Cadastre seu Email

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Uso de arma pela Guarda Municipal será debatido em audiência pública


A proposta de armar a Guarda Municipal de Uberaba será discutida em audiência pública, conforme deliberaram ontem o prefeito Paulo Piau (PMDB) e seu vice-líder na Câmara, Kaká Se Liga (PSL), como conta o vereador. A realização do debate será solicitada na próxima segunda-feira, dia 12, quando o Legislativo dá início às plenárias do mês de maio, no entanto, não há previsão de data para acontecer.

“Vai depender da agenda da Câmara”, pondera Kaká, que não esconde a pressa em discutir o tema proposto por ele em fevereiro, após uma visita à Guarda Municipal de Sertãzinho (SP), que é considerada modelo no país e desde 1963 é armada. O vice-líder governista quer levar para o debate as forças de segurança da cidade, as entidades de classe e os clubes de serviço, além das lideranças políticas.

Segundo ele, caso sua proposta seja acolhida, o processo de armamento é longo, demanda algo em torno de dois anos, já que os guardas terão, por exemplo, que passar por um curso de capacitação técnica e psicológica com 370 horas de duração. Além disso, a Guarda precisará contar com sede própria, ser reestruturada, completa Kaká, citando que o investimento como um todo dever girar em R$2,5 milhões.

O vice-líder governista também informa que será realizado concurso público este ano para ampliar o efetivo da GM, dos atuais 110 profissionais para 220. “Entramos nessa luta e vamos até o fim”, disse Kaká, para quem o fato de a Câmara dos Deputados ter aprovado projeto de lei que regulamenta a profissão de guarda municipal e autoriza o porte de arma à categoria contribui para o debate em Uberaba – a proposição ainda depende de votação no Senado.

Ao Jornal da Manhã o prefeito já disse que não é adepto da proposta do uso de arma de fogo pelos guardas municipais. “A GM tem uma finalidade específica que é a proteção ao patrimônio público, não o confronto com a criminalidade. O combate ao crime é o dever da Polícia Militar”, argumentou à ocasião, embora tenha deixado a discussão em aberto. O JM procurou novamente o chefe do Executivo, ontem, para que ele se manifestasse sobre a realização da audiência pública, mas não obteve retorno.


OUTRAS NOTÍCIAS


• Produtores criticam Ministério Público em audiência da Assembleia (09/05)
• Após reunião, ex-diretor da ABCZ diz que setor irá seguir com Aécio (09/05)
• Eduardo Campos ouve ruralistas para ‘construir’ plano de governo (09/05)
• Promotor aguarda relatório final de sindicância (09/05)
• Tomada de contas vai quantificar prejuízos (09/05)
• Ex-presidente do PMDB se filia ao PSB (09/05)
• Dilma diz que vaias recebidas não a impedem de continuar trabalhando (08/05)
• Codiub sem previsão de licitação do ponto eletrônico (08/05)
• Colégio eleitoral chega aos 216,6 mil cadastrados (08/05)
• PT local reúne partidos para fortalecer a reeleição (08/05)
• Assembleia faz audiência pública sobre Código Florestal e segurança (08/05)
• Pré-candidato do PSB à Presidência cumpre agenda com pecuaristas (08/05)
• Mais de 12% dos eleitores estão filiados a um partido político (08/05)
• Projetos de terminais no Morumbi e Costa Telles já estão em licitação (07/05)
• Licitações e obras do Água Viva podem atrasar operação do BRT (07/05)
• Proposta para facilitar a votação do Plano Diretor submetida à Procuradoria (07/05)
• Denise defende a criação no município da coordenadoria de cidadania LGBT (07/05)
• Construção do Restaurante Popular depende de aval da CEF (07/05)
• Uso de arma pela Guarda Municipal será debatido em audiência pública (07/05)
• Secretária quer ministro em inauguração de Cemeis (06/05)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!