Cadastre seu Email

segunda-feira, 11 de março de 2013


09/03/2013 10:28

Prefeitura abre sindicância para apurar diferença salarial dos guardas municipais

Aumentar texto Diminuir texto
Graziela Rezende e Zana Zaidan
Frente às diferenças salariais dos guardas municipais, o secretário de administração da Prefeitura Municipal de Campo Grande, Ricardo Ballock, além do comandante da corporação, Coronel Jonys Cabreira Lopes, falaram sobre o problema, denunciado pelo Midiamax na manhã deste sábado (9).
Ao todo, eles disseram que apenas 68 dos 1,4 mil guardas municipais recebiam um benefício que garantia uma grande diferença de salário entre os colegas. O dinheiro, pago no período em que Nelsinho Trad (PMDB) era o prefeito, se referia a diária destes profissionais alocados para fazerem plantões na Sesau (Secretaria Municipal de Saúde).
“Estes profissionais cedidos para a Sesau estavam recebendo a diária de R$ 140, quando todos os outros guardas recebiam R$ 40 pelo plantão. É um problema que estava ocorrendo desde julho do ano passado, quando abrimos uma sindicância para apurar a diferença. E, se for comprovado o erro, os guardas terão de devolver o dinheiro”, comenta o secretário de administração.
Dessa maneira, foi feito o corte da diária ‘a mais’, para os 68 guardas desde o mês de fevereiro. “O corte já foi feito pelo prefeito Alcides Bernal (PP), principalmente porque muitos guardas estavam reclamando dessa diferença entre eles. Só estamos querendo ser justos”, avalia o secretário de administração.
Entre os guardas municipais que têm recebido as horas-extras corretamente, o servidor municipal Elton Santos disse estar descontente. “Não é justo todos fazerem o mesmo serviço, enquanto alguns recebem a mais por isso”, avalia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!