Cadastre seu Email

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Ladrões furtam carro policial da Delegacia de Homicídios de Curitiba

Ladrões furtam carro policial da Delegacia de Homicídios de Curitiba


Furto ocorreu no bairro Alto da XV, na noite de quarta-feira (7). 
Veículo estava descaracterizado; assaltantes não foram localizados.

Do G1 PR

Assaltantes furtaram um carro da Delegacia de Homicídios da Polícia Civil de Curitiba, por volta das 21h de quarta-feira (7). De acordo com os policiais, o veículo estava descaracterizado e era utilizado por uma investigadora. O furto ocorreu logo após ela estacionar o carro para entrar em um prédio no bairro Alto da XV. Toda a equipe da delegacia, Polícia Militar (PM) e Guarda Municipal foi acionada, mas até as 7h desta quinta-feira (8), nem o veículo e nem os ladrões não tinham sido encontrados.
Um investigador da delegacia, que preferiu não se identificar, disse que essa foi a primeira vez que um carro da delegacia foi furtado. "Nem a polícia eles respeitam mais", argumentou.

A investigadora precisou sair da sala e, ao retornar, o rapaz não estava mais. Após isso, percebeu que o seu tablet pessoal tinha sumido de dentro de um armário. Pressionada, a mulher confessou que o marido tinha cometido o furto e acabou sendo presa como coautora de crime qualificado, sem direito a fiança.
Furto tablet

Uma mulher, de 36 anos, foi presa após seu marido ser suspeito de roubar um tablet dentro de uma delegacia em Apucarana, no norte do estado, na terça-feira (6). Ela foi detida como coautora do crime. O marido segue foragido. O caso aconteceu na segunda-feira (5). Segundo a polícia, a mulher foi até a Delegacia da Mulher, acompanhada do marido para depor como testemunha de um inquérito policial sobre violência doméstica
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!