Cadastre seu Email

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Ladrões furtam carro policial da Delegacia de Homicídios de Curitiba

Ladrões furtam carro policial da Delegacia de Homicídios de Curitiba


Furto ocorreu no bairro Alto da XV, na noite de quarta-feira (7). 
Veículo estava descaracterizado; assaltantes não foram localizados.

Do G1 PR

Assaltantes furtaram um carro da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil de Curitiba, por volta das 21h de quarta-feira (7). De acordo com os policiais, o veículo estava descaracterizado e era utilizado por uma investigadora. O furto ocorreu logo após ela estacionar o carro para entrar em um prédio no bairro Alto da XV. Toda a equipe da delegacia, Polícia Militar (PM) e Guarda Municipal foi acionada, mas até as 7h desta quinta-feira (8), nem o veículo e nem os ladrões não tinham sido encontrados.
Um investigador da delegacia, que preferiu não se identificar, disse que essa foi a primeira vez que um carro da delegacia foi furtado. "Nem a polícia eles respeitam mais", argumentou.

A investigadora precisou sair da sala e, ao retornar, o rapaz não estava mais. Após isso, percebeu que o seu tablet pessoal tinha sumido de dentro de um armário. Pressionada, a mulher confessou que o marido tinha cometido o furto e acabou sendo presa como coautora de crime qualificado, sem direito a fiança.
Furto tablet

Uma mulher, de 36 anos, foi presa após seu marido ser suspeito de roubar um tablet dentro de uma delegacia em Apucarana, no norte do estado, na terça-feira (6). Ela foi detida como coautora do crime. O marido segue foragido. O caso aconteceu na segunda-feira (5). Segundo a polícia, a mulher foi até a Delegacia da Mulher, acompanhada do marido para depor como testemunha de um inquérito policial sobre violência doméstica
.

Guarda Municipal de Curitiba prende trio suspeito de furtar cartões

Guarda Municipal de Curitiba prende trio suspeito de furtar cartões


Segundo a Guarda, eles efetuavam os assaltos dentro de ônibus.
Passageiros denunciaram o grupo que foi detido tentando realizar saques.

Do G1 PR

a
Três pessoas foram presas pela Guarda Municipal de Curitiba, na tarde desta quinta-feira (8), suspeitas de terem furtado cartões de débito e crédito dentro do ônibus biarticulado da linha Santa Cândida-Capão Raso, uma das mais utilizadas pelos moradores da capital paranaense.
O trio foi surpreendido pelos guardas quando tentava fazer saques com os cartões, em um caixa eletrônico dentro de um supermercado do bairro Pinheirinho. Com eles foram achados 30 cartões de débito e crédito, além de carteiras, celulares, R$ 600 em dinheiro e notas de euro e dólar.
Segundo a Guarda Municipal, o grupo foi localizado graças a denúncias feitas por passageiros do ônibus. Após a prisão, os dois homens e a mulher foram levados para o 8º Distrito Policial.

Guarda Municipal e mulher são mortos a tiros

O subcomandante da Guarda Civil Municipal de Mairinque (SP), Laércio Souza Lanes, de 42 anos, e a mulher dele, Lindalva Prado Lanes, foram mortos a tiros dentro de casa na noite desta sexta-feira (9), por volta das 20h, no bairro Jardim Vitória, informou a Polícia Civil.
O filho do casal, de 10 anos, também foi baleado na cabeça. Ele foi socorrido e continua internado em estado grave no Hospital Regional, em Sorocaba (SP). Ele deve passar ainda neste sábado por uma cirurgia para retirada da bala que está alojada na cabeça.
Segundo a Polícia Militar (PM), o caso chegou à corporação como roubo seguido de morte, pois os dois carros do casal foram levados após o crime. Um deles foi capotado pelos quatro criminosos a cerca de 100 metros da casa. Mesmo com o acidente os suspeitos conseguiram fugir. O outro carro foi encontrado queimado em uma estrada de terra.
A Polícia Civil não tem informações sobre o que teria motivado o crime, mas não descarta a hipótese de vingança contra o guarda ou latrocínio. Ainda ninguém foi preso.

'Não tem explicação', diz secretário de Mairinque sobre morte de guarda

domingo, 11 de agosto de 2013 • 12:52
Os corpos do subcomandante da Guarda Civil Municipal, Laércio de Souza Lanes, de 44 anos, e da esposa, Lindalva Prado Lanes, de 38 anos, que foram mortos dentro de casa, em Mairinque (SP), na noite de sexta-feira (9), foram enterrados na tarde deste sábado (10) no cemitério municipal.

