Cadastre seu Email

quarta-feira, 23 de abril de 2014

Terça, 22 Abril 2014 20:03

Aprovada criação da Guarda Municipal

Aprovada criação da Guarda Municipal

Projeto recebeu apenas um voto contrário
A reunião ordinária dessa segunda-feira (14) contou com pequeno público na assistência, mas com uma pauta um tanto extensa de pedidos de providência e de informação, e também projetos de lei.
O polêmico projeto que cria a Guarda Municipal em Tramandaí foi à votação final, gerando muita discussão, apesar de ter encontrado resistência apenas no voto do vereador Clairton Sessim (PRB), que foi contrário ao projeto.
“Não sou contra uma guarda municipal, mas da maneira como ele se apresenta, tendo como principais pontos negativos, o fato de ter sido negada prerrogativa dos vereadores de votarem projetos sobre o regulamento desta lei (referindo-se a sua emenda rejeitada anteriormente); as atribuições dadas aos agentes que não são de competência legal dos mesmos; e se o salário deles é de R$1.094,00, para fazer o mesmo trabalho de um vigia, que se contrate vigias, que ao menos é mais barato para os cofres públicos “, disse Clairton.
O vereador Marcio Batata (PP) afirmou “É com pesar que voto favoravelmente a esse projeto, porque acho que seis agentes é muito pouco e com o salário de R$1.094 não haverá ninguém interessado no concurso público “.
Em defesa do projeto, falaram os vereadores Flavinho Corso (PDT) e Leandro da LS (PMDB), lembraram dos problemas iniciais da Guarda Municipal de Imbé e que hoje satisfaz a população. Também defenderam o projeto os vereadores Paulo Costa (PMDB) e Lauda Cardoso (PMDB), explicando que o concurso público para os cargos de agentes só poderá ocorrer após a aprovação da lei criando a guarda municipal, outro ponto abordado pelo vereador Clairton. O projeto acabou aprovado com 12 votos a favor e um contra.
De acordo com secretário de Segurança, Trânsito e Direitos Humanos, Álvaro Butelli haverá 6 contratações emergenciais para que a Guarda possa iniciar os trabalhos. Os contratados terão de ter Ensino Médio completo, experiência na área de segurança, e passarão por teste de capacidade física e treinamento na Academia de Polícia. O contrato terá validade por um ano, podendo ser prorrogado por mais um ano. Assim que o órgão for criado, haverá concurso público para a contratação de 12 profissionais que entrarão no lugar dos funcionários temporários.

Opinião - A Guarda Municipal e o Poder de Polícia

"Já algum tempo vemos pessoas e até mesmo algumas ligadas ao Direito afirmar que a Guarda Municipal não tem poder de polícia, logo, várias de suas ações seriam inconstitucionais. Pois bem, de forma singela e muito breve procuraremos analisar o tema começando pelo que seria o poder de polícia. Primeiro é importante ressaltar que de fato, a Guarda Municipal não possui poder de polícia, assim como também não a possui a Policia Militar, a Policia Civil, a Policia Federal, Corpo de Bombeiros, enfim NENHUMA POLÍCIA NO BRASIL POSSUI PODER DE POLÍCIA. Isto ocorre por força do artigo 78 do CTN, que nos informa que o poder de polícia é a atividade da Administração Pública que limita ou disciplina direitos, interesse ou liberdade na prática de ato ou abstenção de fato em razão de interesse público relativo à segurança, higiene, ordem, disciplina da produção e do mercado, exercício de atividades econômicas dependentes de concessão ou autorização do poder público....
Assim sendo, fica claro que quem legitimamente possui poder de polícia são os entes federativos, nele compreendidos a União, os Estados Membros, Distrito Federal e Municípios. Logo, tais entes delegam a seus órgãos e agentes o exercício do poder de polícia da qual são titulares, mas que esses órgãos e agentes não possui, ou seja, possuir poder de polícia é diferente de exercer poder de polícia. Para ficar mais claro ao amigo leitor citamos alguns exemplos: o Procon, ao limitar e disciplinar direitos no âmbito da relação de consumo, exerce poder de polícia em nome da Administração que é quem possui tal poder. Os órgãos do meio ambiente, como Fatma, Famcri ao limitar e regular direitos e até mesmo impor sanções dependendo de seus limites ambientais, exercem poder de polícia. 
Na segurança Pública, nosso legislador constituinte preferiu “fatiar” o exercício do poder de polícia em várias partes, tendo cada órgão um pedacinho de exercício de tal poder. No âmbito federal nosso legislador dividiu o exercício de tal poder em três partes: Policia Federal, Policia Ferroviária Federal e Polícia Rodoviária Federal. No plano Estadual também foi dividido em três partes: Policia Civil, Policia Militar e Corpo de Bombeiros Militar, e quanto aos municípios que com o advento da CF88 passou a ter o status de ente federativo, lhe foi facultado criar a Guarda Municipal que exerce poder de policia no âmbito da segurança pública dentro de seus limites.

