Cadastre seu Email

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

gm do rio

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

REGISTRO DE ARMA DE FOGO TEM VALIDADE AGORA DE 05 ANOS E CURSO DE MANUSEIO DE 10 EM 10 ANOS

DECRETO Nº 8.935, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2016

DOU de 20/12/2016 (nº 243, Seção 1, pág. 7)
Altera o Decreto nº 5.123, de 1º de julho de 2004, que regulamenta a Lei nº 10.826, de 22 de dezembro de 2003, que dispõe sobre registro, posse e comercialização de armas de fogo e munição, sobre o Sistema Nacional de Armas - Sinarm e define crimes.
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, caput, inciso IV, da Constituição, e tendo em vista o disposto na Lei nº 10.862, de 22 de dezembro de 2003, decreta:

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

31/10/2016 14h31 - Atualizado em 31/10/2016 14h31

Marquinhos diz que vai dobrar viaturas da Guarda Municipal de MS

Prefeitura eleito de Campo Grande vai contratar mais 200 guardas.

Para melhorar segurança, também vai investir em iluminação pública.

O prefeito eleito Marquinhos Trad (PSD), em entrevista ao MSTV 1ª edição nesta segunda-feira (31), disse que vai dobrar o número de viaturas da Guarda Civil Municipal em Campo Grande. Além disso, ele disse que pode contratar mais 200 guardas para reforçar o efetivo.
"Temos que proporcionar à Guarda Civil Municipal não apenas um número de contingente, nós temos quase 1,2 mil guardas civis municipais e Campo Grande só comporta pela lei e densidade populacional 1,4 mil, então a gente só pode colocar mais 200 guardas. Agora, eles têm que ter viatura, mais ronda, ter mais patrulhamento, a nossa intenção é dobrar o número de viaturas na nossa cidade", afirmou Trad.
Para reforçar a segurança na capital sul-mato-grossense, Marquinhos também vai investir em iluminação pública e limpeza de terrenos baldios. "Primeiro, uma iluminação pública decente e correta, segundo, os terrenos baldios têm que ter a exigência deles estarem limpos", afirmou o prefeito eleito.
Na entrevista, Marquinhos ainda reafirmou alguns compromissos de campanha como agendamento de consulta médica pela internet e telefone, melhorias no transporte público, recapeamento de vias públicas onde há muitos buracos e onde não há asfalto.
Fonte: G1

Guarda Municipal inaugura canal de atendimento telefônico ao cidadão

Número 153 já está em funcionamento e começou a receber ocorrências
Novo serviço
0 comentários

A Guarda Municipal de Itatiaia informa aos cidadãos que acaba de inaugurar um canal telefônico de atendimento pelo número 153, que funcionará 24 horas, todos os dias, inclusive aos fins de semana. A medida é prevista na Lei 13.022/2014, que dispõe sobre o Estatuto Geral das Guardas Municipais.
A nova central de atendimento oferecerá acesso fácil e rápido do cidadão à Guarda na solicitação de apoio em ocorrências de trânsito e de fiscalização de posturas, além de denúncias sobre degradação do patrimônio público e presença de ambulantes em locais irregulares.
O comandante da Guarda Municipal de Itatiaia Edson Bento Expedito explicou que o objetivo é facilitar a comunicação do cidadão com a GM. “O objetivo desse canal é agilizar a comunicação da população com a Guarda Municipal, fazendo com que o trabalho dos próprios agentes se torne mais consistente em todos os bairros de Itatiaia, inclusive os mais afastados. Teremos equipes de plantão prontas para atender os moradores, inclusive com apoio da Polícia Militar e outras forças de segurança pública quando necessário”, explicou o comandante acrescentando que o serviço é gratuito e as ligações poderão ser feitas de telefones públicos, fixos ou celulares.

Sem armas e coletes, guardas municipais ameaçam não irem para as ruas

 Imprimir
A Guarda Municipal deveria começar a atuar em Teresina nesta sexta-feira (28), mas por falta de equipamentos de proteção individual (EPIs), os profissionais ameaçam não irem para as ruas. Ao todo, 100 concursados foram nomeados há cerca de três meses e  convocados para começarem as atividades às 8h. 

