Cadastre seu Email

segunda-feira, 6 de junho de 2011

GM Ibiúna - Emoção e fé marcam homenagens a São Sebastião

da assessoria de imprensa da prefeitura de Ibiúna Milhares de pessoas, entre fiéis e turistas, prestigiaram a procissão da chegada de São Sebastião a Ibiúna, ocorrida na última semana. Foram cinco dias de festa, entre apresentações culturais e atos religiosos em homenagem ao santo co-padroeiro do município. A Festa de São Sebastião é uma realização da Igreja Católica, com apoio da Prefeitura de Ibiúna, por meio das secretarias de Governo, Cultura e Turismo e Esporte e Lazer. De acordo com a Guarda Municipal, mais de 30 mil pessoas compareceram às celebrações deste ano, número que superou as expectativas da organização. “Para nós, da administração, é muito satisfatório ver todas essas pessoas. Ajudamos a preparar a festa com muito carinho, pensando em todos os aspectos, principalmente segurança e diversão”, destaca o secretário de Governo Joel Fais. Turistas aprovam O esmero na organização agradou a fiéis e demais pessoas que participaram das celebrações. Moradora de São Paulo, Márcia de Souza prestigia o evento desde 2007. “No ano passado já estava melhor, mas, desta vez, a organização se superou. A festa está perfeita!”, aponta. Medidas de segurança a favor da diversão Durante as celebrações, a Guarda Civil Municipal, a Polícia Militar, a Polícia Civil e o grupo de seguranças contratado pela comissão de festa atuaram de forma eficiente e não deixaram brigas e confusões atrapalhar a diversão do público. Revista Na Área de Lazer, onde aconteceram os shows, houve revista no sentido de evitar a presença de pessoas má intencionadas, portando armas ou objetos cortantes. A atitude rendeu elogios à Prefeitura. “A festa foi excelente. Não presenciei nenhum tumulto ou coisa parecida. Parabéns”, disse um cidadão. Graças a esse trabalho de revista, impediu-se a entrada de um cidadão que portava um revólver. Ele foi encaminhado à delegacia, e a segurança dos que prestigiaram o evento foi garantida. “Durante anos, as festas de Ibiúna foram sinônimo de confusão e violência. Nosso governo está empenhado em limpar essa mancha no nome do município e se, para isso, for preciso investir na segurança de nossos eventos, assim o faremos”, promete o secretário Joel Fais. Na caixa de email da Prefeitura, também foram muitos os elogios. “É a primeira vez temos revista na portaria da festa, e achei ótimo. Trouxe mais tranquilidade para nós que levamos nossos filhos a esse evento”, opinou um munícipe. No canal de mídia social da Prefeitura, o Facebook, assim que postado sobre a festa a resposta dos seguidores foi imediata. “Sensacional, aliás, é o primeiro ano em que as pessoas são revistadas antes de entrarem no parque. Acho que isso demonstra a busca contínua para a melhoria da segurança, tanto das pessoas que moram na cidade, como daquelas que foram para prestigiar o evento”. Romeiros demonstram sua fé Para os fiéis que anualmente seguem a rota sertão-centro de Ibiúna, o dia começou cedo. Às 6h30 iniciou a missa na capela de São Sebastião, no bairro do Pocinho. Em seguida começou a caminhada, que terminou por volta das 18h30, na chegada ao coreto da Av. São Sebastião. Aguardados por fiéis, párocos, festeiros e população, São Sebastião desceu em procissão à Praça da Matriz, onde aconteceu a missa campal. O prefeito Coiti Muramatsu participou da missa da madrugada, no sertão, e fez um percurso da caminhada com os fiéis. Ele, inclusive, carregou o santo por alguns instantes. À tarde, Coiti e os secretários Joel Fais e Choji Miyake visitaram os fiéis que estavam na fazenda Santa Izabel. À noite, o prefeito aguardou a chegada do santo no coreto da Av. São Sebastião, acompanhado da primeira dama e dos secretários. “Procuro participar de todas as atividades, porque gosto de estar no meio do povo. Como prefeito, tenho de saber se tudo está bem com a população”, disse Coiti, na ocasião. Público se divertiu ao som de grandes artistas O frio intenso, típico do mês de maio, não foi capaz de espantar o público dos shows, que prestigiaram os cinco dias de festa. Suellen Santos, da Bandaêra, abriu a programação, seguida pela dupla Chrystian e Ralf, que lembraram as canções românticas que marcaram época. Dia 29, a dupla Gilberto e Gilmar levantou poeira, junto com Kadu e Kaique. Esse show, aliás, contou com a participação especial de um cantor novato na música sertaneja: o secretário Paulinho da Saúde, que, com seu bom humor e descontração característicos, soltou a voz ao lado dos famosos. Já na véspera de feriado, dia 30, quem comandou a festa foi a lenda da música sertaneja, Sérgio Reis. O cantor emocionou o público tocando seu berrante e cantando menino da porteira. Finalizando a festa, o grupo Samba Livre brindou o público presente com o melhor do pagode. Artistas regionais Na Praça da Matriz, a festa foi comandada por artistas da cidade. Teve até Lady Gaga no repertório, que fez o público dançar. Além da intérprete da música internacional, quem mandou bem foram as duplas sertanejas, entre elas Serginho e Regina, Renan e Jairo e Luciano Fest Show. Guarita da GM: sai ou fica? Quem passou pela Praça da Matriz e pela Área de Lazer durante os dias de festa foi convidado a votar no plebiscito sobre a permanência da guarita da GM. A votação para saber se ela deve ou não ser retirada da praça foi prorrogada. A urna está no Paço Municipal e, depois, seguirá para algumas escolas da Rede Municipal. Na cédula o cidadão pode votar se é a favor ou contra a retirada, votando Sim ou Não. A título de esclarecimento, o SIM significa que é favor da retirada e o NÃO que é contra.

