Cadastre seu Email

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Guardas Municipais de Foz do Iguaçú ganham porte de arma em horário integral

O secretário Municipal de Segurança de Foz do Iguaçu Adão Almeida, anunciou que a Policia Federal (PF) liberou o porte de arma pessoal para a instituição, mesmo fora do horário de expediente. A partir de agora serão realizadas as avaliações psicológicas para que os agentes possam ficar de posse das armas 24 horas por dia. O secretário também confirmou que a corporação receberá armas não letais e um curso de piloto de embarcação está programado para fortalecer o combate ao crime no Rio Paraná e Lago de Itaipu. Continue Lendo: A decisão teve o respaldo do superintendente da PF no Paraná José Roberto Iegas, que atuou em Foz antes de assumir o novo cargo em junho. Ele conhece a atuação primordial da Guarda Municipal ao lado de outras forças policiais da cidade, o que contribuiu para a conquista dos agentes. O pedido de porte de arma pessoal é uma antiga reivindicação da categoria. A principal justificativa para a autorização é o fato de Foz de o Iguaçu ser uma cidade de fronteira. “Temos que agradecer a sensibilidade e o reconhecimento do superintendente José Roberto Iegas ao trabalho da corporação. Hoje, os guardas usam as armas e entregam após o horário de trabalho, o que demora até uma hora, pois são realizados procedimentos, que incluem a vistoria e outros”, comentou o secretário na edição do programa, transmitido pela Rádio Cultura no último sábado, 21. A partir de agora, a instituição realizará avaliações psicológicas, antes de conceder a autorização do porte permanente aos servidores. “Será expedida uma nova carteira funcional e vamos entregar aos guardas que atuam nas 12 regiões da cidade”, acrescentou Almeida. Armas não-letais - Outra novidade é a aquisição de armas de choque não-letais (taser). A pistola taser emite ondas T (semelhantes às ondas cerebrais), imobilizando temporariamente a pessoa atingida. As armas são utilizadas, principalmente, em casos de surtos psicóticos, pessoas que estejam sob forte efeito de drogas e, também, em situações onde o infrator tenta agredir o GM. O equipamento tem ação de disparo de cinco segundos. “A arma dispara um dardo, numa distância de até sete metros e descarrega uma carga elétrica imobilizando o indivíduo, o que facilitará a prisão. Os equipamentos foram adquiridos com recursos do Pronasci e estão previstos para chegar nesta segunda-feira”, observou. Os agentes já participaram de curso para utilizar a nova arma. A intenção é oferecer treinamento para toda a corporação. A Guarda Municipal realiza uma média de 600 prisões por ano. Combate ao crime no Lago de Itaipu - O secretário adiantou que a Guarda Municipal reforçará o trabalho da Polícia Federal no combate ao crime nas águas dos Rios Paraná e Iguaçu, além do Lago de Itaipu. O comando da corporação designará um grupo para realizar curso de pilotos de embarcações na Marinha. Os barcos já foram adquiridos pela instituição. A ideia é que os gm’s atuem, em conjunto com as forças federais, para evitar a entrada de armas, drogas e outros produtos ilícitos na fronteira. As águas servem de principal rota do criminosos ligado ao tráfico de entorpecentes, armas e munição vindas do
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!