Cadastre seu Email

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Seleção rigorosa aprova apenas 96 de 2,8 mil inscritos para GM

Dos 236 candidatos que realizaram testes físicos no fim de semana, somente 96 passaram para a terceira etapa / FOTO: DIVULGAÇÃO
A Rede | Ponta Grossa | 10/02/2015 às 17:22h   | 
As duas primeiras etapas do processo seletivo, de conhecimentos teóricos e gerais e de testes físicos, eliminam mais de 2.700 candidatos
A Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública, desde o início do atual governo, tem sido mais rigorosa na seleção dos guardas municipais. Segundo o secretário Ary Lovato, esse rigor exigido é que assegura um bom atendimento a população, em todos os aspectos. No último concurso aberto, em setembro, cerca de 2,8 mil candidatos se inscreveram. Destes, 236 foram aprovados para a segunda fase, o teste de aptidão física. E dos 236 candidatos que realizaram os testes, no último fim de semana, somente 96 conseguiram passar para a terceira etapa, que será a avaliação psicológica. “Apenas os melhores são bons para a Guarda”, diz Lovato.
Para o diretor administrativo da pasta, Davison Silva, a severidade do processo seletivo se faz necessário devido à função que o profissional ocupará. “Temos que ter a certeza de que o candidato tenha as condições físicas e psíquicas para enfrentar as questões do dia a dia na segurança da população”, diz Silva. Uma maior rigidez também diminui, em muito, a possibilidade de um caráter maculado. “Os nossos profissionais devem ter uma conduta ilibada. E se isso não se confirma com o profissional já na função, ele é destituído imediatamente da corporação, quando comprovada alguma irregularidade” diz Lovato.
Para ser aprovado na corporação, o candidato passa por seis fases do concurso para a Guarda Municipal de Ponta Grossa. A primeira etapa é a prova de conhecimentos gerais, que é eliminatória. Na segunda etapa, os que seguiram adiante passam pelo teste de aptidão física, de caráter eliminatório e classificatório. Os que seguem desta etapa adiante passam, ainda, pela avaliação psicológica; depois pelos exames de Higidez Física, condição para o exercício da função pública; pela investigação de conduta e, por fim, o curso de formação.
Além da severidade da seleção, o guarda municipal, quando admitido na corporação, é constantemente monitorado para exercer a função. Em setembro do ano passado, a Secretaria de Cidadania e Segurança Pública criou o setor de Ouvidoria e Controladoria para receber denúncias da população, tanto relacionadas a crimes, como à atuação dos guardas municipais. Todas as denúncias contra o servidor são investigadas e para as que procedem, depois de apurados os fatos pela Corregedoria, é aberto processo investigativo, que culmina em sanções disciplinares, que vão de advertência a demissão. “O guarda municipal é policial 24 horas por dia, portanto sua conduta deve ser sempre a mais correta. É isso que esperamos e cobramos do profissional, e se preciso for, cortamos na própria carne”, diz Lovato.
Informações da assessoria.
Clique aqui e veja o(s) comentário(s) sobre esta notícia.
Clique aqui para fazer um comentário sobre esta notícia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!