Guarda se entrega após tentar matar a mulher e fugir em Sertãozinho

Ele se escondeu em um canavial, armado, e foi cercado pela polícia; se entregou três horas depois Da reportagem Tamanho da Letra A- A+ O guarda municipal Emerson da Silva, de Sertãozinho, foi preso depois de tentar matar a mulher, na noite deste sábado (4), e acabou sendo cercado pela Polícia Militar em um cana vial próximo à rodovia Antonio Sarti, na zona rural de Sertãozinho. A Polícia Militar foi acionada, por volta das 19 horas, por uma pessoa que viu Silva discutindo com a mulher em um carro na vicinal. Quando a polícia chegou ao local, o guarda municipal tentou fazer a mulher de refém, mas ela conseguiu escapar. Silva chegou a atirar, mas não a atingiu. Depois ele se escondeu no mato. A Polícia Militar fez um cerco no local, inclusive com a ajuda do helicóptero Águia e com o auxílio da Guarda Civil Municipal de Sertãozinho. Depois de mais de três horas de negociação, Emerson Silva se entregou. Ele foi preso e encaminhado ao Centro de Detenção Provisória. Afastado O comandante da Guarda Municipal de Sertãozinho, Umberto Coelho da Silva, informou que Emerson da Silva está afastado da guarda há dois anos, depois de ter passado por uma cirurgia na coluna. Ele disse que a arma encontrada com ele não é da Guarda Civil de Sertãozinho.

GCMs de São Caetano podem usar arma fora do horário de trabalho

Da Redação A Associação Desportiva da Guarda Civil Municipal de São Caetano, obteve na Justiça um hábeas corpus que assegura aos guardas do município usarem armas mesmo fora do horário de trabalho. A decisão foi da juíza Milena Dias, da 2ª Vara Criminal do fórum da cidade. A lei do desarmamento diz que em municípios com população entre 50 mil e 500 mil habitantes, os guardas não devem usar armas fora do horário de trabalho. "Ora, em princípio, e considerando que por expressa disposição legal, os guardas municipais de São Caetano estão autorizados a portar arma de fogo quando em serviço, não parece razoável a proibição do porte após o horário de serviço unicamente em função do número de habitantes. Especialmente pela cidade estar encravada entre São Paulo, São Bernardo e Santo André, locais onde a GCM pode portar arma de fogo mesmo após o horário de serviço. São Caetano padece, lamentavelmente, dos mesmos problemas de segurança das demais cidades do ABC e da Capital", destacou a magistrada ao conceder a liminar. "Esse salvo-conduto é uma conquista muito importante que resolve uma injustiça antiga. Porque é que quando o guarda está fardado e de serviço ele é considerado apto para usar arma e quando está de folga a aptidão não é considerada?” pergunta o presidente da Associação. "O salvo-conduto vai trazer uma importante retaguarda para o guarda", continua Mizael. Os guardas contaram com assessoria técnica da Aseam (Associação Sancaetanense Emília Alfredo Manganotti) para a elaboração do hábeas corpus. O advogado da entidade, Marcos Lisboa, disse que agora o guarda já pode usar arma fora do horário de serviço desde que a mesma seja registrada. "A discussão é quanto ao artigo sexto da lei do desarmamento, que causa uma discriminação entre as cidades. Os guardas que usavam suas armas particulares fora do trabalho estavam sendo presos por porte ilegal. Agora isso não vai acontecer mais", disse. PROMOÇÃO A prefeitura entrega hoje às 10h30, as novas divisas a 27 guardas aprovados em concurso. A cerimônia ocorre no Palácio da Cerâmica, com a presença do prefeito José Auricchio Jr (PTB).

