Cadastre seu Email

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Guarda que nunca atirou fica em 1º lugar em torneio

Marcelo de Campos compete com outros 57 colegas em disparos com pistola O guarda municipal Marcelo Aparecido de Campos, 41 anos, conquistou o 1º lugar no Campeonato de Tiro com Pistola, em comemoração aos 60 anos da corporação. Para manter a pontaria, De Campos, como é conhecido, treina em casa com uma espingarda de pressão. “Sempre que participo de um torneio fico entre os melhores, meu pior resultado até hoje foi um 3º lugar”, afirmou o GM, que trabalha na base ecológica da Serra do Japi. O guarda somou 97 pontos dos cem possíveis. Mesmo com tanta precisão, o GM nunca atirou em seus 18 anos de trabalho. “Acredito que quando alguém dispara sempre levará vantagem e a outra pessoa se transforma naturalmente em vítima.” Ao todo, 58 guardas participaram do evento na sede da GM. Eles realizaram duas séries de cinco tiros cada. O guarda municipal Felipe ficou em 2º lugar. No final, os melhores foram premiados. ServiçoA Guarda Municipal é responsável pelo patrimônio público. Denúncias pelo telefone 153 Valéria conquista 3ª colocaçãoA competição também marcou o bom resultado obtido pela guarda municipal Valéria Lorenti, 39. Ela somou 95 pontos e, no critério de desempate, ficou com a terceira colocação. Valéria está na Guarda há 18 anos e trabalha atualmente no prédio do Funss (Fundo Social de Solidariedade). Ela também afirmou que jamais atirou em ocorrências policiais. “Somos treinados para utilizar uma arma apenas no momento certo”, disse. A guarda afirmou que já participou de outras competições de tiro com pistola e sempre conquistou bons resultados. “Ao contrário de meus colegas, atiro por prazer, porque hoje não tenho tempo para treinar”, afirmou Valéria que exerce dupla jornada diária: GM e mãe. “Meus três filhos reconheceram meu esforço quando viram o troféu.” Ela afirmou que já está pronta para outra competição. “Se tiver oportunidade participarei novamente.”

domingo, 22 de novembro de 2009

GUARDAS MUNICIPAIS DE CURITIBA/PR MORREM POR FALTA DE ATENÇÃO DOS MAUS POLÍTICOS EM GERAL

RENATO CÉSAR RODRIGUES DO NASCIMENTO “Um guarda municipal foi morto por volta das 4h30 desta terça-feira (16) dentro de sua residência, localizada na Rodovia dos Minérios, no bairro Abranches, em Curitiba. De acordo com a Polícia Militar (PM), três homens encapuzados teriam invadido a casa, possivelmente para um assalto, e disparado contra o homem em frente à mulher da vítima. Renato César Rodrigues do Nascimento, de 39 anos, morreu no local. Como alguns produtos eletrônicos da casa foram roubados, o caso está sendo investigado pela Delegacia de Furtos e Roubos da cidade. Segundo a prefeitura de Curitiba, a Guarda Municipal está auxiliando nas investigações. Ainda não há suspeitas sobre os autores e os motivos do crime. Uma das hipóteses levantadas pela polícia é a de que a vítima tenha sido executada depois que os bandidos descobriram que ele era guarda municipal. Segundo registros da secretaria municipal de defesa social, Nascimento trabalhava havia 13 anos no órgão, e jamais havia apresentado problemas de conduta. Ele estava no segundo casamento e tinha dois filhos.” DESABAFO DE UM GM: Ultimamente venho acompanhando uma série de assuntos que deixam qualquer pessoa triste e às vezes sem esperança de futuro melhor para os nossos filhos e netos. Estou falando de assuntos na área de segurança pública, algo que para os cidadãos de bem que pagam impostos está ficando cada vez mais raro, visto que em nosso país tal tema está cada vez mais defasado. Por ser um cidadão brasileiro, não sou exceção em comparação com o resto da população brasileira e na cidade de Curitiba/PR, onde muitos tem muito orgulho do lugar onde vivem, pois têm uma ótima estrutura sendo a 4ª capital mais rica do Brasil. Embora tenha apresentado esse fato, há um detalhe interessante de insatisfação mostrado pelos servidores da Secretaria Municipal da Defesa Social (SMDS), o motivo é um só, melhores condições de trabalho! Enquanto a prefeitura não conceder essas melhorias, mais Guardas Municipais poderão acabar com o mesmo destino desses pais de família.

homens roubaram uma moto e na fuga atiraram contra uma viatura da Guarda Municipal

