Cadastre seu Email

quinta-feira, 23 de agosto de 2012


22/08/2012 13h46 - Atualizado em 22/08/2012 13h47

Segurança pública é direito e responsabilidade de todos

No Paraná, 26 cidades contam com o serviço da Guarda Municipal.
Moradores de Londrina questionam a precariedade da iluminação pública. 

Do G1 PR
1 comentário
A segurança pública é definida na Constituição Federal como dever do estado, porém é direito e responsabilidade de todos os cidadãos. Atualmente, é uma das questões mais cobradas pelos eleitores paranaenses. A criação de guardas municipais, por exemplo, reforça o patrulhamento nas ruas e no campo. No Paraná, 26 cidades já implantaram o serviço. "A Guarda Municipal tem um papel constitucional de proteção dos bens, serviços e instalações públicas municipais", destaca o agente Alceu Nascimento.
Para ajudar no combate à criminalidade, os municípios também podem criar conselhos comunitários de violência. É o que explica o diretor da Guarda Municipal em Londrina, no norte do estado, Rafael Sampaio. Ele reforça que qualquer pessoa pode sugerir ideias com relação ao assunto.
Ainda em Londrina, a principal reclamação da população é com relação a falta de iluminação pública. "As avenidas estão bem iluminadas. Mas nos bairros, independente da classe social, a iluminação é extremamente precária", ressalta o professor de engenharia elétrica Carlos Henrique Vici.
O promotor Paulo Tavares explica que quem não estiver satisfeito com os serviços de iluminação pública pode fazer as reclamações diretamente com a prefeitura, Procon e Ministério Público (MP). "A população precisa se organizar mais para realmente exigir uma iluminação mais adequada para o município". 
Unidade Paraná Seguro (UPS)O projeto paranaense da UPS é uma das ações feitas em Curitiba para combater a violência. O projeto é similar ao do Rio de Janeiro da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), contudo, a proposta no estado não tem a participação do Exército, mas conta com as polícias Militar e Civil. Na capital,  foram instaladas sete unidades, a última no bairro Sítio Cercado. Até o final de 2012 devem ser inauguradas mais três, segundo a PM.

Jovem é morto a tiros por guarda municipal dentro de escola em Santo André

Professores afirmam que diretora havia sido ameaçada e aluno estava suspenso da escola
Do Cidade Alerta
Publicidade
Um homem de 24 anos foi morto por Guardas Municipais dentro de uma escola, em Santo André, na ultima sexta-feira (17). A vítima fazia parte de uma das turmas do supletivo da escola municipal e estaria suspenso por fazer ameaça de morte à diretora da instituição.

No entanto, mesmo suspenso, o aluno teria ido à escola e os professores, com medo, ligaram para a Guarda Municipal Metropolitana. Segundo os funcionários da escola, o aluno estava escondido atrás de carros estacionados na frente do colégio. Após ver a chegada dos guardas, o jovem se escondeu em um banheiro do colégio.

Leia mais notícias de São Paulo

O aluno estava com uma arma de brinquedo, mas o guarda pensou que era de verdade e teria disparado contra o estudante em legítima defesa. A família da vítima diz não acreditar que o jovem ameaçou a diretora da escola e declarou que ele era perseguido por ter dificuldade de aprendizado e acredita em abuso dos guardas.
Assista ao vídeo:





Rio: guardas municipais são flagrados infringindo 4 normas de trânsito

Gustavo Ribeiro | Rio+ | 21/08/2012 19h36
Uma viatura da 4ª Inspetoria da Guarda Municipal do Rio foi vista cometendo pelo menos quatro infrações de trânsito na tarde desta segunda-feira na Avenida das Américas próximo ao Barra Shopping, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade.
Além de ignorar o uso do cinto de segurança, a motorista conduzia o veículo com apenas uma das mãos e com o braço fora da janela. Mas o que mais chamou a atenção do autor do flagrante, o oficial da Reserva do Exército Rafael Machado, de 27 anos, que passava ao lado do automóvel por volta das 17h, foi a quantidade exorbitante de passageiros que circulavam no banco traseiro. Uma das agentes, inclusive, aparece agachada entre os colegas de trabalho.
Foto: Reprodução de Internet
"Eu não tirei a foto pelo fato de a motorista estar com o braço para fora ou sem o cinto, mas justamente pela quantidade de pessoas que havia no carro, quatro adultos. É muito fácil multar a gente quando dirigimos falando ao celular enquanto eles mesmos cometem 4 infrações de uma só vez", disse Rafael ao SRZD.
Em entrevista à nossa reportagem, Rafael também contou que esta não foi a primeira vez em que observou guardas municipais desrespeitando as leis de trânsito na Barra da Tijuca. Ele declarou ainda que vai pensar melhor antes de entrar com uma denúncia oficial contra os infratores por temer represálias.
"A gente nunca sabe até que ponto isso pode prejudicar o próprio delator. Já vi muitas vezes no jornal algumas pessoas serem multadas sem nem ter carro. Antes, vou conversar melhor com minha esposa, que é advogada", alega Rafael, que publicou a foto do flagrante em sua página do Facebook na manhã desta terça-feira. Em apenas oito horas, 1.648 pessoas revoltadas com a cena já tinham compartilhado a fotografia. O rapaz ficou surpreso com a repercussão.
"Isso foi engraçado porque ontem mesmo eu estava com o celular e pedi para minha esposa postar naquele momento, mas por algum motivo ela não colocou. Hoje eu vi que ela não tinha feito esse compartilhamento, aí coloquei de manhã. Agora, mexendo aqui de tarde, percebi que já tem mais de 1.600 pessoas compartilhando. Não sabia que ia ter essa tamanha repercussão", contou.
Em nota, a assessoria de comunicação da Guarda Municipal do Rio informou que vai apurar as circunstâncias e identificar os guardas que aparecem na foto. O órgão também solicita que o denunciante entre em contato com o telefone 1746 para informar a data e o horário em que a fotografia foi feita para facilitar a apuração.
Leia também:

21/08/2012 09h43 - Atualizado em 21/08/2012 09h43

Zona Norte de Aracaju

Ele teve documentos, cartões e até a farda roubada pelos bandidos.
Roubo ocorreu quando ele seguia para o trabalho na cidade de Estância.