Aliás, 
todos como podemos perceber exercem um pedacinho do poder de policia que pertence ao seu respectivo ente federativo dentro de limites estabelecidos, de modo que não há PODER DE POLÍCIA DA POLÍCIA, mas sim um poder de polícia que não pertence a nenhuma polícia, mas sim aos entes federados e que delegam pedaços pequenos do exercício a cada instituição. Podemos então perceber que é uma grande bobagem quando ouvimos falar que a Guarda não pode fazer determinada coisa por não possuir poder de polícia. Ela não possui realmente, mas a exerce, assim como todas as instituições policiais. A Guarda Municipal não é polícia, nem o Guarda Municipal é policial, de fato, são servidores públicos investidos no exercício do poder de polícia emanada do ente federativo Município. Porém vale lembrar que “quem guarda, vigia e quem vigia, policia”. E exerce esse poder dentro de limites estabelecidos em lei. 
Aprofundando um pouco mais o estudo da Segurança Pública vemos problemas demais nesta área, isto ocorre porque não existe comunicação da forma necessária entre as várias instituições, de modo que o crime acaba se beneficiando de tal problema. Se não bastasse, vemos escancaradamente instituições policiais “tomando” o poder de outra de modo que, se nenhuma polícia consegue fazer seu trabalho de modo satisfatório dentro dos limites estabelecidos, o que dizer quando uma toma ou tenta tomar as funções de outra? Existem várias inconstitucionalidades em ações de determinadas polícias. 
Percebemos, portanto que ao invés de nos preocuparmos em melhorar em qualidade de todas as instituições policiais e a Guarda Municipal equipando-a devidamente), alguns se preocupam em alegar que a Guarda Municipal não possui poder de polícia, o que acabamos de explicar acima o mal entendido sobre.
Por fim, precisamos por um lado acabar com as rixas e brigas internas na Segurança Pública, cada instituição deve respeitar seus limites (pois não é cabível policia administrativa fazendo as vestes de polícia judiciária e vice-versa, ao menos que se institua o ciclo completo de polícia que seria motivo para outro artigo), bem como melhorar a comunicação entre elas. Junto a isso só teremos resultados na diminuição da criminalidade se ao lado da segurança pública de qualidade, tivermos ações afirmativas dos entes federativos em prol da diminuição das desigualdades sociais, ou seja, é uma via de mão dupla, pois por um lado temos que ter a segurança pública prevenindo e reprimindo o crime, e por outro o Estado atuando com ações sociais de inclusão, pois só assim resultados significativos surgirão. 
Somente assim poderemos vislumbrar num futuro próximo, a diminuição dos problemas criminológicos que assolam nossa sociedade e fazem pessoas viverem em estado de terror psicológico, pelas proporções que o crime vem tomando principalmente em nossa cidade Criciúma". 