Centenas de pessoas foram acompanhar o velório e se despedir do casal. Entre parentes e amigos, o clima era de incompreensão. A casa onde eles moravam, na Vila Vitória, passou o dia inteiro fechada.

Para o secretário de Segurança Pública da cidade, Valdeir Dias, o crime chocou a cidade inteira. "Foi uma surpresa para gente quando chegou a notícia, porque ele nunca reclamou de nada. Infelizmente a gente não tem nenhuma explicação para dizer", comenta.

A polícia ainda não sabe quem fez os disparos e nem quantos eram, mas não descarta a hipótese de assalto ou execução por vingança. O delegado da delegacia seccional de Sorocaba (SP), Marcelo Carriel, diz que peritos e policiais estiveram na residência em busca de pistas para ajudar a esclarecer os assassinatos.

Os criminosos fugiram nos dois carros da família, mas um deles foi abandonado depois de capotar. O outro foi encontrado queimado. As duas armas do guarda foram levadas.

"Houve perícia no local, nos dois veículos que foram encontrados, um capotado e outro incendiado. Estamos colhendo informações, indícios e provas e, daqui alguns dias, talvez teremos alguma clareza, pelo menos, sobre o que acontece e de que forma", explica Carriel.

Para o irmão do subcomandante, Altair de Souza Lanes, o crime não foi resultado de um assalto. "Sei lá se foi roubo. Tinha dinheiro em cima da mesa. Tinha a carteira dele, com dinheiro. A gente só quer Justiça", desabafa.

Ainda de acordo com a família, o guarda municipal não tinha inimigos. A GCM informou que a última prisão que ele fez foi em 2011 e o último boletim de ocorrência envolvendo o nome do GCM foi registrado no ano passado, quando ele encontrou um carro roubado.

O filho do casal, de 10 anos, também foi baleado. Ele continua internado no Hospital Regional de Sorocaba. Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, o estado do garoto é considerado gravíssimo, mas estável. A bala continua alojada na cabeça dele.

Velório do subcomandante da guarda municipal de Mairinque (Foto: Reprodução/TV TEM)

Estava de mudança
Laércio morava há mais de 20 anos no local. Mas, segundo parentes, ele estava disposto a se mudar, inclusive de cidade. A família comentou que o guarda municipal já tinha até fechado um negócio em Sorocaba, como conta o irmão do guarda municipal, Altair Lanes.

"Ele vendeu a casa onde morava para outro irmão. Se ele estivesse sofrendo alguma ameaça, acho que não iria vender a casa para o irmão, para expor ele", ressalta Altair.

Ainda conforme a polícia, Laércio foi encontrado sentado em uma cadeira na sala de jantar e a mulher estava caída ao lado dele, com as mãos amarradas para trás. Os dois foram atingidos por um tiro na cabeça, dentro de casa. A princípio, a arma usada seria uma espingarda calibre 36, como informa a polícia.

G1

Guardas municipais suspeitos de agredir adolescente são afastados

Guardas municipais suspeitos de agredir adolescente são afastados


Prefeitura de Curitiba informou que eles vão fazer atividades administrativas.
Imagens de câmeras de hotel serão solicitadas para apurar o caso.

Do G1 PR

PUBLICIDADE
A Secretaria Municipal de Defesa Social da Prefeitura de Curitiba informou nesta segunda-feira (12) que os dois guardas municipais suspeitos de agredir um adolescente na noite de sábado (10) foram afastados das ruas e que vão desenvolver atividades administrativas.
O jovem, que tem 16 anos, contou que estava com um amigo no momento da abordagem dos agentes e que "se assustou" com a ação. "Um deles disparou um tiro do lado do meu pé. Eu me assustei e caí. Quando eu caí, eles [os guardas municipais] já desceram do carro e me agrediram, me algemaram no chão e me deram vários chutes", relatou o menor. Ele foi levado para o hospital com escoriações no rosto e nos braços. O amigo do adolescente não ficou ferido. Duas vizinhas, que preferiram não se identificar, confirmaram o barulho do tiro e a agressão.

