Cadastre seu Email

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Moradores do Rio fazem protesto para pedir mais segurança na cidade

Morte de médico esfaqueado na Lagoa na terça-feira foi lembrada.
'Chega de levar facada', afirma guarda municipal.


Manifestantes pedem fim de mortes violentas no Rio (Foto: Matheus Rodrigues/G1)Manifestantes pedem fim de mortes violentas no Rio (Foto: Matheus Rodrigues/G1)
Pelo segundo dia, moradores do Rio fizeram uma manifestação na manhã deste domingo (24) na Lagoa Rodrigo de Freitas, Zona Sul do Rio, para pedir mais segurança na cidade. As pessoas lembraram de diversos casos de morte violenta no Rio, antes de realizarem uma passeata.
A morte do médico Jaime Gold, que foi esfaqueado na última quarta-feira (20) durante uma tentativa de assalto, foi lembrada. Assim como a morte do menino Alex que morreu em um ponto de ônibus em Botafogo. Ciclistas, guardas municipais e profissionais de diversas frentes participaram do ato.
Panfleto distribuído em protesto pede um "basta da violência" (Foto: Matheus Rodrigues/G1)Adesivo distribuído em protesto pede um "basta da violência" (Foto: Matheus Rodrigues/G1)
"Eu venho desabafar para dizer que as policiais militares e civis tem que estar presentes para atender a população. Tenho 20 anos de profissão e não quero ficar contendo camelô. Quero atender os moradores. É muito bonito fazer obra e estádio, mas os três pilares que são base da sociedade são saúde, segurança e educação. Chega de levar facada", disse o guarda municipal Jones Moura. Adesivos foram distribuídos pelos organizadores e pediam um "basta da violência".
Guarda municipal participa de ato contra a violência no Rio (Foto: Matheus Rodrigues/G1)Guarda municipal participa de ato contra a violência no Rio (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

O administrador Wilman Gonzaga é um dos organizadores da manifestação e afirmou que todos os ciclistas estão sangrando com a morte de Gold. "Nós estamos sangrando por dentro, todos os ciclistas estão sangrando. Por isso que estamos aqui hoje nesta manifestação", afirmou.
Na manhã de sábado (23), um grupo se reuniu na Lagoa Rodrigo de Freitas para prestar uma homenagem ao médico Jaime Gold, que morreu na última quarta-feira (20) durante uma tentativa de assalto no bairro. Eles pediam mais segurança no trânsito e respeito entre as pessoas.
Ciclistas pedelaram no entorno da Lagoa e cobraram mais segurança nas ciclovias (Foto: Matheus Rodrigues/G1)Ciclistas pedelaram no entorno da Lagoa e cobraram mais segurança nas ciclovias (Foto: Matheus Rodrigues/G1)

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!