Rodrigo Darela de Souza – Guarda Municipal graduado em História, graduando em Direito e pós-graduando em Direito Pena
Internautas querem GM armada, mas Piau resiste e prefere Taser

Compartilhar:

Enquete realizada pelo Jornal da Manhã aponta que 80,6% dos internautas são a favor do uso da arma de fogo pela Guarda Municipal. Ao todo, 2.183 pessoas responderam à pergunta até agora e apenas 19,4% se manifestaram contra o armamento da corporação.
Apesar do posicionamento popular, o prefeito Paulo Piau (PMDB) não é adepto da proposta do uso de arma de fogo pelos guardas municipais. “A GM tem uma finalidade específica que é a proteção ao patrimônio público, não o confronto com a criminalidade. O combate ao crime é o dever da Polícia Militar”, argumenta.
O armamento dos guardas foi levantado em fevereiro pelo vereador Kaká Se Liga (PSL), após visita à Guarda Municipal de Sertãozinho (SP). Na cidade paulista, a corporação instituiu o uso de armas de fogo em 1963.
Mesmo negando a adoção do mesmo modelo em Uberaba, o prefeito afirma que estará aberto para debater a proposta com os interessados. Segundo ele, os defensores da ideia precisam apresentar argumentos para comprovar a necessidade da medida. “Se me convencerem que colocar uma arma na mão de um guarda é importante, claro que vou atender à solicitação. Mas a princípio sou a favor da guarda com a Taser [arma não letal] e trabalhando no trânsito ou cuidando da segurança na porta das escolas e dos prédios públicos”, ressalta.

Jovem é preso após agredir guarda municipal na Grande BH

Detido participou de crime que terminou na morte de policial em 2013

Do R7 com Record Minas
Talissom Gabriel Lacerda já tinha passagens pela políciaRecord Minas
Um homem de 18 anos foi preso após agredir um guarda municipal em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Talissom Gabriel Lacerda foi abordado ao ser flagrado usando loló em praça pública.
Armado com uma pistola calibre 380 carregada, o jovem tentou sacar a arma ao fugir correndo mas, por sorte dos guardas, a pistola caiu e o suspeito não conseguiu pegá-la.
Uma porção de maconha e quase R$ 100 também foram recolhidos com Lacerda, que apresentava marca de tiro em uma das pernas.
Em março do ano passado, o detido, que ainda era menor, tentou roubar um carro, no bairro Floramar, na região norte da capital mineira. Durante perseguição policial, um policial militar à paisana foi baleado e morreu na hora. Pelo homicído, o jovem ficou preso por nove meses.
Lacerda foi detido em flagrante e encaminhado à Delegacia de Plantão de Contagem.



 
  • Espalhe por aí:
  •      
  •    

'Aplicação de multa por PM e Guarda preocupa', diz presidente da Emdec

Secretaria de Transportes só retomará análise sobre medida após a Copa.
Ex-titular da pasta havia sugerido que guardas também autuassem.

