Cadastre seu Email

domingo, 11 de novembro de 2012


09/11/2012 20h32 - Atualizado em 09/11/2012 20h32

Eles se sentem vulneráveis utilizando apenas tonfa e spray de pimenta.

Conselho Nacional da categoria pede mudanças urgentes no estatuto.

Do G1 São Carlos e Araraquara
4 comentários
Guardas municipais se reuniram em Leme (SP) nesta sexta-feira (9) para discutir a regulamentação do estatuto da categoria. A questão do armamento foi um dos principais temas abordados. O Uma lei federal estabelece que apenas as cidades com mais de 50 mil habitantes podem ter agentes armados durante o serviço. A decisão cabe às prefeituras.
O Conselho Nacional da categoria questiona esse limite e tem pressionado o governo pela mudança. “O estatuto, quando ele dá essa possibilidade das guardas se armarem, é pela atividade de risco. Não interessa se o guarda está em um município com 500 mil ou um milhão de habitantes ou em uma cidade abaixo de 50 mil”, ressaltou o presidente do conselho, Joel Malta.
O presidente da Associação dos Guardas Municipais, André Tavares, concorda. “Se você verificar as cidades com menor número de habitantes, ela tem um contingente policial menor e também em muitos lugares a Guarda Municipal desarmada, que se torna um alvo mais fácil, basta ver o número de roubos a caixas eletrônicos nessas cidades”.
O argumento não convence o pesquisador da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) Fernando Moreira. Para ele, a função dos agentes deve ficar restrita ao cuidado com o patrimônio publico. “Não tem sentido um guarda que sabe que está desarmado ser colocado na rua à noite para fazer ronda como se fosse Polícia Militar. Se a função é patrimonial, que fique restrito a isso”, defendeu.
Guardas municipais de Leme, SP, trabalham armados desde 2009 (Foto: Marlon Tavoni / EPTV)Guardas municipais de Leme, SP, trabalham
armados desde 2009 (Foto: Marlon Tavoni / EPTV)
Vulneráveis
Em São Carlos (SP), os 152 guardas contam apenas com a tonfa e o spray de pimenta para trabalhar. Na cidade eles são proibidos de usar armas de fogo e muitos se sentem vulneráveis.

“Além dessa segurança patrimonial que a guarda exerce hoje, ela também se depara com ocorrências na rua, o que pode acontecer de a gente se deparar com algum indivíduo mal intencionado e armado, não só nos locais onde a gente atua como também nas ruas”, disse o agente Ricardo Genaro.
Já em Leme (SP), desde 2009 todos andam armados e atendem muitos chamados que caberiam à Polícia Militar. “Além da finalidade da guarda de preservar bens, serviços e patrimônios do município, nós também atendemos ocorrências diversas que a população solicita. O emprego do armamento é necessário para atender a segurança do agente e também do cidadão”, explicou o comandante Alex Roberto Volpi.
O agente Rafael Alves está na corporação há oito anos e contou que já enfrentou várias situações de perigo antes de poder usar arma. “Éramos acionados para todo o tipo de situação, como brigas de vizinhos. Às vezes, chegávamos na residência e a pessoa estava com um facão na mão. Agente ficava vulnerável a esse tipo de situação”, relatou.
Outros municípios da região, como Araras, Limeira, Pirassununga, Rio Claro e Ribeirão Preto já aprovaram o armamento da guarda. Em Araraquara (SP), cidade com mais de 200 mil habitantes, os agentes trabalham desarmados.
Para ler mais notícias do G1 São Carlos e Araraquara, clique em g1.globo.com/sao-carlos-regiao. Siga também o G1 São Carlos e Araraquara no Twitter e por RSS.

8/11/2012 10h28 - Atualizado em 08/11/2012 12h08 Guarda Civil de Piracicaba é baleado


8/11/2012 10h28 - Atualizado em 08/11/2012 12h08

Guarda Civil de Piracicaba é baleado com três tiros no bairro Vila Fátima

Comandante descarta ligação da tentativa de homicídio com ataques a PM.
Região da cidade é a mesma onde cabo da Polícia Militar foi assassinado.

