Cadastre seu Email

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Guardas municipais prendem homem vendendo celular roubado no Centro

Jornal do Brasil
Guardas do Grupamento de Operações Especiais (GOE) detiveram na noite desta sexta-feira, dia 24, Ronie dos Santos Silva, 43 anos, por venda de aparelho celular roubado, na Rua Uruguaiana, no Centro do Rio. 
Os agentes faziam patrulhamento de rotina quando suspeitaram do acusado, que abordava as pessoas oferecendo o aparelho. Ao se aproximarem, ele tentou passar o celular para outro homem, mas não conseguiu. Ele chegou a afirmar que o telefone era seu, mas não sabia informar o número da linha. 
 Na delegacia, os guardas consultaram a agenda do aparelho e conseguiram contatar a namorada do proprietário, que afirmou ter sido roubado pela manhã, no Centro. O casal irá à delegacia neste sábado para recuperar o celular roubado. Ronie não tinha passagem pela polícia. O caso foi registrado na 5ª DP como receptação.
Tags: celular, guarda, prisão, roubo, uruguaiana

Guarda Municipal apreende carro com cerca de 5 mil relógios no Paraná

Produtos contrabandeados estavam em um veículo com placas de Curitiba.
Automóvel foi abandonado em Foz do Iguaçu em bairro vizinho à fronteira.

Do G1 PR, em Foz do Iguaçu
Segundo os guardas municipais, veículo com placas de Curitiba está com impostos atrasados há mais de cinco anos (Foto: GM / Divulgação)Segundo os guardas municipais, veículo com placas de Curitiba está com impostos atrasados há mais de cinco anos (Foto: GM / Divulgação)
Guardas municipais de Foz do Iguaçu, no oeste do Paraná, apreenderam na tarde deste sábado (25) um veículo carregado com cerca de cinco mil relógios contrabandeados do Paraguai. O automóvel com placas de Curitiba foi abandonado na região da Vila Portes, bairro vizinho à Ponte Internacional da Amizade, na fronteira com o Paraguai.
O automóvel foi apreendido e levado com a mercadoria para a delegacia da Receita Federal, onde a carga deve ser contada e avaliada. Até as 21h30, o motorista não havia sido encontrado.
Ainda de acordo com os guardas municipais, o carro está com impostos atrasados há mais de cinco anos.

Guardas Municipais concluem curso de Agentes de Trânsito

O próximo passo será estabelecer, através de processo licitatório, uma empresa que irá gerenciar as autuações efetuadas pelo Departamento de Trânsito e da Guarda Municipal.
 
POLÍCIA 29/07/2015 17:05:10 - Atualizado em 29/07/2015 17:05

Guardas e Fiscais encontram acampamento clandestino em Bulhões

Segundo o setor de fiscalização ambiental, dois grupos de caça estão se formando no município
Caça de animais silvestres
0 comentários
FOTO: DIVULGAÇÃO
Fotografada por Divulgação
Caçada é enquadrada como infração administrativa e crime ambiental

PORTO REAL
Após denúncia anônima, agentes da Fiscalização e Grupamento Ambientais do município encontraram esta semana um acampamento clandestino de caçadores  à margem dos Rios Barreiro  e Paraíba do Sul. Como não havia ninguém no local, o acampamento foi desmontado e retirado. Pratos, talheres, grelha e  material para preparação de alimentos, bem como uma pequena churrasqueira improvisada e ossos de possíveis animais silvestres, foram encontrados no local.
Havia ainda, de acordo com os agentes, um acampamento com camas e escadas feitas nas árvores próximas - característica de caçadores para avistar a presa. Segundo o setor de fiscalização ambiental, dois grupos de caça estão se formando no município. “Estamos recebendo, constantemente, denúncias de moradores da localidade e iremos fechar um grupo juntamente ao Grupamento Ambiental e Polícia Militar com o intuito de coibir essa prática”, afirma o chefe do setor de Controle e Fiscalização Ambiental, Giovani Andrade.
A conduta é considerada crime ambiental e na cidade ocorre às margens do Rio Paraíba do Sul, onde os alvos são, em sua maioria, capivaras, pacas e tatus. As inspeções são realizadas de acordo com as denúncias. “Nossa sub-base de Bulhões está em alerta constante, principalmente nos períodos de caça como agora, época de lua cheia”, destaca Giovani, acrescentando que o grupo de agentes é formado por três integrantes da Fiscalização Ambiental e vinte guardas municipais capacitados para atuarem na proteção do patrimônio do município. 
Crime ambiental
A prática de caçada a animais silvestres é enquadrada como infração administrativa e crime ambiental, com multas de R$5 mil, mais adicional por exemplar; conforme o Art. 162 da Lei Municipal 322/08 do Código de Direito Ambiental de Porto Real e pena de prisão de seis meses a um ano podendo ser aumentada, prevista no artigo 29 da Lei Federal 9605/98 de Lei de Crimes Ambientais. Caso os moradores saibam de casos como este, o telefone do Disque Denúncia é o: (24) 3353-1245.

Você está em: 

Afastados

Guardas municipais de Londrina acusados de agredir adolescentes Comente

Os garotos agredidos, com idades entre 13 e 15 anos, teriam roubado um telefone celular
COMPARTILHAR :
Quatro guardas municipais de Londrina, no norte do Estado, foram afastados preventivamente de suas atividades e correm o risco de ser exonerados. Eles são acusados de agredir um grupo de adolescentes no terminal central da cidade, no início deste mês de julho. Porém, só agora o caso veio à tona.
Os adolescentes agredidos, com idades entre 13 e 15 anos, teriam roubado um telefone celular e entrado correndo em um ônibus estacionado no terminal. Os guardas, cientes do roubo, teriam cercado o veículo e abordado os garotos.
Levados para outro local do terminal, os adolescentes dizem que sofreram diversos tipos de agressões. Uma sindicância foi aberta para apurar o caso.
Com informações do repórter Danilo Marconi (RICTV Record). 
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!