Do G1 Campinas e Região
3 comentários
Carlos José Barreiro, secretário de Transportes de Campinas (Foto: Fernanda Sunega / PMC)Secretário de Transportes de Campinas, Carlos
José Barreiro (Foto: Fernanda Sunega / PMC)
A proposta que permite Guarda Municipal e pela Polícia Militar (PM) aplicarem multas em Campinas (SP) será reavaliada pela Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec) após a Copa do Mundo. A informação é do secretário municipal de Transportes e presidente da Emdec, Carlos José Barreiro. Em 2013, um convênio entre a Prefeitura e a PM foi anunciado e o então titular da pasta, Sérgio Benassi, chegou a propor ao prefeito Jonas Donizette (PSB) que parte do contingente da Guarda também aplicasse este tipo de multa, mas, após um ano, a medida não foi colocada em prática.
Após assumir o cargo, em janeiro deste ano, Barreiro tomou conhecimento da proposta, mas revelou ao G1 que o assunto preocupa porque os papéis da corporação podem ser confundidos. "O nosso agente [de mobilidade urbana] tem um treinamento muito específico para poder fazer uma autuação. O papel institucional da aplicação de multas é da Emdec, e compartilhar essa função com a PM e a Guarda é algo complexo e que requer estudo mais aprofundado", defende. Ele assumiu a secretaria em janeiro e afirma que o assunto referente às multas só voltará à pauta da Emdec no segundo semestre.
Convênios
O convênio com a PM para as autuações de trânsito em Campinas foi anunciado pelo prefeito durante a reunião do dia 8 de abril do Gabinete Metropolitanos de Gestão Estratégica de Segurança Pública (Gamesp). Na ocasião, o chefe do Executivo, que usou como bandeira na campanha eleitoral o combate ao que chamou de "indústria das multas", admitiu que a ampliação do poder dado aos policiais poderia restringir o controle contra este tipo de ação, mas enfatizou a importância do aumento do efetivo fiscalizador.
De acordo com o secretário municipal de Segurança Pública, Luiz Augusto Baggio, o acordo com os militares prevê que parte do contingente da PM execute a função de autuar motoristas flagrados em infrações corriqueiras, como passar pelo sinal vermelho, desrespeitar sinalização, entre outras. Os termos do convênio foram enviados para análise da Secretaria da Segurança Pública do Estado antes da publicação.

Segundo o secretário municipal de Transportes, até o momento não há posicionamento sobre a questão. Já a proposta do então presidente da Emdec Sérgio Benassi foi vetada por Jonas Donizette no fim do ano passado.
tópicos:
Prefeitura esclarece que Olarte não sabia de armas e Guarda Municipal cuidará do caso 


Através de nota, a Prefeitura Municipal de Campo Grande informou que o prefeito Gilmar Olarte (PP) não sabia que os dois guardas municipais, presos na manhã desta sexta-feira (11), estavam armados e a situação o pegou de surpresa.
A Assessoria de Comunicação da Prefeitura explicou ainda que um processo administrativo foi instaurado para apurar o caso.O comandante da Guarda Municipal, coronel Jonys Cabreira cuidará do processo.
Caso - Dois seguranças do prefeito de Campo Grande, Ricardo Aguiar Castelhano, de 37 anos e Fabiano Oliveira Neves, 34, foram presos hoje por porte ilegal de arma de fogo e de uso permitido. Ambos disseram que são guardas municipais e trabalham fazendo a segurança do chefe do Executivo.


Fonte: Juliana Rezende - Capital News (www.capitalnews.com.br) 
  