Do G1 Piracicaba e Região
Comente agora
Vila Fátima, em Piracicaba, onde guarda foi baleado (Foto: Reprodução/ EPTV)Vila Fátima, em Piracicaba, onde guarda foi baleado
(Foto: Reprodução/ EPTV)
Um guarda civil municipal de 49 anos foi baleado na noite desta quarta-feira (7) no bairro Vila Fátima, o mesmo onde um cabo da PM foi executado. O guarda levava a namorada para o trabalho, quando o casal foi abordado por dois homens que estavam em uma motocicleta e anunciaram o assalto. Ao desconfiar que ele poderia ser policial, os suspeitos pediram os documentos do guarda. Quando um deles se aproximou para pegá-los, a vítima reagiu e acabou baleada.
O cabo Gercil Canuto, da Polícia Militar, foi assassinado no dia 11 setembro por dois homens enquanto fazia a segurança em uma farmácia na Estrada Alberto Coral, conhecida como Estrada do Meio, no bairro Vila Fátima.

Segundo o comandante, a hipótese de atentados contra o guarda pode ser descartada. “Se fosse execução os homens teriam chegado atirando e não pediriam para ele parar a motocicleta e o documento para confirmar” afirma.
O Guarda Civil estava em uma motocicleta quando foi abordado. Segundo o comandante da Guarda, Silas Romualdo, a vítima reagiu e entrou em luta corporal. Nesse monento, de acordo com Romualdo, um dos assaltantes efetuou os disparos contra o Guarda, que levou três tiros: um próximo à sobrancelha, outros de raspão na axila e outro nas costas. O guarda civil foi socorrido e passa bem, sua namorada não foi atingida. Os criminosos fugiram levando apenas a arma da vítima.
Para ler mais notícias do G1 Piracicaba, clique em g1.globo.com/piracicaba. Siga também oG1 Piracicaba no Twitter e por RSS.

Vida longa à Guarda Municipal de Porto Alegre
Nereu D’Avila
A Guarda Municipal comemora 120 anos de fundação. Criada em 1892, no ano seguinte fica adida à Brigada Militar do Estado. Em dezembro de 1957, passa a Setor de Guardas, subordinado à Seção de Fiscalização do Departamento de Limpeza Pública, extinto em 1959. Surge, então, o Serviço da Guarda Municipal, subordinado à Secretaria do Governo Municipal (SGM), para proteger o patrimônio público: escolas, postos de saúde e repartições. Com a criação da Secretaria de Direitos Humanos e Segurança Urbana, em 2002, que assume a Guarda Municipal, a corporação recebe novas atribuições. Nos últimos quatro anos a renovação foi total, e, hoje, a Guarda Municipal tem treinamento, capacitação e constante modernização. Representou o Brasil nos Estados Unidos (EUA) como referência nacional em patrulhamento escolar. A Guarda Municipal está dividida em 10 áreas de atuação, com vigilância móvel em patrulhas 24h por dia, além de Grupamento Especial Motorizado e Grupo de Apoio Operacional.

A troca de faixa salarial, em abril deste ano, alterou as identificações dos códigos e as especificações das classes dos cargos de provimento efetivo dos guardas municipais, estabelecidas pela Lei nº 11.252. A instituição ganhou nova sede com garagem, na avenida Padre Cacique, e festeja a entrega de computadores para as sedes das Áreas Regionais. O centro de treinamento com academia e espaço para cursos, recebeu móveis e equipamentos novos. Além disso, a Guarda Municipal adquiriu, com recursos próprios da secretaria, este ano, dez novas viaturas para patrulhamento e duas motos de 700 cc para escolta de autoridades. Atualmente, conta com 41 veículos operacionais e 24 motocicletas. Em dezembro, quando concluído o curso para uso das 80 armas Taser recém-adquiridas, a corporação começará a frequentar aulas de inglês e espanhol, já com os olhos voltados à Copa do Mundo de 2014.
Guarda Municipal de Rio Claro recebe mais duas viaturas novas
Por: Redação Canal Rio Claro
 
