Cadastre seu Email

terça-feira, 14 de maio de 2013

Guarda: vereador perde mandato porque é candidato à câmara

O presidente da Câmara Municipal da Guarda, Joaquim Valente (PS), retirou os pelouros ao vereador Virgílio Bento, que se candidata como independente à presidência do município nas eleições autárquicas deste ano, anunciou a autarquia.

A autarquia emitiu um comunicado, no qual refere que a decisão foi tomada «na sequência da opção que o vereador da Câmara Municipal da Guarda Virgílio Bento quis tomar, assumindo uma clara discordância com o PS, solicitando inclusive a desfiliação do partido pelo qual foi eleito nos últimos dois mandatos».

Perante a situação, o presidente da Câmara Municipal «viu-se obrigado a rever a gestão da confiança política do seu executivo, procedendo a uma redistribuição de funções de acordo com as competências que lhes estão afetas», adianta.

Também refere que Joaquim Valente assumiu a gestão dos pelouros até agora confiados ao vereador e vice-presidente Virgílio Bento: promoção do desenvolvimento, fundos comunitários, cooperação institucional, autarquias, apoio às freguesias, educação, património, cultura e ciência.

O presidente da Câmara Municipal da Guarda também indicou o vereador Vítor Santos, que detinha os pelouros das atividades económicas, qualidade e modernização administrativa, gestão operacional, obras particulares, serviços municipalizados desporto e Tempos Livres, para a vice-presidência do município.

A retirada de pelouros a Virgílio Bento já consta no portal na internet da autarquia, no qual o nome do vereador eleito pelo PS aparece sem qualquer pelouro atribuído, tal como acontece com os dois eleitos do PSD.

Virgílio Bento anunciou, na quarta-feira, que era candidato independente nas autárquicas deste ano, depois de o partido ter decidido pelo advogado José Martins Igreja: «Entendi que não podia deixar de dar resposta aos apelos que nos últimos meses me chegaram de variados setores da sociedade, de pessoas da políticas e de fora dela».

Virgílio Bento, de 58 anos, professor de Filosofia, exerceu as funções de vice-presidente da Câmara Municipal da Guarda nos últimos oito anos, desde que a autarquia foi liderada por Joaquim Valente, que não se recandidata ao terceiro mandato.

Neste momento são conhecidos quatro candidatos à Câmara Municipal da Guarda, a maior autarquia do distrito, que sempre foi presidida pelo PS: Álvaro Amaro (PSD), José Martins Igreja (PS), Virgílio Bento (independente) e Baltasar Lopes (independente).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!