Cadastre seu Email

terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Câmera 'indiscreta' faz Araraquara criar corregedoria


A denúncia de que câmeras de segurança eram usadas por guardas municipais para observar mulheres nas ruas fez a Prefeitura de Araraquara anunciar neste início de ano uma série de medidas para evitar novos problemas. Uma delas é a criação de uma Corregedoria dentro da Guarda Civil Municipal e outra é a mudança da sede da Secretaria de Segurança Pública, que agora ficará no mesmo local onde está a central de monitoramento eletrônico.
O motivo foi o escândalo registrado no mês passado e que derrubou o secretário de Segurança Eli Schiavi. Na ocasião, guardas foram flagrados usando as câmeras para observar mulheres de shorts curtos ou decotes. Eles deixavam de focar imagens do movimento de pessoas e passavam a fazer 'closes' em partes íntimas das mulheres que circulavam pelas ruas.
O Ministério Público abriu procedimento para apurar o ocorrido e deu prazo para a investigação da prefeitura. Os envolvidos no caso ainda não foram descobertos, mas 12 guardas acabaram afastados do setor de monitoramento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!