Cadastre seu Email

domingo, 14 de junho de 2015

Audiência pública debate armamento da Guarda Municipal em Mogi

Evento será realizado nesta quarta-feira (10) na Câmara Municipal.
Objetivo da ação é embasar o voto dos 23 vereadores.


Audiência é realizada na Câmara de Mogi às 19h.
(Foto: Marcelo Alvarenga/ Câmara de Mogi)
Uma audiência pública será realizada nesta quarta-feira (10) para debater o possível armamento da Guarda Municipal em Mogi das Cruzes. O evento, que ocorre às 19h, é aberto a toda a população. Desta forma, os 23 vereadores vão receber informações para votar o projeto de lei que permite o armamento.
A ação da Comissão Permanente de Segurança da Câmara de Mogi traz para debater os representantes da Prefeitura e da sociedade civil. O secretário municipal de Segurança, Eli Nepomuceno, fará uma apresentação detalhada do projeto da Prefeitura para armamento da Guarda.
Além do secretário Eli Nepomuceno, deve estar presente na audiência o coordenador da Guarda Municipal, o tenente-coronel Paulo Roberto Madureira Sales. Também foram convidados representantes de outras guardas municipais, que poderão dar depoimentos sobre o processo de implantação do armamento em suas cidades.
Após as apresentações, os moradores poderão se manifestar. A sociedade civil poderá fazer questionamentos que serão respondidos ao final pelas autoridades presentes. “Queremos fazer um debate democrático e a ideia é que todos deixem o local sem dúvidas. Ao final, a comissão vai elaborar um relatório da audiência, que será anexado ao projeto de lei para análise dos vereadores”, ressalta o vereador Claudio Miyake, presidente da Comissão de Segurança.
O projeto
O projeto de lei para armamento da Guarda Municipal foi enviado à Câmara no mês de março pelo Poder Executivo. A proposta encontra-se sob análise das comissões e a expectativa é de que entre em votação em breve. Antes, os vereadores vão aprofundar os debates sobre o tema. “O armamento da Guarda Municipal é um tema importante, que exige análise aprofundada para a votação. Na próxima audiência pública será possível sanar  todas as possíveis dúvidas, especialmente no que se refere à atribuições da Guarda, que precisam ficar bem claras”, destaca Miyake.
Segundo Nepomuceno, o processo deve demorar até dois anos para implementação, após a eventual aprovação do projeto, sendo que haverá necessidade de investimento no treinamento dos guardas e compra dos equipamentos.
A Câmara de Mogi das Cruzes fica na Avenida Vereador Narciso Yague Guimarães, 381, no  Centro Cívico.
 

tópicos:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!