Parar em semáforo no cruzamento da rua Pedro Álvares Cabral com a avenida Dom Aguirre, na Vila Progresso, tem se tornado perigoso. Isso porque somente ontem, num intervalo de apenas uma hora, duas pessoas foram assaltadas, e num dos casos a vítima ficou sem o carro. Na noite de quinta-feira, também na rua Pedro Álvares Cabral, outro carro foi roubado. Todos esses roubos foram feitos sempre por dois rapazes. Também naquela região, na noite de quinta-feira, dois homens roubaram uma moto e na fuga atiraram contra uma viatura da Guarda Municipal. Os ladrões não foram presos. Mas na fuga, quando a moto usada para fazer o assalto apresentou uma avaria na avenida 3 de Março, os ladrões não imaginavam que seriam localizados pela Guarda Municipal, que já sabia do crime. Antes de fugir pelo matagal, um dos ladrões atirou cinco vezes em direção à viatura, e o outro fugiu com a moto roubada, mesmo avariada, em direção ao bairro do Éden. Apesar de perseguido pelos GMs, o assaltantes conseguiu fugir, e até ontem nenhum deles havia sido localizado. No mesmo lugar Ontem às 13h, o auxiliar de contabilidade M.B., de 25 anos, teve seu Ford Fiesta Sedan, placas DQI-2796, de Sorocaba, roubado ao parar no semáforo da rua Pedro Álvares Cabral com a avenida Dom Aguirre. Dois homens, um deles armado com revólver ordenaram à vítima ir para o banco traseiro, e depois a abandonaram na avenida Rudolf Dafferner, no Jardim Saira. A dupla também levou o celular e documentos da vítima. Uma hora antes, ao meio-dia, na avenida Dom Aguirre, na altura da Vila Progresso, o office-boy H.N.S., 28 anos, parou no semáforo e foi abordado por dois homens numa moto. O garupeiro estava armado e os ladrões exigiram os dois celulares que estavam no console do carro. Os ladrões estavam numa Honda CG preta, e usavam capacetes. Novamente na rua Pedro Álvares Cabral, o vendedor P.E.H., 25 anos, teve o Chevrolet Corsa Hatch Premium branco, placas DUL-3025, de Sorocaba, roubado às 20h30 de quinta-feira quando também parou no semáforo. Nesse caso os assaltantes também estavam numa moto, e o garupeiro armado com revólver

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

DIA DA BANDEIRA É COMEMORADO PELA GUARDA MUNICIPAL

Foi realizado ao meio dia de hoje (19), no Quartel da Agência da Guarda Municipal de Goiânia (AGMG), a incineração das bandeiras: Nacional, Estadual e do Município. Esse ato faz parte da comemoração do Dia da Bandeira Nacional, celebrado dia 19 de novembro.Participaram do ato de incineração os alunos das Escolas Municipais Arcebispo Dom Emanuel e Francisco Bibiano, diretores de escolas, vários presidentes de associações de moradores, alunos do curso de subinspetores da AGMG e servidores municipais.De acordo com o presidente comandante da AGMG, Coronel Gercy Joaquim Camêlo, “Nesse dia, todas as bandeiras inservíveis, rasgadas, manchadas ou em estagio final de uso devem ser, em ato solene, incineradas. Nós da Guarda Municipal temos o orgulho de sermos brasileiros e amantes de nossa pátria. Daí o culto ao nosso símbolo maior da Republica Federativa do Brasil. Esse é o único dia que o pavilhão nacional é hasteado ao meio dia em todo o país, de acordo com a Lei 5.700 de 01.09.1971” explicou o comandante.Já segundo a professora Mardlene Alencastro, “Esse ato é muito importante e deveria fazer parte do calendário escolar. Nossos alunos, com essa apresentação, tiveram hoje um dia de patriotismo e cidadania, com certeza aprenderam com os agentes da segurança municipal que não precisamos só preocupar com a violência e sim educarmos nossos filhos a cultuar nossa bandeira e os símbolos nacionais, como forma de respeito a nossa soberania”, ensinou a professora.CerimôniaAs bandeiras que foram doadas a AGMG pelos órgãos públicos, empresas privadas e cidadãos comuns, foram colocadas numa pira de metal nas proximidades do mastro onde foi realizada a cerimônia de hasteamento da bandeira. O comandante fez a leitura da ordem do dia alusiva à data e ressaltou, com fé e patriotismo, a alta significação da festividade e a importância. Fez um breve histórico da bandeira criada em 19 de novembro de 1989. Em seguida, ateou fogo nas bandeiras previamente embebidas em álcool. Todos os presentes a solenidade cantaram o Hino à Bandeira, sob o comando do regente da Banda de Música da AGMG, Daniel Vieira, com toda tropa da guarda de honra em posição de sentido. As cinzas foram depositadas em uma caixa e serão enterradas em local apropriado, no interior da corporação

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

GUARDA MUNICIPAL INCINERA BANDEIRAS

A Guarda Municipal de Goiânia realizará, amanhã, 19, às 12h incineração das bandeiras: Nacional, Estadual e do município de Goiânia. Neste dia, também é comemorado o Dia da Bandeira e o objetivo do ato é fazer a troca das bandeiras antigas por novas, se adequar à lei e incentivar o civismo. Segundo o Presidente Comandante da Guarda Municipal de Goiânia, coronel Gercy Camêlo, '‘o ato é baseado na lei 5.700 do dia 01.09.1971, que diz que todas as bandeiras que estejam em estágio final de uso deverão ser incineradas’, diz. Todos os órgãos públicos, empresas privadas e cidadãos comuns que tenham em seu poder bandeiras antigas, rasgadas, e desejarem incinerá-las poderão entrar em contato com o plantão da GM, através do telefone: 3524 8607 que a entidade irá buscá-las. Cerimônia No dia da incineração, o ato ocorrerá da seguinte forma: as Bandeiras serão colocadas numa pira de metal, colocada nas proximidades do mastro onde se realiza a cerimônia de hasteamento das bandeiras; o comandante fará a leitura da Ordem do Dia alusiva à data e na qual é ressaltado patriotismo e a significação da festividade. Terminada a leitura, ateia-se fogo às bandeiras previamente embebidas em álcool. A solenidade prossegue com o canto do Hino à Bandeira, sob o comando do regente da Banda de Música, Daniel Vieira, com a tropa na posição de 'Sentido'. As cinzas serão depositadas em caixa e enterradas em local apropriado, no interior da entidade. http://www.goiania.go.gov.br/index1.htm

