Cadastre seu Email

sábado, 9 de março de 2013


05/03/2013 11h48 - Atualizado em 05/03/2013 16h34

Aprovados em concurso da Guarda Municipal de João Pessoa protestam

Concursados reclamam do atraso no início do curso de formação. 
Manifestantes reivinicam também uma posição da prefeitura.

Do G1 PB
1 comentário
Protesto é contra o atraso no curso de formação da Guarda Municipal  (Foto: Walter Paparazzo/G1)Protesto é contra o atraso no curso de formação da Guarda Municipal (Foto: Walter Paparazzo/G1)
Alguns dos aprovados no último concurso da Guarda Municipal de João Pessoa fizeram, na manhã desta terça-feira (5), um protesto contra o atraso no início do curso de formação. Antonione de Castro, um dos aprovados, disse que o curso de formação deveria ter começado em novembro do ano passado. “Mas isso não aconteceu. A nossa revolta maior é que muitos pais de famílias deixaram o emprego que tinham, pediram demissão para se dedicar a esse concurso e até agora não fomos chamados”, afirmou.
Os manifestantes estavam até as 11h em frente ao quartel da Guarda Municipal, na rua Almirante Barroso, e em seguida seguiram para o Parque Solon de Lucena (Lagoa), no Centro de João Pessoa. Os manifestantes reivindicam a presença do secretário Municipal de Segurança, Geraldo Amorim. Um comissão de cinco pessoas foi formada para falar com o secretário.

“Não está tão atrasado assim. O prefeito atual assumiu há dois meses e o dinheiro não estava no orçamento para formação dos guardas. Estamos buscando em Brasília, no Ministério da Justiça, uma parceria para realizar o curso de formação”, declarou o secretário Geraldo Amorim.

Ainda de acordo com o secretário, a Guarda Municipal está precisando com urgência desse pessoal. Atualmente, a Guarda é formada por 600 guardas civis e passaria para 850 com os novos concursados. Segundo Amorim, a ideia de Luciano Cartaxo é fechar a gestão com 1.000 homens.

“Temos o maior interesse em chamar esse pessoal o mais rápido possível. Recebi a comissão e estou dialogando, pedimos paciência. A Secretaria é nova e está se estruturando, ainda temos dificuldade de fazer essas coisas com recursos próprios”, comentou Amorim.

A assessoria de imprensa da Superintendência de Mobilidade Urbana de João Pessoa (Semob) disse que até as 11h não tinha informações sobre pontos de lentidão ou congestamento por conta do protesto
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!