Cadastre seu Email

sábado, 19 de dezembro de 2015

Guardas municipais realizam manifestação na CMA
Profissionais ameaçam paralisar nesta quinta-feira, 17
113 guardas muncipais reivindicam isonomia salarial (Fotos: Portal Infonet)
Mais de 100 guardas municipais de Aracaju realizaram, na manhã desta quarta-feira, 16, uma manifestação na porta da Câmara Municipal de Aracaju (CMA), que teve como objetivo impulsionar o cumprimento do Projeto de Lei – PL Nº 151/2015, que transforma a função de guarda auxiliar em guarda municipal, no âmbito de Aracaju. Conforme as atribuições dos respectivos cargos, os trabalhadores anseiam, através do projeto de autoria do vereador Renilson Félix (DEM), a isonomia salarial.

“Somos fundadores da instituição, que é de janeiro de 1991, e ainda não fomos inseridos no plano de carreira da Guarda Municipal. O PL 151/2015 já foi votado na primeira instância por unanimidade na CMA. Já o Requerimento Nº 740/2015, que temos em mãos, trata da dispensa de intervalos regimentais e urgência para cumprimento desse Projeto de Lei, mas o presidente da CMA insiste em descumprir o regimento interno da casa”, alegou o guarda municipal e líder do movimento Adelson Lima.
Adelson Lima garante que mais de cem profissionais não possuem plano de carreira
Isentos de um plano de carreira, os guardas municipais liderados por Adelson Lima garante que 113 profissionais trabalham como guardas auxiliares e por isso cobram do presidente da CMA o cumprimento do requerimento de urgência.

Valorização profissional

“Fizemos um Curso de Aperfeiçoamento e Capacitação de Guardas Municipais e de maio até os dias de hoje não fizemos o curso psicológico ou o de tiro porque o comando não tem interesse na realização. Por isso, reivindicamos a valorização profissional que repercute também no reajuste salarial, visto que recebemos menos da metade, comparado aos novos guardas municipais, que possuem plano de carreira”, acrescentou.

O líder do movimento ainda afirma que o salário base de um guarda municipal da categoria GM4 (uma das graduações mais elevadas) é de R$ 2.500, com direito a plano de carreira da Guarda. Os 113 manifestantes, que ameaçam paralisar atividades nesta quinta-feira, 17, alegam que recebem em torno de R$ 900 sem horas extras.
Presidente da CMA garante que PL 151/2015 será votado ainda este ano 
De acordo como presidente da CMA, Vinícius Porto, não há a menor possibilidade de concluir 2015 sem retomar as discussões sobre a referida matéria. “A pauta que seria de ontem na CMA é a discutida hoje, o que foi definido entre os vereadores. Faço questão da presença de todos os guardas municipais para presenciarem o voto dos parlamentares”, frisou em audiência na CMA, o presidente da casa, garantindo que não há má vontade para prosseguir com as discussões.

Por Nubia Santana  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

comentários,críticas,sugestão são bem vendas!

SE VOCÊ GM, QUER QUE SEJA PUBLICADO AQUI ALGUMA MATERIA , PODE SER SUA; OU UMA SUGESTAO ,MANDE PRA O MEU E-MAIL- bloggmgo@gmail.com É UMA FORMA DEMOCRATICA DE PARTICIPAREM DO BLOG. QUE É NOSSO E LIVRE!