CG- CONFUSÃO ENTRE POLÍCIA MILITAR GUARDA MUNICIPAL 06-06-2011

Guarda Municipal de Belo Horizonte vão usar arma apartir de julho de 2011

Até 15 de julho, após mais de oito anos de expectativa, os guardas municipais de Belo Horizonte (MG) terão permissão de portar armas de fogo. São 300 revólveres calibre 38 e 50 pistolas 380 para ajudar na proteção patrimonial. As informações são do Hoje em Dia. O porte de arma já está em fase de confecção, segundo o comandante da corporação, coronel Ricardo Belione. Do total de 1.800 guardas, cerca de dois terços (1.200) estão aptos a atuar armados. Eles já receberam treinamento da Polícia Militar, se submeteram a testes psicológicos, investigação social e curso de tiro, requisitos do Estatuto do Desarmamento. No entanto, apenas 350 deles – os que atuam em postos de saúde e escolas em áreas mais críticas – portarão revólveres e pistolas semiautomáticas. O armamento a ser usado pela Guarda, incluindo 13.382 munições, foi comprado em 2006, ao custo de R$ 900 mil, e está sob a responsabilidade da Polícia Militar em um batalhão, que não foi divulgado. O comandante também revelou que a corporação receberá 500 tasers (armas de choque não letais), fruto de um convênio com o Ministério da Justiça. A arma é a mesma a ser usada pela Guarda Municipal de Uberaba, no Triângulo Mineiro. Entretanto, a Polícia Federal em Minas informou que ainda não concedeu autorização para a Guarda Municipal de Belo Horizonte atuar armada. Para que isso ocorra, o município precisa comprovar que atendeu todas as exigências previstas em um convênio entre a corporação e a prefeitura. Entre eles, o teste de aptidão e de psicotécnico. Mas a documentação ainda não chegou à Polícia Federal. No início da noite da quinta-feira (2), cerca de 60 guardas municipais fizeram um protesto pela concessão do porte de arma diante da sede da corporação, na avenida dos Andradas. Um ataque a uma viatura motivou a manifestação. O veículo foi atingido por tiros no Bairro 1º de Maio, Região Norte da capital. Quatro guardas municipais que estavam no local no momento do ataque não ficaram feridos. Belione avaliou que houve precipitação dos manifestantes, uma vez que o processo de concessão de porte está na fase final. O comandante informou que todos os participantes do movimento serão alvo de processos administrativos

GM ARMADA VOLTA REDONDA RJ

GM ARMADA Prefeitura assina convênio com a Polícia Federal Volta Redonda O prefeito Antônio Francisco Neto (PMDB) assinou, na tarde de hoje (3), um convênio com a PF (Polícia Federal) que autoriza o porte de armas a guardas municipais. Além do prefeito, oficializaram o convênio o superintendente regional da Polícia Federal no Estado do Rio, Valmir Lemos de Oliveira; a delegada da PF de Volta Redonda, Carla de Melo Dolinski; e o comandante da GM (Guarda Municipal), Luiz Henrique Monteiro Barbosa. Matriz Curricular Nacional Segundo Neto, os guardas tiveram que cumprir a Matriz Curricular Nacional, com o cumprimento de 578 horas/aulas, curso de tiro e teste psicotécnico, ambos ministrados pela Polícia Federal. O prefeito ressaltou, no entanto, que a Guarda Municipal será rigorosa na liberação das armas. - Liberamos as armas dentro da legalidade e os guardas se prepararam para isso. Usar arma é um suporte a mais a todas as ações que a GM vem desenvolvendo em prol da segurança pública no município - falou o prefeito. 58 Aprovados Luiz Henrique, comandante da GM, disse que do total do efetivo da GM - 250 guardas - 58 deles foram aprovados em todas as etapas exigidas pela Polícia Federal e estão aptos a andar armados. Os agentes irão utilizar revólveres calibre 38. O comandante frisou, porém, que apenas cinco guardas utilizarão as armas diariamente na segurança do patrimônio público. - O fato dos guardas estarem armados não significa violência. É um mecanismo que deve ser utilizado dentro de uma hierarquia somente quando necessário em última estância, preservando a vida - garantiu. Em 2009, ao assumir o comando da Guarda, o comandante Luiz Henrique retirou as armas dos 300 agentes que andavam armados. Os revólveres foram acautelados na sede da corporação, até que fossem cumpridas todas as etapas exigidas pela Polícia Federal. A Guarda criou uma corregedoria e ouvidoria da corporação e também assinou um acordo, com o Clube de Tiro Cicuta, localizado na Fazenda São Lucas, no Jardim Guanabara, em Barra Mansa, onde fará treinamentos num estante de tiro, conforme a Lei 10.826/03, que trata do registro, posse e comercialização de armas de fogo e munição, e do Sinarm (Sistema Nacional de Armas). O superintendente regional da Polícia Federal no Estado do Rio, Valmir Lemos de Oliveira, declarou total a apoio à prefeitura. - Acompanho esse histórico há alguns anos e sabemos das dificuldades que os municípios têm para ter uma GM. Esse investimento vai refletir num futuro mais tranquilo. A Guarda, no que depender da PF, pode contar com o nosso apoio - enfatizou, ao parabenizar o prefeito pela iniciativa. A delegada da PF em Volta Redonda, Carla de Melo Dolinski, disse que a parceria entre a prefeitura e a polícia é muito importante para a segurança pública da cidade: - Não tenho dúvidas de que os guardas municipais vão desenvolver um bom trabalho. Eles foram bem treinados e estão aptos a utilizar a arma. Leia mais: http://diariodovale.uol.com.br/noticias/5,41351,Prefeitura-assina-convenio-com-a-Policia-Federal.html#ixzz1OVVgCRH4

GUARDA MUNICIPAL/PM GOIANIA

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!