Cadastre seu Email

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

11/08/2012 às 20h20min - Atualizada em 11/08/2012 às 20h20min
TAMANHO DA FONTEA-A+
Funcionários de hospital de Goiânia são afastados após arrastarem paciente

Um guarda municipal e uma enfermeira foram afastados pela Prefeitura de Goiânia após um paciente ter sido arrastado no chão, puxado pelos braços, dentro de uma unidade municipal de saúde.

O caso ocorreu na manhã de sexta-feira (10) no Cais (Centro de Assistência Integral à Saúde) Vila Nova, na zona leste da cidade.

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, o homem, de 33 anos, chegou ao Cais com uma bolsa de colostomia --que retém fezes-- presa ao corpo. Enquanto esperava para ser atendido, passou mal e caiu, rompendo a bolsa. O incidente causou mal-estar entre funcionários e pacientes que estavam na unidade.

Um outro paciente, que disse ter se indignado com o tratamento dado ao homem, filmou com o celular o momento em que o guarda o arrastou até uma sala, puxando-o pelos braços. O vídeo foi revelado pela TV Anhanguera, afiliada da Rede Globo em Goiânia.

A prefeitura informou ainda que o afastamento do guarda e da enfermeira --que não poderia ter permitido que isso ocorresse-- foram determinados na tarde de sexta. A Guarda Municipal abriu sindicância para apurar o caso.

O procedimento correto nesse caso, afirmou a prefeitura, seria utilizar uma maca.

O homem foi transferido, por volta das 17h de ontem, para o Hospital Geral de Goiânia. Segundo a organização social que administra o hospital, seu estado de saúde é estável e ele passará por exames na segunda-feira (13).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!