PRIMEIRO CURSO DE TRÂNSITO DA AGMGO

Atençao GCMs de Goiania ,não percam a chance de se qualificar, inscreva -se Já! O Centro de Formação, Estudos e Aperfeiçoamento – CEFEA da Agência da Guarda Municipal de Goiânia – AGMG, informa que o Primeiro Curso de Capacitação em Trânsito será realizado nos dias 16,18 e 23 no Auditório do SINDIGOIÂNIA na Rua Dr.Olinto Manso Pereira (antiga 94),n º 615 ,Setor Sul . São oferecidas 40 vagas, sendo 4 (quatro) de cada unidade regional, 4 para o GPC, 4 para o CCO e 4 para a DGA.O curso será realizado nos horários de folga dos guardas operacionais e os interessados devem ligar para o CEFEA no fone 35242461.São requisitos necessários para fazer o curso: ter o curso de formação de guarda municipal e CNH, perfil técnico profissional e possuir o 2º grau completo.Durante o curso os guardas devem usar o uniforme de instrução.Mais informações: 352424 61 – CEFEA http://guardamunicipalgoiania.blogspot.com/

terça-feira, 17 de novembro de 2009

Atenção Guardas municipais-PARTICIPEM:

CURSO "PREVENÇÃO AO USO INDEVIDO DE DROGAS A SENAD abre pré-inscrições para o CURSO "PREVENÇÃO AO USO INDEVIDO DE DROGAS - CAPACITAÇÃO PARA CONSELHEIROS MUNICIPAIS" Estão abertas as pré-inscrições para capacitação de 15 mil lideranças comunitárias e conselheiros comunitários municipais de todo o Brasil para atuar, em rede, na prevenção da violência e da criminalidade relacionadas ao uso indevido de drogas. O curso está sendo promovido pela Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas - SENAD, do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), da Presidência da República, em parceria com o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (PRONASCI), do Ministério da Justiça e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O curso é gratuito, oferecido na modalidade de ensino à distância, com carga horária de 120 horas, tem a duração de três meses e certificado de extensão universitária emitido pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Poderão participar Lideranças Comunitárias e Conselheiros que atuam nos Conselhos: de Segurança; Sobre Drogas; Tutelar; dos Direitos da Criança e do Adolescente; da Educação; da Saúde; da Assistência Social; do Conselho Escolar; do Conselho da Juventude, do Idoso, do Trabalho, Populações Afrodescendentes, dentre outros. O conteúdo do curso foi elaborado por especialistas da área e reúne informações atualizadas e convergentes com a Política Nacional sobre Drogas (PNAD), a Política Nacional sobre o Álcool (PNA) e o Sistema Único de Segurança Pública. Pré-Inscrições: Até 11 de novembro (quarta-feira) Site: http://www.sead.ufsc.br/matricula/index.php?course=senad2. Tel.: (48) 3952 1965 - Karine - UFSC a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD) prorrogou o prazo de inscrições para o curso até o dia 29 de novembro e decidiu pela ampliação do público alvo deste projeto, proporcionando a adesão das Lideranças cujos pré-requisitos estão em acordo com o curso.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Guarda municipal é desarmado e morto em escola no Cajuru

O guarda municipal Leocádio Swami de Mello e Silva, 59 anos, foi assassinado, na tarde de ontem, quando trabalhava na Escola Municipal Senador Eneas Faria, na Travessa A, Vila Autódromo, Cajuru. Segundo testemunhas, por volta de 16h, um rapaz aproveitou que a escola estava aberta por causa das atividades do Comunidade Escola e entrou para roubar a arma do guarda. O assassino acertou três tiros na vítima e fugiu tomando o rumo do Jardim Acrópole. Cerca de 50 pessoas, entre crianças, adolescentes e adultos, estavam no local no momento do crime.Segundo informações colhidas por investigadores da Delegacia de Furtos e Roubos (DFR), Leocádio estava sem o colete à prova de balas e teria retirado a proteção por causa do calor.Testemunhas contaram que o assassino, que aparentava ter entre 20 e 25 anos, não era morador da vila. Usando um boné e uma jaqueta de nylon cinza, ele desceu de uma motocicleta Titan azul estacionada a uma quadra da escola e entrou pelo portão. Enquanto isso, um comparsa do atirador ficou na moto, dando cobertura. A mulher de um policial, que estava passando pela rua, chegou a desconfiar do motoqueiro. Ao checar as placas, descobriu que eram frias e pertencem a um veículo Gol.

GCM..Órgãos de segurança de Ubatuba organizam Operação Verão para a temporada

Uma reunião ocorrida na última quarta-feira, 11, na Prefeitura de Ubatuba, envolvendo vários órgãos de segurança no município, definiu o funcionamento da Operação Verão 2009/2010, que ocorrerá de 26 de dezembro a 28 de fevereiro no município. O secretário municipal de Segurança Pública, Andrade Henrique, coordenou a reunião que contou com a presenças de representantes das Polícias Rodoviárias Estadual e Federal, Polícia Militar, Polícia Civil, Guarda Municipal, Polícia Ambiental e Corpo de Bombeiros. A Prefeitura de Ubatuba irá prestar apoio na alimentação e alojamento para o reforço de homens que estarão em Ubatuba durante a Operação. “O município está se empenhando para garantirmos uma temporada tranquila. Essa Operação Verão tem a finalidade de prevenir e combater a criminalidade no período de férias e festas de final de ano”, explicou Andrade Henrique. Operação Verão Durante a Operação Verão um helicóptero “Águia” estará em Ubatuba, trabalhando em conjunto com os guarda-vidas temporários e ainda orientando e delimitando as áreas de perigo nas praias para os banhistas. A bordo do Águia trabalharão um piloto, um co-piloto, um tripulante operacional e dois bombeiros guarda-vidas. A Polícia Civil montará uma delegacia móvel na Avenida Iperoig, no centro. Nas praias do Lázaro e Maranduba a Polícia Militar instalará duas delegacias móveis. Uma carreta da Polícia Rodoviária Federal ficará baseada na Praia Grande. Ubatuba receberá reforços de 220 homens da Polícia Militar, 40 homens para a Polícia Militar Rodoviária, 50 guardas vidas temporários para o Salvamar e 25 bombeiros para o Grupamento de Incêndio. ''Todo o efetivo da Guarda Municipal terá férias e folgas suspensas durante a Operação Verão. Todo o policiamento será realizado inclusive no período de festas, nas faixas de praias e nas áreas comerciais de Ubatuba.'' (Fonte: Assessoria de Comunicação/PMU)

