Cadastre seu Email

quarta-feira, 3 de outubro de 2012


01/10/2012 07h59 - Atualizado em 01/10/2012 08h32

Polícia ocupa vila do bairro Tatuquara para a instalação da nona UPS

Cerca de 150 policiais e 27 guardas municipais participam da ação.
Vila Jardim Ludovica é uma das mais violentas do bairro, segundo a PM.

Adriana JustiDo G1 PR
Comente agora
Policiais seguiram em comboio do Quartel General ao bairro  (Foto: Raphael Sibilla / RPC TV)Policiais seguiram em comboio do Quartel General ao bairro (Foto: Raphael Sibilla / RPC TV)
Cerca de 150 policiais militares e 27 guardas municipais ocupam o bairro Tatuquara, emCuritiba, na manhã desta segunda-feira (1º) para a instalação da nona Unidade Paraná Seguro (UPS). Segundo a assessoria de imprensa, a unidade será instalada na Vila Jardim Ludovica. Os policiais seguiram em comboio do Quartel General da PM às 6h e chegaram no bairro por volta das 6h30.
Esta é a nona instalação da UPS na capital (Foto: Raphael Sibilla / RPC TV)Esta é a nona instalação da UPS na capital (Foto: Raphael Sibilla / RPC TV)
Ainda segundo a PM, nesta primeira etapa do processo de implementação a entrada e saída dos moradores deve ser controlada por bloqueios policiais. Depois, agentes capacitados em policiamento comunitário farão o monitoramento dia a dia na região.
Até novembro de 2012 deve ser instalada a décima e última UPS em Curitiba. Segundo o subcomandante geral da PM e coordenador estadual da UPS César Alberto Souza, até dezembro deste ano também estão previstas instalações de outras unidades em Cascavel,Londrina e Foz do Iguaçu.
"O bairro Tatuquara e a região da Vila Ludovica estão entre os locais que apresentam o maior número de homicídios na capital", explicou aoG1, o subcomandante César Alberto.
"Entre janeiro e setembro, foram registrados um total de 34 homicídios. Com uma população de aproximadamente 53 mil pessoas, isso significa que este bairro está com 64 homicídios a cada 100 mil habitantes por ano. A cidade de Curitiba, neste mesmo período, está com 26 homicídios a cada 100 mil habitantes. O número é quase que três vezes superior a média da cidade. Então, nós precisávamos fazer alguma coisa e, por isso, resolvemos optar pela instalação nesse local", ressaltou. 
Policiais fazem rondas na Vila Jardim Ludovica  (Foto: Raphael Sibilla / RPC TV)Policiais fazem rondas na Vila Jardim Ludovica
(Foto: Raphael Sibilla / RPC TV)
ProjetoO projeto paranaense da UPS é similar ao do Rio de Janeiro da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), contudo, a proposta no estado não tem a participação do Exército, mas conta com as polícias Militar e Civil.
O bairro Uberaba foi o primeiro da capital a receber uma UPS, em março, seguido do Parolin, em maio.
No dia 17 de julho foi a vez das primeiras instalações no CIC. Aproximadamente 600 policiais participaram da instalação nas vilas Sabará, Caiuá, Vila Verde e Vila Nossa Senhora da Luz, identificadas como maiores focos de violência na região.
Em agosto a sétima instalação foi no bairro Sítio Cercado. Cerca de 300 policiais militares, civis e guardas municipais ocuparam a Vila Osternack. A última instalação foi no dia 17 de setembro, na Vila Sandra, também bairro Cidade Industrial (CIC). Aproximadamente 150 policiais militares, civis e guardas municipais participaram das abordagens.
Para ler mais notícias do G1 Paraná, clique em g1.globo.com/parana. Siga também o G1 Paraná no Twitter e no RSS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!