Firmada parceria entre Deam-VR e Guarda Municipal para entrega de intimações

FOTO: DIVULGAÇÃO
Delegada da Deam-VR e o comandante da GMVR durante encontro

VOLTA REDONDA
A exemplo do que aconteceu entre a 93ª Delegacia de Polícia (DP) e a Guarda Municipal (GMVR), a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam-VR) acaba de firmar parceria com a corporação para a entrega de intimações. A parceria foi firmada no final da tarde de terça-feira durante reunião entre o comandante da GMVR, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa, e a delegada titular da Deam, Maria Madalena Carnevale Alves Tomelin, na Deam.
Vale lembrar que a parceria entre a 93ª DP e a Guarda Municipal, em setembro do ano passado, já rendeu bons resultados, com a entrega de 1.046 intimações, até ontem, desafogando assim o serviço. Segundo declarou o comandante da GMVR, com o resultado positivo desse trabalho junto à 93ª DP, foi procurado pela delegada da Deam-VR para saber se a mesa parceria poderia ser firmada com a Deam.
O Comandante disse ainda que, após receber o convite, consultou o governo municipal, que concordou com a parceria. Diz acreditar que esse trabalho será de grande valia, já que a Deam tem um atendimento diferenciado. “Por exemplo, um tapa que foi dado hoje pode se transformar em uma agressão com potencial bem mais grave, caso o desenrolar não seja rápido”, analisou o comandante, acrescentando que o serviço vai contribuir para diminuir a violência praticada contra a mulher.
Para o comandante, a agilidade do trabalho de investigação irá contribuir para reduzir a prática de ilícitos, uma vez que acaba com a sensação de impunidade, evitando que aquela pessoa possa vir a cometer algo mais grave ainda. “Temos que nos preocupar sempre com o combate da violência contra a mulher”, ressalta lembrado que essa parceria já existe em outros municípios.
A delegada Maria Madalena informou que assumiu a Dean há dois meses e que já tem uma boa quantidade de intimações para serem entregues. “Já vamos começar a separar agora mesmo as mais urgentes”, declara , ressaltando que, para  facilitar o trabalho do GM, as intimações serão divididas por bairro, como já é feito na 93ª DP, sempre preservando a integridade do guarda. Por isso serão reservadas apenas as que tiverem menor potencial ofensivo, como calúnia, difamação e ameaças, ficando os mais graves a cargo dos policiais.
Ainda segundo a delegada, o efetivo da Deam em Volta Redonda é pequeno e o policial tem que fazer a ocorrência e ainda entregar as intimações, que acaba afastando-o da Delegacia e contribuindo para a demora no atendimento diário e no desenrolar da ocorrência propriamente dita. Lembrou ainda que, essa ajuda vai contribuir para que as ocorrências sejam resolvidas com mais rapidez.
Vale lembrar que, ficou acordado que o serviço será iniciado hoje e que o inspetor Valdo estará encarregado de pegar as intimações, todas as quintas-feiras. O guarda terá um prazo de dez dias para dar o retorno.

Postado em 10/04/2014 08:18:23
22/04/2014 - 22h47

Câmara aprova aposentadoria especial para mulher policial

Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Votação do PLP 275/01, do Senado, que dá condições especiais à aposentadoria da mulher servidora policial
Plenário aprovou projeto que reduz tempo de aposentadoria voluntária de mulher policial.
O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira o Projeto de Lei Complementar 275/01, do Senado, que permite a aposentadoria voluntária da policial mulher com 25 anos de contribuição, desde que contem com, pelo menos, 15 anos de exercício de cargo de natureza estritamente policial. A matéria será enviada à sanção presidencial.
A regra atual é de aposentadoria voluntária aos 30 anos de contribuição e 20 anos de atividade estritamente policial, tanto para homens quanto para mulheres. Se o projeto for sancionado, essa regra permanecerá apenas para os homens.
A proposta, aprovada por 343 votos a 13 e 2 abstenções, introduz novas regras na Lei Complementar 51/85, que disciplina a aposentadoria do funcionário policial. O texto adapta os prazos para aposentadoria às alterações da Constituição Federal de 1988, que estabeleceu exigências diferenciadas para a aposentadoria de homens e mulheres.
Previdência
A deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) afirmou que a aposentadoria especial não vai afetar os cofres da Previdência, como disse o líder do governo, Arlindo Chinaglia (PT-SP). “Essa proposta não afetará o tecido previdenciário, são apenas 4 mil mulheres”, disse. Ela ressaltou que 18 estados já concederam tempo menor para aposentadoria de policiais femininas.
O líder do PPS, deputado Rubens Bueno (PR), lembrou que a Constituição já determina tratamento diferenciado às mulheres policiais.
Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Votação do PLP 275/01, do Senado, que dá condições especiais à aposentadoria da mulher servidora policial. Líder do Governo da Câmara, dep. Arlindo Chinaglia (PT-SP)
Líder do governo, Arlindo Chinaglia, fala em meio às servidoras policiais no Plenário.
Para Chinaglia, no entanto, o projeto vai abrir precedente para que outras categorias peçam o mesmo benefício e pode comprometer o caixa da Previdência Social. “Defendemos uma Previdência que se sustente de fato e que faça justiça social para todos. Não podemos fazer de um projeto de lei mais uma benesse e permitir a abertura de uma avenida que beneficia hoje, mas vai trazer prejuízos depois”, afirmou.
Apesar da orientação do governo, o líder do PT, deputado Vicentinho (SP), disse que o partido é favorável ao projeto.
Já o deputado Ronaldo Caiado (DEM-GO) disse que, caso a proposta venha a ser vetada pela Presidência da República, o partido vai trabalhar para que o Congresso derrube o veto e mantenha a aposentadoria diferenciada para mulher policial.