 

O prefeito Du Altimari entregou oficialmente dois novos veículos à Guarda Civil Municipal (GCM) de Rio Claro. As viaturas, sendo uma Fort Ecosport – 1.6 e um Volkswagem Voyage irão integrar a frota operacional da Guarda Civil. A solenidade foi realizada na sede da Secretaria de Segurança e Defesa Civil, na tarde de segunda-feira (5).

Em seu discurso, o prefeito Du Altimari destacou que a segurança pública também é uma das prioridades da atual administração. “Estamos investindo e modernizado a segurança para atuar na prevenção à criminalidade”, destacou.

O comandante José Sepúlveda informou que o veículo Ecosport vai fazer o patrulhamento da região rural do Distrito de Ajapi. O veículo Voyage será utilizado em serviços operacionais da Guarda.

Participaram da solenidade o secretário de Segurança José Gustavo Viégas Carneiro, José Sepúlveda, comandante da GCM.


  • Grupo Tático de Motos da Guarda Municipal de Londrina é desintegrado








  • Pauline Almeida
Municipal, Fernando Neves, questionou a desintegração do grupamento que continha 16 homens – que inclusive teriam pago treinamento com dinheiro próprio para fazer parte do grupo. Ele caracterizou a iniciativa como uma tentativa de desestruturar a corporação, assim como a determinação de evitar abordagens e prisões.
Ele argumentou que o GTAM havia sido criado por decreto municipal e que o grupo só poderia ser finalizado, caso houve uma mudança na legislação. Também citando portarias, Fernando Neves cobrou o armamento da Guarda Municipal, já que o município já comprou 90 pistolas e 15 revólveres, além de munições.
Segundo Neves, o curso de tiros teria sido agendado inicialmente para setembro deste ano e seria ministrado pela Polícia Civil. "A gente vê uma intenção de desestruturação da Guarda Municipal por algumas pessoas. Por vezes, o comando foi retirado de sua função, aparentemente sem justificativa, porque o guarda fez sua função, porque o guarda municipal foi para cima, não acatou a determinação", colocou.
Divulgação / PML
Grupo Tático de Motos da Guarda Municipal é desintegrado - PML
Armamento da Guarda já foi comprado, mas não pode ser usado até que corporação passe
por curso de treinamento
Secretaria de Defesa Social
O secretário municipal de Defesa Social, major Raul Vidal, rebateu as críticas feitas por Fernando Neves. Ele afirmou que a Guarda Municipal presta um bom serviço e que ele também endossa o armamento da corporação, mas não pode deixar que os homens façam determinadas ações, já que não possuem segurança para tal.
"Nós não podemos trabalhar em ações para os quais não estamos preparados. Para abordar uma favela, para abordar um grande traficante, nós temos que ter, no mínimo, uma arma e pasmem os senhores vereadores, além de não ter uma arma, não temos um rádio comunicador. Como é que uma equipe em serviço pode acionar a Polícia Militar?", declarou
Vidal afirmou que o prefeito Gerson Araújo (PSDB) tenta agendar uma reunião com o governador Beto Richa (PSDB) para tratar do armamento da Guarda Municipal. Ele negou que está tentando desestruturar a corporação e justificou a medida em relação ao GTAM, informando que as motos serão disponibilizadas, a cada duas, a outros grupamentos para aumentar a mobilidade e logística.
Sobre o curso que já estava previsto com a Polícia Civil, o secretário lembrou que o ex-secretário do Estado da Segurança Pública, Reinaldo de Almeida César, havia proibido as forças policiais de ministrarem as aulas até que os guardas recebessem o restante do curso inicial de treinamento.
Delmondes & Dias
O curso de treinamento para a formação da Guarda Municipal não teria sido finalizado, com disciplinas que não foram ministradas e outras em que os alunos não foram avaliados como deveriam.
O caso inclusive gerou uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) na Câmara e uma investigação no Ministério Público. Este apontou o desvio de dinheiro público, com o indiciamento dos proprietários da empresa contratada e de agentes públicos, como o ex-prefeito Barbosa Neto.

