Cadastre seu Email

terça-feira, 9 de abril de 2013

domingo, 31 de março de 2013 7:09

MP vai apurar ataque contra seguranças de Frank

Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

0 comentário(s)

O MP (Ministério Público) abriu procedimento preparatório de inquérito civil para apurar a tentativa de assalto a dois seguranças do vice-prefeito de São Bernardo, Frank Aguiar (PTB), na madrugada de 16 de fevereiro no Guarujá, litoral paulista.
A medida foi adotada após o Ministério Público acatar representação encaminhada pelo vereador Pery Cartola (PPS), questionando o fato de os seguranças de Frank serem GCMs (Guardas Civis Municipais).
O procedimento preparatório é adotado quando as informações ainda estão cruas, com indícios de irregularidades, mas os fatos ainda não estão claros. Após serem reunidas todas as informações, o caso pode ser transformado em inquérito civil.
A Promotoria de São Bernardo encaminhou ofício à Prefeitura e ao comando da GCM para que informe se há integrantes da guarda destacados para efetuar a segurança pessoal do Cãozinho dos Teclados.
Os integrantes da escolta de Frank Aguiar foram atacados após deixá-lo em sua casa de descanso. Segundo informações da polícia, por volta de 5h, um homem armado abordou o veículo Hyundai Vera Cruz blindado, pilotado por um dos seguranças.
O guarda que estava no banco do passageiro atirou cinco vezes no suspeito, que revidou, disparando contra o carro e fugiu. Ninguém ficou ferido durante a ação. O caso foi registrado na Delegacia Sede de Gurarujá, como tentativa de roubo e disparo de arma de fogo.
Além da representação na Justiça, o popular-socialista também protocolou requerimento na Câmara pedindo informações sobre o caso.
Pery já tentou falar sobre o caso na tribuna do Legislatigo, mas teve o pedido negado pela maioria governista presente na Casa.
De acordo com a Prefeitura, a lei complementar de 7 de julho de 2012, do estatuto da GCM, em seu artigo 28, estabelece que "a escolta do prefeito e do vice-prefeito será feita pelos guardas municipais", inclusive utilizando armas da corporação. Frank Aguiar não foi localizado para comentar o caso.
REPRESENTAÇÃO
Antes da ação impetrada para averiguar a atuação de guardas municipais como seguranças de Frank Aguiar, o MP já havia acolhido outra representação de Pery Cartola, referente ao fim dos cursos extracurriculares pagos nas escolas da rede municipal de São Bernardo. A Promotoria questiona a Secretaria de Educação se haverá atividades complementares aos estudante

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!