O texto afirma ainda que se for constatada qualquer irregularidade na atitude dos guardas, eles serão punidos. Contudo, a nota não diz quais tipos de sanções os agentes estão sujeitos a receber.
Conforme a nota da prefeitura, as armas usadas pelos guardas municipais nas atividades cotidianas também foram recolhidas e devem passar por perícia. As imagens das câmeras de segurança de um hotel próximo ao local da ocorrência foram solicitadas para tentar apurar os fatos.
O pai do menor, Carlos Murilo Oliva, registrou um Boletim de Ocorrência (B.O) sobre o caso. "Eu considerei uma situação grave. Conversei com um supervisor solicitando que ele recolhesse os guardas municipais que efetuaram o disparo contra o meu filho para a verificação e recolhimento da arma, mas não obtive êxito", explica. O pai contou que foi orientado a procurar os órgãos competentes nesta segunda-feira.
Guardas municipais anunciam fim da greve com ajustamento de escala
Foto: Divulgação/André Bonfim/Asguard
Após 12 dias de greve, a Associação dos Guardas Municipais (Asguard) anunciou nesta segunda-feira (12) que decidiu pela retomada das atividades, após chegar a um acordo com a prefeitura de Salvador. A paralisação, iniciada no último dia 2, pedia ajustes na carga horária e melhorias nas condições de trabalho. Ficou decidido que a categoria trabalhará de acordo com uma escala de 24h por 72h, com direito a uma folga, ou seis horas diárias, de segunda à sexta, nos postos operacionais. 

Guardas civis municipais protestam em Jacareí

Guardas civis municipais protestam em Jacareí


Movimento se reuniu na frente da sede do governo nesta segunda-feira (12).
Eles reivindicam melhorias salariais e plano de carreira diferenciado.

Do G1 Vale do Paraíba e Região

Uma manifestação pedindo melhores salários reuniu cerca de 100 guardas civis municipais em frente à sede da Prefeitura de Jacareí na tarde desta segunda-feira (12). De acordo com a prefeitura, uma comissão foi formada pelos servidores e se reuniu com os secretários de Administração e o interino de Segurança e Defesa do Cidadão.
O movimento reivindica aposentadoria especial, aumento de adicional de risco de 20% para 30% e um plano de carreira diferenciado com estatuto próprio. Também foi protocolado durante o encontro um pedido referente à lei orgânica do município, para que eles sejam tratados como servidores diferenciados.
Outro lado
Por meio de nota, a prefeitura informou que fará uma análise jurídica sobre as reivindicações e que para que seja feita qualquer mudança para a categoria será necessário uma reforma administrativa que também contemple todas as demais.
Ainda de acordo com a administração municipal, os serviços da Guarda Civil não foram interrompidos porque os participantes da manifestação eram os servidores que estavam de folga
.

Friburgo recebe programa estadual de segurança pública nesta terça-feira

Friburgo recebe programa estadual de segurança pública nesta terça-feira


Encontro acontece nesta terça-feira (13), às 8h.
Objetivo é fortalecer as políticas de segurança pública.

Do G1 Região Serrana

A secretaria de estado de Segurança (Seseg) realiza nesta terça-feira (13), às 8h, no Hotel Bucsky, em Nova Friburgo, Região Serrana do Rio, o Encontro Regional de Gestores sobre Segurança Pública, que percorre cinco Regiões Integradas de Segurança Pública (RISP) e faz parte do Programa “Compromisso pela Segurança”. O objetivo é cumprir um ciclo de diálogos e ações que visam o fortalecimento das políticas sobre segurança do estado do Rio de Janeiro e seus municípios.
Além disso, o encontro em Nova Friburgo definirá uma agenda de prioridades para alinhamento e reorganização das políticas de segurança na perspectiva da prevenção, onde os gestores municipais, junto com a Seseg, definem quais programas (cursos, projetos, campanhas, etc.) atendem as necessidades da cidade.
Esse será o terceiro encontro “Compromisso pela Segurança”. O primeiro aconteceu em Macaé, no dia 6 de junho, e reuniu gestores públicos da 6ª RISP. O segundo encontro foi em Angra dos Reis no dia 12 de julho, reunindo os gestores públicos da 7ª RISP.
Participam do encontro representantes da secretaria de estado de Segurança, da Polícia Civil e da Polícia Militar, secretários municipais da área de Segurança Pública e inspetores das Guardas Municipais
.

Marginal acusado de matar família de GCM é preso em SP

terça-feira, 13 de agosto de 20130 comentários


Em menos de uma semana, essa foi a segunda família de policiais morta no estado de São Paulo. O subcomandante da Guarda Civil Metropolitana e a esposa foram assassinados dentro de casa em Mairinque, interior paulista. Única testemunha ocular, o filho do casal também foi baleado e está internado em estado grave. Nesta segunda (12), um dos suspeitos pelo crime foi preso. Acom
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!