Cadastre seu Email

domingo, 14 de junho de 2015

VIOLÊNCIA


Insegurança e onda de assaltos e assassinatos deixa Luzilândia aterrorizada

Com a greve na polícia, a situação do policiamento e da segurança pública se agravaram na cidade de Luzilândia
14/06/15, 13:40
O
ano de 2015 começou de forma assustadora para a população de Luzilândia. Após o assassinato do cabo-PM-PI Cunha por traficantes de drogas e logo depois a execução, pela polícia dos executores do policial, abateu-se sobre a cidade uma onda de assaltos e assassinatos jamais vista, deixando a cidade aterrorizada.
 
Segundo dados da própria polícia, na cidade de Luzilândia ocorrem em média de dois a três assaltos à mão armada quase que todos os dias a comerciantes e populares. O alvo dos bandidos é sempre pessoas que passam pelas ruas, farmácias, supermercados e mercadinhos da cidade. No último assalto a uma farmácia do Bairro Novo Oriente, o bandido se dirigiu ao comerciante assaltado e avisou "Estou aqui porque você me denunciou. Se você me denunciar de novo, eu volto e lhe mato". E saiu com armada em punho com o produto do roubo.
 
Segurança
 
Com a greve na polícia, a situação do policiamento e da segurança pública se agravou na cidade de Luzilândia. Não há contingente e a Companhia de Polícia Militar não consegue conter a onda de crimes. Segundo informações, as rondas policiais são executadas por apenas dois policiais que se deslocam da Companhia em uma velha camioneta. Para ocorrer os deslocamentos, é chamado um membro da Guarda Municipal para ficar "tomando conta" da Companhia, justamente por falta deficiência no contingente policial.
 
Ponte de Luzilândia e drogas
 
Com a construção da Ponte de Luzilândia, o tráfico de drogas se agravou. Não há barreiras nas cabeceiras do ponte tanto do lado do Piauí como do Maranhão. Além do mais, a ponte não tem iluminação, facilitando o tráfego dos criminosos.
 
No estado do Maranhão, por exemplo, há diversas rotas de fugas para os bandidos, com percursos depois da localidade Porto Formoso rumo às localidades Formosa e Santo Eugênio, rumo à cidade de São Bernardo. No rumo da cidade de Magalhães de Almeida, os bandidos seguem pela localidade de Chapéu de Couro, dificultando o trabalho da polícia, que sem contingente não tem condições nem de empreender perseguição. aos criminosos.
Fonte: JL/Redação

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!