Cadastre seu Email

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

NOCAS VTRS DE SAO PAULO DA GCM


Novas vtrs da gcm de SP



Guarda Municipal armada custará R$ 1 mi

O valor estipulado será para a compra de 230 armas e despesas com o treinamento dos 203 servidores / Foto Arquivo

O estudo preliminar realizado pela Secretaria Municipal de Segurança já aponta que para armar a Guarda Municipal de Mogi será necessário um investimento de pelo menos R$ 1 milhão. Conforme explica o secretário da Pasta, Eli Nepomuceno, o valor ainda não está fechado, mas representa a compra de 230 armas e despesas com o treinamento dos 203 servidores.
O assunto foi colocado em pauta com o resultado da pesquisa realizada pelo site de O Diário, mostrando que a maior parte dos internautas é favorável à medida.
Até final da tarde de ontem (6), a pesquisa contava com 3.948 votos, sendo 2.017 (49,8) favoráveis ao armamento da Guarda Municipal, 1.268 (31,3%) contrários e outros 663 (16,4%) não eram contra nem a favor da medida.

Nova enquete
Já está disponível no site de O Diário a nova pesquisa de opinião. O tema também tem sido bastante repercutido na Cidade, principalmente nas redes sociais: a possibilidade de Mogi das Cruzes sediar, em setembro de 2013, uma etapa do Campeonato Nacional de Rodeio. Você é contra ou a favor? Expresse sua opinião. (Danilo Sans)

07/12/2012 -- 11h13
Corregedoria aguarda resposta de Zanlorenci

O ex-secretário de Defesa Social, Benjamin Zanlorenci, foi convocado para prestar esclarecimentos na Corregedoria da Guarda Municipal. O ex-secretário deve apresentar documentos até às 17h de hoje e justificar algumas assinaturas em arquivos oficiais da pasta. As informações foram repassadas pelo corregedor adjunto da Secretaria de Defesa Social, Eduardo Junior Bergossi. Zanlorenci deve ser ouvido em três sindicâncias internas. Os assuntos dos documentos nº 35/2012, nº 41/2012 e nº 43/2012 não foram revelados pelo corregedor adjunto.

Bergossi negou que as sindicâncias estejam relacionadas ao concurso para a contratação de guardas municipais e ao curso de formação do efetivo. "Não é nada grave. São apenas esclarecimentos que precisamos que ele faça para que possamos dar continuidade à essas sindicâncias", destacou. Esta é a terceira convocação de Benjamin Zanlorenci. "Já convocamos o ex-secretário por meio de uma correspondência encaminhada à casa dele e já fizemos uma carta convite. Por isso, agora foi feita uma publicação no jornal oficial do município", contou o corregedor adjunto.

Caso o ex-secretário não compareça ao prédio da Prefeitura de Londrina, a comissão de sindicância vai analisar se vai ser possível encerrar as investigações sem as informações de Zanlorenci. Conforme Bergossi, há pelo menos dez sindicâncias em tramitação na Corregedoria da Guarda Municipal. A reportagem do Portal Bonde não conseguiu contato com o ex-secretário Benjamin Zanlorenci.

er , 11/12/2012 às 22:46 | Atualizado em: 11/12/2012 às 22:49

Guarda Municipal tem seis veículos para 1.305 homens

-AA+
  • Mila Cordeiro | Ag. A TARDE
    Corporação custa R$ 120 milhões anualmente
Criada em 2008 para proteger o patrimônio e preservar a ordem pública e o bem-estar dos habitantes, a Guarda Municipal de Salvador (GMS) está sem poder exercer as suas funções. Atualmente, o órgão possui apenas seis veículos (sendo dois gols e duas kombis e duas motocicletas) para um efetivo de 1.305 agentes. A redução de mais de 90% da frota (que já chegou a 42 viaturas e 23 motos) faz parte das medidas de contenção de despesas da prefeitura. A iniciativa tem refletido na qualidade dos serviços prestados à população.
"É difícil ver a GMS no Campo Grande e Passeio Público. Quando tem eventos aparecem dois agentes andando, mas nunca motorizados", observa o técnico em segurança do trabalho, Márcio Batista. A ausência do efetivo não é um problema só daquela região. A poucos quilômetros dali, a Praça da Piedade, também no Centro da cidade, está totalmente abandonada. Moradores de ruas aproveitam a falta de fiscalização para depredar o local. Os bancos estão quebrados e os monumentos, pichados. A fonte e o jardim são usados como banheiros públicos, constrangendo quem passa pelo local.
"Isso sem falar no assédio dos pedintes que atuam na região. Não passa nenhum agente para impedir a ação de vândalos contra o patrimônio público", desabafa o comerciário Augusto Ribeiro, que trabalha na região. A reportagem esteve nas praças Wilson Lins e Nossa Senhora da Luz, na Pituba, e no Imbuí, mas não viu guardas municipais em atuação.