5/11/2012 21h57 - Atualizado em 05/11/2012 21h57

Após troca de tiros, trio é preso com R$  do a Guarda Municipal, criminosos assaltavam casa lotéricas agrediram uma funcionária para tentar chegar ao cofre.

Três homens foram presos após troca de tiros com a Guarda Municipal na tarde desta segunda-feira (5), em Campinas (SP), durante assalto a uma casa lotérica no Jardim Novo Maracanã. Segundo a Guarda, os criminosos já tinham R$ 15 mil em uma sacola quando foram detidos. Ninguém ficou ferido.

Os guardas suspeitaram do crime ao ver um dos homens na porta da loja, que impedia a saída dos clientes. Ao ser abordado, ele reagiu com dois tiros, que acertaram uma parede e um veículo estacionado em frente à lotérica, mas foi baleado na perna. 

Os outros dois homens, sendo um adolescente de 16 anos, foram detidos no interior da loja. Eles agrediram uma funcionária para tentar chegar ao cofre do estabelecimento.

A ocorrência foi registrada no 11º Distrito Policial. Um dos suspeitos era foragido da Justiça pelos crimes de roubo, tráfico de drogas e estelionato.

Para ler mais notícias do G1 Campinas e Região, clique em g1.globo.com/campinas. Siga também o G1 Campinas e Região no Twitter e por RSS.

07/11/2012 16h21 - Atualizado em 07/11/2012 20h17

Posto da Guarda Municipal é pichadoPolícia vai morer (sic)', dizia mensagem feita na noite de terça-feira (6).

'Situação serve como alerta, mas a rotina continua normal', diz comandante.

Do G1 São Carlos e Araraquara
1 comentário
Posto da Guarda Municipal amanhece pichado com ameaças a policiais em Leme (Foto: Ricardo Missão/EPTV)Posto da Guarda Municipal amanhece pichado com ameaças a policiais (Foto: Ricardo Missão/EPTV)
Um posto da Guarda Municipal de Leme (SP) foi pichado com uma mensagem de ameaça a policiais na noite de terça-feira (6), no bairro Parque São Joaquim.Na porta do local, um copo de plástico trazia as iniciais de uma facção criminosa.
De acordo com a GM, a mensagem ‘Polícia vai morer (sic)’ foi assinada por um grupo que se intitula ‘A Família Pixadores (sic) R.T’, que também fez um desenho que supostamente remete ao uso de drogas.
Segundo o comandante da GM de Leme, Alex Volpi, a base é de parada esporádica e não tem guarda 24 horas. “Passamos para a Polícia Civil, mas não tem nada concreto. Apesar de toda essa onda na região e na capital, não tivemos nenhuma ameaça”, disse.
O comandante disse também que a situação serve mais como um alerta, mas que a rotina continua normalmente. “O medo não impera”.Ainda de acordo com Volpi, o comando trata o fato como isolado. “Não tem nada de concreto de quem possa ter sido. Temos duas linhas: a real, que tenha a ver com os ataques contra as forças de segurança, ou do oportunismo, que não tem nada a ver com a situação”, afirmou.
O local está sendo pintado nesta quarta-feira (7). A Polícia Civil está investigando o caso, mas ainda não há suspeitos.
Para ler mais notícias do G1 São Carlos e Araraquara, clique em g1.globo.com/sao-carlos-regiao. Siga também o G1 São Carlos e Araraquara no Twitter e por RSS.
Projeto que amplia atuação da Guarda Municipal será votado amanhã
Segunda, 05 de Novembro de 2012 - 14:41
Fonte: Da redação
Foto: Arquivo
Se aprovada a proposta, guardas deverão proteger também os cidadãos
Os vereadores da Câmara Municipal de Campo Grande votam na sessão ordinária desta terça-feira (6), em Plenário, em segundo turno de discussão e votação, a Proposta de Emenda à Lei Orgânica n° 55/12, de autoria dos vereadores Alex, Paulo Siufi, Vanderlei Cabeludo, Lídio Lopes, Herculano Borges, Paulo Pedra, Airton Saraiva, Carlão, Dr. Jamal. Thais Helena, Profª Rose, Marcelo Bluma e Mario Cesar, que modifica o artigo 82 da Lei Orgânica do Município de Campo Grande, ampliando a área de atuação da Guarda Municipal, que passará a cuidar e proteger também a integridade física da população campo-grandense.

