Cadastre seu Email

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Guarda municipal envolvido na morte de ex-delegado tem pedido de liberdade negado


Foi negado em 2ª instância o pedido de Habeas Corpus de um dos acusados do assassinato do ex-delegado Paulo Magalhães. O guarda municipal, José Moreira Freires, teve indeferida a liminar do pedido de liberdade enquanto responde ao processo pelo homicídio.
José Moreira e Antônio Benitez Cristaldo estão respondendo pela participação no assassinato do ex-delegado. Um terceiro envolvido no assassinato, Rafael Leonardo dos Santos, foi encontrado morto, carbonizado, sem a cabeça, pernas e braços.  Existe a suspeita da polícia de que José possa ter participado também desse assassinato.
Na ultima terça-feira (19) uma testemunha confirmou a participação do guarda municipal participou na morte do delegado. Essa testemunha, confirmou que um dia antes do assassinato, ele abordou o guarda dentro de um Palio preto com película na avenida Eduardo Elias Zahran.  O Palio, com placas de Bauru/SP e película nos vidros, foi visto momentos depois do assassinato de Paulo Magalhães, de acordo com as imagens do local.
Estão previstas mais duas audiência das testemunhas da morte do ex-delegado, na segunda vara do Tribunal do Júri, em Campo Grande.As testemunhas de acusação já foram ouvidas.
No dia 12 de dezembro, serão ouvidas sete testemunhas de defesa de Antonio Benitez Cristaldo, 37 anos. E, no dia 18 de dezembro, 17 testemunhas de José Moreira Freires, 40, serão ouvidas.
De acordo com a promotoria de justiça existe a suspeita do envolvimento de uma organização criminosa como mandante do assassinato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!