Cadastre seu Email

domingo, 19 de agosto de 2012

..Zona Portuária vai ganhar inspetoria da Guarda Municipal


Por Isabela Bastos (isabelab@oglobo.com.br)
Agência O Globo – qui, 16 de ago de 2012.. RIO - Inauguradas há quase dois meses, as 24 ruas e avenidas da Zona Portuária reurbanizadas na primeira fase do projeto Porto Maravilha receberam um reforço no policiamento. A área vem sendo patrulhada por 40 guardas municipais, 34 a mais do que antes das obras. A medida visa a proteger bens públicos recuperados, como o Cais, o Jardim do Valongo e a Pedra do Sal, e fazer frente ao aumento da frequência de visitantes na área. O maior contingente é o primeiro passo para a transferência para a região da 1ª Inspetoria da GM-Rio, com 350 guardas.



Embora tenha como atribuição vigiar todo o Centro (à exceção da área da Unidade Ordem Pública do Centro) e a Zona Portuária, a 1ª Inspetoria funciona dentro do quartel general da corporação, em São Cristóvão. Uma sede provisória está sendo erguida para a inspetoria num terreno próximo à Cidade do Samba. A mudança deverá acontecer até outubro. Segundo o secretário especial da Ordem Pública, Alex Costa, o horário de trabalho também foi mudado. A região, que tinha vigilância apenas de dia (das 6h às 21h), agora também terá guardas durante as madrugadas.



Além de facilitar o policiamento, uma vez que os guardas passarão a estar baseados dentro da área de atuação, a transferência de endereço prepara ainda o caminho para a implantação de UOPs na área.



- A mudança da inspetoria faz parte de um projeto maior que estamos desenvolvendo para toda a Zona Portuária. No futuro levaremos o projeto das UOPs para lá. Será mais de uma UOP para cobrir toda a área - explica Costa, sem no entando fixar datas.



As obras de revitalização da Zona Portuária recuperaram pontos históricos da região, que emprestaram beleza e atraíram visitantes para a área. Um roteiro especial de visitação está sendo criado pela Subsecretaria de Patrimônio Cultural, Intervenção Urbana, Arquitetura e Design na região do Porto Maravilha. O Circuito Histórico e Arqueológico da Celebração da Herança Africana destaca marcos históricos da memória africana na cidade. O Cais do Valongo, o Jardim Suspenso do Valongo, a Pedra do Sal, o Largo do Depósito, o Cemitério Pretos Novos e o Centro Cultural José Bonifácio serão transformados em áreas de visitação. Dois deles foram já foram inaugurados e receberam sinalização especial: o Cais e o Jardim do Valongo.



A área de atuação da 1ª Inspetoria da Guarda Municipal é delimitada pelas avenidas Francisco Bicalho e Rodrigues Alves, pela Lapa e pela Avenida Presidente Vargas, à exceção do polígono de ruas vigiado pela UOP do Centro (sobretudo o núcleo financeiro do bairro). A sede provisória da 1ª Inspetoria deverá funcionar no Pátio da Marítima, um terreno em frente à Cidade do Samba. De acordo com o assessor especial da presidência da Companhia de Desenvolvimento da Região do Porto, Alberto Silva, a ideia é que a Unidade de Ordem Pública da Zona Portuária comece a funcionar num prazo máximo de dois anos, a medida que as obras de reurbanização forem sendo entregues.



- As instalações definitivas da UOP da Zona Portuária deverão ficar, muito provavelmente, dentro do terreno de Praia Formosa, onde serão construídas as instalações do Porto Olímpico, para receber as vilas de Mídia e de Árbitros dos Jogos Rio 2016 - explica Silva.



Aberta primeira rua para projeto Porto Olímpico



No terreno de Praia Formosa, nas imediações da Rodoviária Novo Rio, uma nova rua já está sendo aberta. Batizada inicialmente de Rua D1, ela fará a ligação da Zona da Leopoldina ao bairro do Santo Cristo. De acordo com a Companhia de Desenvolvimento Urbano da Região Porto do Rio (Cdurp), toda a infraestrutura da via está pronta e este mês começará a ser feito o pavimento da rua. É nessa área que será construído, a partir de janeiro de 2013, o projeto Porto Olímpico, conjunto de prédios e hotéis que servirão de vilas de Mídia e Árbitros durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.



Após os jogos, em 2017, os empreendimentos residenciais serão entregues aos seus verdadeiros donos, já convertidos em apartamentos de dois ou três quartos. As 1.330 unidades habitacionais serão vendidas prioritariamente a servidores municipais a partir de outubro, quando a Previ-Rio lança uma linha de crédito especial para a aquisição dos imóveis.



- O terreno é muito grande e será integrado aos bairros que ficam no entorno. No futuro, após os jogos, toda aquela área será um grande condomínio e é preciso haver vias públicas para acesso. As obras dos hotéis e prédios residenciais estão em fase de licenciamento e a previsão é que comecem a subir em janeiro do ano que vem - explica o assessor especial da presidência da Cdurp, Alberto Silva.



Além das obras no Porto Olímpico, a segunda fase do Porto Maravilha já soma 24 frentes de trabalho. Em uma das principais, na Rua Primeiro de Março, as escavações do túnel que passará sob o Morro de São Bento, deverão começar ainda este mês.



- Uma tubulação da Cedae que existia na região já foi deslocada, e já começamos a fazer as paredes da rampa de acesso ao túnel - complementou Silva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!