Cadastre seu Email

segunda-feira, 2 de março de 2015

Capital pode ter R$ 3,2 milhões para combater violência

Maior parte do recurso será destinado para a Patrulha Maria da Penha

DA REDAÇÃO26 de Fevereiro de 2015 | 15h32
Viatura da Patrulha Maria da Penha de Campo Grande 
(Foto: Divulgação)
Viatura da Patrulha Maria da Penha de Campo Grande
Campo Grande pode ter R$ 3,2 milhões para projetos de prevenção ao uso de drogas e combate a violência contra mulher. Para tratar sobre a liberação do recurso, o prefeito Gilmar Olarte vai nesta sexta-feira (27) até Brasília, onde será recebido pela secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki.
Desse recurso pleiteado por Olarte, R$ 2,250 milhões custearão três projetos voltados ao reforço da estrutura da Guarda Municipal e custeio da Patrulha Maria da Penha, guarnição criada na Guarda Municipal com 30 integrantes para atender mulheres beneficiadas com medidas protetivas e as que acionarem o botão do pânico em caso de ameaça.
O planejamento que será entregue à secretária nacional prevê a destinação de R$ 720 mil aos cursos de capacitação que serão ministrados aos guardas municipais nos próximos dois anos; R$ 528 mil reservados ao custeio de combustível e manutenção dos veículos da Patrulha Maria de Penha por 24 meses, além de R$ 1 milhão a serem investidos na compra de viaturas, motocicletas , computadores e aparelhos smartphones necessários para os guardas receberam as comunicações das mulheres sob ameaça de violência que acionarem o “botão do pânico”.
No período da tarde, o prefeito e o secretário de Segurança serão recebidos por Mauro Lopes da Costa, diretor de contencioso do Fundo Nacional Anti-drogas. Na pauta, a reivindicação de quase R$ 1 milhão (exatos R$ 994 mil) para um programa de prevenção ao combate e uso de drogas, com ações desenvolvidas nas escolas públicas, abrangendo palestras e atividades culturais. O projeto prevê a aquisição de 25 câmeras para ampliar o videomonitoramento na área central (que já tem 22 em fase de instalação); compra de computadores, kit-multimídia; kits de instrumentos musicais (avaliados em R$ 170 mil) destinado ao desenvolvimento de oficinas de música com crianças, no contra-turno das aulas, além de uma Van que servirá ao deslocamento das equipes incumbidas de fazer palestras nas escolas.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!