Do G1 SE
Comente agora
Um guarda municipal da cidade de Estância (SE), a 68 km de Aracaju, foi alvo de dois assaltantes na madrugada desta segunda-feira (20), no Bairro Santos Dumont, Zona Norte da capital sergipana.
O assalto ocorreu quando ele seguia para o trabalho. A vítima foi abordada pelos suspeitos, que estavam em uma motocicleta, quando transitava a pé por uma avenida do bairro.
Armados os homens anunciaram o roubo e levaram a carteira com documentos pessoais e cartões bancários, além da farda da guarda municipal.
O caso foi registrado na Delegacia Plantonista, no Centro de Aracaju.
 
21/08/2012 às 09:02h

Incêndio destrói vegetação em morro do Fidié

Compartilhar no Orkut
Na tarde desta segunda-feira (20), um incêndio destruiu parte da vegetação do morro do Fidié no centro de José de Freitas. De acordo com a Guarda Municipal, o incêndio pode ser criminoso, já que foi encontrado um isqueiro na região onde o fogo se alastrou. Moradores da região do morro, afirmam que todos os anos convivem com essa problemática de focos de incêndios.
Antes da chegada do Corpo de Bombeiros, uma equipe da Guarda Municipal já trabalhava no sentido de controlar o fogo, mas como a GM não dispõe de equipamentos adequados, o Corpo de Bombeiros foi acionado, para combater as chamas, que já havia consumido cerca de 40% da vegetação do local.
(Redação Teresina)

Segurança

Briga de guarda municipal com cobrador para o trânsito

Publicada em 21/08/2012 13:30:39
Um confronto entre um guarda municipal e um cobrador de ônibus da empresa Barramar forçou parte dos rodoviários a interromper, por mais de uma hora, o serviço de ônibus na Estação Pirajá. 
 
A confusão assustou passageiros, que aguardavam coletivo dentro da própria estação, por volta das 18h30 da segunda-feira (20). 
 
De acordo com testemunhas, que preferiram o anonimato, o tumulto teve início logo após o agente municipal ter dado um soco no rosto do trocador. As circunstâncias da discussão ainda não foram esclarecidas.
 
Conforme o Sindicato dos Rodoviários, um representante da direção da empresa onde trabalha o cobrador acompanhou o funcionário até o 11º Delegacia (Tancredo Neves) para fazer um boletim de ocorrência contra o guarda. 
 
Como ato de repúdio, alguns rodoviários impediram a saída de ônibus da Estação Pirajá, fechando os acessos ao local. 
 
No entanto, assessoria da Guarda Municipal deu outra versão para o caso. O órgão vem realizando uma operação diária naquela estação - em dois horários desde 13 de agosto.
Na segunda-feira, os guardas tentaram parar um motociclista sem capacete, que trafegava acima da velocidade permitida na via exclusiva para ônibus.
Ainda segundo o órgão municipal, o motociclista teria se identificado como rodoviário e disse que iria passar. Um agente teria chamado o gerente de operações para solicitar a presença da Superintedência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador).
Quando a placa estava sendo anotada, o cobrador teria se juntado a outros colegas e iniciado a discussão. A corporação assegura que não houve agressão por parte do guarda. 


Segurança

Briga de guarda municipal com cobrador para o trânsito

Publicada em 21/08/2012 13:30:39
Um confronto entre um guarda municipal e um cobrador de ônibus da empresa Barramar forçou parte dos rodoviários a interromper, por mais de uma hora, o serviço de ônibus na Estação Pirajá. 
 
A confusão assustou passageiros, que aguardavam coletivo dentro da própria estação, por volta das 18h30 da segunda-feira (20). 
 
De acordo com testemunhas, que preferiram o anonimato, o tumulto teve início logo após o agente municipal ter dado um soco no rosto do trocador. As circunstâncias da discussão ainda não foram esclarecidas.
 
Conforme o Sindicato dos Rodoviários, um representante da direção da empresa onde trabalha o cobrador acompanhou o funcionário até o 11º Delegacia (Tancredo Neves) para fazer um boletim de ocorrência contra o guarda. 
 
Como ato de repúdio, alguns rodoviários impediram a saída de ônibus da Estação Pirajá, fechando os acessos ao local. 
 
No entanto, assessoria da Guarda Municipal deu outra versão para o caso. O órgão vem realizando uma operação diária naquela estação - em dois horários desde 13 de agosto.
Na segunda-feira, os guardas tentaram parar um motociclista sem capacete, que trafegava acima da velocidade permitida na via exclusiva para ônibus.
Ainda segundo o órgão municipal, o motociclista teria se identificado como rodoviário e disse que iria passar. Um agente teria chamado o gerente de operações para solicitar a presença da Superintedência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador).
Quando a placa estava sendo anotada, o cobrador teria se juntado a outros colegas e iniciado a discussão. A corporação assegura que não houve agressão por parte do guarda. 

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!