Serviço – A sessão ordinária desta terça-feira (6) terá início às 9 horas, no Plenário Oliva Enciso, na sede da Casa de Leis, localizada na Avenida Ricardo Brandão, n° 1.600, bairro Jatiuka Park.


05/11/2012 04:00

Policiamento ganhará mais 22 guardas

Reforço acontecerá no mês de dezembro em Louveira, mês de festas e horário do comércio estendidoAGÊNCIA BOM DIA
bomdiaitatiba@bomdiaitatiba.com.br
No próximo mês, as ruas de Louveira ganharão mais 22 Guardas Municipais, escolhidos por meio de Concurso Público, para reforçar o policiamento na cidade. Como a corporação recebeu há cerca de dois meses mais viaturas, mais policiais se tornaram necessários e os novos integrantes da Guarda já passaram por alguns treinamentos, principalmente os de técnica de abordagem a condutores de carros, caminhões e motos. 

O treinamento será completado por situações reais, pois em dezembro os novos guardas estarão acompanhando os já experientes durante as patrulhas normais na cidade. Como será um mês de festas e de comércio com horário estendido, essa presença será muito importante. No final de março, o comportamento dos novos integrantes será avaliado. 

MUDANÇAS/ A Guarda Municipal tem passado por mudanças, para melhor. Agora, conta com Ouvidoria e Corregedoria, e em breve estará ligada à toda a rede nacional de informações policiais instantâneas, por meio de convênio que a Prefeitura Municipal foi autorizada a assinar com o Ministério da Justiça e a Secretaria Nacional de Segurança Pública- Senasp. Assim, a Guarda Municipal terá acesso a um cadastro nacional de fiscalização, podendo rapidamente levantar o histórico de um veículo, com base em sua chapa, e o de seu condutor, de qualquer cidade. 

Outro avanço é a instalação do monitoramento, por meio de cabos que já estão sendo colocados em vários pontos da cidade. Essa Infovia colherá informações do que ocorre em edifícios públicos e nas ruas, com câmeras cujas imagens serão todas captadas por uma central, a ser instalada ao lado da atual sede da Guarda Municipal. Para completar o trabalho de monitoramento, mais R$ 950 mil estão previstos no Orçamento de 2013, além de R$ 10,4 milhões para a secretaria de Segurança Pública. 


