culpa da PM? Culpa da Prefeitura? Culpa do Satanás que está solto. Agora só vou ao Porto da Barra depois de passar por uma defumação, tomar banho de folha, botar o patuá e os balangandãs.

PEC cria guarda de fronteira com polícias Federal, estaduais e municipais

A Proposta de Emenda à Constituição 81/11, da deputada Antônia Lúcia (PSC-AC), cria a guarda de fronteira, composta por integrantes das polícias Federal e estaduais e das guardas municipais de cidades fronteiriças. Pelo texto, a guarda será organizada pelo governo federal e financiada pela União, pelos estados e pelos municípios. Entre as atribuições do novo órgão constam, além do patrulhamento ostensivo da faixa de fronteira, a apuração de infrações penais ocorridas nessas localidades. Atribuições Atualmente, o controle de fronteira é atribuição da Polícia Federal. Na opinião de Antônia Lucia, no entanto, devido à escassez de recursos humanos e à multiplicidade de funções da instituição, o patrulhamento é deficiente. “Todos conhecem a facilidade com que ocorre o contrabando, o descaminho, a migração ilegal e o tráfico de drogas e armas pelos mais de 16 mil quilômetros de fronteiras terrestres do País”, afirma. Segundo a parlamentar, a lei regulamentadora do novo dispositivo constitucional irá dispor sobre a forma de participação de cada ente federado na remuneração da guarda de fronteira e detalhar sua forma de funcionamento. Tramitação A PEC será analisada pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania quanto à admissibilidade. Se aprovada, será analisada por uma comissão especial a ser criada especificamente para esse fim. Depois, seguirá para o Plenário, onde precisará ser votada em dois turnos. Saiba mais sobre a tramitação de PECs Íntegra da proposta: PEC-81/2011 Reportagem - Maria Neves Edição - Wilson Silveira

PM, Guarda Municipal e agentes da AMC ameaçam paralisação no Réveillon de Fortaleza Felipe Lima | 12h44m | 27.12.2011

Os servidores da Guarda Municipal e os agentes de trânsito da Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e de Cidadania de Fortaleza (AMC) ameaçam paralisar as atividades durante a festa de Réveillon em Fortaleza caso os policiais militares decidam não participar da segurança do evento. De acordo com o diretor do Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos do Município de Fortaleza (Sindifort), Eriston Ferreira, não há condições de realizar a segurança do Réveillon sem o apoio da PM. “Se no dia-a-dia o nosso trabalho já é difícil, imagine em um evento como o Réveillon”, comenta. Os agentes da AMC e os guardas municipais aguardam a assembleia da Polícia Militar na próxima quinta-feira (29), a qual decidirá pela paralisação ou não. Caso a PM decida cruzar os braços, os agentes já estão sendo notificados que também irão parar. “Realizamos assembleia hoje (terça-feira) e vamos apoiar a causa da PM. Se eles pararam não há condições da AMC trabalhar”, afirmou o diretor do Sindifort ao Diário do Nordeste Online. Garantias De acordo com o Sindifort, a PM afirma que o governador do Ceará, Cid Gomes, não está buscando soluções para as reivindicações da categoria. “O Governador não está querendo negociar e também não convida os militares para particiapr das reuniões”, conclui Eriston Ferreira.