"Fomos convocados para começar o trabalho hoje às 8h. A questão é que faltam equipamentos de proteção individual, indispensáveis para a atuação da Guarda Municipal. Faltas coletes, armamentos (que estão em processo de licitação) e a liberação do porte de arma de fogo pela Polícia Federal. Vamos conversar com o comandante da guarda e colocar a nossa situação", disse o guarda João Júnior. 
Entre outras atribuições, os guardas municipais atuarão na proteção do patrimônio público e serão lotados, primeiramente, no Parque da Cidadania e Parentão. Ele destaca ainda que a Guarda Municipal auxiliará diretamente na Segurança Pública em parceria com as polícias Militar, Civil e Federal. 
"Por isso a importância dos EPIs. Por exemplo, se acontecer uma ocorrência no Parque da Cidadania, temos a atribuição e responsabilidade de conduzir o meliante até a delegacia. Sem esses equipamentos, a gente põe em riscos as nossa próprias vidas", reforça João Júnior. 
O coordenador da Guarda Municipal, major João Amorim Neto, admitiu apenas a falta dos coletes balísticos e informou que a demora se dá pela burocracia do processo licitatório. 
"Faltam apenas os coletes. Temos munições, armas, viaturas  e fardamento. O atraso se deu devido ao processo de licitação, mas dia 10 haverá um novo pregão eletrônico", disse o comandante. Se não houver imprevistos, a situação deve ser regularizada em um mês. 

Graciane Sousa
gracianesousa@cidadeverde.com

Guardas municipais recebem coletes balísticos

Guardas municipais recebem coletes balísticos
Colaboração: Juliano Jacques/Rede Massa.Colaboração: Juliano Jacques/Rede Massa.
Depois de muita espera, os guardas municipais de Foz do Iguaçu finalmente receberam os coletes balísticos. A entrega dos 270 equipamentos de segurança ocorreu nesta quinta-feira (3).
Até então, os coletes eram emprestados da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O empréstimo foi feito há cerca de três meses. Com coletes vencidos, a PRF cedeu-os para a GM temporariamente.
Entretanto, o problema ainda não está resolvido completamente. Os coletes adquiridos são apenas para os homens. As guardas seguem trabalhando em setores administrativos. De acordo com a Guarda Municipal, a licitação para suprir essa necessidade deve ocorrer em breve.
Colaboração: Juliano Jacques/Rede Massa.

Secretaria de Proteção Civil apresenta plano de qualificação da Guarda Municipal

No documento, estão descritos os relatórios de treinamento ministrados durante o ano
A Secretaria de Proteção Civil e Segurança de Joinville apresentou à Polícia Federal o Plano de Qualificação Anual para a Guarda Municipal. No documento estão descritos os relatórios de treinamento ministrados durante o ano, que integram o estágio de qualificação profissional, e que perfazem um total de 84 horas/aula.
Segundo o gerente da Guarda Municipal, Atanir Antunes, além dos cursos descritos no plano, foram realizados outros treinamentos para qualificar a equipe. “Tivemos neste mês de novembro o curso de 16 horas sobre Defesa Pessoal  e Retenção de Armamento, onde participaram diversas forças de segurança municipais”, comentou.
A legislação que regulamenta os serviços das guardas municipais estipula uma carga horária mínima para capacitação. “O Decreto Federal nº 5.123/04 estabelece que os profissionais da Guarda Municipal devam ser submetidos a estágio de qualificação profissional por, no mínimo, oitenta horas ao ano”, esclarece Antunes.
Hoje, a prevenção constitui a principal missão da Guarda Municipal de Joinville e como consequência pode assumir diferentes formas, exigindo também modos operacionais diversificados, segundo o tipo de situação.
Entre os cursos oferecidos aos guardas municipais em 2016, que totalizaram as 84 horas/aula, estão a excelência no atendimento; a mediação comunitária; direitos humanos, vulnerabilidade social e o uso de drogas; atualização de trânsito; tiro defensivo; técnicas e procedimentos operacionais e defesa pessoal.
Sobre a Guarda Municipal
A Guarda Municipal de Joinville foi implantada em 2015 e a partir de 2015 iniciaram as atividades de segurança. A estrutura apresenta 40 guardas. O contingente trabalha armado e tem apoio de seis viaturas, além de dois ônibus operacionais.
* Com informações da assessoria de imprensa