GCM de Águas terá acesso ao INFOSEG
A GCM (Guarda Civil Municipal) da estância hidromineral de Águas de São Pedro recebeu uma importante notícia esta semana. O prefeito Paulo Ronan, (PSDB) assinou um convênio com a União, por meio da SENASP (Secretaria Nacional de Segurança Pública), que permite que a Guarda tenha acesso aos dados do INFOSEG. O programa, que pode ser acessado via internet, possui um banco de dados nacional de informações sobre veículos, carteiras de habilitação e condutores e que pode ser consultado imediatamente após uma abordagem. O convênio entre prefeitura e União é válido por cinco anos, com possibilidade de prorrogação pelo mesmo período.
Um GCM será designado para coordenar e operar o sistema, cujas ações e inserção de dados serão automaticamente enviados ao SENASP. O município poderá ainda cadastrar no Portal INFOSEG até 6% do efetivo total da sua Guarda Municipal, os quais deverão estar em pleno exercício de suas funções, sendo vedado o cadastramento de servidores que atuem em outras áreas da esfera municipal.
“É sem dúvida mais um importante instrumento na segurança de nosso município. Com a assinatura do convênio e a permissão para a Guarda tenha acesso ao INFOSEG, aumentamos a nossa capacidade de abordagem e verificação de veículos e condutores. Não se trata de aplicação de multas, mas sim de uma ação de cooperação com a União”, afirmou o prefeito de Águas de São Pedro, Paulo Ronan.
O chefe do Executivo lembrou ainda que essa ferramenta vai de encontro com a instalação de câmeras de vigilância em pontos estratégicos da cidade. Desde o ano passado, a estância passou a contar com um sistema ‘big brother’ com uma base também instalada na sede da Guarda e que tem auxiliado a segurança. “São ações que somam para a segurança e o bem-estar de nossos munícipes. As informações contidas no INFOSEG podem ajudar em atitudes suspeitas, carros andando pela cidade em horários noturnos, entre outras medidas que cabe à nossa Guarda.”
04/11/2012 às 07:46h