27/12/2011 -- 18h14 PM assume responsabilidade por novo curso da Guarda

27/12/2011 -- 18h14 PM assume responsabilidade por novo curso da Guarda O 5º Batalhão da Polícia Militar (BPM) deve ficar responsável por ministrar um novo curso de formação aos guardas municipais. A Prefeitura de Londrina encaminhou ofício ao Governo do Estado, no início deste mês, solicitando a 'ajuda'. A Guarda Municipal precisa passar pelas aulas de tiro para ser armada. A PM foi 'escalada' pela atual administração para evitar irregularidades neste novo treinamento. O curso de formação, oferecido aos guardas no ano passado, foi alvo de investigações na Câmara Municipal de Londrina e no Ministério Público Estadual. Segundo denúncias protocoladas nos dois órgãos pelo vereador Joel Garcia, hoje no PP, a empresa Delmondes e Dias, de Campo Grande (MS), recebeu R$ 39 mil por aulas de tiro que não foram ministradas. O problema ocasionou a demissão do então secretário municipal de Defesa Social, Benjamin Zanlorenci, e uma multa de R$ 276 mil à empresa sul-mato-grossense. "Demitimos o titular da pasta, multamos a empresa e impedimos a Delmondes de participar de licitações públicas. Fizemos a nossa parte e, agora, para garantir um processo mais transparente, vamos precisar que a Polícia Militar ministre as novas aulas de tiro", disse o prefeito Barbosa Neto em entrevista coletiva nesta terça-feira (27). A atual administração pretende armar os guardas municipais ainda no primeiro semestre de 2012. O município já fez a compra de 75 pistolas e 15 revólveres. Foram pagos R$ 350 mil à empresa Defencer Comércio de Equipamentos de Segurança LTDA., de Brasília (DF). As armas ainda não foram enviadas à cidade. As aulas só vão começar a ser ministradas pelo 5º BPM depois que o material for entregue pela empresa brasiliense. Atualmente, a Guarda Municipal é composta por 260 homens e mulheres. A prefeitura prepara concurso público para a contratação de 300 novos guardas. O município pretende utilizar pregão eletrônico, firmado com a empresa de Brasília neste ano, para adquirir mais armas futuramente, após a finalização do curso de formação. Troca de comando As aulas de tiro serão acompanhadas por um novo secretário municipal de Defesa Social. O atual, Joaquim Antônio de Melo, deve deixar o cargo ainda nesta semana. Ele é um dos seis secretários de Barbosa Neto que pretendem ser candidatos a vereador nas eleições do próximo ano. "A decisão é pessoal e não posso fazer nada. Vamos discutir a situação e apresentar os nomes dos novos secretários no início do próximo ano. O trabalho não pode parar", limitou-se a dizer o prefeito.

Guarda Municipal desacata PM e vai parar na DP

Os policiais Edley e Farias, do 17° Batalhão, foram até o local, por volta das 3h15, para orientar o proprietário da residência para que abaixasse o volume do som. Na madrugada de sábado (24), a Polícia Militar foi acionada, que em uma residência na Rua Paraguai, Jardim Guaraituba, havia som alto. Os policiais Edley e Farias, do 17° Batalhão, foram até o local, por volta das 3h15, para orientar o proprietário da residência para que abaixasse o volume do som. Quando os policiais chegaram foram questi onados pelo proprietário que estava de posse de um revólver calibre 38 municiado e disse que era Guarda Municipal, de Curiti ba. O mesmo, identificado como Marcos Aurélio Rocha, foi conduzido até o Módulo do Guaraituba, com a arma que pertence à Guarda Municipal de Curiti ba onde desacatou por várias vezes os policiais. A PM solicitou a presença de seu superior ao Módulo, mas mesmo assim ele conti nuou a agredir verbalmente os policiais. Diante dos fatos, Marcos Aurélio foi conduzido junto com a arma para a DP do Alto Maracanã.

Guarda Civil Metropolitana de SP passa a usar armas não letais 26 de dezembro de 2011 • 1

A Guarda Civil Metropolitana (GCM) de São Paulo passou a usar, desde a última quinta-feira, 20 armas não letais, conhecidas como Taser. Elas estão sendo empregadas no policiamento preventivo na região central da capital, no Parque Ibirapuera e em grandes eventos. Os equipamentos não trazem danos à saúde e paralisam o alvo imediatamente. Veja como funcionam as armas Taser A adoção da Taser pela GCM tem por objetivo evitar o uso de arma de fogo em situações de alto risco. Os guardas civis foram treinados por especialistas e orientados a incluir em seus relatórios a utilização do equipamento. As armas não letais possuem um chip onde ficam registrados todos os disparos realizados, o que torna possível identificar o guarda que os efetuou, de acordo com agentes da Inspetoria de Operações Especiais, que apresentaram as equipamentos ao Secretário Municipal de Segurança Urbana, Edsom Ortega, no dia 22. Segundo Ortega, a entrega das armas Taser faz parte da política de modernização da Guarda Civil Metropolitana. Após um período de avaliação, a GCM deverá receber mais equipamentos não letais.

