Cadastre seu Email

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Vereadores de Rio Preto acusam envolvidos em confusão de desacato


Guarda Municipal entrou em confronto com grupo; vereador agrediu menor.
Processo solicitado pelos vereadores será agora investigado pela polícia.

Do G1 Rio Preto e Araçatuba
Comente agora
Pessoas que participaram de uma confusão depois da sessão na Câmara de São José do Rio Preto (SP) no início deste mês estão sendo acusadas pela mesa diretora da Casa por diversos crimes, como desacato a funcionário público. Os vereadores entregaram ao Ministério Público um documento que pede a punição dos envolvidos. O processo solicitado pelos vereadores será agora investigado pela polícia.
A confusão começou depois que a Guarda Municipal saiu da garagem da Câmara e partiu pra cima de manifestantes, que aparentemente estavam calmos.  Nas imagens feitas pelo Tem Notícias, os manifestantes estão sentados, tentando se defender, enquanto foram agredidos pelos guardas.

Na confusão, uma lixeira foi queimada e pelo menos quatro pessoas foram presas. Todos os detidos foram ouvidos e liberados. Seis ocorrências de agressão foram registradas pelos manifestantes contra os guardas municipais.
Os jovens protestavam pelo arquivamento de dois pedidos de abertura de comissão processante contra o vereador Fábio Marcondes (PR). Ele foi flagrado, na semana passada, dando um tapa no rosto de um adolescente de 17 anos. A agressão ocorreu quando um grupo discutia com o vereador, depois que ele se posicionou contra um projeto que beneficiaria a AMA, Associação Amigos dos Mananciais.
Com 110 nomes, um documento foi entregue na sede do Ministério Público, por integrantes de dois grupos que acompanham os trabalhos na Câmara. Eles querem que a promotoria investigue a atitude da Guarda Municipal contra manifestantes, na saída do prédio do legislativo. Na opinião de quem fez a denúncia, houve abuso de poder. Um dossiê com relatos e imagens de agressões também será levado à Polícia Federal.
Além do Ministério Público, a prefeitura iniciou uma investigação interna para apurar o caso. A Polícia Civil também instaurou um inquérito e, de acordo com o delegado responsável, os envolvidos devem começar a prestar depoimentos na próxima semana.
Garda Municipal agride manifestantes (Foto: Reprodução / TV Tem)Guarda Municipal agride manifestantes (Foto: Reprodução / TV Tem)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!