Firmino Filho pode criar quatro novas secretarias para a PMT

Compartilhar no Orkut
FIRMINO PODE CRIAR QUATRO NOVAS SECRETARIAS
 Ao menos quatro novas secretarias poderão ser criadas pelo futuro prefeito de Teresina, o tucano Firmino Filho. No plano de governo que está sendo elaborado há uma reforma administrativa que comtempla a extinção de órgãos e criação de outros. É certo que será criada a secretaria de Economia Solidária. O próprio prefeito informou durante visita ao governador Wilson Martins em Karnak. A Guarda Municipal, cujo projeto, já foi aprovado pela Câmara Municipal em nível de requerimento, também poderá sair do papel e se transformar em realidade. A Secretaria da Defesa Civil Municipal é outra que está em cogitação e, por último, o que já foi dito pelo prefeito, o desmembramento da Fundação Municipal de Saúde em duas, criando-se a Secretaria de Saúde para cuidar exclusivamente dos hospitais.
EXTINÇÃO
 A Ouvidoria do Município que hoje tem status de secretaria, voltaria ser um Departamento da Secretaria de governo e a Assessoria de Segurança do prefeito seria incorporada a Guarda Municipal.
INÁCIO NÃO SERÁ CANDIDATO
 Primo legítimo em 1º grau do prefeito eleito Firmino Filho e o único vereador eleito pelo PP, o advogado e engenheiro Inácio Carvalho liga para dizer que fica na oposição e não será candidato a presidente da Câmara. "Desautorizo qualquer manifestação nesse sentido. Quero apenas cumprir o meu mandato com honradez e dignidade como das outras vezes", pontuou.
STF SEM NORDESTINO
Com a aposentadoria do sergipano Carlos Aires Brito no próximo dia 18, o Supremo Tribunal Federal ficará sem nenhum ministro nordestino. A composição da corte conta hoje com três paulistas - Celso de Melo, Ricardo Lewandowski e Jose Dias Tófolli. Dois cariocas -Marco Aurélio Melo e Luiz Fux. Dois mineiros - Joaquim Barbosa e Cármen Lúcia Antunes. Uma gaúcha - Rosa Weber e agora, um catarinense, Teori Zawascki.
OS NORDESTINOS
Desde a década de 60 o STF sempre contou nos seus quadros com magistrados do Nordeste. Passaram por lá dentre outros, dois piauienses: Evandro Lins e Silva e Aldir Passarinho, além do maranhense Carlos Madeira, o baiano Ilmar Galvão e os paraibanos Djaci Falcão e Rafael Mayer.
A BOLA DA VEZ
Nos meios jurídicos especula-se que, para vaga de Aires Brito a presidente Dilma pode nomear alguém do Nordeste que tenha elevado saber jurídico, coisa que aqui tem de sobra.
DEBANDADA
O PTC vai ficar reduzido ao presidente e aos três vereadores eleitos. A debandada é geral. Até o 1º suplente de vereador, Pedro Fernandes(3 mil votos) está de malas prontas para zarpar do barco petecista. Todos estão insatisfeitos com o comportamento do presidente na eleição municipal. Eles não revelam o que houve. Nos bastidores, fala-se em dinheiro.
GRANDE TERESINA
O senador Wellington Dias(PT), anunciou que, atendendo critérios estabelecidos pela Lei que criou a "Grande Teresina" que engloba 13 cidades no entorno da capital, três mil casas serão construídas pelo projeto "Minha casa minha vida" em municípios vizinhos a capital.
CHICO NO CÉU
 Aos 84 anos de idade, o médico Francisco Ramos prepara-se para assumir uma cadeira de deputado estadual no Piauí. Em conversa com o governador Wilson Martins, de quem foi Professor Ramos ouviu: "Mestre, aquilo ali é o céu". Ramos então emendou: "nesse caso, não precisarei mais de passaporte".
 O SONHO ACABOU
 Passada a eleição, contados os votos e proclamados os eleitos, a vida volta a normalidade para muitos que não lograram êxito nas urnas. Com seus 4.235 votos, o Delegado Francisco Samuel Lima Silveira prepara-se para reassumir a Delegacia de Entorpecentes. Ele é o 1º suplente do PMDB que só elegeu um vereador, Luiz Lobão.
ACOMODAÇÃO
 Já o Professor e vereador Zé Nito que não conseguiu reeleição, pode, tão logo termine seu mandato, reassumir a Presidência da Fundalegis a Fundação Deputado Humberto Silveira que administra a radio e TV Assembleia.
NOTAS & NÓTULAS*Confirmado: a eleição na OAB será mesmo com voto manual na cédula de papel.
*O presidente do PTC do Piauí, deputado Evaldo Gomes precisa vir a público e explicar essa denuncia dos suplente, de que houve favorecimento na campanha dentro do partido.
*O prefeito Firmino Filho sinaliza a convocação de dois vereadores para compor seu secretariado. Com isso, assumiriam os suplentes Sebim e José Ferreira.
*Renato Berger e Urbano Eulálio que não se reelegeram deverão ser secretários.
*Na engenharia politica do PSDB, o 5º suplente Chico Wilson pode ser convocado para ser o líder do partido na Câmara. 

Operações “Anjos da Guarda” e “Hypnos” começam em Belém

Rodolfo Oliveira/Ag. Pará
Nos locais da operação "Hypnos", a PM revistou suspeitos e procurou por entorpecentes

