Cadastre seu Email

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013


  • Coronel assume secretaria e informa que não armará Guarda Municipal de Londrina

  • Pauline Almeida
A
O coronel da reserva da Polícia Militar, Rubens Guimarães de Souza, assumiu nesta sexta-feira (18) a Secretaria Municipal de Defesa Social. O ex-comandante do 5º Batalhão de Londrina agora será responsável pela administração da Guarda Municipal, formada em 2010 que possui cerca de 180 integrantes atualmente. No primeiro dia do trabalho, já informou que não armará a corporação.
Nascido em Centenário do Sul (86 km de Londrina), Guimarães tem 61 anos e mora há 36 anos em Londrina. Além de atuar no 5º BPM, também esteve no comando do 15º Batalhão de Rolândia (24 km de Londrina), 18º BPM de Cornélio Procópio (70 km), do Policiamento do Interior Militar em Curitiba e esteve à frente, entre 2004 e 2010, da diretoria-geral da Secretaria do Estado de Segurança Pública.
Divulgação
Coronel assume com desafio de administrar demandas da Guarda - Divulgação
Coronel mora há 36 anos em Londrina e já foi comandante
do 5º BPM do município
O coronel assume a Guarda Municipal quando a corporação está descontente, já que precisou deixar o patrulhamento nas ruas e foi deslocada para a segurança do patrimônio público, em pontos fixos. Ele terá que reestruturar o serviço, administrar a chegada de 100 novos profissionais e providenciar o curso de tiro aguardado pelos agentes.

À reportagem de odiario.com, confirmou que o treinamento será ministrado, mas a Guarda Municipal não fará o patrulhamento diário armada. As pistolas, já compradas pela prefeitura, serão usadas em ações pontuais, como operações em parceria com outras forças policiais ou para a segurança de postos em que há maior risco.
"Estamos procurando saber da capacidade da Delmondes & Dias para ministrar um curso de tiro, que deixe realmente apto. Se não for possível, vamos buscar convênios com a secretaria de Estado, com a Polícia Militar. Nós não vamos armar os guardas, mas eles têm que estar aptos para utilizar uma arma", declarou.
A corporação receberá um curso de defesa pessoal para ajudar em sua segurança. Questionado sobre como imagina a reação dos guardas sobre o não armamento, já que era uma reivindicação da maior parte do homens, Guimarães declarou que terá uma conversa franca e espera contar com  compreensão.
"Eu não tenho ideia da reação, mas são princípios legais, princípios que temos que obedecer. Quem não entender não está no lugar certo", disse.

Veja também

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!