Cadastre seu Email

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Guarda e Setec apreendem bonecos com falsos palhaços em Campinas

Guarda e Setec apreendem bonecos com falsos palhaços em Campinas


Grupo age fantasiado próximo ao Kartódromo na Lagoa do Taquaral.
Sem ligação com o circo, os ambulantes cobram pelo estacionamento.

Do G1Campinas e Região
A Guarda Municipal e a Setec (Serviços Técnicos Gerais) apreenderam 35 bonecos que eram vendidos por palhaços que atuavam irregularmente nas imediações do Circo Tihany, na Lagoa do Taquaral, em Campinas (SP). A apreensão foi feita na noite de sexta-feira (2), após solicitação da administração do circo, cujo nome era usado pelos ambulantes para vender os produtos. 
Durante a ação, os fiscais e os guardas abordaram cinco falsos palhaços, que atuavam na frente do circo, montado na área onde funcionava o kartódromo da Lagoa. Segundo a fiscalização, os ambulantes faziam as pessoas acreditarem que eles estavam trabalhando para o circo e que a renda seria revertida para fundos do grupo circense.
Segundo os agentes da Setec, foi necessário pedir um apoio da Guarda Municipal porque os ambulantes foram agressivos no início da abordagem e muitos aparentavam estar alcoolizados. Ainda segundo a Setec, o pedido do circo para a intervenção do órgão foi feito há uma semana e que outras ações já foram feitas no local, quando constataram que o número de ambulantes nas imediações do Kartódromo já chegou há pelo menos 20.
No rastro do circo
Um guarda municipal que estava no local e atendeu a ocorrência comentou que durante a ação um dos ambulantes abordados confessou que o grupo segue o circo Tihany em todas as cidades em que há apresentação. A origem dos falsos palhaços, no entanto, é desconhecida.
Segundo um agente de monitoramento de trânsito da Emdec, que acompanhou a fiscalização, os ambulantes geram problemas no trânsito local, pois eles andam entre os veículos e muitas vezes tentam parar os carros para fazer a venda, o que pode gerar um acidente.
Estacionamento
Além da venda de bonecos, a assessoria do Tihany afirma que os falsos palhaços têm causado problemas no trânsito local e cobrado de forma indevida pelas vagas de estacionamento das pessoas que vão ao circo.
Ainda segundo a assessoria, muitos clientes reclamaram do comportamento dos falsos palhaços, alegando que eles agem de forma agressiva e até depredavam os carros de quem se recusava a comprar o boneco ou pagar pelo estacionamento, como fazem os 'flanelinhas'.
Orientação
Para tentar inibir a ação dos ambulantes, a administração do circo contratou orientadores de trânsito, que estão identificados com coletes na cor laranja fluorescente. Os clientes que reclamam da siatuação são orientados a procurar as medidas cabíveis, como o registro do boletim de ocorrência. Ainda segundo a assessoria, o grupo circense deve consultar um advogado para averiguar se é possível entrarcom uma ação contra os ambulantes.
As apresentações do circo Tihany seguem até 18 de agosto. Desde que se instalou em Campinas, em 28 de junho, a casa de espetáculos já atraiu um público de pelo menos 90 mil pessoas.
Fachada do circo Tihany na Lagoa do Taquaral em Campinas, SP  (Foto: Lana Torres/ G1)Fachada do circo Tihany na Lagoa do Taquaral em Campinas, SP (Foto: Lana Torres/ G1)
tópicos:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!