Guarda Municipal de Ananindeua abre inscrições

A Prefeitura Municipal de Ananindeua abriu as inscrições do Concurso Público para provimento de 150 vagas, e formação de cadastro de reservas, para o Curso Intensivo de Formação de Guarda Municipal. O certame constará de 5 fases distintas, sendo elas: 1ª Fase: Prova Objetiva de Múltipla Escolha (Língua Portuguesa, Matemática, Geografia e História do Brasil); 2ª: Avaliação Psicológica; 3ª: Avaliação Médica; 4ª: Avaliação de Suficiência Física (Flexão em Barra, Abdominal, Flexão de Braço, Corrida) e 5ª: Pesquisa Social e Exame Documental. A oferta é de 130 vagas para o sexo masculino e 20 para o feminino. ]As inscrições serão realizadas exclusivamente via Internet, através do site www.cetapnet.com.br, até as 23h59 do dia 30 de novembro de 2009. Durante a realização do Curso de Formação, o Aluno-Guarda receberá uma bolsa de estudo no valor bruto de R$ 465,00, passando a receber após a conclusão do curso a remuneração no valor de R$ 800,00. O valor da taxa de inscrição é R$ 40,00. A aplicação da Prova Objetiva será realizada no dia 20/12/2009.

sábado, 14 de novembro de 2009

Goiania-GO-GUARDAS MUNICIPAIS DETÊM ASSALTANTE QUE ATUAVA NO PARQUE BOTAFOGO

Na manhã desta última quinta-feira, guardas municipais do Grupo de Proteção ao Cidadão – GPC da Agência da Guarda Municipal de Goiânia (AGMGO) detiveram um homem acusado de realizar assaltos no Parque Botafogo. A equipe da Guarda foi acionada enquanto fazia o patrulhamento de rotina no Bosque. Freqüentadores do parque informaram sobre a ocorrência de um assalto contra uma senhora. Os guardas levantaram as características do suspeito e realizaram uma varredura por toda a área. Com a ajuda de populares o homem foi localizado e conduzido ao 1 º Distrito Policial. Com o suspeito foram encontrados os pertences da vitima que reconheceu o assaltante. Participaram da ação os GMs, Flavio Cardoso, Matos, Moyses e Layon. Alerta O presidente Comandante da AGMGO, coronel Gercy Joaquim Camêlo, faz inclusive, um alerta à população para o aumento desse tipo de crime nessa época do ano. “Com a chegada do final de ano vem o pagamento do 13º salário e os bandidos sabem disso, portanto, eles atacam principalmente mulheres e idosos, visando roubar pequenas quantias em dinheiro ou itens valiosos como celulares e jóias.” Coronel Camelo lembra, porém, que para coibir este tipo de crime a Guarda estará intensificando a segurança nos parques e praças da cidade

Pais exigem guardas na escola

A comunidade do Vale Dourado se reuniu na escola municipal Waldson Pinheiro para exigir do poder público providências contra a violência no bairro. Entre os principais pedidos está a volta da Guarda Municipal permanente na escola, que sofreu uma tentativa de invasão por três adolescentes armados na última terça-feira. A reunião, realizada na escola, contou com a participação de mais de 250 pais de alunos, a direção do Waldson Pinheiro, representantes da Polícia Militar e Conselho Comunitário.A Secretaria Municipal de Educação, convidada pela direção da Escola, não enviou nenhum representante ao encontro. Enquanto a questão da Guarda Municipal não é resolvida, a Polícia Militar irá fazer duas paradas provisórias no local, uma no horário de entrada dos alunos e outra no horário da saída. Além disso, a direção conseguiu novos vigilantes para a Escola, tendo em vista que o último pediu transferência após ser ameaçado de morte pelos mesmos adolescentes que tentaram invadir o Waldson Pinheiro.Na manhã de ontem, a direção recebeu a visita de cinco pais e mães preocupados, que pediram a transferência dos filhos. “Repercutiu muito mal e eu já imagino que se nada for feito o número de matrículas do próximo ano será bem menor”, afirma o diretor João Bosco da Silva. E complementa: “Eu consegui convencer os pais a não tirarem os seus filhos, mas a comunidade precisa se mobilizar para impedir novos atos de violência”.Uma das mães preocupadas com a confusão na Escola Waldson Pinheiro é Andréia Patrícia da Silva, de 44 anos, que há 12 anos mora no Vale Dourado. “Saí de casa pensando em tirar meus dois filhos da escola no próximo ano, porque não dá pra você mandar o seu filho para a escola sem saber se ele vai voltar”, explica Andréia. “Todos os pais aqui estão muito preocupados com essa situação do colégio e é preciso que a Prefeitura tome uma atitude o mais rápido possível”, acrescenta.A reunião contou também com palestras da Polícia Militar sobre como os pais devem se portar diante do quadro de violência no Vale Dourado. “Os pais não podem deixar a educação apenas com a escola. É preciso participar mais, observar as amizades, controlar o que o filho faz”, diz o major Lenildo de Sena, que representou a PM no encontro. O major afirma que a participação dos pais se faz mais necessária pela situação do bairro de Nossa Senhora da Apresentação, onde o conjunto Vale Dourado está localizado. “O tráfico de drogas é muito forte e tenta atrair os adolescentes e crianças do bairro”, analisa. Hoje, o bairro de Nossa Senhora da Apresentação, junto de Pajuçara, tem o maior índice de homicídios da capital e, de acordo com o major, a maioria deles está ligada a cobrança de dívidas de drogas.Promotor da EducaçãoO promotor da Educação, Raimundo Silvio, acredita que o problema da violência precisa ser combatido a partir de uma atuação integrada das instituições com a sociedade. O caso do Vale Dourado não se encaixa, de acordo com o promotor como violência na escola. “Tem sido muito comum casos de violência que não são da escola, mas que afetam o ambiente escolar. Nesse caso, era um problema gestado fora da escola”, diz Raimundo Silvio.Quanto à presença da Guarda Municipal, o promotor afirma que ela é indicada apenas em casos mais críticos. “Não podemos entrar numa neurose e achar que em toda escola é preciso a presença da polícia”, aponta. Raimundo Silvio afirmou desconhecer qualquer estudo sistemático sobre as escolas localizadas em áreas de risco, mas que seria uma importante contribuição. “Qualquer ferramenta que propicie um melhor conhecimento da realidade ajuda no planejamento”