26/12/2011 -- 16h24 Guarda Municipal passa a ter inspetores e supervisores

26/12/2011 -- 16h24 Guarda Municipal passa a ter inspetores e supervisores O prefeito de Londrina, Barbosa Neto, sanciona nesta terça-feria (27) a Lei 11.457, que promove alterações na lei que instituiu a Secretaria de Defesa Social, em setembro de 2009. A nova lei cria ordem de hierarquia na Guarda Municipal de Londrina (GM), por meio da instituição dos cargos de diretor administrativo, inspetor e supervisor. A solenidade será na sede da secretaria, Rua Newton Braga, 463, região Leste. A partir da sanção da lei, a GM passará a ser comandada no seguinte formato: os cargos de inspetor e supervisor serão anexados à já existente diretoria da corporação. Já a diretoria administrativa, que será criada, terá quatro gerências e quatro coordenadorias. Com 230 efetivos, a corporação contará com 23 supervisores e oito inspetores. De acordo com o secretário municipal de Defesa Social, Joaquim Antonio de Melo, a ação vai resolver problemas na corporação. "Na prática, essa hierarquia já existe, porém, na situação atual, os funcionários trabalham apenas com o ônus, sem receber nenhuma gratificação para isso. Além disso, em algumas situações, os subordinados não reconhecem o comando dos superiores, porque não consta em lei", explica o secretário.

ANDRÉ TAVARES-INAUG.21POSTO GCM PÇA ROMULO MORANDI.LOUREIRO ENTREVISTA.

Guarda Municipal de São José dos Pinhais prende quadrilha de arrombadores

GM monta esquema especial de segurança para fim de ano

TRÊS RIOS A prefeitura preparou um esquema especial de segurança para o fim de ano. A Guarda Municipal (GM), supervisionada pelo secretário de Ordem Pública, Alexandre Mansur, está preparada para garantir a segurança na época de festas de fim de ano, quando a cidade tem maior movimento de pessoas. São 23 agentes que estão destinados exclusivamente para a operação especial, orientando e auxiliando no trânsito de veículos e pedestres. Além do plantão normal estão dispostas mais duas viaturas e quatro motos no entorno da Avenida Condessa do Rio Novo e Avenida Alberto Lavinas, que são lugares com maior concentração de carros e pessoas. O patrulhamento noturno, que conta com veículos elétricos auxiliando no esquema especial, foi adiantado, passando para as 16h30min, ou seja, os agentes noturnos estarão presentes desde esse horário, aumentando o número de guardas municipais presentes nas ruas da cidade tanto durante o dia como à noite. A Polícia Militar (PM) também conta com esquema de segurança para o fim de ano com aumento do contingente operacional e mais três viaturas que farão rondas nas ruas da cidade, além de operações diárias que estão sendo realizadas nas entradas da cidade. “A união da Guarda Municipal com a Polícia Militar é muito importante para que a segurança da cidade esteja garantida. Essa parceria dura o ano todo, e na época de fim de ano é importante um pouco mais de atenção e cuidado, pois nossa cidade atrai pessoas de toda a região, que fazem de Três Rios a cidade polo para compras de Natal”, afirmou o prefeito Vinícius Farah.

SEGUNDA VOTAÇÃO DO PROJETO DE LEI 25/11

Os 26 vereadores presentes, do total de 35, aprovaram por unanimidade o projeto do executivo que concede incentivos profissionais a diversas categorias de servidores públicos municipais, entre eles agentes de combate a endemias, motoristas, guardas municipais e agentes comunitários de saúde. Os vereadores da bancada do PSDB e outros vereadores de oposição como Elias Vaz (PSol), Pedro Azulão Júnior (PSB) e Virmondes Crivinel Filho (PSD) criticaram o artigo 14 do projeto. Ele permite a criação de sete cargos comissionados de chefe de gabinete para o secretário legislativo e os secretários extraordinários. Os vereadores alegaram que o prefeito está aumentando as despesas do município com cargos desnecessários, além de a criação atender apenas interesses políticos. O artigo foi votado separado, recebendo apenas 8 votos contra. Dessa forma, o projeto será devolvido ao Paço com o texto original. O projeto de lei complementar nº 25/11 era o último que faltava para ser votado em segunda votação para encerrar o período de convocação das sessões extraordinárias do fim deste ano. O presidente Iram Saraiva (PMDB), ao final, anunciou o retorno dos trabalhos no plenário no dia 15 de fevereiro de 2012. Contudo, os trabalhos para os vereadores não foram completamente encerrados hoje, pelo menos para os que compõem a CEI dos Combustíveis. O presidente da comissão, vereador Djalma Araújo (PT), fez o convite para a reunião que será realizada às 15h nesta quarta-feira (28), quando será apresentado o relatório final. A comissão foi criada para investigar o aumento abusivo e alinhamento dos preços de combustíveis comercializados nos postos da capital.
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!