Cadastre seu Email

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Data da publicação 27/11/2012 | Hora da publicação 17:52:22.

Com coletes, Guarda Municipal vai voltar as ruas


Criciúma - Uma reunião articulada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Serviço Público de Criciúma e Região Siserp/CRR/CUT), na tarde desta terça-feira, com a direção da Autarquia de Segurança, Trânsito e Transporte de Criciúma (ASTC), encaminhou o retorno aos trabalhos normais da Guarda Municipal, o que deve ocorrer na próxima semana, quando a Autarquia espera entregar os coletes balísticos e outros equipamentos individuais de segurança aos profissionais.

"Conseguimos, finalmente, encaminhar uma solução para atender a reivindicação dos trabalhadores, que estavam nas ruas para dar segurança aos cidadãos, mas sem que eles próprios tivessem a segurança necessária para exercer as suas atividades", explica a presidente do Siserp/CRR/CUT, Maria Bárbara Teixeira Righetto. Para consumar a situação, resta apenas a aquisição de coletes balísticos, o que deve ocorrer até o final desta semana, conforme planeja a ASTC.

Uma assembléia dos guardas municipais, nesta quarta-feira, vai definir entre duas propostas da ASTC: adquirir 43 coletes balísticos, ou 24 coletes e quatro pistolas de choque, para uso durante os plantões, ficando o restante dos coletes para fevereiro ou março do ano que vem. Outra reivindicação pendente é em relação da cor do uniforme da corporação, de verde para azul, como em todo país, o que pode ocorrer em maio, quando está prevista nova aquisição de uniformes.

Os servidores da ASTC, que desde o início do mês não vão ás ruas como forma de pressão, reivindicaram e foram atendidos com benefícios de seguro de vida em grupo, disposição para elaboração do plano de cargos e salários, organização para trabalhos de equipes de educação para o trânsito e segurança comunitária, fornecimento de protetor solar de qualidade, spray de pimenta para emergências e cursos de defesa pessoal e rever a quantidade de profissionais em horários de pico em equipamentos municipais, como Parque das Nações e Terminal Central do Transporte Coletivo, entre outros.

O clima de insatisfação entre os servidores da ASTC iniciou no final de outubro e a mobilização detectada pela diretoria do Siserp, segundo Bárbara, esteve muito próxima da greve. A categoria é dividida em dois segmentos, guardas municipais e agentes de trânsito ? e tem pendências desde o acordo coletivo firmado em abril de 2011, como é a não disponibilização de coletes balísticos, por exemplo.

Há três semanas os profissionais dos dois segmentos estão dando plantão na sede da ASTC, sem atuar nas ruas, até que as condições pessoais de segurança sejam atendidas. Os agentes de trânsito exigiram uniformes diferenciados, com camisetas oficiais, que foram confeccionadas e devem ser entregues até o final desta semana, quando voltam as atividades normais nas ruas da cidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!