Guarda Municipal de São Gonçalo ganha uniforme

Pela primeira vez, os guardas municipais de São Gonçalo ganharam um uniforme de verão. O novo modelo, que mantêm a calça comprida, é formado por blusa pólo na cor bege e está sendo utilizado desde a última segunda-feira. Até o final do verão, os guardas devem trabalhar com o uniforme.De acordo com o secretário de segurança pública da cidade, Paulo Storani Botelho, o lançamento do uniforme foi antecipado devido ao calor feito nos últimos dias. Paulo ainda acrescenta que a calça foi mantida para proteger os guardas.“A pele desprotegida absorve mais o calor que vem do asfalto”, declarou.

PM, guarda municipal e até atirador

A julgar pelo aparato de segurança montado para a atuação das equipes no Maciço do Morro da Cruz, ficou claro que a reação da população não foi surpresa. As seis pessoas que trabalharam nas demolições estavam acompanhadas de dois fiscais ambientais, sete integrantes da Guarda Municipal e quatro policiais militares.Pelo menos quatro viaturas estavam estacionadas em uma rua próxima, durante a demolição da primeira casa. Os policiais que chegavam estavam armados com calibres diversos e com uma arma de choque. Na hora de sair da comunidade, um helicóptero com atirador de elite sobrevoou a área.A movimentação incomodou a comunidade. Diversas pessoas começaram a se aglomerar em volta dos trabalhadores. Conforme o tempo passava e quanto mais tenso o clima ficava, mais policiais militares eram chamados.– Nossa, precisava tudo isso para derrubar a casa de duas mulheres? – questionou uma moradora.Uma comissão de moradores foi montada nos últimos dias com o objetivo de intervir nas ações da prefeitura na área. O vice-presidente da associação de moradores, Carlos Raimundo dos Santos, disse que o grupo quer agendar uma reunião com o prefeito.– É revoltante o que tem acontecido. Se as casas têm de ser demolidas, os moradores precisam, pelo menos, ser avisados com antecedência. Mesmo sendo uma ação administrativa, eles deveriam advertir antes para demolir depois – defende.NúmeroEm duas semanas moradores da Capital poderão ligar para o número 161 para fazer denúncias de casas construídas de forma irregular

Prefeitura de Londrina abre concurso para guarda municipal

A Prefeitura de Londrina abriu inscrições para o preenchimento de 200 vagas para agentes da guarda municipal, com nível médio. O salário é de R$ 1.046,50 (R$ 805 de salário base mais R$ 241,50 de adicional de risco de vida), mais R$ 205,80 de auxílio alimentação.As inscrições devem ser feitas no site www.iprocade.org.br/Concursos até o dia 23 de novembro. A taxa é de R$ 50,00.

Rapaz ameaça matar Guarda e é preso em corumbá.

A Polícia deteve na noite de ontem Steferson Galvão Soares, de 25 anos, acusado de ameaçar o guarda municipal Carlos Roberto Siqueira Neto, 45 anos. Segundo boletim de ocorrência registrado no 1º Distrito Policial, Carlos chegou em casa ontem, na rua Cabral, por volta das 18h e ao cumprimentar um vizinho, passou a ser agredido verbalmente por Steferson, que estava com uma faca na cintura. Descontrolado, o rapaz gritava: "eu vou matar você seu guardinha de merda". O motivo da ameaça não foi informado