    Da Redação
    Agência Pará de Notícias
    Atualizado em 11/11/2012 às 11:51

    A Polícia Militar deu início as operações “Anjos da Guarda” e “Hypnos”, na noite deste sábado (10), nos bairros do Jurunas, Condor, Cremação e Guamá. Ambas integram a Operação Eirene e contaram com mais de 20 agentes de segurança pública. Além dos policiais militares, também participaram homens do Conselho Tutelar, Divisão Especializada de Meio Ambiente (Dema) e Secretaria Municipal de Economia (Secon).
    A operação “Anjos da Guarda” tem como objetivo inibir a presença de crianças e adolescentes em locais impróprios, como casas noturnas, bares, motéis e pousadas.  Ao todo, dez motéis foram vistoriados pela equipe. Somente no primeiro deles, localizado na Travessa Castelo Branco, no bairro do Guamá, foram verificados os 54 apartamentos e 108 pessoas abordadas.
    “Nós verificamos a questão da documentação para evitar que menores de idade estejam em lugares que sejam considerados de risco”, explicou o capitão Luiz Torres, comandante desta operação.
    Ao mesmo tempo, outro efetivo da Polícia Militar realizava a operação "Hypnos” em ruas dos bairros do Jurunas, Cremação e Condor.  A “Hypnos” tem como foco de ação a vistoria e fiscalização de estabelecimentos comerciais como bares e casas noturnas.Nos locais, a PM revistou suspeitos e procurou por entorpecentes. Já representantes da Dema autuaram sons de automóveis com volume acima do permitido, enquanto fiscais da Secon retiraram mesas que obstruíam as calçadas e vias públicas.
    “Estamos trabalhando em conjunto com o mesmo objetivo. Queremos reduzir a violência e garantir a segurança da população”, informou o capitão Alex Pereira, que estava à frente da “Operação Eirene”.
    Na manhã deste domingo (11), as ações continuam nas ruas da capital. Pela manhã, a operação se concentrará nos bairros do Guamá e Jurunas com ações de barreiras, saturação com viaturas de pontos críticos e incursões a pé.
    09/11/2012 às 09:36
    Anderson Adauto abre as baterias contra os servidores municipais
     
    Giselda Campos

    Já vivenciando uma relação complicada com a categoria - que não conseguiu conquistar as principais reivindicações salariais de 2012, o prefeito Anderson Adauto (sem partido) abre as baterias contra os servidores públicos municipais a menos de três meses do final do seu governo.
    Através de duas notas distribuídas ontem, através da assessoria de imprensa da Prefeitura de Uberaba, ele anuncia represálias contra os "servidores que se licenciaram para candidatar-se e receberam menos de 400 votos", e, ainda, contra os guardas municipais que comemoraram, com fogos de artifício, a exoneração do ex-diretor Marco Túlio Gianvecchio.
    O prefeito revela que teve acesso a relatório detalhado sobre as votações dos servidores candidatos. Segundo ele, levantamento realizado pelo Departamento Central de Desenvolvimento de Recursos Humanos, da Secretaria Municipal de Administração, informa que, dos 29 servidores que se afastaram sem prejuízo dos vencimentos, 22 tiveram entre 39 e 382 votos como candidatos a vereador.
    "Os que foram candidatos nas últimas eleições e tiveram baixa votação terão que apresentar explicações" - diz a nota. A justificativa é de que o estatuto do servidor prevê que "em caso do candidato obter votação inferior a 400 votos, poderá ser aberto processo administrativo visando à apuração de desvio de finalidade".
    Anderson Adauto determinou à Secretaria de Administração e à Procuradoria-Geral do Município que executem o que determina o estatuto, para que - segundo ele, nas próximas eleições, os funcionários considerados "sem-voto" não sejam candidatos novamente e fiquem sem trabalhar, recebendo da municipalidade.

    Comemoração - A outra nota envolvendo servidores diz respeito à manifestação na porta da Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes Especiais, Proteção de Bens e Serviços Públicos, onde funciona a Guarda Municipal.
    Através de fogos de artifício, guardas municipais comemoraram a exoneração do ex-chefe, alvo de inúmeras denúncias e queixas por parte dos ex-subordinados.
    O prefeito - segundo a nota distribuída ontem para a imprensa, recebeu o apoio do novo diretor da corporação, coronel PM Antônio de Sousa Filho. Ambos lamentaram a manifestação realizada pela saída de Marco Túlio Gianvecchio. Segundo Anderson, a exoneração de Gianvecchio do cargo ocorreu em função da exposição acentuada na imprensa.
    "Já tinha dado a orientação de que não mais acontecesse" - observou o prefeito. Para o novo diretor, "a atitude dos servidores foi um ato de indisciplina e desrespeito ao companheiro de carreira, que continuará compartilhando do trabalho e dos problemas do dia a dia da corporação." Gianvecchio faz parte da corporação. "Os excessos serão tratados adequadamente através de processo administrativo" - garantiu.
    SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!