Cadastre seu Email

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Guardas municipais paralisam atividades por 24h em Salvador

Segundo sindicato, trabalhadores exigem reunião com secretaria.
Guardas reclamam de porte e quantidade de armas disponíveis para serviço.

Do G1 BA
Os guardas municipais de Salvador decidiram paralisar as atividades por 24h, em assembleia realizada na manhã desta terça-feira (9), na Avenida San Martin, na capital baiana. De acordo com Bruno Cruz, coordenador geral do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps), os trabalhadores exigem reunião com a Superintendência de Segurança Urbana e Prevenção a Violência (Susprev).
Bruno Cruz afirma que os guardas questionam os critérios para participação em operações especiais já que, segundo ele, uma portaria emitida pela Susprev indica que somente quem possui armas de fogo poderá compor as equipes. O sindicato ainda reclama da demora da superintendência em fornecer o documento de porte de arma para os guardas autorizados.
“Também tem a questão de nós só termos seis armas de fogo, sendo que foi divulgado pela superintendência que muitos guardas teriam. Só os guardas 'apadrinhados' por eles têm", acrescentou o coordenador.
Em nota, a Susprev informou que vai trabalhar para que a população não seja prejudicada com a suspensão dos serviços prestados pela corporação e que que não vai cometer nenhuma ilegalidade para atender aos anseios de um pequeno grupo de agentes. "Isso se refere ao pedido de executar a permuta livre remunerada. Na prática, esse grupo de agentes que defenderam a paralisação de 24 horas querem ter o direito de remunerar colegas na substituição de funções, ficando assim livres para o exercício de outras atividades no horário do expediente de trabalho", diz o comunidado.
A Susprev ainda afirma que está buscando atender às reivindicações da categoria no que se refere à escala de trabalho, disponibilidade de mais vagas para operações especiais e pagamentos de gratificações e extras, sendo que tais pagamentos já estão agendados para entrarem na folha do mês dezembro de 2014.

O órgão ressalta na nota que uma reunião entre representantes da Susprev e do Sindseps, com a presença também da Secretaria de Gestão, está marcada para a manhã desta sexta-feira (12).
O sindicato afirma ainda que a paralisação começou às 11h desta terça-feira, e que a previsão é de que seja encerrada na quarta-feira (10), caso a superintendência decida negociar a situação dos trabalhadores. “Nós acreditamos que temos 40% de adesão por enquanto. Estamos ligando para quem está na rua e avisando para parar”, disse Bruno Cruz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!