Gravação mostra atrito entre PM e Guarda Municipal em Florianópolis

.....Um diálogo do comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar (PM) em Florianópolis, tenente-coronel Newton Ramlow, e um policial do Centro de Operações Policiais da PM (Copom) coloca em dúvida o atendimento de ocorrências por policiais militares em área nobre de Florianópolis: a rua Bocaiúva. O Diário Catarinense teve acesso a uma conversa que teria sido gravada pelo rádio de uma viatura, não se sabe se da PM ou da Guarda Municipal. No diálogo, o tenente-coronel determina que solicitações ao Copom na região da Bocaiúva e do Beiramar Shopping devem ser repassadas à Guarda. Segundo o comandante, a região é de responsabilidade da Guarda Municipal em razão de um sistema de videomonitoramento instalado pelo órgão e a iniciativa privada. Newton diz ao policial que, em caso de solicitação ao Copom, ele deve dar o telefone da Guarda. Ao responder à ordem do comandante, o policial do Copom, que não é identificado na conversa, diz que desconhecia o monitoramento na área pela Guarda. O coronel então fala da existência de uma Associação da Bocaiúva e da inauguração de câmeras pelo shopping sem o convite à Polícia Militar. Clientes ameaçam entrar com processo A solicitação, segundo dá a entender o policial do Copom, seria de atendimento de ocorrência de trânsito. Na conversa, que tem menos de três minutos, o policial revela que há indignação no shopping por causa de bagunça no trânsito e que os clientes ameaçavam entrar com processo. O comandante diz que a situação é mesmo uma vergonha e que eles deveriam processar.
Guarda diz que número de ocorrências triplicou O diretor-geral da Guarda Municipal de Florianópolis, Julio Pereira Machado, disse nesta quarta que não poderia falar sobre esse assunto por envolver outra instituição (a PM). Mas ele comentou que o número de ocorrências na região da Rua Bocaiúva triplicou nos últimos seis meses, desde atendimento de trânsito a brigas de casais. Por meio da assessoria de imprensa, o Beiramar Shopping informou que o atendimento pela PM está normal no estabelecimento quando há solicitações. O empresário que estaria à frente da Associação da Bocaiúva, na época, está em viagem e não foi encontrado, assim como o atual representante.
Guarda diz que número de ocorrências triplicou
O diretor-geral da Guarda Municipal de Florianópolis, Julio Pereira Machado, disse nesta quarta que não poderia falar sobre esse assunto por envolver outra instituição (a PM). Mas ele comentou que o número de ocorrências na região da Rua Bocaiúva triplicou nos últimos seis meses, desde atendimento de trânsito a brigas de casais. Por meio da assessoria de imprensa, o Beiramar Shopping informou que o atendimento pela PM está normal no estabelecimento quando há solicitações. O empresário que estaria à frente da Associação da Bocaiúva, na época, está em viagem e não foi encontrado, assim como o atual representante.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

GO-Goiânia- Promotor quer ação penal contra prefeito e comandante da Guarda Municipal

O promotor de Justiça Vilanir de Alencar Camapum Júnior protocolou representação ao procurador-geral de Justiça, Eduardo Abdon de Moura, noticiando possível crime praticado pelo prefeito de Goiânia, Iris Rezende Machado, em razão do não cumprimento de termo de ajuste de conduta (TAC) que regulariza a situação dos guardas municipais. A intenção do promotor é que o prefeito seja denunciado criminalmente.Pelo mesmo fato, o promotor representou à coordenadora das Promotorias de Goiânia, Rúbian Corrêa Coutinho, para que ela encaminhe aos promotores da Central de Inquéritos as informações sobre o descumprimento do acordo em questão pelo comandante-geral da Guarda Municipal, Gercy Joaquim Camêlo, visando à adoção das medidas penais cabíveis.Nos documentos, Vilanir ressalta que há algum tempo o Ministério Público cobra das autoridades a adoção de medidas para garantir a segurança de trabalho dos guardas municipais. TACs já foram assinados, tiveram prazos prorrogados e ainda assim não foram cumpridos, relata o promotor.Segundo destaca, os guardas estão sujeitos a situações de perigo iminente, já que realizam abordagem de pessoas drogadas e armadas, fazem a segurança de lugares ermos e de locais onde é comum haver conflitos. Eles não possuem material de trabalho adequado, como uniformes nem armas, e grande parte não passou por curso de defesa pessoal ou de abordagem técnica de pessoas suspeitas.

A Guarda Municipal começou a fazer o monitoramento de segurança por meio de câmeras de vídeo na região

A Guarda Municipal começou a fazer o monitoramento de segurança por meio de câmeras de vídeo na região do campus da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), no Prado Velho. As equipes responsáveis pelo monitoramento receberam treinamento com técnicos da PUC e Comtex, fabricante dos equipamentos, e já começaram a fazer a segurança eletrônica da região. As câmeras foram instaladas em parceria com a Prefeitura e a universidade. “Esta iniciativa beneficiará milhares de pessoas da comunidade acadêmica, moradores do bairro e pessoas que circulam na região. É mais um reforço às ações que temos desenvolvido para minimizar os problemas da segurança pública que afligem o cidadão”, afirmou o prefeito Beto Richa, ao assinar o convênio com a Associação Paranaense de Cultura (APC), mantenedora da PUC-PR.Serão usadas oito câmeras para monitorar a entrada e saída dos alunos da instituição e auxiliar na fiscalização e manutenção de equipamentos municipais, como estações-tubo e pontos de ônibus nas ruas Imaculada Conceição, Guabirotuba e Iapó. Todas as câmeras terão uma capa blindada, para evitar vandalismo e furto. Os equipamentos para filmar, transmitir e gravar imagens foram cedidos à PUC-PR pela Comtex. Três equipamentos entraram em funcionamento na última sexta-feira em pontos de ônibus nas ruas Imaculada Conceição e Iapó. As restantes começam a funcionar na próxima semana.O monitoramento das imagens é feito a partir de um Módulo da Guarda Municipal na Praça Plínio Tourinho, por um grupo de 12 guardas municipais, 24 horas por dia, sempre com apoio de uma equipe com viatura. “É muito importante esse engajamento da iniciativa privada nas questões da segurança pública em reforço às ações que o Município tem feito”, afirma o secretário municipal da Defesa Social, Itamar dos Santos.Menos ocorrências —Levantamentos da Secretaria Municipal da Defesa Social mostram que o número de ocorrências diminuiu sensivelmente nas áreas monitoradas por câmeras de segurança implantadas pela Prefeitura desde março de 2008, quando foi reforçado e ampliado o Centro de Monitoramento Eletrônico de Curitiba (Cimec). A soma das ocorrências de 2009 é 17% menor do que em 2008.