Íntegra da proposta:

Reportagem – Eduardo Piovesan e Carol Siqueira
Edição – Pierre Triboli

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'

sábado, 19 de abril de 2014

Prefeitura de São José assina convênio com Polícia Federal para armamento da Guarda Municipal

Publicado em 02/04/2014 Editoria: São José Comente!



Foto: crédito Aline Scatolin - Secom/PMSJ
Foto: crédito Aline Scatolin - Secom/PMSJ
A solenidade será nesta quinta-feira (3), às 10h, em frente ao prédio da Prefeitura.
Dentro de aproximadamente um mês, os agentes da Guarda Municipal de São José poderão trabalhar com arma de fogo. Nesta quinta-feira (3), às 10h, será assinado o convênio com a Polícia Federal autorizando o uso das armas pelos agentes do município.
A solenidade será realizada em frente ao prédio da Prefeitura. Durante o ato, também haverá a posse do novo Comando da Guarda Municipal de São José e feita a entrega de quatro motos Honda NX 400 Falcon para uso da Polícia Militar.
Antes da solenidade, cerca de 30 agentes receberam na tarde desta quarta-feira (2) um treinamento com o sargento Pierre do 7º Batalhão da Polícia Militar, com orientações quanto ao emprego da arma de fogo, cuidados básicos, manuseio da arma e abordagem de pessoas. Outros treinamentos serão realizados até o final do mês para atender todos os agentes.
O sargento Pierre explica a importância do treinamento antes do agente sair na rua portando uma arma. “O treinamento serve para evitar que os agentes tomem atitudes errôneas e que venham causar algum mal maior para eles ou para a comunidade”. Segundo o sargento, os agentes devem utilizar a arma somente em casos específicos, para legítima defesa e defesa de terceiros.
O treinamento passado pela corporação permite o uso de pistolas 380 e espingarda calibre 12. O comandante da Guarda Municipal de São José, Marcelo Muller, explica que existe ainda a possibilidade do uso de armas de menor potencial ofensivo, como pistolas de choque e gás de pimenta. “Todos foram capacitados também em armas não letais para situações especiais”, completa.
Aproximadamente 120 agentes já receberam cursos realizados pela Polícia Rodoviária Federal, com 100 horas/aula e exame psicotécnico. As armas já foram adquiridas pela administração municipal e o Município dependia apenas do convênio com a Polícia Federal para que as armas possam ser usadas e a segurança das ruas seja reforçada.


Anabolizantes são encontrados em Camaro recolhido pela Guarda Municipal
Publicado em 02/04/2014, às 11h16 
Última atualização em 02/04/2014, às 11h16

Divulgação
Documentos, anabolizantes e outros objetos foram encontrados dentro de veículo apreendido na sexta-feira (28)
Camaro: Documentos, anabolizantes e outros objetos foram encontrados dentro de veículo apreendido na sexta-feira (28)