A assessoria da GMS, por sua vez, informou que as atividades não foram suspensas por causa da falta de veículos. Os agentes trabalham em regime de 24 horas, em esquema de revezamento de equipes. De acordo com o órgão, 700 agentes atuam em prédios públicos, postos de saúde, conselhos tutelares e centro de atenção psicossocial (Caps). Os demais são distribuídos em dez áreas operacionais que abrangem várias localidades da capital.
Déficit - Além da redução drástica da quantidade de viaturas, a Guarda Municipal enfrenta outra dificuldade: o efetivo. Estima-se que para cobrir uma cidade do porte de Salvador sejam necessários cerca de 6 mil agentes, mas a capital baiana atua com pouco mais de 20% desta quantidade. A Secretaria de Administração anunciou a abertura de 1.600 vagas para 2013. O objetivo é ampliar o quadro para a Copa de 2014.
Guarda Municipal inaugura o CIMP e passa a monitorar o patrimônio municipal
Publicado em 12/12/2012, às 13h04 
Última atualização em 12/12/2012, às 13h04


Divulgação
Volta Redonda
A partir desta semana, a Guarda Municipal de Volta Redonda passa a monitorar os próprios municipais, em tempo real, através do CIMP (Centro Integrado de Monitoramento Patrimonial), que funciona numa sala adaptada especialmente para esse fim, na sede da GMVR, na Ilha São João. Quatro guardas se revezam 24h por dia, acompanhando as imagens das câmeras instaladas em diversos locais, como escolas municipais, postos de saúde, UPAs, Policlínica da Mulher, clínicas que funcionam no Estádio da Cidadania (Centro Oftalmológico e Centro de Imagens), entre outros.
De acordo com o comandante da GMVR, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa, "chamamos o Centro de integrado porque em todos os locais onde existem câmeras também é possível fazer o monitoramente e a gravação das imagens, que são internas. O Ciosp (Centro Integrado de Operações de Segurança Pública) só acompanha as imagens externas. As internas agora são feitas pela Guarda Municipal", explicou ele acrescentando que o trabalho está em fase experimental.
- O nosso foco é a defesa do patrimônio e a segurança dos funcionários, que sempre foram feitas, mas que agora ganha um importante reforço, através das imagens em tempo real. Já foram instaladas várias câmeras em diversos prédios municipais. Estamos fazendo os ajustes operacionais, aguardando a colocação de mais câmeras e ainda verificando se aquele é o local ideal para ficar a câmera ou se será preciso mudar. Tem muito trabalho pela frente, mas até o início do ano letivo já estaremos prontos para monitorar as escolas, por exemplo - informou o comandante.
O trabalho no CIMP consiste em monitorar atentamente as imagens internas e, quando foi detectada alguma alteração na rotina, o operador entra em contato imediato com o Ciosp para que envie a viatura mais próxima do local e seja verificada a situação. "O atendimento será mais eficaz e mais rápido", afirmou o comandante.
Os GMs que estão no CIMP ainda são orientados para ficar atentos ao rádio portátil, ligado ao Ciosp. Caso haja um disparo de alarme num desses locais, "o operador imediatamente vai buscar as imagens e fornecer uma situação preliminar à viatura que estiver se dirigindo para lá. Com isso, os agentes de segurança vão saber o que encontrar antes mesmo de chegar ao local, facilitando e agilizando o trabalho", ressaltou o major Luiz Henrique.  
 


Leia mais: http://diariodovale.uol.com.br/noticias/4,66770,Guarda-Municipal-inaugura-o-CIMP-e-passa-a-monitorar-o-patrimonio-municipal.html#ixzz2EvrOqCQh
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!