Cadastre seu Email

quinta-feira, 27 de dezembro de 2012


5/12/2012 16h53 - Atualizado em 25/12/2012 17h10

Novo secretário aponta déficit de 36% na Guarda e pede Gate em Campinas

Luiz Augusto Baggio diz que efetivo deve ter pelo menos 1,1 mil homens.
Ele também critica a estrutura das bases e espera aprimorar a CIMcamp.

Fernando PacíficoDo G1 Campinas e Região
1 comentário
Luiz Augusto de Baggio, secretário de Cooperação de Assuntos de Segurança Pública, em Campinas (Foto: Fernando Pacífico / G1 Campinas)Baggio planeja aprimorar estrutura da Guarda de
Campinas, em 2013  (Foto: Fernando Pacífico / G1)
O futuro secretário de Segurança Pública de Campinas (SP), Luiz Augusto Baggio, admite um déficit de 36% no efetivo da Guarda Municipal e fala em repor metade deste percentual até o fim de 2013. Em entrevista ao G1, o advogado indicado por Jonas Donizette (PSB) para a pasta afirmou que tentará instalar na cidade uma base do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), da Polícia Militar, que atenda a Região Metropolitana (RMC).

"Hoje nós temos 704 homens na Guarda, mas o ideal seria acima de 1,1 mil. Quero chegar ao final de 2013 com pelo menos 900, entre os que estarão nas ruas ou em treinamento", afirmou Baggio.

O ex-diretor do Procon-Campinas, de 50 anos, disse que metade do reforço começou a ser selecionado em concurso. O término do processo, incluindo treinamento, deve ocorrer em agosto. "A ideia é antecipar metade do efetivo para julho e, junto com isso, abrir outra seleção".

Estrutura aquém
Além de ressaltar a necessidade de investimentos sobre tecnologia e informação, Baggio disse que outra meta do prefeito eleito é modernizar as bases da Guarda, já que a corporação não possui academia para treino e estande de tiro.

"Em condições mínimas temos somente a [base] da Avenida Moraes Salles, que é de alvenaria. As outras foram construídas em casas pré-fabricadas de madeira. Em 2013 queremos melhorar pelo menos duas estruturas e reduzir gastos operacionais", frisou.
Base da Guarda Municipal de Campinas, no São Bernardo (Foto: Fernando Pacífico / G1 Campinas)Secretário criticou estrutura das bases da Guarda
em Campinas (Foto: Fernando Pacífico / G1)
Tempo real
Segundo o novo secretário, a pasta pretende aprimorar o uso da Central Integrada de Monitoramento de Campinas (CIMCamp), que possui 340 câmeras espalhadas pelo município. Ele disse que a modernização de softwares está prevista no orçamento de R$ 71,8 milhões. 
"Não basta monitorar. Eu quero ter uma imagem que sirva para algo. Onde estão as viaturas da Guarda? Eu preciso saber para operar melhor. O pessoal tem um sistema de rádio, mas não pode ser só isso", criticou.

Revisão das áreas
Sobre possível redistribuição do efetivo da Guarda, Baggio alegou que são necessárias constantes revisões. "Quando você desconcentra muito, perde em operação. Mas se concentrar, também perde na presença", afirmou sem revelar detalhes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!