Volta Redonda
Nove caixas de anabolizante ‘Durateston' e uma caixa do anabolizante ‘Testenat Depot', de origem paraguaia, além de três seringas completas e duas agulhas de seringas, foram encontrados dentro do Camaro, placa ABN-8889, apreendido pela Guarda Municipal de Volta Redonda.
O veículo foi apreendido na última sexta-feira (28), na Rua Teodoro Piza, no bairro São João, pois estava bloqueando a via e por irregularidades na documentação.
De acordo com o gerente da Guarda Municipal, Batista, uma advogada dizendo ser a representante legal do proprietário esteve na sede do órgão, na Ilha São João, no dia 29, para retirar alguns pertences do interior do carro, mas foi orientada para que retornasse em horário comercial, acompanhada do dono do veículo. Ainda assim, a advogada voltou à sede da GMVR mais três vezes, nesse mesmo dia.
Como o recibo apresentado pela advogada tinha apenas a firma reconhecida do vendedor, este ainda seria a pessoa responsável pelo carro. Sendo assim, nessa terça-feira, dia 1º, a advogada retornou com o Leomar de Souza Ferreira, de 35 anos, que se dizia proprietário do Camaro, para pegar os pertences no interior do mesmo.
O comandante da GMVR, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa, solicitou a presença de um policial da 93ª DP, para que acompanhasse a entrega dos pertences, "a fim que não pairasse nenhuma dúvida sobre essa entrega", ressaltou. Foi designado pelo delegado Antônio Furtado, o inspetor Leon para o acompanhamento.
Em meio à retirada de documentos, dinheiro e relógios foram encontradas os anabolizantes. Segundo o gerente Batista, "a partir daí, Leomar de Souza Ferreira informou que não era proprietário daquele material e que, na verdade, o veículo estava com o documento em seu nome, mas já havia sido vendido para Leonardo Tavares Scatolino, de 32 anos, e que ele é que tem andado com o veículo", contou ele.
Além disso, foram encontrados diversos documentos da boate Mistura Carioca, como o contrato de show do cantor Naldo, show ocorrido dias atrás; multa da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em nome da boate, no valor de R$ 6 mil e já paga, bem como diversos outros, que foram entregues a Leonardo Tavares Scatolino, por determinação do delegado.
Segundo o registro de ocorrência da 93ª DP, Leomar Ferreira disse em depoimento que vendeu o carro para Leonardo Scatolino, que seria sócio da boate Mistura Carioca, que funciona no bairro Conforto. Que ele foi procurado por Leonardo e sua advogada para "retirar documentos que estavam no interior do veículo e para que reconhecesse a sua firma no recibo de compra, pois o veículo estava no depósito e precisava ser liberado", afirmou, acrescentando que o carro estava em poder de Leonardo há cerca de dois meses.

Furto de água
O gerente Batista contou, em seu depoimento na delegacia que tudo começou no último dia 28, quando houve uma denúncia de que na boate Mistura Carioca estaria ocorrendo furto de água, que foi devidamente constatado por funcionários do Saae e registrado na delegacia. A fiscalização contou com o apoio da GMVR, que verificou o Camaro estacionado em frente à boate, mas de forma regular, apesar da divergência entre a cidade constante no documento e a tarjeta da placa do veículo.  Mais tarde, chegou a denúncia de que havia um carro na Rua Toledo Piza atrapalhando a circulação de outros veículos, porque estava estacionado de forma irregular. Tratava-se do mesmo Camaro que estava e frente à boate.   

Autuações
O veículo foi autuado porque estava estacionado bloqueando a via; em cima de uma curva, colocando a segurança da via em risco, além de estar na contramão de direção. Ele foi removido ao Depósito Público, cumprindo a medida administrativa. Ao pesquisar no Infoseg, o gerente descobriu o Camaro tem a documentação de 2012; está em nome de uma empresa e a placa consta do município de Caçapava (SP), apesar apresentar na tarjeta da placa o município de São Paulo.

O caso está sendo investigado pela 93ª DP.        



Leia mais: http://diariodovale.uol.com.br/noticias/5,87554,Anabolizantes%20sao%20encontrados%20em%20Camaro%20recolhido%20pela%20Guarda%20Municipal.html#ixzz2zKryOq5W
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!