Cadastre seu Email

quarta-feira, 31 de outubro de 2012


25/10/2012 13:29

Aprovada emenda que amplia atuação da Guarda Municipal em Campo Grande

Aumentar texto Diminuir texto
Wendell Reis
Os vereadores de Campo Grande aprovaram na sessão desta quinta-feira (25), com 17 votos favoráveis, a Proposta de Emenda à Lei Orgânica nº 55/12, de autoria do vereador Alex do PT, que modifica o artigo 81 da Lei Orgânica do Município de Campo Grande, ampliando a área de atuação da Guarda Municipal, que passará a cuidar e proteger também a integridade física da população.
Como o projeto é uma emenda à Lei Orgânica, não há necessidade de aguardar o prefeito sancionar e a lei já passa a ter validade a partir da publicação, após assinatura do presidente da Câmara, Paulo Siufi.
O presidente da Associação dos Guardas Municipais, Hudson Pereira Bonfin, explicou que o projeto é importante e fará com que os guardas municipais possam ter respaldo para agir contra as pessoas que quebram a ordem pública ou constranjam um cidadão. Agora, a guarda não precisará chamar a Polícia Militar para atender uma ocorrência.  Sobre o uso de armas de fogo, o presidente da associação comentou que a previsão é que comecem a usar no próximo ano. “Já tivemos o primeiro treinamento, o de manuseio da arma. Agora vamos fazer o treinamento de tiro e psicológico. Hoje a Guarda Municipal conta com 1.400 homens”, afirmou Hudson.
O presidente da Câmara lembrou que o projeto é importante porque a guarda deixa oficialmente de cuidar paredes e computadores para auxiliar na segurança pública, papel já exercido, a exemplo, na Câmara. Para ele, agora sim os servidores poderão sentir-se guardas municipais.
O autor do projeto, vereador Alex do PT, destacou que a guarda passa a proteger a vida humana, principal patrimônio do mundo. O vereador Airton Saraiva (DEM) e a vereadora Thais Helena (PT) lembraram da questão salarial e da necessidade de melhorar a segurança da cidade, que está entre as principais reclamações da sociedade.
O vereador Athayde Nery (PPS) acredita que a lei fará com que os guardas deixem de ser tratados como empregados dos policiais e também possam se defender, visto que agora terão que andar armados para proteger o cidadão e a própria vida.
O projeto também foi assinado também por Paulo Siufi (PMDB), Profª Rose (PSDB), Thais Helena (PT), Herculano Borges (PSC), Dr. Jamal (PR), Vanderlei Cabeludo (PMDB), Pau

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!