Guardas restringem atuação em Caxias do Sul

A partir das 13h desta terça-feira, os guardas municipais de Caxias do Sul vão atuar somente nos 34 postos fixos de trabalho, como prefeitura, Câmara de Vereadores, praças, parques, escolas e unidades básicas de saúde. A paralisação é um protesto pelo acúmulo de funções não previstas em legislação, segundo o Conselho da Guarda Municipal. Os guardas pedem ainda aumento de salário, equiparando-o com outros cargos como técnicos e fiscais da prefeitura.Nesta segunda-feira, as reivindicações dos guardas foram entregues ao titular da Segurança Pública e Proteção Social, Roberto Louzada. O mesmo documento foi disponibilizado ao Pioneiro. Os servidores exigem uma resposta por escrito da administração e, dependendo da resposta, vão seguir com a paralisação até os pedidos serem atendidos. Leia a matéria completa na edição do Pioneiro desta terça-feira

Guarda Municipal realiza campanha de doação de medula óssea

A Guarda Municipal do Rio de Janeiro realiza, na terça e na quarta-feira, sua primeira campanha de doação de medula óssea. com o objetivo de aumentar significativamente o número de pessoas registradas no Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) na cidade. Podem se candidatar como possíveis doadores pessoas de ambos os sexos, com idade entre 18 e 55 anos e boas condições de saúde. Os interessados devem comparecer ao posto de coleta na GM-Rio (Av. Pedro II, 111, em São Cristóvão), das 8h às 17h. Os doadores retiram uma pequena amostra de sangue (frasco de 4ml) para testes de compatibilidade genética. O material será utilizado pelo Hemorio para identificar os possíveis doadores de acordo com as características dos pacientes que necessitam de um transplante.

Major Rollemberg assume guarda municipal de Socorro

O prefeito de Nossa Senhora do Socorro, Fábio Henrique, empossou na manhã desta segunda-feira, 9, o major da Polícia Militar de Sergipe (PM/SE), Carlos Rollemberg, como comandante da guarda municipal. A cerimônia de posse aconteceu no Centro Cultural Maria Ribeiro Franco, situado na sede do município, e contou com a presença de diversas autoridades e convidados. De acordo com Fábio Henrique, a decisão para a escolha do comandante levou em consideração o trabalho competente desempenhado por ele há mais de uma década na polícia sergipana. "Nós buscamos um profissional com experiência pública para trabalhar a guarda municipal numa concepção de policia comunitária, que terá, entre suas atribuições, salvaguardar o patrimônio público e tratar diretamente com a população sobre as necessidades das comunidades", ressaltou. Emocionado, o major Carlos Rolemberg agradeceu a confiança depositada pelo prefeito Fábio Henrique e destacou a responsabilidade de honrar o compromisso em assumir o comando da guarda. Rollemberg informou, ainda, que pretende iniciar o ano de 2010 com a guarda municipal nas ruas de Socorro, atuando em defesa do patrimônio público e também ajudando nas ações de segurança junto ao 5° Batalhão da Polícia Militar (5º BPM/SE). HistóricoCarlos Rolemberg é formado em Direito com especialização em segurança pública e cidadania. Ele iniciou sua carreira militar em 1993, como soldado da PM/SE, e em 1995 foi para academia da PM de Alagoas. Em 1996 foi declarado Aspirante. Chegou a tenente na Companhia de Policiamento de Trânsito. Tornou-se capitão no 1º Batalhão na Companhia de Rádio Patrulha, e foi chefe de operações do Policiamento da Capital e do Interior, e Comandante do Batalhão de Choque do Estado.

Guarda Municipal cerca área em que foi encontrada suposta bomba caseira

Por precaução, a Guarda Municipal cercou a área na Praia do Leme, na Zona Sul do Rio, onde foi encontrado um artefato que os guardas suspeitam ser uma bomba caseira. A avaliação será feita pelo esquadrão antibomba da Polícia Civil que, por volta das 12h, ainda não tinha chegado ao local. Segundo a assessoria de imprensa da Guarda Municipal, a pequena área cercada fica na areia, perto do calçadão, na altura da Avenida Princesa Isabel. O material foi encontrado por volta das 10h30 deste domingo (8) por guardas que fazem parte do grupamento especial de praias, que patrulha a orla carioca.

