Cadastre seu Email

sábado, 19 de abril de 2014

Anabolizantes são encontrados em Camaro recolhido pela Guarda Municipal
Publicado em 02/04/2014, às 11h16 
Última atualização em 02/04/2014, às 11h16

Divulgação
Documentos, anabolizantes e outros objetos foram encontrados dentro de veículo apreendido na sexta-feira (28)
Camaro: Documentos, anabolizantes e outros objetos foram encontrados dentro de veículo apreendido na sexta-feira (28)

Volta Redonda
Nove caixas de anabolizante ‘Durateston' e uma caixa do anabolizante ‘Testenat Depot', de origem paraguaia, além de três seringas completas e duas agulhas de seringas, foram encontrados dentro do Camaro, placa ABN-8889, apreendido pela Guarda Municipal de Volta Redonda.
O veículo foi apreendido na última sexta-feira (28), na Rua Teodoro Piza, no bairro São João, pois estava bloqueando a via e por irregularidades na documentação.
De acordo com o gerente da Guarda Municipal, Batista, uma advogada dizendo ser a representante legal do proprietário esteve na sede do órgão, na Ilha São João, no dia 29, para retirar alguns pertences do interior do carro, mas foi orientada para que retornasse em horário comercial, acompanhada do dono do veículo. Ainda assim, a advogada voltou à sede da GMVR mais três vezes, nesse mesmo dia.
Como o recibo apresentado pela advogada tinha apenas a firma reconhecida do vendedor, este ainda seria a pessoa responsável pelo carro. Sendo assim, nessa terça-feira, dia 1º, a advogada retornou com o Leomar de Souza Ferreira, de 35 anos, que se dizia proprietário do Camaro, para pegar os pertences no interior do mesmo.
O comandante da GMVR, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa, solicitou a presença de um policial da 93ª DP, para que acompanhasse a entrega dos pertences, "a fim que não pairasse nenhuma dúvida sobre essa entrega", ressaltou. Foi designado pelo delegado Antônio Furtado, o inspetor Leon para o acompanhamento.
Em meio à retirada de documentos, dinheiro e relógios foram encontradas os anabolizantes. Segundo o gerente Batista, "a partir daí, Leomar de Souza Ferreira informou que não era proprietário daquele material e que, na verdade, o veículo estava com o documento em seu nome, mas já havia sido vendido para Leonardo Tavares Scatolino, de 32 anos, e que ele é que tem andado com o veículo", contou ele.
Além disso, foram encontrados diversos documentos da boate Mistura Carioca, como o contrato de show do cantor Naldo, show ocorrido dias atrás; multa da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em nome da boate, no valor de R$ 6 mil e já paga, bem como diversos outros, que foram entregues a Leonardo Tavares Scatolino, por determinação do delegado.
Segundo o registro de ocorrência da 93ª DP, Leomar Ferreira disse em depoimento que vendeu o carro para Leonardo Scatolino, que seria sócio da boate Mistura Carioca, que funciona no bairro Conforto. Que ele foi procurado por Leonardo e sua advogada para "retirar documentos que estavam no interior do veículo e para que reconhecesse a sua firma no recibo de compra, pois o veículo estava no depósito e precisava ser liberado", afirmou, acrescentando que o carro estava em poder de Leonardo há cerca de dois meses.

Furto de água
O gerente Batista contou, em seu depoimento na delegacia que tudo começou no último dia 28, quando houve uma denúncia de que na boate Mistura Carioca estaria ocorrendo furto de água, que foi devidamente constatado por funcionários do Saae e registrado na delegacia. A fiscalização contou com o apoio da GMVR, que verificou o Camaro estacionado em frente à boate, mas de forma regular, apesar da divergência entre a cidade constante no documento e a tarjeta da placa do veículo.  Mais tarde, chegou a denúncia de que havia um carro na Rua Toledo Piza atrapalhando a circulação de outros veículos, porque estava estacionado de forma irregular. Tratava-se do mesmo Camaro que estava e frente à boate.   

Autuações
O veículo foi autuado porque estava estacionado bloqueando a via; em cima de uma curva, colocando a segurança da via em risco, além de estar na contramão de direção. Ele foi removido ao Depósito Público, cumprindo a medida administrativa. Ao pesquisar no Infoseg, o gerente descobriu o Camaro tem a documentação de 2012; está em nome de uma empresa e a placa consta do município de Caçapava (SP), apesar apresentar na tarjeta da placa o município de São Paulo.

O caso está sendo investigado pela 93ª DP.        



Leia mais: http://diariodovale.uol.com.br/noticias/5,87554,Anabolizantes%20sao%20encontrados%20em%20Camaro%20recolhido%20pela%20Guarda%20Municipal.html#ixzz2zKryOq5W

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!