Prefeitura do Rio cria 'serviço secreto' da Guarda Municipal

Por: Berenice Seara em 
Foto: Gustavo Stephan/ 06.11.2014
Em tempos de radicalização e bem no apagar das luzes do governo Eduardo Paes (PMDB), eis que sai publicada no Diário Oficial do Município a criação de uma espécie de serviço secreto da Guarda Municipal.
De acordo com o texto, o novo serviço da guarda contará com duas divisões.
A de inteligência, que terá como atribuições identificar, acompanhar e avaliar ameaças reais ou potenciais ao patrimônio público, produzir conhecimento sobre ordem pública para subsidiar o governo municipal e produzir documentos através de banco de dados.
E a divisão de contrainteligência, que adotará medidas de segurança interna para prevenir e obstruir ações adversas dentro da própria guarda.
Ou seja, nada de motim.
Espião no bairro
O “serviço secreto” da Guarda contará ainda com cinco núcleos de inteligência, de acordo com a área de planejamento.
Eles farão o mapeamento da desordem nos bairros, das áreas de risco, e o atendimento às localidades mais problemáticas de acordo com o 1746.


Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/extra-extra/prefeitura-do-rio-cria-servico-secreto-da-guarda-municipal-20571592.html#ixzz4ScYPGQLf

Guarda Municipal de Dourados é modelo de estruturação no Brasil

A formação dos agentes também se destaca, não apenas para cuidar do patrimônio público, mas para atuar no trânsito e dar apoio à segurança

Myllena de Luca 
Capital News

Divulgação/Assessoria
Guarda Municipal de Dourados é modelo de estruturação no Brasil
A ideia é formar novos instrutores e oferecer capacitação continuada
A estruturação e legislação da Guarda Municipal de Dourados é modelo para formação de guardas, criação de novas corporações e reestruturação das corporações entre as cidades do Brasil. Em 2016 foi criada a Academia Nacional de Formação das Guardas Municipais, com sede em Paranaguá no Paraná.

A ideia é formar novos instrutores e oferecer capacitação continuada aos profissionais de segurança pública de todo o Brasil. “Pelo menos 90% das atribuições empregadas pela Guarda Municipal de Dourados servem como modelo para outras guardas, além de formação e capacitação de agentes”, disse o comandante da Guarda Municipal de Dourados, João Vicente Chencarek. 

De acordo com a assessoria, Chencarek, que faz parte do Conselho Nacional das Guardas Municipais, representando a região Centro-Oeste, esteve presente acompanhado de seis agentes de Dourados. 

Dourados está entre as poucas cidades do país que faz concurso público para novos profissionais. “É um fato que chama atenção pela organização, formação e valorização de profissionais de uma cidade que prima pela segurança da população”, comenta o comandante. 

Ainda de acordo com assessoria, é também a única Guarda Municipal que está apta a utilizar armamento letal durante o serviço, em Mato Grosso do Sul. Todos os agentes receberam formação especifica para utilizar armas aprovada pela Legislação Federal, cujos cursos são ministrados por instrutores credenciados pela Polícia Federal, além do Estatuto do Desarmamento, conforme Lei 10.826.

A formação dos agentes também se destaca, não apenas para cuidar do patrimônio público, mas para atuar no trânsito e dar apoio à segurança e tranquilidade da população. A Guarda Municipal também trabalha integrada a outras corporações da segurança pública sem interferir na atribuição de cada uma. 

Dourados implantou também a Ronda Escolar. Um trabalho voltado para a filosofia do policiamento comunitário e para mediação de conflitos como forma de prevenir e contribuir para a redução da violência e criminalidade na região escolar.
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!