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Guarda Municipal coíbe ação de ambulantes e flanelinhas no Cemitério Municipal

Mais de 100 homens da Polícia Militar, da Guarda Municipal e da Polícia Civil foram destacados para garantir a segurança dos visitantes. No local, segundo o gerente de Defesa Social do município, Paulo Mantovani, circularam até 50 guardas municipais, preparados para coibir abusos dentro e fora do cemitério. Dentro, um dos problemas é a atuação invasiva de alguns ambulantes, fato que pode causar desconforto aos visitantes. Fora do cemitério, o problema é a ação dos flanelinhas. "Os flanelinhas entenderam nosso pedido e hoje não estão trabalhando na região do cemitério", declarou Mantovani à rádio CBN. Segundo ele, nenhuma ocorrência de maior gravidade foi registrada no local. Houve um caso de vandalismo a um dos túmulos mais visitados e a pessoa que tentava furtar velas e flores do local, relatou Mantovani, foi detida pela PM. Força-tarefaO Dia de Finados mobilizou seis secretarias de Maringá, que atuaram de forma conjunta no Cemitério Municipal – conforme já havia adiantando O Diário. Agentes da Secretaria de Transportes (Setran) orientaram motoristas e garantiram fluidez do trânsito principalmente nos horários de maior fluxo de pessoas. Nesta data, homens dos Serviços Públicos também ficaram de plantão. Fiscais da Secretaria Municipal de Controle Urbano e Obras Públicas (Seurb) fiscalizaram o comércio ambulante e equipes de agentes da Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde deram orientações aos visitantes sobre os riscos de deixar água parada em vasos e outros objetos, criadouro em potencial do mosquito da dengue

Guarda Municipal coíbe ação de ambulantes e flanelinhas no Cemitério Municipal

Mais de 100 homens da Polícia Militar, da Guarda Municipal e da Polícia Civil foram destacados para garantir a segurança dos visitantes. No local, segundo o gerente de Defesa Social do município, Paulo Mantovani, circularam até 50 guardas municipais, preparados para coibir abusos dentro e fora do cemitério. Dentro, um dos problemas é a atuação invasiva de alguns ambulantes, fato que pode causar desconforto aos visitantes. Fora do cemitério, o problema é a ação dos flanelinhas. "Os flanelinhas entenderam nosso pedido e hoje não estão trabalhando na região do cemitério", declarou Mantovani à rádio CBN. Segundo ele, nenhuma ocorrência de maior gravidade foi registrada no local. Houve um caso de vandalismo a um dos túmulos mais visitados e a pessoa que tentava furtar velas e flores do local, relatou Mantovani, foi detida pela PM. Força-tarefaO Dia de Finados mobilizou seis secretarias de Maringá, que atuaram de forma conjunta no Cemitério Municipal – conforme já havia adiantando O Diário. Agentes da Secretaria de Transportes (Setran) orientaram motoristas e garantiram fluidez do trânsito principalmente nos horários de maior fluxo de pessoas. Nesta data, homens dos Serviços Públicos também ficaram de plantão. Fiscais da Secretaria Municipal de Controle Urbano e Obras Públicas (Seurb) fiscalizaram o comércio ambulante e equipes de agentes da Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde deram orientações aos visitantes sobre os riscos de deixar água parada em vasos e outros objetos, criadouro em potencial do mosquito da dengue

PA- Em regime de escala, a Guarda Municipal conta com 40 homens

Expressivo número de visitantes esteve no final de semana nos cemitérios públicos de Belém, se antecipando ao Dia de Finados, nesta segunda-feira. Para hoje, cem mil pessoas são esperadas somente no Santa Izabel, o maior cemitério da capital paraense. A expectativa é do Departamento Municipal de Necrópoles e representa um crescimento de cerca de 20 mil pessoas em comparação ao ano passado.Para garantir a melhor segurança dos visitantes e familiares dos sepultados, a Secreretaria de Urbanismo (Seurb) providenciou a limpeza do local, utilizando a mão de obra de outras secretarias, como a de Meio Ambiente. Em regime de escala, a Guarda Municipal conta com 40 homens que, entre outras ações, estarão trabalhando juntamente com o Conselho Tutelar, na prevenção de menores nas dependências do cemitério.

CE-POLÍCIA PRENDE IRMÃOS ACUSADOS DE ASSASSINAR GUARDA MUNICIPAL EM MASSAPÊ

A Polícia Militar de Massapê, na região Norte do Estado, prendeu neste domingo os irmãos Amadeu Sousa Rodrigues, 44, e Joao Jaime Rodrigues, 46. Eles são acusados de assassinar à tiros o guarda municipal francisco Venício do Nascimento. E no município de Pereiro, Gerardo Oliveira da Silva Neto, 27, foi assassinado à bala após uma discussão banal na madrugada desta segunda-feira.

domingo, 1 de novembro de 2009

RJ-Vendedores de CDs enfrentam Guarda Municipal no centro de Mogi

Pelo menos seis vendedores de CDs e DVDs piratas enfrentaram guardas municipais ontem de manhã no centro de Mogi. Um dos ambulantes chegou a chutar a viatura dos funcionários da prefeitura, que ficou amassada. Três homens foram levados para a delegacia, acusados de violação ao direito autoral, e devem responder o processo em liberdade."Não é a primeira vez que eles reagem a uma abordagem da Guarda Municipal. Eles se juntam e tentam contornar a situação, muitas vezes ameaçando os agentes de segurança. Já houve casos de agressões. Sempre precisamos chamar o apoio para detê-los", denunciou um dos guardas, que preferiu não ter a identidade revelada.A confusão de ontem ocorreu por volta do meio dia na rua Doutor Deodato Wertheimer. Dois ambulantes foram abordados por cinco Guardas Municipais. Indignados, outros vendedores discutiram com os agentes. Uma mulher chutou a viatura dos servidores, e um outro homem fez ameaças. Apenas 15 DVDs foram apreendidos, já que o restante das mídias piratas foi retirado rapidamente do local pelos marreteiros. O caso foi apresentado na Delegacia, onde um boletim de ocorrência foi registrado
SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!